Sísifo ou Prometeu? Da arte e da tecnologia, hoje.

Ações de livro

Comece a ler

Dados do livro

Sísifo ou Prometeu? Da arte e da tecnologia, hoje.

Notas:
Nota: 0 de 5 estrelas0/5 ( avaliação)
Duração: 24 páginas17 minutos

Descrição

Se a arte é uma resposta a um mundo fundamentalmente absurdo, a tecnologia fornece a pretensão de uma utopia que parece superar o homem. A figura mítica de Sísifo procura então restabelecer a disputa pelo direito ao espaço imaginário e simbólico do indivíduo contra o espaço mediático das ficções e dos seus fantasmas colectivos. Sísifo reitera, por isso, o sentido interrogativo e infindável da arte, porque só ele nos propõe a vontade da arte num mundo que se repete e que não consegue transformar. A arte opera assim, a permuta de imagens e uma compulsão à repetição por contraste com a história do progresso dos meios e a torrente das suas imagens. O ritual de Sísifo prossegue como sendo uma defesa contra a hipótese de alguma vez encontrarmos imagens definitivas ou verdades derradeiras nas imagens.
Ler mais