Aproveite milhões de eBooks, audiolivros, revistas e muito mais

Apenas $11.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

Evolução: O futuro

Evolução: O futuro

Ler a amostra

Evolução: O futuro

Duração:
206 páginas
2 horas
Lançados:
1 de mar. de 2013
ISBN:
9781310676048
Formato:
Livro

Descrição

Tradução para o Português por Lucas Geremias e Prefácio por Vanderlei Martinianos.
Contribuição especial de Nikola Danaylov.

Uma intrincada história de ficção-cientifica onde o futuro e o presente colidem. O mundo já não é mais o mesmo. Os seres humanos evoluíram e venceram a morte natural, porém ainda lidam com sua inerente finitude em seu objectivo de colonizar o universo. Os seres digitais veem-se enclausurados nos inúmeros servidores da Rede e procuram formas de evoluir para além de sua condição de existência. A terra, marte e lua são bastiões do império humano, que demonstra sinais de irrevogável decadência e estagnação enquanto uma nova espécie de superinteligências derivadas da acelerada e complexa revolução tecnológica e dos evoluídos seres digitais, se preparam para colonizar o Universo.

As protagonistas Eva e Victoria são Almas - serem humanos cujo cérebro fora digitalizado depois de sua morte física - e vivem na ponte entre o que é real e o que é virtual em seu mundo de linhas de códigos e simulações, durante um período de crescente tensão entre as ambições humanas e dos seres digitais; junta-se a elas, em contra-ponto, C573Y, o oficial androide, uma superinteligência que está no epicentro dessa tensão, pois seu maior projeto, a Migração dos seres digitais para o mundo físico, através de enormes espaçonaves chamadas Caravelas, sofre incansáveis ataques por parte da mídia e de grupos terroristas que querem ou sabotar ou tomar vantagem de seu grande sonho, enquanto ele se prepara para escoltar àquele novo mundo em direção à Alpha Centauri.
Nesse cenário de incontáveis mudanças e n’um mundo profundamente desfigurado pela evolução tecnológica desenrola-se uma apaixonante trama de ficção-cientifica, onde temas sobre ética, filosofia, futurismo e inatas bases para o movimento transhumanista são tratados com enorme sutileza e contagiante narrativa que somente Marco Santini é capaz de evocar.

Lançados:
1 de mar. de 2013
ISBN:
9781310676048
Formato:
Livro

Sobre o autor

DOWNLOAD FOR FREE MARCO SANTINI'S EBOOKS The soul of a novel may evolve with its author. Here you will follow the evolution of a work from its first release to the final script. I am particularly fond of the first one – Dreaming Immortality - for the variety of the characters, the range of Transhumanist issues and because it was actually my first creation. The novel is almost all the original version, which in my opinion contributes greatly in the charm of the work. In the last edition the dates to Technological Singularity, brain digitization, semi immortality and strong A.I. have been anticipated The second version – The Alpha Centauri Project – is shorter but retains the main characteristics of the first work. New developments were forthcoming. A few readers imagined how gorgeous would be the story in an animated or motion picture format and set a compelling challenge for me. I adapted soon characters and plot into a story of suspense and action that makes you think. "Evolution: the future" was born. Recently my last creations. I am glad to announce the script of “The Alpha Centauri Project”. My works are in English, French, Spanish, Italian, Portuguese (Brazilian) and can be downloaded FOR FREE. Here below beautiful videos and covers by fractal artist Lilia Morales y Mori. LINKS TO E-BOOK DOWNLOADS BELOW (CLICK ON THE TITLE OF THE E-BOOK AND CHOOSE THE FORMAT FOR DOWNLOAD: KINDLE, EPUB, PDF). ********* READERS: "Just finished reading "The Alpha Centauri Project" a couple days ago. I really enjoyed it. The brief "chapters" were a very interesting method for structuring. I also appreciated the recollections of the historian punctuating the story. At times, I wondered if you had initially written this as a screenplay and later adapted it into a novel. Oh, and the ending is fantastic! I'm going to give the story a second read, to ensure I absorbed everything and then would be interested in using FB to discuss. " "Just finished... my goodness, what a beautiful mind you have! In addition to stimulating my own creativity, the first thoughts I had after reading this is how gorgeous it would be in an animated or motion picture format. Have you received any screenplay offers?" "Even uncommon visualization is an extreme sport. It requires daring, controlled thought, and the ability to overcome barriers within the mind, imposed by current societal norms. You are a sportsman of this genre, without doubt." "I just finished reading your captivating ebook and felt compelled to drop you a quick note to thank you and to let you know how much I enjoyed reading it. Your style is both fresh and captivating. The characters are believable and quite identifiable in their roles. I almost hated to finish reading it. Looking forward to more from you as our most uncertain future unfolds and AI one day, becomes self aware." "Hi Marco, I think Alpha Centauri Project could definitely be adapted for a film. The characters are strong and likeable for sci fi." "Captivating story, well-defined characters, interesting history chapters, fascinating theme and explosive end!" "Shraddhey has told about you to all of our friend circle. He has read your e-book completely. You are becoming popular here sir! And also in the open source community! Whole of our hostel students are reading your book!" "The Alpha Centauri Project is fascinating, to say the least. When the fine art of story telling combines with science fiction, one can be almost sure that something exciting would be the result. Let your imagination run wild and keep the good work up." "The beauty of digital is the fact of being limitless. You can create virtual worlds where to live, but at the same time you can download your own consciousness into androids who live in the real world, moreover you can exist forever and travel through space without worrying about the distances, because time is not an enemy. This absence of limits allows the author, with great imagination, to create an intricate and compelling story. If you want to imagine a distant future that is completely different from the present in which we live, "The Alpha Centauri project" can give you what you look for." "Marco Santini’s vision, invites us to reflect and analyze the human beings’ current prospects. The full immersion in science and technology is more and more invasive through artificial intelligence. Its rapid strides involve us in the society to such an extent that we are committed to a substantial technological world. We can hardly realize the penetration and dependency that this phenomenon exerts in general on our daily lives. For the first time Man wonders about his own existence and desperately seeks to transcend himself through knowledge and the access to the spaces of the vast universe. The end is extraordinary, full of emotion and positivity. This novel is essential in the patrimony of any reader interested in a new view of science fiction, where science exceeds by far the imagination of any writer." "Mil felicidades por la fascinante psicología que le has otorgado a tus personajes Eve y Victoria, en tu novela The Alpha Centauri Project." "He leído nuevamente la novela. Los textos la hacen muy dinámica y te atrapan de inmediato de principio a fin. Espero que un día sea llevada al cine." "Yo ya lo leí. Te lo recomiendo ampliamente. Si el prólogo es interesante, el líbro lo es aún más. En él encontré una interesante propuesta futurista muy a doc con los temas actuales de ciencia ficción." "Hermoso y emotivo relato... He descubierto una nueva faceta tuya . Tú profunda sensibilidad hacia las emociones y sentimientos que puede desencadenar la obra de arte. Pero sobre todo, tu extraordinaria capacidad para escribir dichas emociones. Como escritor de ciencia ficción ya nos has mostrado tu gran potencial, ahora tenemos el placer de leerte en el género del “cuento de corte futurista” y lo haces también con gran acierto. ¡Felicidades!" "Un aporte extraordinario a la literatura de ciencia ficción, una impresionante visión del futuro para todos tus lectores y un invaluable estímulo para los investigadores y científicos de todo el mundo." "Un livre de Marco Santini à lire absolument :) Votre Roman est passionnant , Marco , et vous êtes un grand écrivain de science fiction , aussi je désire que mes amis partagent votre vision ! " "Merci. Sans vous, je n'aurai peut être pas lu le livre , j'adore!! Merci Marco Santini pour cette œuvre passionnante." "Oh! non , c'est moi qui te remercie d'avoir autant de talent ,et je suis une lectrice exigeante ,mais là, je suis totalement sous le choc , j'aimerai lire la suite ..." "Cette nouvelle est totalement captivante , et de plus pour ceux qui désirent , vous avez une excellente traduction française , je l'ai lu !" "Marco dans l'élaboration de son ouvrage a su conjuguer sa fantaisie de visionnaire et sa rationalité scientifique. Il réussit de cette façon à anticiper les temps de l'histoire et à nous montrer ce que deviendra l'humanité à la moitié de notre siècle! Si vous êtes curieux de découvrir ce que nous serons déchargez gratuitement ce roman fantastique et bonne lecture!" "Ho letto il tuo romanzo "Progetto Alfa Centauri" e devo dire di esserne rimasto affascinato: il tuo stile visionario e al tempo stesso raffinato mi ha "trasportato" in un lontano futuro, a contemplare la civiltà umana durante la sua ennesima "trasformazione" ed "espansione", in simbiosi con il "mondo" degli Esseri digitali. Nel tuo lavoro c'è tutto: cyberpunk, space opera e fantapolitica. E' un romanzo di SF davvero completo, scritto con dovizia di particolari ma al tempo stesso scorrevole. In poche parole, mi è piaciuto molto. Sei davvero in gamba." "Sono rimasto affascinato e al contempo rapito dal racconto. Mi sono sentito "immerso" nella storia e spesso ho colto l'ansia e la gioia dei protagonisti. Sono letteralmente senza parole... Complimenti all'autore. Ora mi tuffo nel secondo libro!" "Bello, spaventosamente reale, ineluttabilmente veritiero. La trama è semplice e snella ma l'ambientazione invita spesso a riflettere su chi siamo e dove (vogliamo?) andare. Senza dubbio una lettura coinvolgente, dal gran ritmo e che invoglia a riflettere ponendoci problemi che troppo spesso per comodità tendiamo a nascondere sotto il materasso." "Fantastico! Stupendo! Da leggere tutto d'un fiato!!! Il miglior racconto di fantascienza che abbia letto da parecchio tempo... Una nuova frontiera dell'immaginazione!" "Il suo stile è avvincente e incalzante di quelli che ti incollano alla lettura. Gli scenari ipotizzati sono meravigliosi e coinvolgenti. Grazie per avermi reso partecipe di questo viaggio e di questa avventura. Mi viene a mente una frase letta nel libro di Edgar Morin "Conoscenza ignoranza mistero" in cui soteneva che è la vita stessa che sfugge alla morte moltiplicandosi all'infinito." "Un bellissimo romanzo con una interessante visione del nostro prossimo futuro inteso come umanità. Il sogno di immortalità' che anch'io sono convinto un giorno sarà realizzabile attraverso il download della nostra memoria in digitale." "Il tuo romanzo ha lasciato in me un segno profondo e lo consiglio sempre a tutti i miei amici appassionati di Science Fiction." "Complimenti libro stupendo che apre scenari incredibili e futuristici su un mondo avvenire che, chissà, forse rispecchieranno i dettati di questo splendido romanzo." ********** CONSIDERATIONS According to future studies, the world will be dominated soon by disruptive technologies, able to plunge humankind into an era of accelerated progress. Main outcomes will be the achievement of immortality, the creation of smarter than human artificial intelligences and the spread of the new species through the universe. “Dreaming immortality” is a breathtaking story set in this near future altered almost beyond recognition by technology. Social and ethical issues as well as dreams and projects of the digital people are key drivers of the story. For digital beings aiming at eternal life, truth and collaboration are primary values; seeking exponential growth in knowledge and technology, avoiding conflicts and spreading into the universe their goals. The passionate scenarios make the reader share the soul of the digital civilization. From this, a powerful comparison with our world emerges, that stripping away layer after layer of conventions and prejudices, leaves us at last face to face with the morals of a world that one day we might share. Eve and Victoria, the main characters, are humans whose brain was digitized after death. They move in this context of epoch-making events, searching for identity. They become more and more involved in the hardship of the digital community to the point of rising to leaders. Finally, in a crescendo of drama, they merge their destiny with that of their new people. End of the 21st century. Humans live on Earth and the Moon, last strongholds of their past power. Mars and the Net are inhabited by artificial intelligences and souls, these last obtained by digitizing the brain after death. The virtual reality allows the two races to communicate. Their differences are deep, their interest irreconcilable. With biotechnology and digitization, humans have postponed real death to an indeterminate future, but they are not happy. Towards the virtual beings they feel admiration but also inferiority and envy. The digital creatures instead cannot bear being relegated in worlds too small for their unbounded ambitions. Their Martian experience has allowed them to develop the competence necessary in extra-terrestrial environments, most of all to acquire the self-confidence indispensable for the colonization of other star systems. The Alpha Centauri project is born. The mission obtains the humans’ support. In exchange the digital beings abandon the idea of expanding on the Earth. Just before departure, Earth Security intercepts a suspect message from the Space Agency. Terrorism? The evidence leads to the Elects, a sect that entered Net years before through a collective suicide... A script is also available. The novel is in English, French, Italian and can be downloaded FOR FREE from Smashwords. Copyright Marco Santini ********** Thanks to my friends, who over time have supported me with their engagement and enthusiasm: José Luis Cordeiro -- http://www.cordeiro.org/ Diego Dalla Palma - http://www.diegodallapalmastyle.it/ , http://www.sperling.it/autori/diego-dalla-palma/ Nikola Danaylov -- http://www.singularityweblog.com/ Marta Rossi, iLabs -- http://www.ilabs.it/HomeIT.asp Lilia Morales y Mori -- http://poesiafracesptiempo.blogspot.mx/ Lucas Geremias - http://www.lucasgeremias.com/ Frank D.Smith -- http://www.underbrain.org/ Francesco Zanellato -- http://francescozanellato.jamendo.net/ Thanks to Isabel Mendonça Alves. ********** ABOUT THE AUTHOR Marco Santini graduated in Engineering and specialized in Business Administration. Deeply interested in high-tech trends, he has written “The Alpha Centauri Project”, “Evolution: the future” and "Dreaming immortality", novels depicting a near future dominated by technology. He has made the ebooks free and downloadable in several languages, in order to share their content with the widest audience and to contribute to discussion about great themes. Script available. Member of: Millenium Project -- http://www.millennium-project.org/ Lifeboat Foundation -- http://lifeboat.com/ex/programs Eptalia -- http://www.eptalia.it/ United States Trashumanist Party


Relacionado a Evolução

Livros relacionados

Categorias relacionadas

Amostra do livro

Evolução - Marco Santini

PRELÚDIO

Segundo recentes estudos, o mundo logo será inundado por uma revolução tecnológica que será capaz de conduzir a humanidade rumo à uma era de progresso acelerado, que resultará na conquista da imortalidade, na criação de mais-que-humana Inteligência Artificial e a colonização do Universo pela evoluída nova espécie.

Evolução: o futuro converte os capítulos recheados de suspense e ação do Projeto Alpha Centauri em uma impressionante história ambientada num futuro próximo, quase irreconhecível, modificado por avançadas tecnologias. Caso goste de mergulhar e se aprofundar ainda mais neste maravilhoso cenário, disponha-se da leitura do Projeto Alpha Centauri.

Século XXIII. Os seres humanos habitam a Terra e a Lua, últimos bastiões de seu glorioso passado. Marte e Rede são habitados por inteligências artificiais mais-que-humanas e pelas Almas, seres-virtuais obtidos através digitalização da psiqué após a morte. A realidade virtual permite a comunicação entre ambas as raças, de natureza tão distante; não obstante, suas diferenças e discordâncias são profundas, seus interesses incompatíveis.

Graças a digitalização, os seres humanos condenaram a maldição da morte real a um futuro indeterminado. Algo que não os permeou n’alguma coisa de felicidade. Sentindo-se pateticamente inferiores, mesmo com todo seu irrevogável avanço sobre a natureza da existência, os humanos invejavam os seres virtuais, ainda que sentissem por eles contrariamente inerente admiração. Por outro lado as criaturas digitais não suportavam terem sido relegados a um mundo relativamente pequeno comparado à grandeza de suas ambições. Suas experiências em Marte lhes permitiram desenvolver-se o necessário para desbravarem fronteiras extraterrestres e adquirir a confiança indispensável para levar adiante a colonização de outros mundos além deste.

O Projeto Alpha Centauri obtém todo o suporte dos seres humanos em troca da renúncia de toda e qualquer expansão sobre a esfera Terra por partes dos seres virtuais. Enquanto a tensão cresce e os ânimos se estressam, a Agência Máxima de Segurança Terrestre intercepta uma mensagem suspeita vinda da Agência Espacial. Terrorismo? Os olhos e atenções se voltam imeadiatamente para os Eleitos, uma misteriosa seita que adentrou a Rede cinquenta anos antes através de um suicídio coletivo e da digitalização de seus seres…

As protagonistas, Eva e Victoria, são Almas inseridas n’um cenário de importantes mudanças em seus vastos mundos; envolvendo-se cada vez mais com o povo digital, com quem finalmente alcançarão seu destino.

PERSONAGENS

Adão

Inteligência artificial. Membro dos Eleitos. Filho de Eva Dirac, Victoria e Martin Wing

C573Y

Inteligência artificial. Oficial da Segurança

Eva Dirac

Alma. Membro dos Eleitos. Cientista

James

Humano. Companheiro de Victoria

Marcus Rand

Humano. General da Defesa

Martin Wing

Alma. Conselheiro dos Eleitos. Líder dos Direitos Civis

Nicole

Humana, amiga de Victoria

Nihil

Alma. Grão-Mestre dos Eleitos

Victoria

Alma. Companheira de James

As cenas na Rede se indicam com @

AO REDOR DO SISTEMA SOLAR

Eles queriam marcar o início daquele novo século com férias extraordinárias. Assim como nos anos anteriores, podiam escolher livremente dentre as numerosas opções da Rede. No entanto, desta vez eles decidiram por provar-se no mundo real.

Finalmente, depois de d’algo de indecisão, optaram pelos satélites de Júpiter.

Europa, o destino mais cobiçado dentro do turismo espacial; coberta de uma camada de gelo que de quando em quando era sulcada em profundas fraturas d’onde borbulham águas vulcânicas. Sob a superfície, imensas cavernas de gelo gigantescamente longas, e na profundidade, onde nenhuma luz permeava, um oceano habitado por fantásticas criaturas luminescentes. Tudo isso coroado de uma esplêndida vista do imponente planeta, rasgado de veias profundas e intermínáveis tormentas que deslizavam pela extensão de seus céus. Divino.

Io, a ante sala do inferno. Corredeiras de lava, nuvens de cinzas que pesavam nos céus e lagos de enxofre borbulhante.

As maravilhosas minas de gás de Júpiter. Fábricas colossais agarradas à balões aerostáticos, que extraíam um isótopo de hélio da atmosfera, utilizado largamente como combustível nuclear.

Poucas semanas antes de sua partida, porém, como planos são sempre fadados à serem refeitos, surgiu um compromisso no trabalho.

Férias reduzidas. Três dias apenas. Decidiram-se pela escalada de um dos desfiladeiros de Marte; não um qualquer, e sim o mais profundo de todo o Sistema Solar. Euforia lhes bateu e mesmo à escassez do tempo, estudaram os preparativos em seus mínimos detalhes.

Em relação ao equipamento, elegeram o mais moderno modelo de androides de escalada. Uma armadura de dois metros de altura, feita de um material ultra-leve, reforçada com nanotubos de carbono, que lhes serviria de corpo ao longo da estranha aventura. O sonho de todo alpinista. Para eles, trivial.

Em Marte - transportados por raios laser - já dentro de seus novos corpos, eles se encontravam alinhados contra à parede de uma habitação. Fazia frio, o único ruído do ressoar dos equipamentos. Eles dirigiram-se ao longo de um corredor deserto depois de trocarem entre si algumas piadas, seguindo as indicações no mapa diante de seu campo visual. Seus passos ressoavam contra as paredes de metal. De quando em quando os ecos distantes lhes faziam companhia.

Ao adentrarem uma garagem, aproximou-se pairando baixo um aparato de voo de forma ovoide. As portas deslizaram-se para um lado suave e silenciosamente. Eles subiram à bordo. Poltronas macias de cor cinza os aguardavam, envolvidas por braços similares à tubos flexíveis. O piloto automático lhes desejou uma agradável jornada.

A cabine do piloto se encheu de cores assim que eles alçaram voo, cintilantes e maravilhosas. A pressão da aceleração lhes pesou o tronco, oprimindo a caixa toráxica do recém-possuído corpo. A nave saiu da garagem como uma flecha através de uma abertura redonda rumo ao deserto. Atrás de si ficou a mancha branca da base, mínima, que se dissipou rapidamente salpicando a areia vermelha como um diamante, caído do céu.

C573Y levantou seus olhos e a visão real lhe pareceu estranha; ele deixou a luz lhe inundar e viajar por si em uma estranha sensação de prazer. A visão era maravilhosa: Fobos, uma das duas pequenas luas de Marte com sua protuberante e alongada forma que nunca deixou de lhe parecer assombrosa. Próximo dali, brilhavam três novas estrelas contra o pano do infinito: Niña, Pinta e Santa Maria, as espaço-naves do Projeto Alpha Centauri, esferas colossais de um quilômetro de diâmetro que orbitavam ao redor do planeta.

Pequenas luzes as coroavam como filhas da luz maior; nas estações de montagem do estaleiro espacial, - agora inativas depois de dez anos de intensa atividade, – cargueiros viajavam por sua supérficie como formigas, comprometidos com a transferência do combustível nuclear extraído da atmosfera de Júpiter e Urano acumulado em seus enormes reservatórios.

O ovoide sobrevoou à baixa altitude o deserto, adentrando de quando em quando nuvens formadas de dióxido de carbono que arranhavam seu casco, e após uma hora rasgando seu caminho através da extensão desolada ele se deu abruptamente no Valle Marineris, uma profunda ferida na crosta de Marte. Em ambos os lados se observavam penhascos, escarpas pontiagudas e enseadas, malignas como os dentes vermelhos e alaranjados de uma besta de outro mundo - no fundo do Valle uma extensão interminável de rochas e areia os esperava, um mar escurecido de solidão.

A aeronave seguiu mais adiante reduzindo sua velocidade, na direção de um pequeno assentamento em construção onde canteiros repletos de equipamentos se atulhavam e robôs ocupados na montagem de módulos pré-fabricados trabalhavam incessantemente. Tocando de leve as dunas traçadas pelo árido vento, o ovoide seguiu adiante.

O transporte pousou levemente à apenas duzentos metros das paredes do desfiladeiro e as portas de abriram. Os passageiros afundaram suas botas na suave areia fina, tão fina quanto pó. O ar era gélido e rarefeito, opressivo. Ao longe podia-se ouvir um tornado rasgando ruidosamente a superfície ondulada das dunas. Eles miraram curiosamente a extensão da parede de pedra cuja demarcação se perdia no horizonte, as colunas de rocha que a coroavam lembravam-lhes garras que se cravavam no céu vermelho. Coberta de um sedimento farelento que representava um grave perigo inclusive para os alpinistas mais experientes.

C573Y retirou um acessório de sua mochila e olhou-o. Um simples gancho com rosca. Não poderia ser de outro modo: os grandes desafios exigiam, em virtude da falta de recursos; capacidades fora do comum. Como fizeram os titãs muitas vezes na antiguidade, ele sempre se lembrava.

Escalaram rapidamente como aranhas pela face da rocha. Diminutas figuras sobre uma folha cor de ocre. Com movimentos mecânicos, metro após metro, sempre com a mesma concentração. O olhar voltado para o céu, como a almejá-lo mais rapidamente..

Nenhum problema por quase um dia. Longínquo, quando tudo parecia ir bem demais, então se escutou um estrondo.

Um clamor excitado, os nervos se aqueceram e a ansiedade os castigou; ânimos tornaram-se frenéticos e intuitivamente alguém sugeriu um descanso, com inquietude palpável na voz. Se apressaram para dentro de um refúgio cavado rudemente na parede de pedra.

Arrastando consigo as imperfeições no caminho, vinha n'uma velocidade estonteate uma massa de rocha e detritos, devorando a parede n’uma escura nuvem de poeira. Um fio de medo lhes cortou a espinha. Os alpinistas androides – jóias tecnológicas do século XXIV – eram inúteis quanto àquela ameaça.

Permaneceram imóveis, apenas a observar a massa de poeira invadir violentamente seu refúgio, recobrindo-os com uma grossa camada de pó.

A noite pareceu interminável.

Trocaram comentários entre si de voz tensa enquanto a escuridão se adensava em direção da manhã. Iluminados pela luz bruxuleante de uma tocha, suas silhuetas dançavam contra as escarpas, hipnotizando-lhes a atenção.

Por vezes escutava-se ao longe o estrondo de explosões.

(Trovões? Deslizamentos?)

Noite adentro.

Uma série de assobios e sussurros coroou a chegada da manhã. Uma triste e nostálgica cantiga. Ao longe, o lamento mudo de uma esposa desconsolada pelo companheiro, ausente n’uma jornada sem volta.

Os androides arriscaram-se relutantes para fora do refúgio. A luz do Sol os iluminou. Rochas escarpadas de todos os tamanhos se atulhavam nos canais até onde se perdia a vista e poeira ainda pairava no escasso ar. O céu se via n’um impecável tom rosado, sem manchas. Uma melodia invadiu o ar.

- Vejam! - gritou C573Y, apontando quatro sombras a se aproximar, com traços delicados e o cabelo ao vento. Ele não os esperava ali.

Com uma centelha de pânico C573Y se virou na direção oposta. - Venham!

Uma vez mais no abismo, agarrando-se às cordas com as costas viradas para o vazio, eles se jogaram caminho acima contra a parede. Avançaram por sobre uma rocha de basalto sem ao menos olhar para trás.

- O canto das Damas! - exclamou C573Y. - Há muito tempo, na alvorada da colonização, uma expedição informou ter visto algumas figuras femininas próximas daqui…

Espiaram por sobre um penhasco. Em frente, contra o Sol, se destacavam no horizonte colunas de pedra coroadas por longos filamentos.

- São plantas que sobreviveram a dissecação do planeta há bilhões de anos. O som é causado pela passagem do vento através de suas rechaduras.

À noite, sentados no topo do desfiladeiro, na borda do precipício; com a intenção de admirar as luzes da pequena colônia que se encontrava muitos quilômetros mais abaixo eles, se encontraram prestes a celebrar a chegada do novo século.

C573Y emudeceu. Uma mensagem surgiu em seu campo visual:

REUNIÃO DE EMERGÊNCIA DO COMITÊ EXECUTIVO NA TERRA, REQUEREMOS SUA PARTICIPAÇÃO EM DUAS HORAS.

Ele se voltou para os companheiros.

- Recebi uma convocação. Devo me ir.

Ele lançou um último olhar em direção à escuridão. Sobre aquela natureza extraterrestre que o manteve seduzido durante dois dias com paisagens e visões impressionantes, que não vacilaram em atormentá-lo e persegui-lo inclusive dentro de seu refúgio. Um desafio no qual ele mergulhou sem hesitar.

Um companheiro gentilmente lhe deu uns tapinhas no ombro.

- Logo nos veremos.

Os três alcançaram um espaço plano de aproximadamente dez metros. Trocam um forte abraço.

- Faremos os acertos para devolver o androide - lhe disse um outro companheiro.

C573Y se moveu alguns passos para trás. Levantou os olhos para o céu em direção a uma luz intensa no centro do manto estrelado. Em seu campo visual apareceu um diretório. Se ativou a conexão com o satélite. Em seguida

Você chegou ao final dessa amostra. para ler mais!
Página 1 de 1

Análises

O que as pessoas acham de Evolução

0
0 notas / 0 Análises
O que você achou?
Nota: 0 de 5 estrelas

Avaliações do leitor