Comece a ler

Fim de Semana Fora: Uma história Quase Erótica e Quase de Amor

Notas:
26 páginas15 minutos

Resumo

"Eu estava pensando que talvez pudéssemos sair no fim de semana", disse Jesse, interrompendo minha tentativa pós-coito de dormir. Ele ainda não tinha pegado o jeito da minha regra de não falar depois de sexo. Mas de qualquer forma, não importava; Eu não estava escutando mesmo.

"Um-hmm", eu respondi com sono, tocando a ponta da minha língua no céu da minha boca. Tinha gosto de sêmen. Ou talvez fosse minha língua que tinha gosto de sêmen; talvez minha boca só tinha gosto de boca.

"Sério?" ele disse brilhantemente. "Você quer ir?" Eu inclinei a cabeça para ele e ele se abaixou para me beijar. Sua boca tinha gosto de buceta. Sua língua também.

"Quer o que?" Eu respondi, rolando para o lado em que eu sempre dormia, esperando que isso o levasse a ir embora. Eu achava educado o jeito que ele sempre esperava até que eu estava dormindo para sair. Claro, ele nunca teve que esperar muito tempo.

"Sair no fim de semana", ele repetiu.

Sentei-me em linha reta, meus seios chamando a atenção quando eles saltaram na minha frente. Este não era o tipo de big bang que eu estava esperando quando eu pedi a ele para vir hoje à noite.

“Você quer dizer tipo uma viagem para algum lugar? Eu não sei, Jesse", eu disse com trepidação, olhando fixamente para ele como se ele tivesse sugerido algo altamente irregular. Ele tinha, afinal de contas. Nós só deveríamos ser amigos com benefícios. Um fim de semana fora soou suspeitosamente como um algo de “casal”.

"Vamos lá, Cindy", ele pediu, indo até mim e me empacotando em seus braços como um palheiro peludo. "Você não gostaria de ficar suada em outro lugar para variar?" ele perguntou, propositalmente pressionando seus membros soltos em todos os meus bons lugares.

Eu olhei para ele e suspirei. Eu nunca fui capaz de resistir a esse homem. Mesmo quando ele não cheirava a buceta fresca.

Leia no app do Scribd

Baixe o app gratuito do Scribd para ler a qualquer hora, em qualquer lugar.