Encontre seu próximo livro favorito

Torne'se membro hoje e leia gratuitamente por 30 dias.
O sucesso ao virar da página: Resolva definitivamente todos os seus Problemas de Dinheiro

O sucesso ao virar da página: Resolva definitivamente todos os seus Problemas de Dinheiro

Ler amostra

O sucesso ao virar da página: Resolva definitivamente todos os seus Problemas de Dinheiro

avaliações:
5/5 (1 avaliação)
Comprimento:
234 página
3 horas
Lançado em:
Jan 25, 2016
ISBN:
9783739268552
Formato:
Livro

Descrição

Consiga riqueza e bem-estar. Aplique os conhecimentos aqui expostos à sua situação de vida concreta.
Uma nova e maravilhosa vida, plena de riqueza, independência, segurança e alegria; o orgulho e a satisfação de ser bem sucedido serão uma realidade, se fizer uso do acessível Método Duplo descrito neste livro.
O sucesso alcança aqueles que AGEM, e passa ao largo dos que se limitam a sonhar.
O SUCESSO
AO VIRAR DA PÁGINA
Como Resolver Definitivamente os seus Problemas de Dinheiro
por Heinrich Walter Lona, um gestor de negócios com dezenas de anos de experiência que nos revela, de uma forma facilmente compreensível, todos os segredos do sucesso e as técnicas abalizadas que a ele conduzem.
Estes poderão ser os conheci-mentos mais eficazes que algu-ma vez adquiriu.
O autor mostra-nos estratagemas que até mesmo alguns bancários desconhecem, ou sem os quais seria necessário investir milhares de Euros.
Com o auxílio do Método Duplo, exposto neste livro, e com a sua acção consciente, você alcançará toda a riqueza e abundância que desde sempre desejou.
Não precisa de ser jovem, bem parecido ou muito instruído. Até mesmo o capital inicial desempenha aqui um papel secundário, se é que chega a desempenhar algum papel.
Descubra como é fácil adquirir estes poderosos e infalíveis conhe-cimentos construtivos, que já foram centenas de vezes postos em prática.
Finalmente, um livro que não contém teorias obscuras, antes lhe facultando experiências imediata e facilmente aplicáveis, viradas para a prática.
Heinrich Walter Lona deseja que este livro contribua para que tam-bém você esqueça para sempre as preocupações de dinheiro, tal como já conduziu ao sucesso inumeráveis e entusiásticos seguidores.
É impossível não retirar qualquer benefício deste livro.
Aquilo que outros realizaram com o auxílio deste método,
também você realizará!
Lançado em:
Jan 25, 2016
ISBN:
9783739268552
Formato:
Livro

Sobre o autor

Heinrich Walter Lona nasceu no Tirol em 1950. Estudou Economia e Finanças em Tübingen, nomeadamente com o lendário mestre da Bolsa Andre Kos-tolany. Após várias estadias no estrangeiro, em Roma, Paris e Nova Iorque, estabeleceu-se no mundo da pros-pecção de petróleo em West Virginia, tendo recebido louvores de A. James Manchin (Secretário de Estado deste estado americano). Vive em Portugal desde 1990. Publicou artigos em várias revistas de língua portuguesa e alemã. Nos últimos anos tornou-se um reputado Informático de Hardware e Software. Na obra da sua vida, este respeitável profissional ocupa-se pormenorizadamente das questões-chave decisivas relacionadas com ganhos financeiros. Usufrua do conhecimento inesgotável deste multi-facetado e respeitado mestre!


Relacionado a O sucesso ao virar da página

Livros relacionados

Amostra do Livro

O sucesso ao virar da página - Heinrich Walter Lona

Título da edição original em Alemão:

„Wie Sie alle Ihre Geldprobleme für immer lösen"

AVISO PRÉVIO:

ESTE MÉTODO DUPLO TRARÁ INDUBITAVELMENTE UM FLUXO POSITIVO DE DINHEIRO À SUA VIDA – TALVEZ PELA PRIMEIRA VEZ. ESTEJA PREPARADO. QUANDO ISTO COMEÇAR A ACONTECER, O DINHEIRO VAI CHEGAR ATÉ SI TÃO DEPRESSA, E NUM FLUXO TAL, QUE VOCÊ PODE MESMO SOFRER UM CHOQUE. DAÍ QUE DEVA ESTAR PREPARADO. CONSIDERE ISTO COMO UM AVISO.

ÍNDICE

INTRODUÇÃO

DINHEIRO

COMO AUMENTAR A FORÇA DE ATRACÇÃO

A LEI DA ATRACÇÃO

IMPLANTAÇÃO DE IMAGENS

REFORÇO POSITIVO

CONSELHOS SUPLEMENTARES

COMO DIMINUIR A FORÇA DE REPULSÃO

A LEI DA REPULSÃO

FICAR LIVRE DE OBSESSÕES

PRATICAR O BEM

CONSELHOS SUPLEMENTARES

RESOLVA DEFINITIVAMENTE TODOS OS SEUS PROBLEMAS DE DINHEIRO

PERGUNTAS E RESPOSTAS

ACERCA DO AUMENTO DA FORÇA DE ATRACÇÃO

ACERCA DA DIMINUIÇÃO DA FORÇA DE REPULSÃO

NA GENERALIDADE

COMECE AGORA

OS SETE PASSOS PARA O SUCESSO

PERSONALIDADES

INTRODUÇÃO

Tem nas suas mãos informações, que podem mudar a sua vida. O início não tem que ser forçosamente impressionante! O que é realmente decisivo, é o que temos para lhe dizer, nestas escassas páginas. Estamos certos de que informações únicas, como estas jamais foram anteriormente compiladas. Foi muito sensato da sua parte ter adquirido esta informação.

Se assim o pretender, pode aplicar os conhecimentos aqui apresentados, à sua situação de vida concreta. Os resultados irão surpreendê-lo! Pode acontecer que sejam os conhecimentos mais eficazes que alguma vez adquiriu.

Estes dizem também respeito, ao seu bem-estar financeiro. Terá perante si uma plena e duradoura segurança financeira, se assim o desejar.

É verdade!

Não importa o que tenha feito até este momento da sua vida, quem você é, ou quais as aptidões (ou inaptidões) que tem. A partir deste momento, pode erguer os alicerces para uma imediata segurança financeira! Sei que corresponde aos seus intentos e capacidade alcançar esta situação.

Tudo o que precisa é seguir estas indicações.

Tenho algo para lhe revelar – um segredo.

O que vai fazer com esse segredo depende de si. Se escolher ignorá-lo, a sua vida seguirá o seu curso normal. Isso é indubitável. Contudo, se decidir aplicá-lo à realidade, a sua vida mudará drástica e rapidamente. Será um novo despertar para si. Hoje deverá ser o primeiro dia da sua nova vida. Entrará num estado de consciência que é isento de problemas. Nunca mais será necessário preocupar-se com o dinheiro. Terá tanto quanto necessitar e sempre que precisar dele. Soa-lhe a algo demasiado promissor?

A escolha está nas suas mãos.

Gostaria de lhe ensinar algo. Por favor, leia as minhas palavras sem reservas. Tudo o que ouviu dizer ou leu, até agora, não o deverá levar a reagir precipitadamente de um modo negativo. Esqueça tudo isso e leia este texto com alguma ponderação. Confie em mim. Sei que posso ajudá-lo, ainda que pense saber mais do que eu, acerca deste tema.

Tudo o que lhe quero dizer é pura verdade. Não pretendo, porém, que aceite as minhas palavras com ligeireza. Experimente por si próprio. Entenda que não lhe quero provar nada (e também não me é possível fazêlo). O ónus da prova cabe-lhe a si. Eu só lhe quero apresentar factos. Eles até lhe podem parecer singulares. A sua primeira reacção poderá ser: Ora, este está a reinar comigo. Entretanto, pode ser precisamente o contrário do que pensou até agora.

Todavia, pode estar certo quanto aos resultados. Com efeito, o fracasso está fora de questão. É exactamente como acontece, quando salta de uma cadeira! Quando está em cima de uma cadeira e salta dela abaixo, de certo irá ter ao chão. Sei que assim é. Esta regra é eficaz para toda a gente. Funciona comigo e posso afirmar-lhe que, com toda a certeza, funcionará consigo. Se utilizar as informações que tenho para lhe dar, terá, também no seu caso, os resultados desejados. Ela funciona no meu caso (como já aconteceu) e, se você o permitir, afianço-lhe que também funcionará consigo. Acredite em mim. É pura verdade.

Gostaria de lhe pedir, quanto antes, que leia estas informações, exactamente pela ordem em que são apresentadas. Não se limite a folhear o texto, extraindo pequenos excertos do mesmo, que lhe possam parecer mais interessantes. Com vista a uma maior facilidade, os assuntos caracterizam-se por uma sequência, cuidadosamente organizada de cada parte, baseada no encadeamento com as matérias imediatamente precedentes. Procure, por favor, absorver o conteúdo das informações aqui fornecidas, segundo a ordem determinada e seguir exactamente as minhas instruções.

Partindo do princípio que se debruça sobre estas páginas, gostaria de lhe propor que tenha sempre em mente, os três pontos que se seguem, e que por eles se deixe estimular:

Jamais vai arrepender-se, de ter concedido a si mesmo o tempo necessário, para a leitura e estudo das linhas que se seguem.

As instruções que lhe vou dar, são fáceis de entender e simples de seguir.

Haverá resultados em todos os casos.

DINHEIRO

No Inverno de 2001, um grupo de investigadores da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, levou a cabo uma investigação bastante invulgar. Durante várias semanas, colocaram-se no átrio de entrada de diversos Bancos, no centro de Nova Iorque. O seu objectivo, era observar os padrões de comportamento dos clientes, no momento em que entravam no Banco e depois, enquanto tratavam dos seus assuntos. A linguagem corporal, as reacções do olhar e o seu comportamento em geral, foram os aspectos registados.

Os investigadores descobriram que, imediatamente antes da sua entrada, a generalidade das pessoas parece extremamente tensa e agitada. Contudo, assim que a pessoa entra no Banco – esse local misterioso em que há tanto dinheiro em circulação – o modo como se comporta modifica-se repentinamente, tornando-se extremamente calmo e sério!

Os mesmos investigadores, conduziram estudos semelhantes em pessoas, que se encontravam em diversos outros lugares. A equipa de investigação, interessouse por características como veneração, respeito, atenção e seriedade. Em lado algum foram estes atributos, mais visíveis do que num Banco – especialmente perante grandes somas de dinheiro.

Estes resultados demonstram, de uma forma impressionante, que as pessoas são, de longe, mais solenes quando lidam com dinheiro; mais solenes ainda do que na Igreja! Independentemente do que possa ser afirmado, os resultados destes estudos provam, claramente, que a maior parte de nós encara, na prática, os assuntos de dinheiro como uma situação extremamente séria e importante – quase raiando a adoração!

O que é, afinal, essa coisa chamada DINHEIRO, que visivelmente significa tanto para nós? Boa pergunta!

Tire uma nota da sua carteira. Observe-a bem. Deixe-a deslizar por entre os dedos. Toque-lhe. Sinta-a. O que é que verifica? Acha que o pedaço de papel, que segura agora nas suas mãos, representa a verdadeira essência do dinheiro?

A maior parte de nós, atravessa a vida acreditando, que estes pedacinhos de papel, representam aquilo que o dinheiro é na realidade.

Não deve ser assim!

Se continuar a olhar para o dinheiro deste modo, ser-lhe-á progressivamente mais difícil aumentá-lo, independentemente daquilo que ele realmente é. Se beijar a nota que tem nas mãos, quais são as emoções que sente?

Qual a origem dessas sensações?

Porque experimentam as pessoas, entre as paredes de um Banco, sentimentos tão solenes?

Porque arregalam os olhos quando vêem um maço de notas?

Pensa que aqueles pequenos rectângulos de papel, são responsáveis por tudo isto?

Sem dúvida que não. A nota é simplesmente um símbolo, uma nota do Banco Central, cujo valor é arbitrariamente estipulado.

Aquele pedaço de papel acinzentado, é simplesmente um objecto inanimado, que não tem manifestamente, por si próprio, qualquer poder real!

Nós é que lhe atribuímos esse poder! Realmente importante é o que ele representa. E o que representa então, verdadeiramente, este pedaço de papel?

Representa aquilo, que está por trás de tudo, que independentemente do modo como foi feito, causa tanto alvoroço – o dinheiro. A verdadeira natureza do dinheiro, vai demasiado fundo, para que se possa esgotar em meras questões de valor monetário. Seja ele o que for, todos nós o sentimos. Ele é visivelmente algo muito poderoso!

Caso as nossas observações, não nos levem além das habituais questões de valor monetário, é sinal que ainda não atingimos o seu verdadeiro significado. O dinheiro não é um pedaço de papel – ele é uma ideia, um conceito, algo que nos interliga a todos. As notas, moedas, promissórias, obrigações e outros valores semelhantes não são o dinheiro. Podem representá-lo, mas não são o dinheiro em si mesmo. O dinheiro é a força que opera, por trás de todas estas coisas.

É isso que o dinheiro é verdadeiramente!

O dinheiro é poder de troca. Há muito poucas pessoas, que alguma vez tenham entendido, a natureza desta força – isto ainda hoje é válido! O dinheiro determina as relações entre indivíduos (ou grupos). Um verdadeiro conceito da essência do dinheiro, deriva, não só da compreensão do modo, como as pessoas se comportam face a ele, mas também da convicção de que você, daqui em diante, se vai comportar de forma idêntica. Deste ponto de vista, o dinheiro é igualmente uma promessa – uma promessa que tratamos, aqui, de cumprir e que significa que, por trás de um pedaço de papel ou de uma moeda, jaz um valor que se ambiciona.

Deve perceber, também, que o dinheiro em si não representa um problema. Se é como a maioria das pessoas, quando pensa em dinheiro, ou está numa situação que tem a ver com ele, então está, desde logo, perante um problema. Daí advêm, desde logo, uma grande parte dos pensamentos negativos, da inquietação e das preocupações que experimenta. Várias preocupações, entre outras, povoam a sua mente: como pode aumentar o seu dinheiro, como se pode proteger de perdas financeiras... Tudo isto faz com que, ao ocupar-se de assuntos monetários, o faça em moldes negativos e auto-destrutivos, que assentam em coisas como privações, ganância, falência, etc.

Ao encarar o dinheiro como um problema, você transforma-o num aborrecimento de primeira ordem!

O dinheiro, em si, não é um mal e nunca deveria ser encarado como tal. O dinheiro é apenas o reflexo da energia que se encontra em si. Este conceito pode ser de difícil compreensão, mas você aplica tudo isto sempre que fala em dinheiro.

Não interessa o que o dinheiro possa ser, ou quais as consequências que possam ser originadas pelas suas ideias. Não é este o aspecto fulcral sobre o qual nos queremos concentrar. O fulcro da questão é a simples percepção de que: O DINHEIRO É ALGO. Neste momento, isto pode não lhe parecer muito inovador, mas é espantoso quão poucas são as pessoas, que conseguem emitir uma opinião clara neste contexto. Perguntei abruptamente a várias pessoas:

Qual é a sua opinião acerca da essência do dinheiro? Acha que é algo em si mesmo?

A reacção à minha pergunta foi, frequentemente: Bem... Na verdade, nunca pensei nisso.

Habitualmente, exprimem a convicção geral, de que o dinheiro é o próprio valor monetário. Quando questionada deste modo, a maior parte das pessoas confessa simplesmente, que nunca tinha sequer aventado a hipótese, de que subjacente ao conceito abstracto de valor monetário, pudesse existir algo em si mesmo.

Nunca tinha pensado que o dinheiro, é algo em si mesmo. – Disse-me uma vez uma mulher dos seus setenta anos.

Talvez exista mesmo algo por trás de tudo. Certamente que assim é! Não forme uma ideia falsa; o dinheiro é algo em si mesmo. Pode parecer esotérico e misterioso, mas é um facto concreto. Não pode ser um pedaço de papel, ou uma moeda, mas existe algures a um certo nível – independentemente do que possa ser.

Se assim o entender, pode imaginar o dinheiro como sendo uma energia desconhecida. Ou então, se preferir, considere-o como uma força. Pode achar que é algo imperceptível, intangível, mesmo peculiar. Contudo, independentemente do que possa acreditar, estará a referir-se a algo.

Algo que existe a determinado nível!

Seja o que for, trata-se de algo extremamente real. Algo que está enraizado na realidade. Seria absurdo negar isto. Mesmo que não saibamos o que é – é algo que existe. Na prática, é indiferente sabermos ou não o que é de facto. Apenas temos que saber que é algo.

Repito: O DINHEIRO É ALGO.

Pode surpreendê-lo, que eu faça tanto aparato à volta do facto, de que O DINHEIRO É ALGO. Então, vou explicar-lhe porquê e este é um aspecto importante. Se o dinheiro é algo e realmente existe como uma entidade, então está sujeito às mesmas leis da natureza, que todas as outras coisas. É esse o caso.

A Física é uma ciência exacta. As leis da Física, aplicam-se com exactidão no amplo âmbito dos materiais, das forças e das suas combinações, e todas elas se encontram, no nosso inacreditavelmente vasto Universo. As leis da Natureza são irrefutáveis.

Sir Isaac Newton publicou, no ano de 1687, o que mais tarde viria a ser conhecido como AS TRÊS LEIS DE NEWTON DOS MOVIMENTOS DOS CORPOS. Estas são tão fiáveis hoje, como o eram na altura em que foram enunciadas. Passarei a expô-las resumidamente:

Todo o corpo permanece em estado de repouso, ou de movimento rectilíneo e uniforme, enquanto sobre ele não actuar qualquer força (o princípio da inércia).

Uma força que não se encontre em equilíbrio, quando aplicada a um corpo, faz com que este se mova, na direcção dessa força.

A qualquer acção, opõe-se sempre uma reacção de intensidade, igual e de sentido oposto.

Nunca fui muito bom a Física, mas gostaria de tentar fazê-lo compreen–der as ideias básicas. A mensagem é, de resto, bastante simples.

Passo a explicar.

Vamos supor que sobre um corpo se exercem, simultaneamente, duas forças, uma numa determinada direcção e a outra precisamente na direcção oposta. Se estas duas forças, tiverem exactamente a mesma intensidade, anulam-se uma à outra e o corpo não se move. Se, contudo, uma das forças for superior à outra, o corpo mover-se-á na direcção da força maior.

Muito simples! De acordo.

É simples de entender e fácil de compreender.

Vamos agora fazer subir um papagaio de papel. Certamente que não o faremos realmente, mas imaginemos, por um momento, que vamos fazê-lo. Na imagem que se segue, é fácil perceber que duas forças actuam, ao mesmo tempo, sobre o papagaio de papel.

Neste caso, há uma força que o vento exerce, sobre o papagaio. Essa força tenta afasta-lo. Uma outra força é exercida por si, ao puxar pelo fio. Essa força puxa o papagaio na sua direcção. Ambas as forças são exercidas simultaneamente sobre o papagaio. Se ambas tiverem a mesma intensidade, o papagaio manter-se-á à mesma distância. Enquanto você, man–tém o papagaio no mesmo sítio e à mesma altitude, a força do vento tenta afastar o papagaio ; ao mesmo tempo, você puxa pelo fio com uma força igual e em sentido contrário. Assim, na prática, encontram-se duas forças em acção; estas são de igual intensidade e opõem-se uma à outra. Se você dimi–nuir a intensidade da sua força, o fio deslizará por entre os seus dedos. Então, a força do vento será superior à sua e levará o papagaio para longe .

Você chegou ao final desta amostra. Inscreva-se para ler mais!
Página 1 de 1

Análises

O que as pessoas pensam sobre O sucesso ao virar da página

5.0
1 avaliações / 0 Análises
O que você acha?
Classificação: 0 de 5 estrelas

Avaliações de leitores