Revista GULA

Ryoko Sekiguchi

Ryoko é japonesa, mas escreve em francês. É também artista conceitual, poeta, tem diversas obras em parceria com fotógrafos, sobre comer nuvens, ou jantares fantasmas. É escritora no sentido amplo da palavra, sempre algo poeticamente, mesmo que o tema seja duríssimo, como no livro que fez sobre as vítimas do acidente nuclear de Fukushima.

Eu a conheci casualmente, no Instagram. Começamos a conversar e descobri que já tinha um livro dela, feito com o famoso crítico François Simon, sobre cozinheiros japoneses que trabalham em Paris, fazendo uma cozinha radicalmente francesa mas com algo nipônico sempre. Há um fascínio mútuo entre as duas culturas, os japoneses influenciaram decisivamente a Nouvelle Cuisine, e a integração do fazer japonês ao francês é fácil e natural (lembro da maravilhosa confeitaria de Sadaharu Aoki, com os doces com matchá e yuzu).

Sempre considerei que a arte japonesa (aí incluindo a da gastronomia)

Você está lendo uma amostra, registre-se para ler mais.

Mais de Revista GULA

Revista GULALeitura de 3 mins
Cheval Blanc 1947 O ORGASMO EM UMA TAÇA
Diz também a lenda do Santo Graal que este cálice seria sagrado por conter gotas do sangue de Jesus, colhidas na crucificação e quem o bebesse teria a cura de todos os males e garantido o paraíso eterno. Posso dizer a vocês que a experiência com o Ch
Revista GULALeitura de 1 mins
A Prem1um Chega Ao Languedoc
ESTA REGIÃO SE TRANSFORMOU NO BERÇÁRIO DE PROJETOS DE MUITOS DOS NOVOS TALENTOS FRANCESES E ATÉ DE OUTROS PAÍSES E TEM CHAMADO A ATENÇÃO DO MUNDO TODO. VISITAMOS O LANGUEDOC EM FEVEREIRO DE 2020 E ESCOLHEMOS QUATRO VINÍCOLAS PARA REPRESENTAR A REGIÃO
Revista GULALeitura de 7 mins
A REVOLUÇÃO NA Champanhe
Desde que o inglês Christopher Merrett publicou “Some observations concerning the ordering of wines” em ‘The mysterie of vintners’, nos idos de 17 de dezembro de 1662 para a Royal Society, em Londres – a prova cabal de que 6 anos antes da chegada e n