Aproveite esse título agora mesmo, além de milhares de outros, com um período de teste gratuito

Apenas $9.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

Como dar ao seu cão uma verdadeira vida de cão

Como dar ao seu cão uma verdadeira vida de cão

Ler a amostra

Como dar ao seu cão uma verdadeira vida de cão

notas:
5/5 (1 nota)
Duração:
113 páginas
51 minutos
Lançados:
Apr 12, 2020
ISBN:
9781386038061
Formato:
Livro

Descrição

"Como dar ao seu cão uma verdadeira vida de cão - e fazê-lo te amar por isso!" é um guia completo sobre como adotar e cuidar de um cachorro, escrito por um tutor tão apaixonado por cães que sua esposa tem certeza que ele foi um cachorro na vida passada!

Owen Jones compartilha a vida com amigos caninos desde seu primeiro dia de vida.

Jones conhece-os tão bem que consegue até contar piadas para eles!

Não deixe de ler!

Lançados:
Apr 12, 2020
ISBN:
9781386038061
Formato:
Livro

Sobre o autor


Relacionado a Como dar ao seu cão uma verdadeira vida de cão

Livros relacionados

Amostra do livro

Como dar ao seu cão uma verdadeira vida de cão - Owen Jones

DEDICATÓRIA

A Sheba, Becky, Bpom e Anghun, os melhores cães que já conheci.

––––––––

Sumário

1. Introdução

2. Escolhendo seu novo amigo

3. Hora de ir para casa

4. Preparando o novo lar

5. O primeiro dia

6. Rotina diária

7. Preparando o jantar

8. Alergias alimentares

9. Suplementos e petiscos

10. Escolhendo um nome

11. Treinamento básico

12. Hora do banho

13. Escovação e cuidados

14. Cortando as unhas

15. Arrumando a cama

16. Falando a língua canina

17. Roncos

18. Vegetarianismo para cães

19. Viajando em férias e feriados

20. Coceiras

21. Pulgas e outros parasitas

22. Problemas comportamentais

23. Identificação

24. Gravidez indesejada

25. Mantendo seu cachorro motivado

26. Planos de saúde para animais

27. Como contar uma piada para seu cachorro

28. Referências

1. Introdução

Quase todo mundo tem lembranças queridas envolvendo animais na infância. É por isso que muitos tentam reproduzir essa situação, seja para si ou para seus filhos. Mas o que a maioria das pessoas esquece é que seus pais haviam ensinado esses animais: eles não entraram para a família já treinados.

Não existe animal de estimação perfeito, nem cão perfeito, ser humano perfeito; nada é perfeito. O que existe é um cão tão bom quanto você conseguir treiná-lo e aquele que mais combina com você.

Muitos acreditam que todos os cães de determinada raça são iguais, mas isso não é verdade. O fato é que cães de uma mesma raça, e até mesmo de uma mesma ninhada, são diferentes, embora possam compartilhar algumas características da raça ou da ninhada a que pertencem.

Isso ocorre porque certas características são reproduzidas nas raças caninas pela interferência humana. Filhotes da mesma ninhada terão pais e cuidadores iguais, mas cada um, individualmente, poderá lidar com determinadas situações a sua própria maneira inimitável. Em outras palavras, cada cão tem sua própria personalidade.

Se você não está muito familiarizado com cães, pergunte a alguém que está. Aposto que ele ou ela vai confirmar o que estou dizendo.

Isso quer dizer que nem todos os pit bulls e rottweilers são violentos, assim como nem todos os labradores são carinhosos. Todos os cães têm o potencial de serem qualquer tipo de cachorro, se forem treinados para isso e tratados da maneira correta.

Se um cão associar estranhos a ameaças, reagirá de maneira condizente; se ele associar visitantes a pessoas bondosas, irá recebê-las com prazer. O mesmo vale para crianças, gatos, outras espécies de animais e outros cachorros. A reação está ligada à sua educação, mas com um pouco de sua natureza. Afinal, todos eles ainda carregam um pouco do lobo dentro de si.

É fato que cães de determinada raça compartilham alguns traços comportamentais. Por exemplo, a maioria dos labradores gosta de nadar e adora correr atrás de bolinhas de brinquedo e gravetos, porque a raça foi projetada para buscar e trazer a caça abatida. Existem exceções para toda regra, mas conhecer as características comportamentais (bem como as físicas) da raça vai te ajudar na escolha do cão com maior probabilidade de combinar com você e com seu estilo de vida.

Quanto mais pesquisas fizer antes de escolher seu cachorro, maiores as chances de adotar o melhor cão para você e/ou sua família ou ambiente.

Ao ler este livro, você já está dando o primeiro passo.

Boa sorte!

Obs.: Assuntos discutidos neste livro que não estão explícitos nos títulos dos capítulos:

Cães hipoalergênicos

Critérios para seleção de cães

Dicas pessoais para escolha de filhotes

Quanta comida dar e quando

Alimentos orgânicos para cães

Alimentos caseiros para cães

Petiscos perigosos

Treinamento com a guia

Brincando de buscar

Futebol

Nadar

2. Escolhendo seu novo amigo

Se você e sua família (ou você por si só) decidiram que querem um cachorro, a primeira coisa a fazer é responder à seguinte questão: por quê?

Sim, cães são fofos, adoráveis, protetores, bonitos e divertidos, tudo isso e muito mais. Mas também consomem tempo, precisam de atenção e custam caro quando ficam doentes. Eles também podem demandar um bom investimento em alimentação, cuidados e segurança.

Então por que você quer um cão? Existem muitos motivos ótimos, mas é melhor ser honesto consigo mesmo desde o início, porque isso afetará o tipo de cão que você quer e o que deve ter. Está procurando um cão de colo? Um cão para te fazer companhia, que não precise de muitos exercícios? Existem várias raças pequenas, mas algumas latem bastante. 

Se você mora num apartamento, isso incomodaria seus vizinhos? Você tem permissão, pelo contrato de locação, para ter um animal de estimação?

Gostaria de ter um cachorro para introduzir seus filhos ao reino animal? Essa é uma ótima ideia! Nesse caso, talvez o indicado seja um cão um pouco maior, que possa cansar as crianças. Algumas raças brincam o dia todo, sendo ideal se você tiver muitos filhos. Caso contrário, pode ser apropriado adotar uma raça mais tranquila.

Ou será que está procurando um cão de guarda? Ele vai viver dentro ou fora de casa? Até mesmo um pequeno yorkshire poderá te avisar sobre possíveis invasores, mas ele provavelmente não vai assustar ninguém. Por outro lado, um dóberman ou um rottweiler poderiam amedrontá-los, mas você pode acabar com um processo nas mãos, dependendo de onde vive.

Quando souber por que gostaria de ter um cachorro, você vai saber qual o tamanho e o temperamento que está procurando, e assim já estará na metade do caminho. Há outros dois fatores principais a considerar:

1. Quanto espaço você tem disponível? O cão poderá passar o dia perambulando em um jardim seguro e cercado ou ficará preso dentro de casa sem muito o que fazer? Pretende levá-lo para passear regularmente ou espera que ele supra as próprias necessidades de exercícios físicos? Se seu quintal for grande o bastante, é provável que você possa negligenciar o passeio diário com alguma frequência, mas, ainda assim, ele vai querer sair – conhecer os vizinhos, cheirá-los e molhar algumas plantas e postes.

2. Você tem alergia a cães ou a pelos de animais? Se tiver, não será um desastre completo porque alguns cães são considerados hipoalergênicos, sabia? Igual cremes para a pele. Nesse caso, você pode adotar um desses cães. Eles podem não ser a solução absoluta, mas serão menos incômodos a seu sistema imunológico. 

Naturalmente, cães maiores, em geral, precisam de mais exercícios que cães pequenos. Portanto, se atividades físicas forem um problema porque você é idoso, possui alguma enfermidade ou uma deficiência, considere adotar um cachorro menor que a altura do joelho. Cães mais altos que isso têm mais chances de te deixar cansado do que o contrário, especialmente as raças de pastoreio e caça. Eles conseguem correr o dia inteiro.

Cães hipoalergênicos

A diferença entre os cães não hipoalergênicos e os hipoalergênicos pode não ser tão evidente para quem não sofre de alergias. Entretanto, os alérgicos afirmam que as diferenças são suficientes para reduzir o número de crises alérgicas que sofrem quando estão próximos de cães em geral. Para quem quer ter um cachorro, a possibilidade de não poder ficar no mesmo cômodo

Você chegou ao final dessa amostra. Cadastre-se para ler mais!
Página 1 de 1

Análises

O que as pessoas acham de Como dar ao seu cão uma verdadeira vida de cão

5.0
1 notas / 0 Análises
O que você achou?
Nota: 0 de 5 estrelas

Avaliações do leitor