Aproveite milhões de e-books, audiolivros, revistas e muito mais, com uma avaliação gratuita

Apenas $11.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

Por Que Deus Usou D. L. Moody
Por Que Deus Usou D. L. Moody
Por Que Deus Usou D. L. Moody
E-book68 páginas46 minutos

Por Que Deus Usou D. L. Moody

Nota: 4 de 5 estrelas

4/5

()

Ler a amostra

Sobre este e-book

Há oitenta e seis anos (5 de fevereiro, 1837), nasceu de pais pobres em uma humilde fazenda de Northfield, Massachusetts, um pequeno bebê que se tornaria o maior homem, como acredito, de sua geração ou do século...
Dwight L. Moody. Depois que nossos grandes generais, grandes homens de estado e grandes homens das Letras já tiverem falecido e forem esquecidos, e seus trabalhos e influências positivas chegarem a um fim, o trabalho de D. L. Moody continuará, e sua influência salvadora continuará e aumentará, trazendo bênçãos não só para cada estado da União, mas para toda nação na Terra. Sim, continuará através das eras pela eternidade.
Meu título é “Por que Deus usou D. L. Moody,” e eu não consigo pensar em outro assunto do qual preferiria falar. Não busco glorificar o Sr. Moody, mas o Deus que, por Sua graça e Seu favor inteiramente altruísta, utilizou-o de forma tão poderosa, e o Cristo que salvou por Sua morte reconciliadora e vida em ressurreição, e o Espírito Santo que viveu através dele e forjou através dele e, sozinho, transformou-o no grandioso poder que foi neste mundo. Ademais: espero tornar claro que o Deus que usou D. L. Moody em seu dia está da mesma forma pronto para utilizar de mim e de você, nos dias de hoje, se nós, por nossa parte, fizermos o que D. L. Moody fez, que foi o que possibilitou que Deus utilizasse dele de forma tão abundante. 
Todo o segredo do por que D. L. Moody foi usado de forma tão poderosa você poderá encontrar em Salmos 62:11: “Deus falou uma vez; duas vezes ouvi isto: que O PODER PERTENCE A DEUS.” Fico feliz que pertença. Fico feliz que o poder não pertenceu a D. L. Moody; fico feliz que não pertenceu a Charles G. Finney; fico feliz que não pertenceu a Martin Luther; fico feliz que não pertenceu a nenhum outro homem Cristão que Deus utilizou grandiosamente na história desse mundo. O poder pertence a Deus. Se D. L. Moody tivesse algum poder, e ele tinha
IdiomaPortuguês
Data de lançamento14 de nov. de 2018
ISBN9781547532711
Por Que Deus Usou D. L. Moody
Ler a amostra
Autor

R. A. Torrey

RUBEN ARCHER TORREY (1856-1928), educated at Yale University and Divinity School, was renowned as an educator, a pastor, a world evangelist and an author. He pastored Moody Memorial Church in Chicago, was the superintendent of Moody Bible Institute for nineteen years, and served as the dean of the Bible Institute of Los Angeles from 1911 to 1924, when he retired to embark upon full time evangelistic campaigns around the world. Mr. Torrey wrote more than forty books including How to Pray and How to Promote and Conduct a Successful Revival. Mr. Torrey was married to Clara and together they had five children.

Leia mais títulos de R. A. Torrey

Relacionado a Por Que Deus Usou D. L. Moody

Ebooks relacionados

Avaliações de Por Que Deus Usou D. L. Moody

Nota: 4 de 5 estrelas
4/5

3 avaliações0 avaliação

O que você achou?

Toque para dar uma nota

A avaliação deve ter pelo menos 10 palavras

    Pré-visualização do livro

    Por Que Deus Usou D. L. Moody - R. A. Torrey

    agora

    Introdução

    Há oitenta e seis anos (5 de fevereiro, 1837), nasceu de pais pobres em uma humilde fazenda de Northfield, Massachusetts, um pequeno bebê que se tornaria o maior homem, como acredito, de sua geração ou do século...

    Dwight L. Moody. Depois que nossos grandes generais, grandes homens de estado e grandes homens das Letras já tiverem falecido e forem esquecidos, e seus trabalhos e influências positivas chegarem a um fim, o trabalho de D. L. Moody continuará, e sua influência salvadora continuará e aumentará, trazendo bênçãos não só para cada estado da União, mas para toda nação na Terra. Sim, continuará através das eras pela eternidade.

    Meu título é Por que Deus usou D. L. Moody, e eu não consigo pensar em outro assunto do qual preferiria falar. Não busco glorificar o Sr. Moody, mas o Deus que, por Sua graça e Seu favor inteiramente altruísta, utilizou-o de forma tão poderosa, e o Cristo que salvou por Sua morte reconciliadora e vida em ressurreição, e o Espírito Santo que viveu através dele e forjou através dele e, sozinho, transformou-o no grandioso poder que foi neste mundo. Ademais: espero tornar claro que o Deus que usou D. L. Moody em seu dia está da mesma forma pronto para utilizar de mim e de você, nos dias de hoje, se nós, por nossa parte, fizermos o que D. L. Moody fez, que foi o que possibilitou que Deus utilizasse dele de forma tão abundante.

    Todo o segredo do por que D. L. Moody foi usado de forma tão poderosa você poderá encontrar em Salmos 62:11: Deus falou uma vez; duas vezes ouvi isto: que O PODER PERTENCE A DEUS. Fico feliz que pertença. Fico feliz que o poder não pertenceu a D. L. Moody; fico feliz que não pertenceu a Charles G. Finney; fico feliz que não pertenceu a Martin Luther; fico feliz que não pertenceu a nenhum outro homem Cristão que Deus utilizou grandiosamente na história desse mundo. O poder pertence a Deus. Se D. L. Moody tivesse algum poder, e ele tinha grande poder, ele recebeu de Deus.

    Mas Deus não dá Seu poder arbitrariamente. É verdade que Ele o dá a quem Ele deseja, mas é Sua vontade concedê-lo sob certas condições, que são claramente reveladas em Sua Palavra; D. L. Moody supriu tais condições e Deus o tornou o mais incrível pregador desta geração; sim, acho que o mais incrível homem desta geração.

    Mas como foi que D. L. fez o poder de Deus se manifestar de forma tão incrível em sua vida? Ponderando sobre esta questão, me parece que houve sete coisas na vida de D. L. Moody que contaram para Deus usá-lo tanto quanto usou.

    Capítulo 1

    Um homem totalmente entregue

    A primeira coisa que contou para Deus usar D. L. Moody de forma tão poderosa foi o fato dele ser um homem totalmente entregue. Cada grama daquele corpo de cento e vinte e sete quilos pertencia a Deus; tudo que ele era e tudo que ele tinha pertenciam inteiramente a Deus. Agora, não estou dizendo que o Sr. Moody era perfeito; ele não era. Se eu tentasse, suponho que poderia apontar alguns defeitos em sua personalidade. Não me vem à mente no momento quais eram; mas eu tenho confiança de que poderia pensar em alguns, se me esforçasse bastante. Eu nunca conheci um homem

    Está gostando da amostra?
    Página 1 de 1