Revista Locaweb

Empoderando lideranças

Um estudo realizado pela Fundação GetúlioVargas(FGV) apontou que metade das mulheres brasileiras deixa o emprego um ano após a licença-maternidade. Por isso, quando uma mãe decide empreender, muitas vezes, a decisão não está relacionada ao desejo de trazer uma nova ideia para o mundo, mas sim à necessidade de gerar renda.

“É quase sempre compulsório, porque a mulher precisa continuar faturando após uma demissão ou porque a conta do que ela ganha de salário em relação às necessidades da

Você está lendo uma amostra, registre-se para ler mais.