Aproveite milhões de eBooks, audiolivros, revistas e muito mais

Apenas $11.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

Princípios de lógica de programação

Princípios de lógica de programação

Ler a amostra

Princípios de lógica de programação

Duração:
204 páginas
1 hora
Lançados:
16 de out. de 2017
ISBN:
9788583938613
Formato:
Livro

Descrição

Com linguagem simples, este livro aborda os fundamentos e a lógica de programação por meio de fluxogramas e pseudocódigos, feitos em português estruturado, com intuito de auxiliar na interpretação de um processo real e ser possível representa-lo num programa de computador. Ensina a extrair os dados de entrada, determinar quanto de memória cada dado vai ocupar definindo seu tipo, as ações necessárias para transformá-los em informações através de decisões e repetições, determinar quais informações serão produzidas neste processamento, além de explicar como utilizar variáveis, vetores, matrizes, estruturas, funções, strings e manipulação de arquivos. Destina-se a estudantes de cursos que possuem linguagem de programação em seu currículo, sejam cursos de aprendizagem industrial, formação inicial e continuada, técnico ou graduação.
Lançados:
16 de out. de 2017
ISBN:
9788583938613
Formato:
Livro


Relacionado a Princípios de lógica de programação

Livros relacionados

Amostra do livro

Princípios de lógica de programação - Glauber Roberto Paschoalini

1. Lógica de programação

Registro da solução

Determinação de resultados

É necessário tomar decisões diariamente. Às vezes são decisões simples, como o que comer no café da manhã. Outras vezes são decisões mais complexas, como escolher qual curso técnico fazer.

Toda decisão deve ser tomada seguindo alguns critérios: se tem pão e achocolatado em casa, esse será o café da manhã. Se há afinidade com ciências exatas, talvez um curso técnico em informática seja mais adequado.

Algumas perguntas são feitas e, a partir das respostas, decide-se o que fazer.

Neste capítulo será apresentado:

•Como encontrar soluções para problemas simples.

•Como representar as soluções encontradas.

•Como determinar a melhor solução para um problema.

Como exercício, deve-se solucionar o labirinto apresentado na Figura 1, definindo o caminho necessário para sair do ponto A e chegar ao ponto B. A solução deve ser documentada para que outras pessoas, futuramente, possam executá-la. Por isso, deve-se escrever ao lado do labirinto o que foi feito para sair do ponto A e chegar ao ponto B.

Figura 1 – Labirinto.

Observação

Para este labirinto, existem duas soluções possíveis.

Registro da solução

Para chegar ao destino desejado, pode-se seguir diferentes alternativas e rotas. A dúvida é: o texto de orientação escrito anteriormente é claro o bastante para ser compreendido por outras pessoas? Os comandos indicados conseguem ser executados da mesma forma por todos?

A seguir, será criado um padrão para resolver labirintos. Esse padrão será o conjunto de palavras para execução de comandos, de forma direta e objetiva, para que não exista dúvida quando alguém for executar a ação.

Por exemplo, pode-se utilizar o verbo avançar para indicar a necessidade de movimentação. Mas quem avança no labirinto pode fazê-lo em quatro direções: para cima, para baixo, para a direita e para a esquerda. Uma sugestão de comando seria: avançar para cima.

Observando novamente o comando, todo movimento é avançar. Então, seria possível escrever subir, descer, esquerda, direita para representar esses movimentos.

O comando ainda não está completo, porque não se sabe até quando se deve subir; é preciso criar um conjunto de comandos que poderão ser seguidos por todos.

Representação da solução

Agora, com a tabela de comandos, a solução proposta pelo grupo deve ser reescrita. Dessa forma, a solução fica uniforme e qualquer pessoa que tiver a tabela de comandos e sua ação correspondente conseguirá executar a mesma solução.

Determinação da solução correta

O labirinto possui duas soluções e, ao que parece, ambas são corretas porque levam ao ponto B.

Quando duas ou mais soluções resolvem um problema, é preciso escolher uma que será publicada como a melhor solução.

Qual das soluções do labirinto é a melhor? Por quê?

Determinação de resultados

Um turista vai de avião até a cidade de São Paulo e pousa no aeroporto de Congonhas. De lá, vai em um carro alugado até o Museu de Arte de São Paulo (Masp) para ver uma exposição.

Para fazer esse trajeto, que não lhe é familiar, utiliza a ferramenta Como chegar do Google Maps (Figura 2).

Figura 2 – Sugestões de caminhos apresentadas pela ferramenta Como chegar.

Para um trajeto de 9,4 km, serão consumidos 20 minutos. Mas o curioso é que em um trajeto menor (9,2 km) ele consome mais tempo (22 minutos) e, ao contrário, para um trajeto maior (13,4 km), o aumento de tempo não foi proporcional (26 minutos).

Será que a ferramenta que determina os trajetos e os tempos está errada? Com base nestes resultados, pode-se questionar: quero chegar o mais rápido possível ou quero o menor trajeto?

Assim como no labirinto, há mais de uma solução para o problema sair de Congonhas e ir ao Masp. Qualquer solução que execute o trajeto é correta porque o objetivo foi atingido.

Agora é preciso decidir a melhor solução para resolver esse problema. Se o tanque do carro estiver cheio e o turista não tiver horário para chegar ao museu, qualquer solução é interessante. Mas se, por alguma razão, o tanque de combustível não estiver cheio, talvez o menor trajeto seja mais interessante. E se houver um horário específico para chegar, talvez o trajeto mais rápido seja melhor.

Um problema pode ter mais do que uma solução. Nesse caso, deve-se justificar qual é a melhor de acordo com os elementos do problema.

O registro dos passos de uma solução deve ser objetivo para que, quando executados por outras pessoas, seja possível alcançar o mesmo resultado.

Para isso, cria-se um conjunto de palavras com funções claras e que representam o passo a passo da solução para sair de um ponto ao outro de um labirinto.

Dessa forma, todos que realizarem esses passos não terão dúvidas sobre eles e conseguirão resolver o labirinto.

Exemplo

Quais são as ações, em sequência, para preparar uma omelete com dois ovos?

1. Separar dois ovos.

2. Quebrar um ovo em uma tigela.

3. Quebrar o outro ovo na mesma tigela.

4. Colocar duas pitadas de sal.

5. Misturar os ovos com o sal utilizando um garfo.

6. Acender o queimador do fogão.

7. Colocar uma frigideira sobre o queimador do fogão, que já está aceso.

8. Despejar os ovos misturados com sal na frigideira.

9. Aguardar que fique no ponto desejado.

10. Retirar da frigideira colocando em um prato.

11. Comer a omelete.

Exercícios

1. Quais são as ações, em sequência, para trocar uma lâmpada queimada de luminária (abajur)?

2. Repita a atividade anterior, mas indicando os procedimentos para trocar uma lâmpada que está no teto.

3. Quais são as ações, em sequência, para realizar um depósito em um caixa eletrônico de um banco?

4. Um funcionário recém-contratado precisa entender como funciona o processo de cálculo da metragem para venda de tapetes. Escreva os passos necessários para determinar quantos metros quadrados de tapete são necessários para cobrir o piso de uma sala retangular.

5. Um operador de caixa precisa calcular o desconto de um produto quando apresentado um cupom. Cada cupom concede 2% de desconto sobre o valor do produto. Escreva os passos necessários para calcular o desconto, determinando o valor final da compra.

As respostas dos exercícios deste livro estão disponíveis para download no seguinte link: https://www.senaispeditora.com.br/catalogo/informacoes-tecnologicas-tecnologia-da-informacao/principios-de-logica-de-programacao/

2. Representação da lógica de

programação

Definições

Representação do algoritmo por meio de fluxograma

Representação do algoritmo por meio

de português estruturado

Organização das ideias para programar

Teste de mesa

Programar significa representar a solução de um problema em uma linguagem formal, chamada linguagem de programação. Existem diversas linguagens, como COBOL, C, Pascal, C#, Java, dentre outras.

Neste capítulo será apresentado:

•O que é um programa.

•Como representar um programa de forma gráfica.

•Como representar um programa de forma textual.

Ainda usando o turista como exemplo: ele chegou ao Masp e recebeu a programação do dia, conforme mostra o Quadro

Você chegou ao final dessa amostra. Cadastre-se para ler mais!
Página 1 de 1

Análises

O que as pessoas acham de Princípios de lógica de programação

0
0 notas / 0 Análises
O que você achou?
Nota: 0 de 5 estrelas

Avaliações do leitor