Curta este título agora mesmo, além de milhões de outros, com um período de avaliação gratuita

Apenas $9.99/mês após o período de testes. Cancele quando quiser.

Como sair de uma relação tóxica: Identificar os narcisistas perversos, passos para separar-se e reconstruir-se

Como sair de uma relação tóxica: Identificar os narcisistas perversos, passos para separar-se e reconstruir-se

Ler amostra

Como sair de uma relação tóxica: Identificar os narcisistas perversos, passos para separar-se e reconstruir-se

avaliações:
1/5 (1 avaliação)
Comprimento:
180 páginas
2 horas
Lançado em:
Oct 9, 2018
ISBN:
9781726720533
Formato:
Livro

Descrição

Viver com medo, não confiar mais em si mesmo, ter perdido a alegria de viver, muitas vezes sentindo tristeza e incompreensão … é realmente Viver?


Amar com a ansiedade de não estar à altura das exigências do Outro e, às vezes, receber apenas algumas migalhas de “felicidade” … será mesmo Amor?


Você sabe que algo está errado, sem ser capaz de defini-lo. Como um veneno.


A memória de quem você era antes desaparece e você inexoravelmente perde sua orientação, sua alegria de viver. Suas memórias, seus contatos, suas convicções são diluídas pouco a pouco para o benefício exclusivo dessa pessoa que está (entrando) em sua vida e afirma que lhe aprecia, “ama” você sem realmente provar isso concretamente … Não é?


Os períodos de euforia e felicidade em sua companhia estão se tornando mais escassos em favor da dúvida, angústia, desânimo. Não é normal o que acontece com você, certo? Não é assim que um relacionamento amoroso saudável e duradouro deve se desenrolar. Você sabe bem, bem dentro de você … Mas você continua a duvidar, a esperar por uma mudança … que está demorando a chegar…


Você não tem mais forças para reagir. Você acha que merece o que está acontecendo com você … E culpa a si próprio… A profunda culpa que você sente é forte demais para analisar objetivamente a situação e tomar uma decisão salvadora. Então você fica estagnado/a no seu infortúnio, como vítima de uma paralisia da alma e do corpo. De onde pode vir?


De um relacionamento tóxico, uma relação tóxica.


Você já ouviu falar da noção de pervertidos ou perversos narcisistas? Talvez você seja uma vítima?


Você é certamente um/a prisioneiro/a de um manipulador/a que tomou posse de sua vida, de sua memória, de seus projetos e manteve você longe das pessoas de quem gosta. Ele ou ela agora monopoliza sua atenção, seu amor, sua energia vital para deleitar-se com seus tormentos, seus erros, sua fraqueza induzida. Você deve aceitar que esta é uma situação terrível: você caiu numa armadilha quase impossível de ser detida. Não é sua culpa.


Este pequeno livro explica sua situação, o que é perversão narcisista, como identificar e se proteger de um perverso narcisista. Ele oferece passos claros para tirá-lo dessa relação tóxica, essa terrível armadilha onde você corre o risco de perder sua saúde mental, física, talvez até mais. Você encontrará maneiras concretas de se reconstruir após a separação.


Você conseguirá sair disso!


Amar e viver verdadeiramente.


Tome a decisão agora!

Lançado em:
Oct 9, 2018
ISBN:
9781726720533
Formato:
Livro

Sobre o autor

Courte biographie:Cristina Rebière est auteure de nombreux guides et livres. Elle a dirigé une maison d'édition, un parc d'aventures et mené à bien de nombreuses missions dans la fonction publique européenne. Elle est aussi spécialisée dans la formation continue.Ses origines:Après la Révolution roumaine, Cristina interrompt de brillantes études pour entrer à l'université en France où elle suit tout le cursus en faculté de droit et obtient une Maîtrise en Administration Économique et Sociale. D'abord chargée de communication dans un Institut Français en Allemagne, elle devient statisticienne à Bruxelles pour un bureau d'assistance de la Commission Européenne. De retour à Bucarest elle est successivement contrôleuse de gestion, directrice de maison d'édition, experte européenne puis professeure de français. En Roumanie elle fonde avec son mari une entreprise de team building puis le premier parc d'aventures jamais créé dans ce pays - construit de leurs mains - qui attirera des milliers de personnes, écoles et entreprises dans la pratique du sport et d'activités de cohésion en pleine nature. Avec son équipe, elle conçoit et construit des parcours d'escalade dans les arbres pour d'autres clients.Au rectorat de l'Académie de la Martinique, Cristina prend en charge la coordination de la Cellule Académique des Fonds Européens et de Coopération où elle accompagne les porteurs de projet dans le montage des dossiers, assure la formation en ingénierie de projet, gère un réseau de plus d'une soixantaine d'enseignants référents à l'ouverture internationale. Elle assure la gestion opérationnelle de plusieurs projets de coopération. Elle assure l'actualisation du site internet de la Délégation Académique aux Relations Internationales et à la Coopération.La pédagogie de Cristina Rebière est basée sur le pragmatisme et l'efficacité.Domaines de compétence:management de projet, voyage, marketing social de contenu, team building, formation initiale et continue, expertise en fonds européens, budgétisation, planification, productivité et stratégie, coaching, ingénierie financière, webmestre, statistiques, procédures, web intégration, conception graphique, communication, conception et construction de parcs d'aventure


Relacionado a Como sair de uma relação tóxica

Títulos nesta série (30)

Livros relacionados

Amostra do Livro

Como sair de uma relação tóxica - Cristina Rebiere

Como sair de uma relação tóxica?

Identificar os perversos narcisistas, passos para separar-se e reconstruir-se

- Português, versão 2 -

© Cristina & Olivier Rebière. Todos os direitos reservados.

Sumário

Prefácio sobre relações tóxicas e perversos narcisistas

Como identificar um/a perverso/a narcisista

Explicações e mecanismos da perversão narcisista

Técnicas simples de proteção contra um perverso narcisista

As ferramentas que podem lhe ajudar a reunir provas

Como sair de uma relação tóxica (com um/a PN)

A reconstrução da vítima de um perverso narcisista

Influências e efeitos de uma relação tóxica sobre crianças

Dicas para acompanhadores das vítimas do PN

Conclusão

Agradecimentos

Autores

Prefácio sobre relações tóxicas e perversos narcisistas

Essa nova publicação da coleção Guide Zen -  "Como sair de uma relação tóxica - Identificar os perversos narcisistas, passos para separar-se e reconstruir-se" é um guia simples e prático que esperamos que o ajude a conhecer as fases para sair de um relacionamento tóxico, inclusive com um/a perverso/a narcisista.

Há muito tempo eu queria escrever um livro sobre relações tóxicas e, especialmente, sobre os perversos narcisistas ... Há anos, lido com pessoas vítimas desse tipo de personagens e sua angústia e sofrimento sempre ecoaram em mim...

Este livro não só se dirige às vítimas dos perversos narcisistas, mas também para amigos ou pessoas que conhecem as vítimas de perversos narcisistas ou que estão em uma relação tóxica e que querem ajudar essas vítimas a escapar.

Eu preferi chamar meu livro de Como sair de uma relação tóxica porque esse tipo de relacionamento existe mesmo com pessoas que não são perversas narcisistas. Embora o livro foque principalmente nesse tipo de personalidade - como identificá-lo, como se proteger e entender como funciona, as técnicas para sair de uma relação tóxica podem ser usadas independentemente da personalidade que induz tal distorção. É o mesmo para a etapa importante da auto-reconstrução, porque qualquer vítima de uma relação tóxica pode ficar enfraquecida, vulnerável e confusa.

Vamos começar nos perguntando: o que é uma relação saudável?

Quer se trate de amor, amizade, família ou trabalho, um relacionamento saudável consiste em:

uma troca equilibrada de sentimentos de amor que é expressa em palavras (a frase eu te amo não deve faltar ou, em qualquer caso, para aqueles que têm dificuldade em expressar em palavras seus sentimentos, o fato de ter que pronunciar esta frase não deve ser um problema);

um profundo respeito mútuo;

uma partilha equitativa das atividades da vida diária, tais como passatempos, paixões, alegrias e tristezas, histórias passadas, sentimentos profundos, etc.;

uma ajuda recíproca mútua e apoio moral, tanto nas provações da vida quanto nos traumas do passado;

uma escuta autêntica e uma comunicação autêntica;

constante incentivo e apoio na realização de projetos pessoais e profissionais;

um acordo de relacionamento claro e harmonioso com poucos conflitos - mesmo que existam, os conflitos não degeneram a relação;

a inexistência de chantagem de qualquer tipo.

Uma relação tóxica é um relacionamento que não é saudável e atormenta e mágoa. Como você deve ter entendido, uma relação tóxica é aquela que um ou mais elementos mencionados acima estão faltando.

Agora vamos ver o que é um perverso narcisista.

O perverso narcisista é um termo que está na moda atualmente, especialmente em alguns países. No entanto, é bom que um nome possa ser colocado nesse tipo de personalidade e que as pessoas estejam começando a se interessar cada vez mais nesse tipo de distorção, desvio, distorção da personalidade; desde sempre esse tipo de pessoa gera vítimas, tanto entre mulheres como homens.

Ao longo do livro, falarei sobre a vítima e o perverso narcisista ou o manipulador, mas é claro que ambos podem ser tanto mulheres quanto homens.

Devo admitir que não conhecia esse termo no passado, mesmo que soubesse das relações tóxicas e dos danos que podem causar às pessoas que são prisioneiras desse tipo de relacionamento. Eu aprendi esse termo de uma vítima durante o processo de libertação do perverso narcisista. Comecei a estudá-lo ainda mais, a pesquisar mais para confirmar meu conhecimento coletado ao longo do tempo, durante meus encontros com vítimas de relações tóxicas. Também aprendi mais do que sabia e compartilharei com você neste pequeno guia.

Os perversos narcisistas são uma subespécie da raça humana, que infelizmente tem muitos membros em nossa sociedade que conseguem causar danos consideráveis à presa que decidiram vampirizar. Embora tais pessoas tenham existido na Terra desde tempos imemoriais, o termo perversão narcísica é muito mais recente. Teorizada por Paul-Claude Racamier na década de 1980 a partir de conceitos da psicanálise, a perversão narcisista é definida como "um mecanismo de defesa que consiste em uma supervalorização de si mesmo às custas de outros. Na verdade, eu não concordo com essa definição, já que não considero a perversão narcisista como um mecanismo de defesa"...

Você entenderá ao longo do livro que o/a perverso/a narcisista não se defende, mas ataca. Com implacabilidade. Com precisão. Com paciência e planejamento.

Se você comprou este livro em formato de papel, evite deixá-lo em qualquer lugar. Ele vai chamar a atenção do seu parceiro e vai saber que alguma coisa está acontecendo. Um perverso narcisista sabe o que pode comprometer seu poder. Ele monitora sua vítima o tempo todo, procura sua bolsa, seus pertences, seus e-mails, SMS, etc. Tudo isso sem deixar nenhuma marca e sem levantar a menor suspeita. Portanto, tenha muito cuidado onde colocar este livro (de preferência oculto e escondido) e quando você irá lê-lo(não na presença dele!). Você vai encontrar no capítulo sobre ferramentas e no final do livro algumas pistas e estratagemas para não arriscar ser comprometido/a.

Neste livro, não vou me concentrar em explicar ou teorizar a perversão narcisista. Vou dedicar-me exclusivamente às vítimas dos perversos narcisistas porque comecei a escrever este guia para ajudá-los a sair dessas relações tóxicas que os aprisionam e destroem-os, pouco a pouco, inexoravelmente. Estou bem posicionada para saber a imensidão do dano que a perversão narcisista causa à vítima e, se escrevo este livro, é na esperança de poder ajudar pelo menos uma pequena parte delas, permitindo-lhes identificar um perverso narcísico, proteger-se dele, sair de uma relação tóxica com tal pessoa e reconstruir-se para poder viver sua vida...

Embora eu não seja psicanalista, eu estava muito interessada neste campo e quase até escolhi este trabalho em algum momento da minha vida. No entanto, preferi abandonar esse projeto, já que o mundo da psicanálise, como o de outros órgãos de profissionais de saúde, é bastante fechado e muito enquadrado em códigos e procedimentos que acabam, por vezes e em alguns países, esquecendo o primeiro objeto nesta área: ajudar as pessoas a sentirem-se e a viverem melhor. Eu então preferi continuar a me dedicar à minha paixão - o ser humano - e especialmente àquele que está em perigo e preso em mecanismos destrutivos.

Assim, ao longo da minha vida, tive a oportunidade de conhecer muitas pessoas presas em relações tóxicas, vítimas de perversos narcisistas, e até mesmo consegui ajudar uma grande parte a sair destas relações que os destruíram e os fizeram muito infelizes, os privando de qualquer alegria de vida. É verdade que só recentemente descobri que essa tipologia da personalidade era designada sob o nome de perversos narcisistas, eu os conhecia há mais tempo. Me confrontei também em minha vida com esses tipos de personalidades, e com uma empatia que não deixei de cultivar, muitas vezes é muito fácil para mim detectar dificuldades morais no Outro. É verdade que é muito mais difícil perceber que essa angústia, essa profunda desgraça e mal-estar, se devem a um relacionamento tóxico que a pessoa está vivendo. Requer atenção e paciência.

As relações humanas são complexas e frequentemente complicadas. É por isso que sempre tiro um tempo para ouvir, procurar entender, investigar as causas desse sofrimento antes de embarcar em qualquer construção ou estaleiro de obras. O termo estaleiro de obras pode chocá-lo, porque é bruto e áspero, mas é muito adaptado às relações humanas, já que tudo é construído e destruído tanto dentro de uma pessoa quanto em suas relações com os outros.

Devo confessar que fiz muitos estaleiros de obras em minha vida, alguns dos quais foram muito trabalhosos e me custaram muito por dentro, mas valeram a pena o esforço para libertar as vítimas de suas relações tóxicas. Eu raramente consegui ajudar as pessoas de uma maneira profissional. Eu me apego e tenho sentimentos profundos quando começo projetos humanos ... Portanto, acho que não seria uma boa terapeuta :-) Simplesmente porque um profissional da psicologia ou psicanálise não deve se envolver emocionalmente com seus pacientes. Mas saibam que, naquilo que me diz respeito, envolvi-me emocionalmente com praticamente todas as pessoas que poderia ajudar a sair de relacionamentos tóxicos. Eu acho que mesmo se em primeira vista esse envolvimento possa ser prejudicial ao canteiro de obras, na verdade, pude ver que tendo sentimentos profundos e sinceros pelas pessoas que ajudei me permitiu superar o sofrimento causado por algumas dessas pessoas em relação a mim sem perder de vista o objetivo final da minha intervenção ou acompanhamento: sua libertação.

Se você está lendo este livro para ajudar alguém a sair de uma relação tóxica, então você terá que se preparar psiquicamente e especialmente ser determinado/a. Mas terei a oportunidade de lhe dar alguns conselhos ao longo deste livro... mesmo que seja para pessoas que estão em relações tóxicas, especialmente com perversos narcísicos, e que desejam sair e não sabem como fazê-lo.

Como eu lhe disse antes, essa subespécie humana - os perversos narcisistas - é composta de pessoas que, à primeira vista, parecem encantadoras e gentis, mas que, em suas relações com a/s vítima/s são verdadeiras máquinas de moagem.

Antes de começar a chegar ao coração do assunto, esteja ciente de que esta subespécie é tão desenvolvida e numerosa em nossas sociedades que há certamente um perverso narcisista em seu ambiente. Seja nas relações de trabalho, na sua família, entre os seus amigos ou no seu relacionamento amoroso. Você certamente sabe disso, embora provavelmente você não tenha tido a oportunidade de identificá-lo. Você pode ter suspeitas, uma intuição que lhe diz que há algo errado com essa pessoa.

Se você está lendo este livro porque está em uma relação tóxica que você sente vontade de sair, então é importante saber se você está lidando com um perverso narcisista. Quando falo de relação, não restrinjo o âmbito do relacionamento aos casais - seja heterossexual ou homossexual (pois, é claro, o narcisista perverso não tem sexo e seus representantes são tanto homens como mulheres). Uma relação de perversão narcisista pode ser forjada com o parceiro de vida, mas também pode existir, infelizmente, em uma família entre pai-filho ou o oposto ou com outro membro da família (tio, tia, neto, etc.), numa relação de amizade ou em relações de trabalho.

Levei muito tempo até poder escrever este livro ... Anos de observação, prática ou acompanhamento das vítimas, mesmo começando com a minha própria pessoa, porque eu não escapei desse tipo de relacionamento ao longo da minha vida. É provavelmente por isso que tenho uma sensibilidade particular e que consigo detectar o mal-estar nas vítimas dos perversos narcisistas ... No entanto, decidi começar a escrevê-lo porque vejo mais e mais vítimas que pedem ajuda ... Seja em redes sociais ou na vida real, tenho a oportunidade de ouvir ou ver perguntas dessas vítimas ... em um relacionamento com um perverso narcisista, o silêncio da vítima costuma ser a regra, porque é um dos pilares de sua estratégia de perversão. Portanto, ver vítimas que buscam ajuda não é comum ... e essa escassez geralmente indica um estágio muito avançado de sofrimento ... o instinto de sobrevivência que pede ajuda antes de afundar

Você chegou ao final desta amostra. Inscreva-se para ler mais!
Página 1 de 1

Análises

O que as pessoas pensam sobre Como sair de uma relação tóxica

1.0
1 avaliações / 0 Análises
O que você acha?
Classificação: 0 de 5 estrelas

Avaliações de leitores