Curta este título agora mesmo, além de milhões de outros, com um período de avaliação gratuita

Grátis por 30 dias, depois $9.99/mês. Cancele quando quiser.

Strife

Strife

Ler amostra

Strife

Comprimento:
171 páginas
3 horas
Editora:
Lançado em:
Apr 28, 2018
ISBN:
9781547527311
Formato:
Livro

Descrição

Da autora mais vendido segundo o USA Today, Sky Corgan, vem uma nova série de romances sombrios!

“A vida não é linda. Às vezes, é tão feia quanto nossos piores pesadelos. Este é um desses momentos.”

Pepper chegou ao fundo do poço. Com dinheiro insuficiente para pagar pela comida, tempos desesperados exigem medidas desesperadas. Ela está convencida de que já passou o suficiente para resistir a qualquer tempestade emocional. Mas ela nunca poderia ter se preparado para conhecer Dmitri Strife.

Editora:
Lançado em:
Apr 28, 2018
ISBN:
9781547527311
Formato:
Livro

Sobre o autor

Sky Corgan is a USA Today bestselling author. She lives in Texas where the sun is hot and the men are hotter. When she's not typing away at her next steamy romance novel, she enjoys hanging out with friends and planning vacations. You can get a FREE Sky Corgan book and stay up to date on her latest releases by signing up for her newsletter here: http://www.subscribepage.com/SkyCorgan


Relacionado a Strife

Leia mais de Sky Corgan

Livros relacionados

Categorias relacionadas

Amostra do Livro

Strife - Sky Corgan

LIVRO UM

PEPPER

––––––––

A vida não é linda. Às vezes, é tão feia quanto nossos piores pesadelos. Este é um desses momentos.

Eu me ajoelho diante dele. Ele é atraente o suficiente, com cabelos escuros curtos com topete de gel e grandes olhos verdes. O terno que ele veste dá a ilusão de que ele é um homem de negócios decente. Entretanto ninguém neste negócio poderia ser decente.

Meu coração dói quando percebo que isso provavelmente não será suficiente. Nunca é com esses tipos de caras que gostam de se aproveitar dos vulneráveis ​​e desesperados. Eu me recuso a ser vulnerável, mas estou definitivamente desesperada. Caso contrário, eu não estaria aqui. Caso contrário, ele estaria fora do negócio.

Essa é uma boa menina, James abre as pernas para mim. O som luxuriante de sua voz me faz querer vomitar. Eu me lembro do meu pai adotivo dizendo a mesma coisa para mim com a mesma conotação. Isso traz de volta memórias ruins. Memórias para as quais eu preciso de terapia. Terapia que eu nunca poderia me dar ao luxo de pagar.

Eu alcanço seu zíper, mantendo minha mão firme. Já fiz isso dezenas de vezes antes, mas desta vez parece diferente. Se eu fizer um bom trabalho, vou conseguir emprego. A chance de chupar um pau diferente a cada dia da semana. Oh bom.

Refreio o desejo de revirar os olhos para os meus pensamentos internos. Eu não deveria me sentir tão amarga. Afinal, sou eu quem ligou para ele. Eu sou a única que veio aqui para isso. Eu sou a única que pediu esta entrevista.

Deslizo o zíper para baixo, e meus olhos mergulham dentro. Ele pode tomar isso como um olhar de sedução, mas é realmente determinação. Determinação para fazer isso para que eu possa ganhar o dinheiro que vai ser preciso para manter um teto sobre minha cabeça e pagar pela faculdade. Sair para Hollywood para perseguir meu sonho de ser uma estrela de cinema foi um tiro errado. Eu sabia disso desde o começo. É por isso que é importante começar a trabalhar no Plano B imediatamente antes de acabar nas ruas.

Eu não vou ter que fazer isso para sempre, digo a mim mesma. Apenas o suficiente para atravessar quatro anos de faculdade. Tempo suficiente para me destruir emocionalmente completamente.

Claro, é o que eu suspeito que vai acontecer. Eu passei por algo muito pior do que isso, e consegui atravessar isso o suficiente para continuar sã. Então, novamente, estou fazendo isso voluntariamente, então talvez eu não esteja tão sã depois de tudo. Eu não acho que isso realmente importe agora. Apenas fazer o que eu tenho que fazer para chegar ao meu jogo final, e depois me preocupar em me consertar.

Eu meio que espero que o pau de James pule para frente no segundo em que seu zíper é abaixado. Ele não me parece o tipo de cara que usa cuecas. Apesar do esboço muito aparente de sua ereção, eu rapidamente percebo que ele está vestindo cuecas e eu vou ter que enfiar a mão lá e tirar sua cobra de dentro da cueca eu mesma. Parece uma tarefa. Essa coisa toda parece uma tarefa árdua - é uma tarefa árdua - mas esperar não vai tornar nada mais rápido.

Escorrego minha língua em meus lábios. É para parecer sexy, mas minha boca está tão seca quanto o Saara. Eu deveria ter bebido mais água antes de vir aqui. Eu não esperava isso. Para ser honesta, não tenho certeza do que esperava. A parte ingênua de mim esperava que eu apenas preenchesse um formulário, respondesse algumas perguntas e estivesse a caminho. Claro que não é assim tão fácil. Raramente é quando você se candidata em algum lugar tão decadente.

Sua pele é quente ao toque, seu pênis grosso e pronto. Eu dou-lhe alguns golpes provocantes sob o material fino de sua cueca antes de extraí-lo, olhando-o como um predador olha a presa. O pensamento de que estou prestes a chupar um completo estranho me deixa doente, mas é melhor eu começar a me acostumar com esse sentimento. Vou experimentar muito no começo, antes que minhas emoções se tornem insensíveis ao ato. É misericordioso o modo como o corpo pode se adaptar assim. Estou convencida de que qualquer coisa pode se tornar uma segunda natureza se você fizer isso o suficiente, até mesmo a mais covarde das ações.

James enfia os dedos pelos meus longos cabelos loiros, e eu espero pela mordida de dor que virá quando ele aumentar seu aperto e me forçar para frente. Mesmo que eu esteja tentando o meu melhor para não hesitar, a apreensão está lá enquanto a minha mente e coração tentam processar o que isso vai fazer para mim. Cada segundo é uma escolha. Continuar e potencialmente garantir o meu futuro, fazer uma vida melhor através do sacrifício do meu corpo. Ou voltar, afastar-me, estragar essa chance e seguir o caminho lento.

Eu sempre poderia conseguir um emprego em uma lanchonete ou mercearia ou algo assim. Talvez eu pudesse ganhar dinheiro suficiente para cobrir meu aluguel. Minha educação teria que ser colocada em segundo plano, provavelmente por anos. Talvez eu esteja presa trabalhando em uma porcaria de trabalho de salário mínimo para o resto da minha vida. As chances de eu entrar magicamente no show business são poucas e distantes entre si. Isso pode acontecer, mas de maneira realista, provavelmente não acontecerá. Não, isso não serve. Eu tenho que dar um mergulho.

E assim faço.

O sal de sua carne dança em minhas papilas gustativas quando fecho meus olhos. James assobia em aprovação enquanto aplico cada técnica de chupar pau que aprendi durante o ensino médio. Meus dois únicos objetivos são impressioná-lo e manter minha barreira emocional intacta.

James faz o que todos os homens fazem, querendo mais, manobrando minha cabeça pelo meu cabelo. A dor traz lágrimas aos meus olhos, e olho para ele para que ele possa vê-las, sabendo que ele vai gostar. Os homens adoram quando acham que o pau deles é grande demais para você segurar. Eu sou da opinião de que é uma resposta bastante natural para os seus olhos encherem de água quando algo maior do que a parte de trás da sua garganta está sendo enfiado nela.

Faço um gemido abafado, tentando mostrar a ele que gosto disso. Isso está tão longe da verdade, mas espero que ele não seja capaz de perceber. Os quatro anos de artes teatrais que fiz no ensino médio não serão desperdiçados.

Minha boca faz sons grosseiros enquanto eu subo e desço no pênis de James, lambendo a parte de baixo cheia de veias toda vez que ele não está tentando me sufocar. Quando ele me puxa para fora dele, levanto minha língua para fazer círculos ao redor de sua fenda, fazendo-o gemer.

Tão bom pra caralho, ele me diz antes de me forçar para baixo novamente. Agora, chupe para valer.

Eu quero fazer valer. Eu quero fazer esse boquete me conseguir um emprego que, esperançosamente, me levará para longe da vida de pobreza que eu recentemente me deparei. Pensando nisso agora, é engraçado que eu tenha crescido rica. Quem teria imaginado que seria assim que acabei? Suponho que a piada estava comigo desde o começo.

Penso em enfiar minha mão nas calças de James para brincar com suas bolas. Os homens parecem gostar disso, especialmente quando estão prestes a gozar. Isso seria muito trabalhoso, e se ele acabar não me contratando - se ele acabar sendo apenas uma fraude - eu ficaria muito chateada por fazer esforço extra.

Em vez disso, envolvo as duas mãos ao redor da base. de seu eixo, levantando-o enquanto eu sugo sua glande. Suas costas pressionam contra a cadeira do escritório em que ele está sentado, e ele estica o pescoço, o pomo de Adão saliente. Se ele fosse um cara normal, poderia ser sexy. Eu aprendi há muito tempo atrás que os caras mais atraentes são geralmente os mais feios por dentro. James é um exemplo perfeito disso.

Não sei por quanto tempo ele espera que esse boquete dure, mas já estou ficando cansada. Eu chupei e lambi e provoquei até que meu queixo ficou dolorido. Agora, eu só quero que isso acabe.

Goza, seu bastardo.

Eu mergulho, levando-o para o fundo da minha garganta e acelerando o ritmo. Ele coloca uma mão na parte de trás da minha cabeça, me empurrando para mais fundo do que eu quero ir. Eu tolero isso, fazendo pequenos gemidos agudos. Quanto mais excitada eu puder parecer, mais rápido ele vai atirar sua carga.

Claro, ele não me avisa quando atinge seu clímax, mas eu chupei paus suficientes para saber quando é hora de sair do caminho. Sua mão é como pedra, me segurando, mas eu manobro para o lado, permitindo que seu pênis pule da minha boca e ele dispare sua carga em direção ao céu.

Ele franze a testa para mim entre respirações ofegantes, a palma da mão encontrando um novo propósito em torno de seu pênis para provocar o resto de seu orgasmo. Por um momento, me preocupo com o fato de desagradá-lo, afastando-me. Inferno, é evidente que eu não agradei.

Ainda assim, até eu tenho meus limites. Levar um gole de meleca de bebê de um cara que conheci há menos de uma hora é um deles. Se ele não gostar disso, então eu suponho que não há nada que eu possa fazer. Não é como se eu pudesse voltar no tempo e corrigir meu erro.

Resisto à vontade de limpar minha boca com as costas do meu braço, decidindo olhar para ele e lamber o brilho da saliva e gozo de meus lábios, esperando que isso inspire algum sentimento de desejo, fazendo com que ele esqueça que eu acabei de desrespeitá-lo ao recusar seu sêmen.

Você tem um gosto incrível, senhor. Faço pequenos círculos no joelho dele com a unha, franzindo os lábios e tentando ao máximo parecer sexy e inocente ao mesmo tempo.

O descontentamento desaparece de seus olhos enquanto ele recupera o fôlego. Por vários segundos, ele apenas olha para mim, sem dizer nada. Em seguida, ele estende a mão sobre sua mesa para pegar alguns lenços de uma caixa no canto antes de usá-los para se limpar.

Sento-me nos calcanhares, observando-o, imaginando se tudo o que fiz foi de graça. Não tenho certeza do que vou fazer se fosse. Eu preciso muito desse emprego.

Você pode ficar de pé, ele me diz, jogando os lenços molhados de esperma no lixo.

Me levanto trêmula, percebendo que o piso frio fez uma marca em meus joelhos. É engraçado como você não percebe a dor em que você está quando sua mente está preocupada com outras coisas. Ou talvez seja só eu - como meu cérebro funciona. Eu estive em algumas situações muito dolorosas e sempre tentei procurar distrações. Às vezes funciona. Às vezes não acontece. Às vezes, acontece sozinho, como agora.

Obrigado pela oportunidade da entrevista em sua empresa, Senhor Sumner. Cruzo as mãos na minha frente.

Como você disse que seu nome era de novo? Ele arqueia uma sobrancelha.

O fato de ele ter esquecido meu nome é insultuoso. O fato de que ele é muito preguiçoso para se inclinar para frente e olhar para a minha ficha, mais ainda. Esse cara é um trabalho. Ele é mesmo. E eu acabei de perceber que ele me ferrou.

Pepper. Pepper Kimbrough. Levanto minha cabeça, deixando meu desdém brilhar.

Esta é a parte em que ele me diz que não sou o que ele está procurando. A parte em que saio de seu escritório como a tola que sou, usada como tantas garotas antes de mim. Esta é a parte em que eu passo o resto da noite pensando sobre o quão ingênua eu sou.

Pepper. Eu odeio esse nome. Não é sexy em nada. Ele balança a cabeça, finalmente puxando seu traseiro sem valor para olhar para o meu currículo novamente.

A raiva cresce dentro de mim. Cerro meus punhos para mantê-la sob controle. Ele acha que meu nome é feio, bem, eu

Você chegou ao final desta amostra. Inscreva-se para ler mais!
Página 1 de 1

Análises

O que as pessoas pensam sobre Strife

0
0 avaliações / 0 Análises
O que você acha?
Classificação: 0 de 5 estrelas

Avaliações de leitores