Comece a ler

Abruzzo

Notas:
98 páginas47 minutos

Resumo

Abruzzo mantém um recorde: 30 por cento de seu território está protegido por leis ambientais.
Nenhuma outra região na Europa pode se vangloriar tanto disso. Não sem razão é conhecida como "a região dos parques", o lugar ideal para férias naturais.
Há três parques naturais, um parque regional e muitos locais e reservas naturais protegidas: em uma região como esta, parece natural que a capital regional seja chamada de L'Aquila ('A Águia').
Dominada por um imponente castelo do século XVI (que abriga o Museu Nacional de Abruzzo), L'Aquila tem esplêndidos monumentos cívicos e religiosos das eras medieval e renascentista. Na costa de Abruzzo (que se vangloria de balneários populares), um dos lugares mais populares é Pescara, cidade natal de Gabriele D'Annunzzio.
A casa onde ele nasceu hoje é um pequeno e evocativo museu. Em Chieti está um importante Museu Arqueológico Nacional, conhecido pela modernidade e eficácia de suas exibições, pelas quais já ganhou vários prêmios.
A "obra prima" do museu é o Guerreiro de Capestrano, uma estátua funerária do século VI A.C., encontrada em 1934 na província de L'Aquila. Em Teramo o incrível Antepedium, do século V, dentro da catedral, feito por Nicola da Guardiagrele, o grande ourives de Abruzzi, não pode ser esquecido.
Abruzzo também é surpreendentemente rica em tesouros arquitetônicos e artísticos, e repleta  de tesouros naturais e de tradições folclóricas, tal como o "festival das serpentes" em Cocullo, que traz milhares de pessoas para este pequeno vilarejo no primeiro domingo de maio.

Leia no app do Scribd

Baixe o app gratuito do Scribd para ler a qualquer hora, em qualquer lugar.