Aproveite milhões de e-books, audiolivros, revistas e muito mais, com uma avaliação gratuita

Apenas $11.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

High Finance: Os Segredos Que Wall Street Quer Esconder de Você
High Finance: Os Segredos Que Wall Street Quer Esconder de Você
High Finance: Os Segredos Que Wall Street Quer Esconder de Você
E-book162 páginas2 horas

High Finance: Os Segredos Que Wall Street Quer Esconder de Você

Nota: 5 de 5 estrelas

5/5

()

Ler a amostra

Sobre este e-book

Seus 20 milhões já estão no banco, só que na conta de outra pessoa nesse momento. Wall Street está mentindo para você. Assim como aqueles funcionários amigáveis do cassino, corretores de ações e consultores financeiros, que sistematicamente tiram o dinheiro do seu bolso e o transfere para seus próprios bolsos. Este livro explica como isso acontece e como você pode impedí-los. "High Finance" já ajudou milhares de pessoas ao redor do mundo a virar o jogo dos invetimentos, e com certeza irá ajudar você também. Se deseja aprender como vencer, comece aqui.

Você encontrará:

  • Exemplos de trades vencedores com ações e opções feitos pelo autor e como você pode replicá-las;
  • Por que as comissões e tarifas são o maior obstáculo encarado pela maioria dos investidores e traders, e como é possível reduzí-las drasticamente, independente do seu estilo de operar;
  • Um simples segredo que proporcionará um pouco mais de lucro em todo trade, por meio da aplicação do poder da negociação no mercado de ações;
  • Como a indústria do cartão de crédito se tornou uma das mais lucrativas, e como os investidores podem conseguir uma fatia desse mercado através dos empréstimos P2P (peer to peer);
  • Uma dica para gerar ganhos de capital quando investido em títulos de dívida;
  • Uma introdução ao elegante e simples Critério Kelly, usado originalmente por apostadores profissionais. O Critério Kelly o ajudará a controlar os riscos no trading e maximizará seu lucro médio;
  • Como a filosofia oriental pode ajudar a melhorar suas habilidades como trader;
  • Fórmulas para estimar retornos com ações e títulos de dívida;
  • Uma rápida revisão sobre estratégias de proteção de ativos; 
  • Alternativas para economias nos pagamentos de impostos para qualquer nível de renda, e muito mais.

Logan C. Kane já ajudou incontáveis pessoas com suas técnicas e estratégias, e pode ajudar você também!

IdiomaPortuguês
EditoraBadPress
Data de lançamento25 de jul. de 2017
ISBN9781507184042
High Finance: Os Segredos Que Wall Street Quer Esconder de Você
Ler a amostra

Relacionado a High Finance

Ebooks relacionados

Avaliações de High Finance

Nota: 5 de 5 estrelas
5/5

3 avaliações0 avaliação

O que você achou?

Toque para dar uma nota

A avaliação deve ter pelo menos 10 palavras

    Pré-visualização do livro

    High Finance - Logan C. Kane

    Este livro é dedicado a Dennis, Lisa, Brian, Howard, Nick e Darah – meus seis primeiros clientes. Obrigado por acreditarem em mim.

    Sumário

    SUMÁRIO  2

    PREFÁCIO – MEU MELHOR (PIOR) TRADE    3

    INTRODUÇÃO  5

    1: INVESTIMENTOS EM EQUITY    8

    2: INVESTINDO EM DÍVIDA  48

    3: WAGERING/TRADING    70

    4: IMPOSTOS EM INVESTIMENTOS E TRADING  101

    SOBRE O AUTOR    128

    Prefácio – Meu Melhor (Pior) Trade

    Em janeiro de 2015, eu era um calouro de 19 anos na Universidade de Miami. Ali mesmo, fiz o maior trade da minha vida, no qual, em certo momento, já estava perdendo 25.000 dólares. A Apple tinha recentemente lançado o iPhone 6, e eu estava seguro de que seria um sucesso maior do que Wall Street esperava. Fui ao mercado de opções e apostei basicamente todo o dinheiro que já havia conseguido com ações – aproximadamente 40.000 dólares – que as ações da Apple subiriam mais de 4% em um período de 30 dias, apoiada por um importante relatório de demonstração de resultados que seria divulgado durante este período. Adquiri a opção de compra de 10.000 ações ao preço de 115 dólares por ação, dando-me controle sobre cerca de 1,15 milhão de dólares em ações da Apple. Eu havia analisado cada aspecto da empresa durante aproximadamente 100 horas, desde a cadeia de suprimentos, passando pelo fluxo de caixa, até na dimensão da recompra de ações que a Apple faria naquele mesmo trimestre.

    Apostei que o relatório de demonstração de resultados da Apple seria espetacular, e se  estivesse errado, perderia quase todo o lucro que já havia conseguido em ações durante 6 anos por causa de um único trade ruim. Minha família inteira enviava mensagens diariamente com as últimas cotações das ações da Apple. No final das contas eu estava 100% certo: a empresa superou totalmente as expectativas dos analistas, subindo 18 pontos em 2 semanas e meia para 133 dólares por ação na data de vencimento das minhas opções, quando a posição já valia cerca de 200.000 dólares. O único porém foi: eu fiquei ansioso no momento em que estava ganhando aproximadamente 20.000 com a operação, e realizei minha posição com uma venda. Trading é assim. É difícil, mas extremamente recompensador.

    Optei por ser mais prudente após este curso intensivo em gestão de riscos. Depois deste trade, resolvi voltar para minha mesa de estudos a fim de entender como poderia obter bons retornos ao menor risco possível, e com isso adotei uma nova mentalidade em meus investimentos, seguindo métodos simples e sólidos para fazer dinheiro sem ter que arrancar os cabelos de ansiedade. Sempre administrei o dinheiro de meus clientes de forma mais conservadora, porém tinha a tendência de operar de forma muito mais agressiva em meus investimentos. Minha punição por ser um investidor tão imprudente? Nenhuma. Eu me safei, obtendo bons lucros ao longo dos anos. Mas sabia que precisava mudar. Quero compartilhar meu conhecimento em investimentos e trading para que você possa obter o mesmo sucesso que eu, assim como aprender com os meus erros, para que não venha a cometê-los também. Wall Street apresenta muitas armadilhas para separá-lo do seu dinheiro. Meu objetivo é mapeá-las para que você possa saber onde elas estão e, desta forma, conseguir evitá-las.

    Introdução

    Eu era o tipo de criança que frequentemente ia parar na sala da diretora. Minha mãe conta que, só no ensino fundamental, foram 14 vezes. Ela tinha até um ringtone especial para a sala a diretora em seu telefone. Você pode achar que eu era o palhaço da classe, mas creio que apenas via o mundo um pouco diferente das demais crianças. Mesmo muito jovem, eu tinha uma aptidão natural para fazer dinheiro. Um dia, minha mãe recebeu uma ligação da Sra. Bradley, a diretora da escola (no começo eu era um dos estudantes que ela menos gostava, mas depois de tantas detenções e visitas, acabei virando um de seus preferidos, assim como da sua secretária). Logan está praticando agiotagem, ela disse. Como é???, minha mãe respondeu, incrédula. Sim, ele está cobrando taxas de juros absurdas das outras crianças em empréstimos para comprar lanches, replicou a diretora. Vou conversar com ele, disse minha mãe após um longo suspiro.

    Toda sexta-feira era dia de milk-shake na escola. Estudantes sendo estudantes, a grande maioria das crianças não carregava 2 dólares em dinheiro para comprar seus milk-shakes, e era aí que eu agia. Prontificava-me a emprestar os 2 dólares para os colegas, desde que me pagassem de volta 3 dólares na segunda-feira (ou 4, valor que eu cobrava para aqueles que não gostava). Como todo pretendente a mafioso, se eles não me pagassem na data combinada, eu aumentava os juros cobrados. Cheguei a cobrar 8 dólares em juros de um garoto ruivo; provavelmente foi ele que contou à diretora. Minha mãe me pegou e deu um sermão daqueles, mas meu pai e meu avô me aplaudiram. Quando meu avô descobriu, achou o máximo. Até hoje este assunto surge em quase todas as reuniões de família, e sempre rende boas risadas para todos.

    Eu evolui da agiotagem no ensino fundamental para os investimentos, e comecei a fazer trades pouco tempo depois. Fui conquistando diversos clientes dentro do meu bairro, conseguindo uma generosa participação de 50 por cento nos lucros obtidos. Consegui comprar um carro com os meus lucros antes mesmo de obter a carteira de motorista. De fato me dediquei a entender tudo que fosse possível sobre o mercado já muito jovem. Tive vários problemas no caminho que, ainda que nada sérios, possibilitaram um maior aprendizado sobre o mercado e sobre mim mesmo do que achava ser possível. Pretendo com isto compartilhar minhas experiências em investimentos e tradings, para que você possa não apenas repetir o meu sucesso, mas também evitar aprender da forma mais difícil, cometendo os mesmos erros que cometi.

    Basicamente, existem três maneiras de ganhar dinheiro com investimentos, nas quais dedicarei um capítulo para cada, além de um quarto capítulo dedicado à gestão dos impostos e proteção de ativos. As três maneiras para ganhar dinheiro com investimentos são:

    Adquirir participações em negócios (equity). Apesar de minhas aventuras com empréstimos para compra de milk-shakes, investir em participações é a maneira convencional de investir seu dinheiro e obter bons retornos. Isso engloba ser dono de um negócio ou de parte dele (private equity), ou ações. Private equity soa complexo, mas trata-se basicamente de um investimento em um negócio privado. Não destaquei este fato na história contada a pouco, mas o cara dos milk-shakes que armazenava 100 pacotinhos em um cooler para vender nas sextas-feiras provavelmente obtinha de 60 a 70 por cento de lucro sobre suas vendas, conseguindo 120 dólares por cerca de uma hora de trabalho. O mercado de ações é muitas vezes incompreendido, mas, na verdade, é tão simples quanto prover capital para as empresas, para obter como retorno um percentual sobre os lucros.

    Dívida. Quer seja emprestando dinheiro para crianças comprarem seus lanches, ou emprestando dinheiro ao governo norte-americano para que faça mais uma de suas loucuras, sempre haverá mais demanda do que oferta por dinheiro. Uma vez que a demanda é sempre maior que a oferta, aqueles que emprestam o dinheiro sempre lucrarão. Por exemplo, empréstimos concedidos pelo cartão de crédito sempre foram um dos negócios mais lucrativos dos Estados Unidos. A maioria dos analistas financeiros recomenda manter de 20 a 60 por cento de seus investimentos em títulos de dívida, o que pode ser considerado um dos seus únicos conselhos realmente sólidos. Creio ser sempre recomendável aplicar parte de seu capital em títulos de dívida, especialmente no caso de montantes substanciais, porém o crescimento das fintechs e empréstimos peer to peer possibilitam que você elimine o intermediário e participe diretamente da construção do financiamento, sem o risco de quedas do mercado de ações. Todos sabem que os cassinos de Las Vegas arrecadam para seus proprietários, porém, nos bastidores, o grande fluxo de caixa é direcionado para aqueles que são donos dos títulos de dívida que financiaram os cassinos. Se os cassinos não conseguirem efetuar os pagamentos dos altíssimos juros, os detentores destes títulos (os bondholders) podem tomar o controle do negócio.

    Wagering/Trading. Vamos supor que, naqueles financiamentos para compra de milk-shakes, eu deixasse que meus colegas apostassem o dobro ou nada nas suas dívidas, mas que eu teria direito a cobrar deles um dólar por este privilégio. Assumindo que os pagamentos fossem feitos normalmente, eu lucraria pela média. A palavra wagering pode fazê-lo remeter a apostas, cassinos, mas os maiores apostadores são, de certo modo, as companhias seguradoras. Ao contratar um seguro, você está basicamente apostando que algo dará errado, enquanto a companhia de seguros aposta que nada de errado acontecerá. Comprar e vender ações também é classificado nesta categoria. É interessante apostar quando temos as chances a nosso favor e minimizamos os riscos, caso contrário, será destrutivo para a nossa saúde financeira. Cassinos são excelentes exemplos de lugares onde não apostar.

    Parte 1: Investimentos em Equity

    Compreendendo o mercado

    Wall Street quer que você pense que as finanças são um grande mistério e que é preciso ter um MBA e trabalhar em um banco de investimentos para começar a entender algo sobre o assunto. Eles querem que você ache que a única forma de a sua riqueza crescer é entregando-a a eles, deixando-os cobrar pesadas taxas pelo sagrado conhecimento que possuem sobre como administrar seu suado dinheiro. Eles usam as palavras mais complexas que conseguem aplicar, e entregam prospectos desnecessariamente densos para cada potencial investidor, cheios de termos legais desnecessários, para que estes investidores pensem que eles são os únicos capazes de entender sobre o assunto. Ao mesmo tempo, cobram as mais variadas taxas que bancarão suas viagens trimestrais ao Caribe e seus sapatos Gucci que nem chegam a ser gastos. Não querem que você saiba, mas o conhecimento de finanças está ao alcance de qualquer pessoa. Optam por não educá-lo, porque querem tirar de você o seu dinheiro.

    Wall Street adora alimentar-se especialmente de profissionais ricos, com bastante dinheiro disponível para investir, para que ela possa tomá-lo para si. A grande maioria destes profissionais de ótima formação e renda não se beneficia dos golpes aplicados em Wall Street. Na verdade, são as maiores vítimas. A diferença de conhecimento financeiro entre eles e as demais pessoas não é tão grande quanto você provavelmente supõe. Profissionais de rendimentos elevados frequentemente não detêm uma boa compreensão financeira. Os principais assalariados dos Estados Unidos geralmente chegam ao topo não por domínio pleno de finanças e sim através de trabalho duro e dedicação. O maior grupo de pessoas da lista dos 5 por cento mais bem remunerados são, na verdade, médicos. Outros grupos de destaque são profissionais tais como advogados e executivos de empresas (atletas e artistas são apenas um desvio pontual no gráfico da riqueza americana). A falta de conhecimento financeiro entre as pessoas com altos rendimentos é realmente chocante. Médicos em particular são conhecidos por passarem por problemas financeiros mesmo tendo boa renda. Se os mais bem remunerados profissionais do país sabem tão pouco sobre investimentos e finanças, o que dizer daqueles que não fazem parte desta lista? É ainda mais difícil para eles. Todos têm objetivos, e acredito que eles deveriam ter uma chance justa para atingi-los. A possibilidade de conseguir uma vida melhor para a sua família é um dos pilares nos quais os Estados Unidos da América foram construídos, e a falta de conhecimentos sobre Wall Street não deveria impedir isso. O grande problema com os corretores de ações, consultores financeiros, gerentes de fundos, etc., é que eles dificultam o atingimento de seus objetivos. Eles ganham sobre as taxas e comissões, o que configura inerentemente um conflito de interesses – eles levam uma fatia do seu bolo, você fica com menos bolo. Em uma era em que existem ETFs (exchange traded funds), cobrando 0,07 por cento no ano pelo seu dinheiro que acompanham perfeitamente o mercado, consultores financeiros cobram 2,5 por cento sobre a venda para colocar o dinheiro de seus clientes em fundos medíocres que cobram 1 por cento por ano. A maioria dos gestores de fundos não consegue vencer o mercado, falhando consistentemente em cumprir suas promessas. Não tenho a intenção de convencê-lo de que posso facilmente transformá-lo em um milionário

    Está gostando da amostra?
    Página 1 de 1