Aproveite milhões de eBooks, audiolivros, revistas e muito mais

Apenas $11.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

Planejamento de experimentos no processo de desenvolvimento de produtos

Planejamento de experimentos no processo de desenvolvimento de produtos

Ler a amostra

Planejamento de experimentos no processo de desenvolvimento de produtos

Duração:
153 páginas
1 hora
Editora:
Lançados:
7 de out. de 2016
ISBN:
9788595130005
Formato:
Livro

Descrição

As constantes evoluções nos sistemas de produção são respostas das organizações às demandas dos consumidores. As organizações, cada vez mais competitivas, buscam um diferencial competitivo para impressionar os clientes e fidelizá-los. A estratégia de desenvolvimento de novos produtos auxilia nesta busca incessante consolidação da marca. A falta de procedimentos bem definidos no Processo de Desenvolvimento de Produtos (PDP) faz com que as empresas não consigam incorporar novas tecnologias que resultem em melhorias significativas.
A maioria das Micro e Pequenas Empresas (MPEs) não tem uma metodologia de PDP definida, e por muitas vezes acabam se baseando na experiência empírica dentro da empresa. Existem ferramentas estatísticas que auxiliam nesse processo, dentre elas o Planejamento de Experimentos, uma técnica utilizada para definir quais dados, em que quantidade e em que condições devem ser coletados durante um determinado experimento, buscando, basicamente, satisfazer dois grandes objetivos: a maior precisão estatística possível na resposta e o menor custo.
Este livro propõe uma metodologia de desenvolvimento de novos produtos, utilizando a técnica planejamento de experimento em uma pequena empresa do ramo alimentício.
Buscou-se desta forma integrar o planejamento de experimentos com o processo de desenvolvimento de produtos e apresentar um estudo de caso em uma sorveteria artesanal. O estudo foi realizado em uma sorveteria artesanal e o produto escolhido para a realização da pesquisa foi um sorvete à base de um suplemento alimentar proteíco, o Whey Protein.
Editora:
Lançados:
7 de out. de 2016
ISBN:
9788595130005
Formato:
Livro


Relacionado a Planejamento de experimentos no processo de desenvolvimento de produtos

Livros relacionados

Amostra do livro

Planejamento de experimentos no processo de desenvolvimento de produtos - Luciano Queiroz De Araújo Júnior

CIP-BRASIL. CATALOGAÇÃO-NA-FONTE


Arquivo ePub produzido por Revolução eBook


PLANEJAMENTO DE EXPERIMENTOS NO PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS

LUCIANO QUEIROZ DE ARAÚJO JÚNIOR

FERNANDA CRISTINA BARBOSA PEREIRA QUEIROZ

PREFÁCIO

As constantes evoluções nos sistemas de produção são respostas das organizações às demandas dos consumidores. As organizações, cada vez mais competitivas, buscam um diferencial competitivo para impressionar os clientes e fidelizá-los. A estratégia de desenvolvimento de novos produtos auxilia nesta busca incessante consolidação da marca. A falta de procedimentos bem definidos no Processo de Desenvolvimento de Produtos (PDP) faz com que as empresas não consigam incorporar novas tecnologias que resultem em melhorias significativas.

A maioria das Micro e Pequenas Empresas (MPEs) não tem uma metodologia de PDP definida, e por muitas vezes acabam se baseando na experiência empírica dentro da empresa. Existem ferramentas estatísticas que auxiliam nesse processo, dentre elas o Planejamento de Experimentos, uma técnica utilizada para definir quais dados, em que quantidade e em que condições devem ser coletados durante um determinado experimento, buscando, basicamente, satisfazer dois grandes objetivos: a maior precisão estatística possível na resposta e o menor custo.

Este livro propõe uma metodologia de desenvolvimento de novos produtos, utilizando a técnica planejamento de experimento em uma pequena empresa do ramo alimentício.

Buscou-se desta forma integrar o planejamento de experimentos com o processo de desenvolvimento de produtos e apresentar um estudo de caso em uma sorveteria artesanal. O estudo foi realizado em uma sorveteria artesanal e o produto escolhido para a realização da pesquisa foi um sorvete à base de um suplemento alimentar proteíco, o Whey Protein.

INTRODUÇÃO

Os consumidores estão cada vez mais exigentes por produtos com maior qualidade e que atendam às suas expectativas, contribuindo para que a competitividade entre as empresas se torne mais acirrada na busca constante pela melhoria contínua. Neste cenário, as ferramentas de gestão tornaram-se imprescindíveis para o sucesso das organizações.

As empresas, para sobreviver neste ambiente, necessitam dar respostas rápidas, acompanhando as constantes evoluções. Uma alternativa para as indústrias sobreviverem no mercado é o investimento no núcleo de Inovação com foco em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), de onde são originadas as novas tecnologias que vão suprir as necessidades dos clientes e fornecer um diferencial competitivo no mercado cada vez mais dinâmico.

Através da utilização de técnicas estatísticas, que auxiliam em uma tomada de decisão mais confiável, como o planejamento experimental, as empresas de quaisquer modalidades podem adquirir o conhecimento gradual que necessitam durante o processo de inovação. Neste conceito, tem-se dois aspectos cruciais a serem apontados: o desenvolvimento de novos produtos e a qualidade dos mesmos.

A qualidade do produto, no sentido amplo, pode ser entendida como a satisfação da necessidade do cliente. A garantia dessa qualidade pode ser realizada através de três enfoques complementares, que fazem parte do ciclo de vida do produto: garantia da qualidade pela inspeção, garantia da qualidade pelo controle do processo e garantia da qualidade durante o desenvolvimento do produto (CHENG; MELO FILHO, 2007).

No processo de desenvolvimento e lançamento de produtos e no gerenciamento adequado dos recursos de produção, deve-se ter em mente todos os fatores críticos que afetam a qualidade do produto, para que estes possam ser ponderados, a fim de que a decisão tomada seja a melhor possível.

Neste cerne, compreender experimentação exige uma apreciação do processo de inovação. Ou seja, as inovações de produtos e tecnologias não são provenientes de estudos rápidos, eles são desenvolvidos, de forma paulatina em laboratórios e organizações, através de um sistema para a experimentação.

As organizações que privilegiam o desenvolvimento de produtos têm um sistema de experimentação para ajudá-las na avaliação das ideias e para prosseguir e aperfeiçoar na determinação de parâmetros de projeto que melhorem o desempenho de produtos. Uma etapa fundamental do processo ocorre quando uma ideia ou conceito torna-se um artefato de trabalho, ou do protótipo, o qual pode, em seguida, ser testado, discutido, e avaliado com os clientes. (THOMKE, 2010)

Levando em consideração o exposto acima, percebe-se a importância do Planejamento de Experimento (Design of Experimentos – DOE) dentro do Processo de Desenvolvimento de Produtos (PDP), auxiliando uma organização a obter resultados significativos na gestão da inovação.

Um experimento pode ser definido como algo organizado para obter resultados. A organização indica a manipulação das condições experimentais que levem, de forma menos confusa possível, às conclusões dos objetivos propostos. Como na grande maioria das vezes os resultados são numéricos ou podem ser tratados numericamente, existe a possibilidade de utilizar os métodos estatísticos (RIBEIRO JÚNIOR, 2012).

Em geral, a lógica de um planejamento experimental é a criação de modelos matemáticos para representar um sistema com suas variáveis de entrada e de saída. Tem-se inicialmente um modelo programado que será remodelado em um modelo experimental, onde neste tem que conter a listagem dos fatores e variações dos níveis dele.

O DOE será utilizado para definir quais fatores, em que quantidade e parâmetros devem ser utilizados durante um experimento, buscando a eficácia dois grandes objetivos: a maior precisão estatística possível na resposta e o menor custo.

Após a experimentação, e aferição da credibilidade dos resultados dos experimentos tem-se o resultado do modelo. Este resultado consiste na melhor combinação dos fatores que foram previamente listados no modelo programado, e que vai otimizar a variável resposta do problema em questão

A abordagem utilizada neste livro objetiva propor a utilização do planejamento de experimentos no processo produtivo e de desenvolvimento de produto em micro e pequenas empresas (MPEs), visando o aumento da confiabilidade e, consequentemente, impulsionar a competitividade destas empresas no mercado.

A falta de uma gestão clara e um método no Processo de Desenvolvimento de Produtos (PDP) pode fazer com que as empresas não consigam incorporar novas tecnologias que resultem em melhorias significativas. A maioria das MPEs não tem uma metodologia de PDP definida, e por muitas vezes acabam ainda se baseando na experiência empírica dentro da empresa.

O estudo em questão entra neste contexto com a proposição de inserir análises estatísticas, como o planejamento de experimentos, no processo de desenvolvimento de produto, para melhorar a eficiência do trabalho. Corroborando, assim, com Antony (2003), que afirma que experiências projetadas oferecem uma possibilidade de testar os efeitos de parâmetros de projeto e que isto permite fazer experiências num número mínimo de testes que fornecem informações suficientes ao mesmo tempo.

A busca pela melhor qualidade de vida nunca esteve tanto em evidência no Brasil e no mundo quanto nos dias atuais. Mulheres e homens, jovens e adultos, idosos e crianças buscam levar uma vida saudável, alimentar-se bem e manter a boa forma física.

O mercado brasileiro das academias de ginástica está aquecido e tem se

Você chegou ao final dessa amostra. Cadastre-se para ler mais!
Página 1 de 1

Análises

O que as pessoas acham de Planejamento de experimentos no processo de desenvolvimento de produtos

0
0 notas / 0 Análises
O que você achou?
Nota: 0 de 5 estrelas

Avaliações do leitor