Um Toque de ... (antologia) by Ana C. Nunes - Read Online
Um Toque de ... (antologia)
0% of Um Toque de ... (antologia) completed

About

Summary

O amor está presente em todo o tipo de gestos e acções.
No cuidado com que se evita tocar um assunto sensível; Na forma como se fica a ver o outro dormir; Numa conversa à beira mar; Num post-it colorido; Num lugar vazio no restaurante; Numas mãos entrelaçadas ao som das ondas; Num jantar fracassado; Numa noite solitária; Numa negação.

Mas nem sempre o amor resulta em felicidade ...

Inclui os seguintes contos, alguns dos quais inéditos:
- O Retrato
- Tu ...
- Segredos e Impulsos
- Post-its
- Rotina
- Como Ondas
- Dois Amores
- Os Dois Lobos
- Pela Manhã

Published: Ana C. Nunes on
ISBN: 9781310826177
List price: $2.99
Availability for Um Toque de ... (antologia)
With a 30 day free trial you can read online for free
  1. This book can be read on up to 6 mobile devices.

Reviews

Book Preview

Um Toque de ... (antologia) - Ana C. Nunes

You've reached the end of this preview. Sign up to read more!
Page 1 of 1

UM TOQUE DE …

uma antologia de contos de

Ana C. Nunes

Tabela de Conteúdos

Capa

Ficha Técnica

Nota Introdutória

Um Toque de … Carinho

O Retrato

Tu …

Segredos e Impulsos

Post-its

Rotina

Um Toque de … Complexidade

Como Ondas …

Dois Amores

Os Dois Lobos

Pela Manhã

Nota Final

Outros Trabalhos da Autora

Ficha Técnica

Texto © Ana C. Nunes 2008-2014

Capa e Ilustrações © Ana C. Nunes 2014

Contacto da autora: anacorvonunes@gmail.com

Blog da autora: http://capala.wordpress.com/

Todos os direitos reservados a nível mundial.

Tipos de Letra da Capa: Existence © Yeah Noah

1ª edição: 21 de Junho de 2014

Smashwords Edition

ISBN: 9781310826177

Esta obra é propriedade de Ana C. Nunes e não poderá ser distribuída, copiada ou alterada, na totalidade ou em parte, sem autorização escrita da proprietária. Se gostar de ler estas histórias, por favor considere deixar um comentário no local onde adquiriu o e-book. A autora agradece.

Esta obra foi escrita sem atender ao novo Acordo Ortográfico de Língua Portuguesa. Caso deseje ler uma versão diferente, por favor contacte a autora através do email (anacorvonunes@gmail.com).

Nota Introdutória:

Esta antologia narra histórias de amor, amizade, carinho e obsessão, em todas as suas formas. Incluí cenas românticas entre pessoas do mesmo sexo e de sexos opostos. E também incluí narrações de violência.

Todas as personagens e acontecimentos são fictícios e qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência.

UM TOQUE DE … CARINHO

O RETRATO

(um conto do universo Alma)

Então o que vai ser hoje? - Sorris, mas não o sentes. Consigo vê-lo nos teus olhos.

Não o fazes por mal. Acredito que não. Mas por detrás de toda essa aparente felicidade está um manto de tristeza. O que foi que te feriu tão profundamente?

É hoje que tiras o meu retrato?

Pondero a tua questão. Sinto vontade de dizer que sim, mas temo fazê-lo.

Começo a sentir-me menosprezada. Devo ser a única pessoa da vila a quem nunca tiraste uma foto!

Sim és. Mas nunca to direi. Gostava de fotografar a tua alma, mas tenho medo do que possa ver. Será que mudarei a minha opinião acerca de ti quando a lente da câmara captar a tua verdadeira forma? Será que é justo julgar-te dessa forma? Tu, que sempre te mostraste pronta a ajudar os outros, que estás rodeada de amigos e que ao mesmo tempo pareces tão só. Tu que sorris tantas vezes e ao mesmo tempo nunca sorris verdadeiramente.

Será que tenho o direito de violar o teu íntimo desta forma?

Achas que te vou dar cabo da película?

Só não quero é estragar a imagem que tenho de ti. Quero compreender-te, mas tenho medo. Medo de ver a verdade e nunca mais conseguir olhar-te do mesmo modo. Não quero menosprezar-te. Não quero alienar-te como fiz a tantos outros depois de os capturar em filme.

Aquelas fotos que nunca deveriam sair do meu estúdio. Aquelas que todos acham ser os melhores retratos da vila e arredores, mas que aos meus olhos mostram todas as barbaridades e toda a podridão de cada um dos que são capturados na película.

Tu foste a única que permaneceu imutável depois de tantos anos de ausência. Ages da mesma forma, sorris da mesma forma. O teu coração de ouro mantêm-se intacto. Mas ... o brilho desapareceu. Aquele brilho que rendia qualquer um imóvel e que te tornava tão única.

Quatro anos de ausência trouxeram muitas mudanças à minha vida. Quando regressei à vila, tudo parecia semelhante, mas no fundo