Aproveite esse título agora mesmo, além de milhares de outros, com um período de teste gratuito

Apenas $9.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

Escandalizada com meu Príncipe

Escandalizada com meu Príncipe

Ler a amostra

Escandalizada com meu Príncipe

Duração:
132 páginas
2 horas
Lançados:
Apr 28, 2018
ISBN:
9781547527489
Formato:
Livro

Descrição

Escandalizada com meu Príncipe por Dawn Brower

Série Ligados Através do Tempo: Livro 8

Às vezes, o amor não é o suficiente e segredos podem destruir tudo.

A Dra. Aubriella Byrne não é do tipo aventureira. A coisa mais ousada que já havia feito foi viajar até Kent, para visitar a prima, e fazer pesquisa para seu doutorado. Até o momento em que vê um homem, de outra era pelo espelho, ela corre atrás dele.

Killian Lynwood, Conde de Thornbury encontra Aubriella andando por suas terras, no terreno do lado de fora de seu castelo. Ela possui uma beleza surreal, e uma fragilidade que o faz querer protegê-la. Cuidar dos que ama era seu dever desde pequeno, começando pela própria mãe. Aubriella rapidamente se torna a mulher por quem mais se importa.

Aubriella não tem certeza se deve contar a ele quem realmente é ou, mais importante, de onde veio, mas segredos e mentiras acabam sempre sendo descobertos. Killian também possui sua cota de mistérios, que não quer que descubram. A decisão de confiar um no outro é a mais difícil de tomar. Às vezes, o amor não é o suficiente e seus segredos podem destruir tudo.

Lançados:
Apr 28, 2018
ISBN:
9781547527489
Formato:
Livro

Sobre o autor

USA TODAY Bestselling author, DAWN BROWER writes both historical and contemporary romance.There are always stories inside her head; she just never thought she could make them come to life. That creativity has finally found an outlet.Growing up she was the only girl out of six children. She is a single mother of two teenage boys; there is never a dull moment in her life. Reading books is her favorite hobby and she loves all genres.For more information about upcoming releases or to contact Dawn Brower go to her website: authordawnbrower.com


Relacionado a Escandalizada com meu Príncipe

Livros relacionados

Amostra do livro

Escandalizada com meu Príncipe - Brower Dawn

Escandalizada com

Meu Príncipe

Ligados através do tempo

Livro Oito

––––––––

Dawn Brower

Essa é uma obra de ficção. Nomes, personagens, empresas, organizações, lugares, eventos e incidentes são imaginação da autora ou são usados de forma fictícia e não são baseados em fatos reais. Qualquer semelhança com pessoas reais, vivas ou mortas, eventos ou locais são totalmente coincidentes.

Escandalizada com meu príncipe Copyright © 2017 Dawn Brower 

Arte de Capa e edições por Victoria Miller

Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desse livro pode ser usada ou reproduzida eletronicamente ou ser impressa sem permissão escrita, exceto no caso de breves citações no corpo de avaliações.

Dra. Aubriella Byrne não é do tipo aventureira. A coisa mais ousada que já havia feito tinha sido ir visitar a prima em Kent, para uma pesquisa para seu doutorado. Até que viu a imagem de um homem, de outra era, no espelho - num ato de fé, ela atravessa o espelho e vai atrás dele.

Killian Lynwood, Conde de Thornbury, encontra Aubriella andando pelo terreno de seu castelo. Ela tem uma beleza etérea, e uma fragilidade que faz com que queira protegê-la. Cuidar daqueles que amava era seu dever, desde que era garoto, começando pela mãe. Aubriella, rapidamente, se torna a mulher por quem ele realmente se importa.

Aubriella não tem certeza se deve contar quem ela é, mais importante, de onde vem, mas os segredos e as mentiras têm seus próprios meios de se revelarem. Killian também guarda segredos, que não quer que sejam trazidos à tona. A decisão de confiarem um no outro é difícil. Algumas vezes, o amor não é suficiente, e os segredos podem destruir tudo ao redor.

Nota da Autora

O amor é uma coisa engraçada. É uma palavra com tantas conotações diferentes, para pessoas diferentes, coisas diferentes. Muitas de minhas personagens não acreditam que são dignas de amor, mas, mesmo assim, amam profundamente. Killian, mais do que qualquer uma delas, se encaixa perfeitamente nesta descrição. Ele precisa, implora, por amor, mas, ao mesmo tempo, morre de medo.

A lição dessa história é, quando você encontra o amor, não deixe que o medo te impeça de aceitá-lo. Às vezes, os melhores presentes vêm até você quando menos se espera; justamente, quando se mais precisa.

Dedicatória

Este livro é para todos os meus leitores. Vocês são demais. Espero que gostem da história de Killian e Aubriella. Obrigada por lerem as histórias que não saem da minha cabeça. É maravilhoso saber o quanto vocês amam este mundo.

Prólogo

Dra. Aubriella Byrne parou em frente à Mansão Weston, e expirou rapidamente. Ela estava em uma missão, e Trenton Quinn a deixaria ajudar, mesmo que não quisesse. Sua prima, Genevieve, estava desaparecida havia anos. Eve, como todos a chamavam, era mais do que sua família. Era sua melhor amiga, e Aubriella sentia muito sua falta. Era hora de trazê-la para casa, onde devia estar.

Ela abriu a porta da frente, e espiou os arredores. Não encontrou o mordomo, e nem os moradores da casa. Entrar sem ser convidada não era típico, mas o desespero a fazia agir de formas diferente. Onde será que Trenton estava, nesse grande mausoléu? A biblioteca era a melhor escolha, para alguém que estivesse estudando, pelo menos, era onde estaria se fosse ele.

Ela ficou sabendo, por um conhecido, um professor de Oxford, que Trenton estava estudando os diários do Marquês de Seabrook. Por que não disse que tinha suspeitas sobre o que havia acontecido a Genevieve? Ele sabia muito bem o quanto ela e Genevieve eram próximas. Se a prima ainda estava viva, tinha o direito de saber.

Aubriella andou pelo corredor, em direção à sala que achava que Trenton estivesse usando. Não queria alertar ninguém de sua presença antes que tivesse a oportunidade de falar com ele. Ele, provavelmente, a mandaria embora, mas era um risco que ela pretendia correr. Era importante demais para desistir facilmente.

Isso é inútil, Trenton gritou enquanto pegava o caderno e o jogava em uma parede próxima.

Devagar, nervosinho, Aubriella disse, e se abaixou para desviar do diário voador. Ela levantou as mãos e entrou no cômodo. Eu venho em paz.

Trenton fechou os olhos e respirou fundo. Não tinha ideia do que se passava naquela cabeça dura dele, mas as emoções estavam emanando claramente. Ele estava frustrado, e a ponto de desistir. O que quer que tenha lido naquele diário que arremessou contra a parede, não tinha sido o que esperava. Para a sorte dele, ela estava ali agora. Talvez conseguisse decifrar algo que ele não conseguia. Pelo menos esperava que sim.

Trenton abriu os olhos e a encarou. O que faz aqui?

Não sou mais bem-vinda à mansão Weston? Ela ergueu uma sobrancelha e, depois, estalou os dedos. Ah, é verdade, eu nunca fui, que pena. Estou aqui para ajudar, mesmo que fique me mandando embora. Foi nisso que fiz minha tese, se lembra? História é meu forte."

Eu não a quero aqui. Sério? Aubriella não disse isso em voz alta, e o olhou como se soubesse que não era muito inteligente. Ele a encarou com raiva. Os músculos de seu maxilar tremiam, e então, Trenton deu o golpe final, sempre deixei isso claro.

Sim, ele tinha deixado claro... Muitas vezes. Mas, como sempre, ela não acreditava no que escutava de idiotas. Tinha respeitado o desejo dele, no começo, mas era hora de deixar isso de lado. Não tinha conseguido buscar a prima e trazê-la para casa, e estava cansada de esperar por ele.

E acho que eu já ignorei isso. Ela andou e pegou o diário que ele havia jogado contra a parede. Isto é modo de tratar esse artefato precioso? Quase fico com vontade de contar ao Marquês de Seabrook o modo como tem tratado os diários da família dele. O livro era velho, e aquele tipo de tratamento, poderia destruí-lo. A má vontade dele poderia ser a razão de Genevieve nunca ser encontrada.

Esse não é dele, Trenton disse. Se não era do marquês, de quem era então? Estava a ponto de perguntar, quando ele esticou o braço e exigiu, me dê isso.

Ela o ignorou, e abriu o caderno. Se não queria que ela lesse, é óbvio que o leria. Poderia descobrir algo, e esse era todo o incentivo que precisava. Ele não se livraria dela tão facilmente. Ela o vinha perseguindo na esperança de que a deixasse ajudar. Aubriella queria encontrar a prima, ou pelo menos, ajudar.

Olhou as páginas, lendo as palavras. Aquilo era fantástico. A historiadora dentro dela estava ansiosa para ler aquele diário.

Acabou de encontrar este aqui? Sentiu a animação percorrer seu corpo, como uma descarga elétrica.

Por que a pergunta? ele perguntou, em um tom cauteloso.

Ela estava passando mais rapidamente pelas páginas. Ah, mas isso é tão interessante... Se eu tivesse esse diário quando estava escrevendo a minha tese... Aubriella mordia o lábio inferior e encarava as páginas. Sabe o que isto significa?

Incrível... Por quanto tempo ele ficou com esse diário?

Por que ainda está aqui? Ele tentou pegar o livro, e quase conseguiu. Ela o puxou de volta antes.

Não terminei de ler.

Ela levantou a mão e colocou uma mecha de seu cabelo atrás da orelha. Seu foco estava totalmente no diário. Estava completamente perdida naquelas páginas. A presença de Trenton começou a desaparecer, enquanto estudava as palavras nas páginas. Essa era sua especialidade, e tinha algo ali que ela tinha teorizado. Tinha estudado história e terminou o doutorado logo após Genevieve desaparecer. Acreditava ser possível viajar no tempo, mas não tinha conseguido descobrir como. Era duro provar algo que era mais um conceito, do que realidade. Gostava da ideia de viagem no tempo, e por isso estudou essa possibilidade. O problema era que, mesmo que tenha estudado, não acreditava totalmente que fosse possível. Mas este diário... Não havia chave melhor do que esta. Se tivesse ideia de qual período a prima tinha estava, poderia encontrá-la.

Aubriella, o som de seu nome parecia ter ecoado dentro de seu ouvido, mas ela ignorou. Continuar a ler o diário. Descobrir seus segredos era mais importante. Trenton gritou, Droga, Brie, me dê o diário.

Ela olhou para cima e encontrou os olhos dele. As teias de seus pensamentos ainda percorriam sua cabeça. Piscou várias vezes para organizar as ideias. Trenton esperava voltar no tempo para buscar Eve. Quer viajar no tempo pelos espelhos.

Ela não tinha certeza se entendia o que tinha lido. A viagem no tempo não só era possível, como a prima parecia ter se perdido em algum lugar do passado. Pelo menos,

Você chegou ao final dessa amostra. Cadastre-se para ler mais!
Página 1 de 1

Análises

O que as pessoas acham de Escandalizada com meu Príncipe

0
0 notas / 0 Análises
O que você achou?
Nota: 0 de 5 estrelas

Avaliações do leitor