Aproveite milhões de e-books, audiolivros, revistas e muito mais, com uma avaliação gratuita

Apenas $11.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

Enciclopédia bíblica católica: Defesa da Fé
Enciclopédia bíblica católica: Defesa da Fé
Enciclopédia bíblica católica: Defesa da Fé
E-book1.157 páginas19 horas

Enciclopédia bíblica católica: Defesa da Fé

Nota: 0 de 5 estrelas

()

Ler a amostra

Sobre este e-book

Este livro é dedicado aos fiéis católicos que desejam aprender mais sobre a fé que professam. Esta obra foi escrita com o objetivo de responder aos questionamentos mais comuns feitos por pessoas de outras denominações (protestantes) usando a própria Bíblia.
IdiomaPortuguês
Data de lançamento22 de abr. de 2017
ISBN9788582454510
Enciclopédia bíblica católica: Defesa da Fé
Ler a amostra

Relacionado a Enciclopédia bíblica católica

Ebooks relacionados

Avaliações de Enciclopédia bíblica católica

Nota: 0 de 5 estrelas
0 notas

0 avaliação0 avaliação

O que você achou?

Toque para dar uma nota

A avaliação deve ter pelo menos 10 palavras

    Pré-visualização do livro

    Enciclopédia bíblica católica - Alexandre Rogério Nogueira Gonçalves

    PadrePauloRicardo.org.

    PORQUE ESTE LIVRO FOI ESCRITO

    Após viver anos como boa parte dos autoproclamados católicos praticantes, indo à Igreja todo Domingo, ao mesmo tempo que não entendia nada do que se passava no altar nem as leituras da Bíblia, ocorreu um fato em minha vida que me acordou da letargia: a invasão da crença protestante na família da minha mãe.

    Afim de buscar a Verdade, antes do que simplesmente mostrar que eu estava orgulhosamente certo, impus-me o dever de iniciar um metódico estudo das Sagradas Escrituras e assim conferir com meus próprios olhos em que consiste a Doutrina Católica, ao invés de simplesmente abandoná-la em face da imagem apresentada por pessoas externas, pois se queremos saber quem uma pessoa é, devemos perguntar-lhe primeiramente e não a outrem.

    Após ter consolidado minha Fé, ao participar de diversos movimentos, como por exemplo os Vicentinos, tive a oportunidade de sentir na pele as dúvidas doutrinárias dos leigos e a carência de referências no clero que pudessem saná-las, pude compilar os ataques mais comuns à Doutrina Católica, passando em sequência ao árduo trabalho de respondê-los de forma coerente com a totalidade da Bíblia e o Magistério da Igreja.

    A metodologia desta obra foca em mostrar a solidez da Fé Católica através do encadeamento conciso de passagens bíblicas, muitas vezes usadas contra a Doutrina Católica, mas que só encontram sua coesão sistemática dentro dela.

    Peço-vos a colaboração quanto ao respeito aos direitos autorais desta obra, sendo a pirataria mais grave na missão cristã, pois além de ser crime diante dos homens, é pecado de furto que dificulta o alcance da evangelização a mais pessoas.

    Uma vez que, como todos os fiéis, através do batismo e da confirmação, são destinados por Deus ao apostolado, os leigos, individualmente ou reunidos em associações, têm obrigação geral e gozam do direito de trabalhar para que o anúncio divino da salvação seja conhecido e aceito por todos os homens, em todo o mundo; esta obrigação é tanto mais premente naquelas circunstâncias em que somente através deles os homens podem ouvir o Evangelho e conhecer a Cristo.

    Código de Direito Canônico, Cânone 225, §1º

    Convido todos a dedicar cada vez mais tempo à formação cristã, para ser discípulo de Cristo, por meio da verdade e da vida.

    Papa Bento XVI

    Considerei legítima a Eucaristia realizada pelo bispo ou por alguém que foi encarregado por ele. Onde aparece o bispo, aí esteja a multidão, do mesmo modo que onde está Jesus Cristo, aí está a Igreja Católica.

    Inácio de Antioquia,

    bispo cristão martirizado por volta do ano 107 d.C. por sua fidelidade a Cristo

    Carta aos Esmirniotas

    Toda a Escritura é inspirada por Deus, e útil para ensinar, para repreender, para corrigir e para formar na justiça.

    II Timóteo 3, 16

    PORQUE VOCÊ DEVE LER ESTE LIVRO

    O principal motivo para ler este livro é amar verdadeiramente a Deus e seu corpo, a Igreja.

    Só amamos aquilo que conhecemos.

    Santo Tomás de Aquino, Doutor da Igreja

    "Certamente, ninguém jamais aborreceu a sua própria carne; ao contrário, cada qual a alimenta e a trata, como Cristo faz à sua Igreja - porque somos membros de seu corpo. Por isso, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e os dois constituirão uma só carne. Este mistério é grande, quero dizer, com referência a Cristo e à Igreja."

    Efésios 5, 29-32

    De forma complementar, devemos estar em estado de prontidão para mostrar a razão da nossa Fé e refutar os que a contradizem com as Escrituras.

    Estai sempre prontos a responder para vossa defesa a todo aquele que vos pedir a razão de vossa esperança

    I Pedro 3, 15

    "Porquanto é mister que o bispo seja irrepreensível, como administrador que é posto por Deus. Não arrogante, nem colérico, nem intemperante, nem violento, nem cobiçoso. Ao contrário, seja hospitaleiro, amigo do bem, prudente, justo, piedoso, continente, firmemente apegado à doutrina da fé tal como foi ensinada, para poder exortar segundo a sã doutrina e rebater os que a contradizem."

    Tito 1, 7-9

    IMPRIMATUR

    JESUS CRISTO

    1. A paixão profetizada por Isaías

    Isaías 50,6

    Comentário: Vemos nesta passagem do profeta Isaías detalhes da paixão de nosso Senhor, concretizadas em:

    (São Mateus 26, 67)

    67. Cuspiram-lhe então na face, bateram-lhe com os punhos e deram-lhe tapas,

    (São Mateus 27,30)

    30. Cuspiam-lhe no rosto e, tomando da vara, davam-lhe golpes na cabeça.

    Conteúdo:

    6. Aos que me feriam, apresentei as espáduas, e as faces àqueles que me arrancavam a barba; não desviei o rosto dos ultrajes e dos escarros.

    2. Jesus, Luz das nações

    Isaías 49,6

    Comentário: Vemos nesta passagem como o Senhor Jesus, o Servo de Javé, é anunciado como Luz das Nações, ou seja, Aquele que leva a salvação a toda a humanidade, profecia concretizada em:

    (São Lucas 2, 29-32)

    29. Agora, Senhor, deixai o vosso servo ir em paz, segundo a vossa palavra.

    30. Porque os meus olhos viram a vossa salvação

    31. que preparastes DIANTE DE TODOS OS POVOS,

    32. como LUZ PARA ILUMINAR AS NAÇÕES, e para a glória de vosso povo de Israel.

    (Atos dos Apóstolos 13, 46-47)

    46. Então Paulo e Barnabé disseram-lhes resolutamente: Era a vós que em primeiro lugar se devia anunciar a palavra de Deus. Mas, porque a rejeitais e vos julgais indignos da vida eterna, eis que nos voltamos para os pagãos.

    47. Porque o Senhor assim no-lo mandou: Eu te estabeleci para seres luz das nações, e levares a salvação até os confins da terra (Is 49,6).

    Conteúdo:

    6. Disse-me: Não basta que sejas meu servo para restaurar as tribos de Jacó e reconduzir os fugitivos de Israel; vou fazer de ti a luz das nações, para propagar minha salvação até os confins do mundo.

    3. Jesus, o Ungido de Deus, anuncia a verdadeira religião

    Isaías 11,1-2; 42,1-4

    Comentário: Conferimos nesta profecia de Isaías sobre a verdadeira religião que o Servo de Javé, o Ungido = Messias = Cristo, Jesus, anunciaria em sua missão messiânica, conforme concretizado em:

    (São Mateus 12, 15-21)

    15. Jesus soube disso e afastou-se daquele lugar. Uma grande multidão o seguiu, e ele curou todos os seus doentes.

    16. Proibia-lhes formalmente falar disso,

    17. para que se cumprisse o anunciado pelo profeta Isaías:

    18. Eis o meu servo a quem escolhi, MEU BEM-AMADO EM QUEM MINHA ALMA PÔS TODA SUA A AFEIÇÃO. FAREI REPOUSAR SOBRE ELE O MEU ESPÍRITO E ELE ANUNCIARÁ A JUSTIÇA AOS PAGÃOS.

    19. Ele não disputará, não elevará sua voz; ninguém ouvirá sua voz nas praças públicas.

    20. Não quebrará o caniço rachado, nem apagará a mecha que ainda fumega, até que faça triunfar a justiça.

    21. Em seu nome as nações pagãs porão sua esperança (Is 42,1-4).

    (São João 1, 32-34)

    32. (João havia declarado: Vi o ESPÍRITO DESCER DO CÉU em forma de uma pomba e REPOUSAR SOBRE ELE.)

    33. Eu não o conhecia, mas aquele que me mandou batizar em água disse-me: SOBRE QUEM VIRES DESCER E REPOUSAR O ESPÍRITO, este é quem batiza no Espírito Santo.

    34. Eu o vi e dou testemunho de que ELE É O FILHO DE DEUS.

    (São Mateus 3, 16-17)

    16. Depois que Jesus foi batizado, saiu logo da água. Eis que os céus se abriram e viu DESCER SOBRE ELE, em forma de pomba, O ESPÍRITO DE DEUS.

    17. E do céu baixou uma voz: EIS MEU FILHO MUITO AMADO EM QUEM PONHO MINHA AFEIÇÃO.

    Conteúdo:

    1. Um renovo sairá do TRONCO DE JESSÉ, e um rebento brotará de suas raízes.

    2. SOBRE ELE REPOUSARÁ O ESPÍRITO DO SENHOR, Espírito de sabedoria e de entendimento, Espírito de prudência e de coragem, Espírito de ciência e de temor ao Senhor.

    1. Eis meu Servo que eu amparo, meu eleito ao qual dou toda a minha afeição, faço repousar sobre ele meu espírito, para que leve às nações a VERDADEIRA RELIGIÃO.

    2. Ele não grita, nunca eleva a voz, não clama nas ruas.

    3. Não quebrará o caniço rachado, não extinguirá a mecha que ainda fumega. Anunciará com toda a franqueza a VERDADEIRA RELIGIÃO; não desanimará, nem desfalecerá,

    4. até que tenha estabelecido a VERDADEIRA RELIGIÃO sobre a terra, e até que as ilhas desejem seus ensinamentos.

    4. Jesus, Luz da Vida

    Isaías 42,6-7

    Comentário: Isaías aqui profetiza que o Senhor Jesus libertaria da prisão do pecado os que vivem nas trevas, conforme concretizado em:

    (São João 8,12)

    12. Falou-lhes outra vez Jesus: EU SOU A LUZ DO MUNDO; AQUELE QUE ME SEGUE NÃO ANDARÁ EM TREVAS, MAS TERÁ A LUZ DA VIDA.

    Conteúdo:

    6. Eu, o Senhor, chamei-te realmente, eu te segurei pela mão, eu te formei e designei para ser A ALIANÇA COM OS POVOS, A LUZ DAS NAÇÕES;

    7. para ABRIR OS OLHOS AOS CEGOS, para TIRAR do cárcere os prisioneiros e DA PRISÃO AQUELES QUE VIVEM NAS TREVAS.

    5. Jesus, fonte de Água Viva

    Jeremias 2,13

    Comentário: Jeremias profetiza que Javé é fonte de água viva, ou seja, do Espírito Santo transmitido a nós pelo sacramento do batismo, conforme Jesus confirma em:

    (São João 4,10)

    10. RESPONDEU-LHE JESUS: Se conhecesses o dom de Deus, e quem é que te diz: Dá-me de beber, certamente lhe pedirias tu mesma e ELE TE DARIA UMA ÁGUA VIVA.

    Conteúdo:

    13. Porque MEU POVO cometeu uma dupla perversidade: ABANDONOU-ME, A MIM, FONTE DE ÁGUA VIVA, para cavar cisternas, cisternas fendidas que não retêm a água.

    6. Jesus, a Pedra Angular

    Zacarias 10,3-4

    Comentário: Aprendemos nesta profecia que a rejeição dos judeus à Pedra Angular, Jesus, levou a salvação para os pagãos, mediante a Igreja, o seu novo povo, conforme vemos em

    (São Mateus 21,42-43)

    42. Jesus acrescentou: Nunca lestes nas Escrituras: A pedra rejeitada pelos construtores tornou-se a PEDRA ANGULAR; isto é obra do Senhor, e é admirável aos nossos olhos (Sl 117,22)?

    43. Por isso vos digo: ser-vos-á tirado o Reino de Deus, e será dado a um povo que produzirá os frutos dele.

    (Atos dos Apóstolos 4,11)

    Esse JESUS, pedra que foi desprezada por vós, edificadores, tornou-se a PEDRA ANGULAR.

    (Efésios 2,20)

    edificados sobre o FUNDAMENTO DOS APÓSTOLOS E PROFETAS, tendo por PEDRA ANGULAR o próprio Cristo Jesus.

    (I São Pedro 2,6)

    Por isso lê-se na Escritura: Eis que ponho em Sião uma PEDRA ANGULAR, escolhida, preciosa: quem nela puser sua confiança não será confundido (Is 28,16).

    (Romanos 15,1-9)

    1. Nós, que somos os fortes, devemos suportar as fraquezas dos que são fracos, e não agir a nosso modo.

    2. Cada um de vós procure contentar o próximo, para seu bem e sua edificação.

    3. Cristo não se agradou a si mesmo; pelo contrário, como está escrito: Os insultos dos que vos ultrajam caíram sobre mim (Sl 68,10).

    4. Ora, tudo quanto outrora foi escrito, foi escrito para a nossa instrução, a fim de que, pela perseverança e pela consolação que dão as Escrituras, tenhamos esperança.

    5. O Deus da perseverança e da consolação vos conceda o mesmo sentimento uns para com os outros, segundo Jesus Cristo,

    6. para que, com um só coração e uma só voz, glorifiqueis a Deus, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo.

    7. Por isso, acolhei-vos uns aos outros, como Cristo nos acolheu para a glória de Deus.

    8. POIS ASSEGURO QUE CRISTO EXERCEU SEU MINISTÉRIO ENTRE OS INCIRCUNCISOS PARA MANIFESTAR A VERACIDADE DE DEUS PELA REALIZAÇÃO DAS PROMESSAS FEITAS AOS PATRIARCAS.

    9. QUANTO AOS PAGÃOS, ELES SÓ GLORIFICAM A DEUS EM RAZÃO DE SUA MISERICÓRDIA, COMO ESTÁ ESCRITO: POR ISSO, EU VOS LOUVAREI ENTRE AS NAÇÕES E CANTAREI LOUVORES AO VOSSO NOME (II SM 22,50; SL 17,50).

    (Atos dos Apóstolos 26,23)

    A saber: que Cristo havia de padecer e seria o primeiro que, pela ressurreição dos mortos, havia de anunciar a luz ao povo judeu e aos pagãos.

    (Atos dos Apóstolos 13,45-49)

    45. OS JUDEUS, VENDO A MULTIDÃO, ENCHERAM-SE DE INVEJA E PUSERAM-SE A PROTESTAR COM INJÚRIAS CONTRA O QUE PAULO FALAVA.

    46. ENTÃO PAULO E BARNABÉ DISSERAM-LHES RESOLUTAMENTE: ERA A VÓS QUE EM PRIMEIRO LUGAR SE DEVIA ANUNCIAR A PALAVRA DE DEUS. MAS, PORQUE A REJEITAIS E VOS JULGAIS INDIGNOS DA VIDA ETERNA, EIS QUE NOS VOLTAMOS PARA OS PAGÃOS.

    47. Porque o Senhor assim no-lo mandou: Eu te estabeleci para seres luz das nações, e levares a salvação até os confins da terra (Is 49,6).

    48. Estas palavras encheram de alegria os pagãos que glorificavam a palavra do Senhor. Todos os que estavam predispostos para a vida eterna fizeram ato de fé.

    49. Divulgava-se, assim, a palavra do Senhor por toda a região.

    Comentário: Veremos tal realidade, isto é, que a mensagem que Cristo veio trazer, seria PRIMEIRAMENTE para os Judeus, e o quanto a rejeição por parte destes angustiava a Jesus e a admiração dele pela receptividade à sua mensagem PELOS povos pagãos.

    (São Mateus 23,37)

    Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas e apedrejas aqueles que te são enviados! Quantas vezes eu quis reunir teus filhos, como a galinha reúne seus pintinhos debaixo de suas asas… e tu não quiseste!

    (São Lucas 13,34)

    Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas e apedrejas os enviados de Deus, quantas vezes quis ajuntar os teus filhos, como a galinha abriga a sua ninhada debaixo das asas, mas não o quiseste!

    (São Mateus 15,22-28)

    22. E eis que uma cananéia, originária daquela terra, gritava: Senhor, filho de Davi, tem piedade de mim! Minha filha está cruelmente atormentada por um demônio.

    23. Jesus não lhe respondeu palavra alguma. Seus discípulos vieram a ele e lhe disseram com insistência: Despede-a, ela nos persegue com seus gritos.

    24. Jesus respondeu-lhes: Não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel.

    25. Mas aquela mulher veio prostrar-se diante dele, dizendo: Senhor, ajuda-me!

    26. Jesus respondeu-lhe: Não convém jogar aos cachorrinhos o pão dos filhos. _

    27. Certamente, Senhor, replicou-lhe ela; mas os cachorrinhos ao menos comem as migalhas que caem da mesa de seus donos…

    28. Disse-lhe, então, Jesus: Ó mulher, grande é tua fé! Seja-te feito como desejas. E na mesma hora sua filha ficou curada.

    (São Marcos 7,24-30)

    24. Em seguida, deixando aquele lugar, foi para a terra de Tiro e de Sidônia. E tendo entrado numa casa, não quis que ninguém o soubesse. Mas não pôde ficar oculto,

    25. pois uma mulher, cuja filha possuía um espírito imundo, logo que soube que ele estava ali, entrou e caiu a seus pés.

    26. (Essa mulher era pagã, de origem siro-fenícia.) Ora, ela suplicava-lhe que expelisse de sua filha o demônio.

    27. Disse-lhe Jesus: Deixa primeiro que se fartem os filhos, porque não fica bem tomar o pão dos filhos e lançá-lo aos cães.

    28. Mas ela respondeu: É verdade, Senhor; mas também os cachorrinhos debaixo da mesa comem das migalhas dos filhos.

    29. Jesus respondeu-lhe: Por causa desta palavra, vai-te, que saiu o demônio de tua filha.

    30. Voltou ela para casa e achou a menina deitada na cama. O demônio havia saído.

    (São Mateus 8,5-13)

    5. Entrou Jesus em Cafarnaum. Um centurião veio a ele e lhe fez esta súplica:

    6. Senhor, meu servo está em casa, de cama, paralítico, e sofre muito.

    7. Disse-lhe Jesus: Eu irei e o curarei.

    8. Respondeu o centurião: Senhor, eu não sou digno de que entreis em minha casa. Dizei uma só palavra e meu servo será curado.

    9. Pois eu também sou um subordinado e tenho soldados às minhas ordens. Eu digo a um: Vai, e ele vai; a outro: Vem, e ele vem; e a meu servo: Faze isto, e ele o faz…

    10. Ouvindo isto, cheio de admiração, disse Jesus aos presentes: Em verdade vos digo: não encontrei semelhante fé em ninguém de Israel.

    11. Por isso, eu vos declaro que multidões virão do Oriente e do Ocidente e se assentarão no Reino dos céus com Abraão, Isaac e Jacó,

    12. enquanto os filhos do Reino serão lançados nas trevas exteriores, onde haverá choro e ranger de dentes.

    13. Depois, dirigindo-se ao centurião, disse: Vai, seja-te feito conforme a tua fé. Na mesma hora o servo ficou curado.

    (São Marcos 6,1-6)

    1. Depois, ele partiu dali e foi para a sua pátria, seguido de seus discípulos.

    2. Quando chegou o dia de sábado, começou a ensinar na sinagoga. Muitos o ouviam e, tomados de admiração, diziam: Donde lhe vem isso? Que sabedoria é essa que lhe foi dada, e como se operam por suas mãos tão grandes milagres?

    3. Não é ele o carpinteiro, o filho de Maria, o irmão de Tiago, de José, de Judas e de Simão? Não vivem aqui entre nós também suas irmãs? E ficaram perplexos a seu respeito.

    4. Mas Jesus disse-lhes: Um profeta só é desprezado na sua pátria, entre os seus parentes e na sua própria casa.

    5. Não pôde fazer ali milagre algum. Curou apenas alguns poucos enfermos, impondo-lhes as mãos.

    6. Admirava-se ele da desconfiança deles. E ensinando, percorria as aldeias circunvizinhas.

    Comentário: Na passagem a seguir, conferiremos um dos propósitos da salvação ser pregada e portanto ser estendida também aos pagãos, é claro, aos pagãos que ACEITAREM A MENSAGEM DE CRISTO.

    Comentário: Poderemos também visualizar a importância da ADESÃO DO POVO JUDEU, o povo de Deus por excelência pela Antiga Aliança, também estrategicamente importantes na conjuntura da Nova e eterna Aliança em Cristo, que será administrada e guiada pela Igreja, o novo Israel.

    Comentário: Conferiremos também na passagem bíblica seguinte QUANDO SE DARÁ A CONVERSÃO DO POVO DE DEUS, SEGUNDO A ANTIGA ALIANÇA, isto é, os Judeus, ao seio do CRISTIANISMO e o que isto SIGNIFICARÁ.

    (Romanos 11,1-32.36)

    1. PERGUNTO, ENTÃO: ACASO REJEITOU DEUS O SEU POVO? DE MANEIRA ALGUMA. POIS EU MESMO SOU ISRAELITA, DESCENDENTE DE ABRAÃO, DA TRIBO DE BENJAMIM.

    2. DEUS NÃO REPELIU O SEU POVO, QUE ELE DE ANTEMÃO DISTINGUIU! DESCONHECEIS O QUE NARRA A ESCRITURA, NO EPISÓDIO DE ELIAS, QUANDO ESTE SE QUEIXAVA DE ISRAEL A DEUS:

    3. SENHOR, MATARAM VOSSOS PROFETAS, DESTRUÍRAM VOSSOS ALTARES. FIQUEI APENAS EU, E AINDA PROCURAM TIRAR-ME A VIDA (I RS 19,10)?

    4. QUE LHE RESPONDEU A VOZ DIVINA? RESERVEI PARA MIM SETE MIL HOMENS, QUE NÃO DOBRARAM O JOELHO DIANTE DE BAAL (I RS 19,18).

    5. É O QUE CONTINUA A ACONTECER NO TEMPO PRESENTE: SUBSISTE UM RESTO, SEGUNDO A ELEIÇÃO DA GRAÇA.

    6. E SE É PELA GRAÇA, JÁ NÃO O É PELAS OBRAS; DE OUTRA MANEIRA, A GRAÇA CESSARIA DE SER GRAÇA.

    7. CONSEQÜÊNCIA? QUE ISRAEL NÃO CONSEGUIU O QUE PROCURA. OS ESCOLHIDOS, ESTES SIM, O CONSEGUIRAM. QUANTO AOS MAIS, FORAM OBCECADOS,

    8. COMO ESTÁ ESCRITO: DEUS LHES DEU UM ESPÍRITO DE TORPOR, OLHOS PARA QUE NÃO VEJAM E OUVIDOS PARA QUE NÃO OUÇAM, ATÉ O DIA PRESENTE (DT 29,3).

    9. DAVI TAMBÉM O DIZ: A MESA SE LHES TORNE EM LAÇO, EM ARMADILHA, EM OCASIÃO DE TROPEÇO, EM JUSTO CASTIGO!

    10. A VISTA SE LHES OBSCUREÇA PARA NÃO VEREM! DOBRA-LHES O ESPINHAÇO SEM CESSAR (SL 68,23S)!

    11. PERGUNTO AINDA: TROPEÇARAM ACASO PARA CAIR? DE MODO ALGUM. MAS SUA QUEDA, TORNANDO A SALVAÇÃO ACESSÍVEL AOS PAGÃOS, INCITOU-OS À EMULAÇÃO.

    12. ORA, SE O SEU PECADO OCASIONOU A RIQUEZA DO MUNDO, E A SUA DECADÊNCIA A RIQUEZA DOS PAGÃOS, QUE NÃO FARÁ A SUA CONVERSÃO EM MASSA?!

    13. DECLARO-O A VÓS, HOMENS DE ORIGEM PAGÃ: COMO APÓSTOLO DOS PAGÃOS, EU PROCURO HONRAR O MEU MINISTÉRIO,

    14. COM O INTUITO DE, EVENTUALMENTE, EXCITAR À EMULAÇÃO OS HOMENS DA MINHA RAÇA E SALVAR ALGUNS DELES.

    15. PORQUE, SE DE SUA REJEIÇÃO RESULTOU A RECONCILIAÇÃO DO MUNDO, QUAL SERÁ O EFEITO DE SUA REINTEGRAÇÃO, SENÃO UMA RESSURREIÇÃO DENTRE OS MORTOS?

    16. Se as primícias são santas, também a massa o é; e se a raiz é santa, os ramos também o são.

    17. SE ALGUNS DOS RAMOS FORAM CORTADOS,(JUDEUS INCRÉDULOS) E SE TU, OLIVEIRA SELVAGEM,(PAGÃOS A QUEM PRIMEIRAMENTE CRISTO NÃO VIERA ANUNCIAR) FOSTE ENXERTADA EM SEU LUGAR E AGORA RECEBES SEIVA DA RAIZ DA OLIVEIRA,

    18. NÃO TE ENVAIDEÇAS NEM MENOSPREZES OS RAMOS. POIS, SE TE GLORIARES, SABE QUE NÃO ÉS TU QUE SUSTENTAS A RAIZ, MAS A RAIZ A TI.

    19. DIRÁS, TALVEZ: OS RAMOS FORAM CORTADOS PARA QUE EU FOSSE ENXERTADA.

    20. SEM DÚVIDA! É PELA INCREDULIDADE QUE FORAM CORTADOS, AO PASSO QUE TU É PELA FÉ QUE ESTÁS FIRME. NÃO TE ENSOBERBEÇAS, ANTES TEME.

    21. SE DEUS NÃO POUPOU OS RAMOS NATURAIS, BEM PODERÁ NÃO POUPAR A TI.

    22. Considera, pois, a bondade e a severidade de Deus: severidade para com aqueles que caíram, bondade para contigo, suposto que permaneças fiel a essa bondade; do contrário, também tu serás cortada.

    23. E eles, se não persistirem na incredulidade, serão enxertados; pois Deus é poderoso para enxertá-los de novo.

    24. SE TU, CORTADA DA OLIVEIRA DE NATUREZA SELVAGEM, CONTRA A TUA NATUREZA FOSTE ENXERTADA EM BOA OLIVEIRA, QUANTO MAIS ELES, QUE SÃO NATURAIS, PODERÃO SER ENXERTADOS NA SUA PRÓPRIA OLIVEIRA!

    25. NÃO QUERO, IRMÃOS, QUE IGNOREIS ESTE MISTÉRIO, PARA QUE NÃO VOS GABEIS DE VOSSA SABEDORIA: ESTA CEGUEIRA DE UMA PARTE DE ISRAEL SÓ DURARÁ ATÉ QUE HAJA ENTRADO A TOTALIDADE DOS PAGÃOS.

    26. Então Israel em peso será salvo, como está escrito: Virá de Sião o libertador, apartará de Jacó a impiedade.

    27. E esta será a minha aliança com eles, quando eu tirar os seus pecados (Is 59,20s; 27,9).

    28. Se, quanto ao Evangelho, eles são inimigos de Deus, para proveito vosso, quanto à eleição eles são muito queridos por causa de seus pais.

    29. Pois os dons e o chamado de Deus são irrevogáveis.

    30. ASSIM COMO VÓS ANTES FOSTES DESOBEDIENTES A DEUS, E AGORA OBTIVESTES MISERICÓRDIA COM A DESOBEDIÊNCIA DELES,

    31. ASSIM ELES SÃO INCRÉDULOS AGORA, EM CONSEQÜÊNCIA DA MISERICÓRDIA FEITA A VÓS, PARA QUE ELES TAMBÉM MAIS TARDE ALCANCEM, POR SUA VEZ, A MISERICÓRDIA.

    32. DEUS ENCERROU A TODOS ESSES HOMENS NA DESOBEDIÊNCIA PARA USAR COM TODOS DE MISERICÓRDIA.

    36. Dele, por ele e para ele SÃO TODAS AS COISAS. A ele a glória por toda a eternidade! Amém.

    (Efésios 3,1-10)

    1. Por essa causa é que eu, Paulo, prisioneiro de Jesus Cristo por amor de vós, gentios… -

    2. Vós deveis ter aprendido o modo como Deus me concedeu esta graça que me foi feita a vosso respeito.

    3. Foi por revelação que me foi manifestado o mistério que acabo de esboçar.

    4. Lendo-me, podereis entender a compreensão que me foi concedida do mistério cristão,

    5. que em outras gerações não foi manifestado aos homens da maneira como agora tem sido revelado pelo Espírito aos seus santos apóstolos e profetas.

    6. A saber: que os gentios são co-herdeiros conosco (que somos judeus), são membros do mesmo corpo e participantes da promessa em Jesus Cristo pelo Evangelho.

    7. Eu me tornei servo deste Evangelho em virtude da graça que me foi dada pela onipotente ação divina.

    8. A mim, o mais insignificante dentre todos os santos, coube-me a graça de anunciar entre os pagãos a inexplorável riqueza de Cristo,

    9. e a todos manifestar o desígnio salvador de Deus, mistério oculto desde a eternidade em Deus, que tudo criou.

    10. ASSIM, DE ORA EM DIANTE, AS DOMINAÇÕES E AS POTESTADES CELESTES PODEM CONHECER, PELA IGREJA, A INFINITA DIVERSIDADE DA SABEDORIA DIVINA.

    Conteúdo:

    3. Minha cólera inflama-se contra os pastores, meu castigo vai cair sobre os bodes. O Senhor dos exércitos visita o seu rebanho, A CASA DE JUDÁ, e a constitui seu cavalo de honra.

    4. DELA HÁ DE PROVIR A PEDRA ANGULAR; dela, o mastro da tenda; dela, o arco de guerra; dela, todos os chefes.

    7. Hosana = Dá-nos a salvação!

    Salmos 117,25-26

    Comentário: Aprendemos neste salmo que Hosana vem do hebraico hoshi'ah na' que signigica dá-nos a salvação.

    9. E toda aquela multidão, que o precedia e que o seguia, clamava: HOSANA ao filho de Davi! BENDITO SEJA AQUELE QUE VEM EM NOME DO SENHOR! HOSANA no mais alto dos céus!

    Comentário: Além disso vemos que Cristo é o bendito que vem em nome de Javé, conforme

    (São Mateus 23, 38-39)

    38. Pois bem, a vossa casa vos é deixada deserta.

    39. Porque eu vos digo: já não me vereis de hoje em diante, até que digais: BENDITO SEJA AQUELE QUE VEM EM NOME DO SENHOR.

    Conteúdo:

    25. Senhor, DAI-NOS A SALVAÇÃO; dai-nos a prosperidade, ó Senhor!

    26. BENDITO SEJA O QUE VEM EM NOME DO SENHOR! Da casa do Senhor nós vos bendizemos.

    8. Os macabeus realizam a procissão dos ramos em honra a Javé

    2º dos Macabeus 10,7

    Vemos aqui como os macabeus realizavam a procissão em honra a Javé durante a Festa da Dedicação ou Hanukká, também indicada para a liturgia da Festa das Tendas em

    (Salmo 117, 27b)

    Formai a procissão com ramos até os ângulos do altar.

    Procissão confirmada em honra a Jesus, na quinta-feira de ramos, conforme

    (São Mateus 21,8-9)

    8. Então a multidão estendia os mantos pelo caminho, CORTAVA RAMOS DE ÁRVORES e espalhava-os pela estrada.

    9. E toda aquela multidão, que o precedia e que o seguia, clamava: HOSANA AO FILHO DE DAVI! Bendito seja aquele que vem em nome do Senhor! Hosana no mais alto dos céus!

    Conteúdo:

    7. Foi assim que, levando tirsos, RAMOS VERDEJANTES E PALMAS, CANTARAM HINOS ÀQUELE que lhes havia concedido a dita de purificar o seu templo.

    9. Jesus e a Igreja, a Árvore da Vida e suas 12 folhas frutíferas

    Ezequiel 47,1-12

    Comentário:

    Aprendemos nesta passagem que Jesus é a Água Viva que sai do Templo e a Árvore da Vida da qual a partir dela crescem os ramos frutíferos, a Igreja que cura a mundo, simbolizada nos 12 apóstolos, conforme vemos em

    (Apocalipse 22, 1-2)

    1. Mostrou-me então o anjo UM RIO DE ÁGUA VIVA resplandecente como cristal de rocha, SAINDO DO TRONO DE DEUS E DO CORDEIRO.

    2. No meio da avenida e às duas margens do rio, achava-se UMA ÁRVORE DA VIDA, QUE PRODUZ DOZE FRUTOS, dando cada mês um fruto, SERVINDO AS FOLHAS DA ÁRVORE PARA CURAR AS NAÇÕES.

    Comentário: Jesus reafirma isso em

    (São João 7,38)

    Quem crê em mim, como diz a Escritura: Do seu interior manarão RIOS DE ÁGUA VIVA.

    (São João 15,1)

    EU SOU A VIDEIRA VERDADEIRA, e meu Pai é o agricultor. Todo ramo que não der fruto em mim, ele o cortará;

    (São João 12,24)

    Em verdade, em verdade vos digo: se o grão de trigo, caído na terra, não morrer, fica só; se morrer, produz muito fruto.

    (São Marcos 4,30-32)

    30. Dizia ele: A quem compararemos o REINO DE DEUS? Ou com que parábola o representaremos?

    31. É como o GRÃO DE MOSTARDA que, quando é SEMEADO, é a MENOR DE TODAS AS SEMENTES.

    32. Mas, depois de semeado, CRESCE, TORNA-SE MAIOR QUE TODAS AS HORTALIÇAS E ESTENDE de tal modo os seus RAMOS, que as aves do céu podem abrigar-se à sua sombra.

    (São Lucas 13,19)

    É semelhante ao grão de mostarda que um homem tomou e semeou na sua horta, e que cresceu até se fazer uma grande planta e as aves do céu vieram fazer ninhos nos seus ramos.

    Comentário: Zacarias já profetizara que a água viva, a salvação, sairia de Jerusalém, onde ocorreu a Ressurreição, e iria metade para o poente e metade para o nascente, ou seja, para o mundo inteiro.

    (Zacarias 14,5c.8)

    5. Então aparecerá o Senhor vosso Deus, COM TODOS OS SEUS SANTOS.

    8. Naquele dia jorrará ÁGUA CORRENTE DE JERUSALÉM, METADE PARA O MAR DO NASCENTE E METADE PARA O MAR DO POENTE; jorrará tanto no verão como no inverno.

    Comentário: Isaías vê o Senhor como fonte de águas inesgotáveis em

    (Isaías 58,11)

    11. O Senhor te guiará constantemente, alimentar-te-á no árido deserto, renovará teu vigor. Serás como um JARDIM BEM IRRIGADO, como UMA FONTE DE ÁGUAS INESGOTÁVEIS.

    Conteúdo:

    1. Conduziu-me então à ENTRADA DO TEMPLO. EIS QUE ÁGUAS JORRAVAM DE SOB O LIMIAR DO EDIFÍCIO, EM DIREÇÃO AO ORIENTE (porque a fachada do templo olhava para o oriente). ESSA ÁGUA ESCORRIA POR BAIXO DO LADO DIREITO DO TEMPLO, AO SUL DO ALTAR.

    2. Fez-me sair pela porta do norte e contornar o templo do lado de fora até o pórtico exterior oriental; EU VI A ÁGUA BROTAR DO LADO SUL.

    3. O homem foi para o oriente com uma corda na mão: mediu mil côvados; A SEGUIR FEZ-ME PASSAR NA ÁGUA, QUE ME CHEGOU ATÉ OS TORNOZELOS. Mediu ainda mil côvados e ME FEZ ATRAVESSAR A ÁGUA, QUE ME SUBIU ATÉ OS JOELHOS.

    4. Mediu de novo mil côvados e FEZ-ME ATRAVESSAR A ÁGUA, QUE ME SUBIU ATÉ OS QUADRIS.

    5. Mediu, enfim, mil côvados; E ERA UMA TORRENTE QUE EU NÃO PODIA ATRAVESSAR, DE TAL MODO AS ÁGUAS TINHAM CRESCIDO! E era preciso nadar, era um curso de água que não se podia passar (a vau).

    6. Viste, filho do homem? - falou-me, e me levou ao outro lado da torrente.

    7. Ora, retornando, AVISTEI NAS DUAS MARGENS DA TORRENTE UMA GRANDE QUANTIDADE DE ÁRVORES.

    8. ESSAS ÁGUAS, disse-me ele, dirigem-se para a parte oriental, elas DESCEM À PLANÍCIE DO JORDÃO; ELAS SE LANÇARÃO NO MAR, DE SORTE QUE SUAS ÁGUAS SE TORNARÃO MAIS SAUDÁVEIS.

    9. EM TODA PARTE AONDE CHEGAR A CORRENTE, TODO ANIMAL QUE SE MOVE NA ÁGUA PODERÁ VIVER, E HAVERÁ LÁ GRANDE QUANTIDADE DE PEIXES. TUDO O QUE ESSA ÁGUA ATINGIR SE TORNARÁ SÃO E SAUDÁVEL E EM TODA PARTE AONDE CHEGAR A TORRENTE HAVERÁ VIDA.

    10. Na praia desse mar estarão PESCADORES; ELES ESTENDERÃO SUAS REDES desde Engadi até Engalim, e HAVERÁ AÍ PEIXES DE TODA ESPÉCIE EM ABUNDÂNCIA, como no grande mar.

    11. Mas seus mangues e charcos não serão saneados, abandonados que estão ao sal.

    12. AO LONGO DA TORRENTE, EM CADA UMA DE SUAS MARGENS, CRESCERÃO ÁRVORES FRUTÍFERAS DE TODA ESPÉCIE, E SUA FOLHAGEM NÃO MURCHARÁ, E NÃO CESSARÃO JAMAIS DE DAR FRUTOS: TODOS OS MESES FRUTOS NOVOS, PORQUE ESSAS ÁGUAS VÊM DO SANTUÁRIO. SEUS FRUTOS SERÃO COMESTÍVEIS E SUAS FOLHAS SERVIRÃO DE REMÉDIO.

    10. A Cruz, o selo de Deus

    Ezequiel 9, 3-4

    Comentário: Aprendemos nesta rica passagem que a Cruz é o selo dos filhos de Deus, ou seja os justos e eleitos para a vida eterna.

    Os marcados com este Selo serão salvos, preservados da condenação ou morte eterna, à semelhança do que ocorreu em

    (Êxodo 12,7.23.27)

    7. TOMARÃO DO SEU SANGUE e pô-lo-ão sobre as duas OMBREIRAS e sobre a VERGA da PORTA das casas em que o comerem.

    23. Quando o Senhor passar para ferir o Egito, vendo o SANGUE sobre a VERGA e sobre as duas OMBREIRAS da PORTA, passará adiante e NÃO PERMITIRÁ AO DESTRUIDOR ENTRAR EM VOSSAS CASAS PARA FERIR.

    27. é o sacrifício da Páscoa, em honra do Senhor que, ferindo os egípcios, passou por cima das casas dos israelitas no Egito e PRESERVOU NOSSAS CASAS." O povo inclinou-se e prostrou-se.

    Comentário: O Senhor Jesus faz um paralelo entre a serpente levantada por Moisés, conforme ordenado por Deus, e a sua Cruz destacando que ambos foram símbolos de salvação e vida para os homens, no primeiro caso de vida carnal e no segundo caso de vida eterna, o que deixa bem evidente que a Cruz é realmente o selo dos eleitos de Deus para a vida eterna.

    (São João 3, 14-15)

    14. Como Moisés LEVANTOU A SERPENTE no deserto, assim deve ser LEVANTADO O FILHO DO HOMEM,

    15. para que todo homem que nele crer tenha a VIDA ETERNA.

    (Números 21, 8-9)

    8. e o SENHOR DISSE a Moisés: Faze para ti uma SERPENTE ardente e METE-A SOBRE UM POSTE. TODO o que for MORDIDO, OLHANDO PARA ELA, SERÁ SALVO.

    9. Moisés fez, pois, uma SERPENTE DE BRONZE, e FIXOU-A SOBRE UM POSTE. Se alguém era mordido por uma serpente e olhava para a serpente de bronze, CONSERVAVA A VIDA.

    Comentário: Vemos que o homem vestido de linho representa o Servo de Javé, Aquele que faz a vontade de Deus, o Pai, Jesus Cristo, o qual marcando os eleitos com a Cruz na fronte os salva da morte.

    Comentário: Vemos como o homem de linho é consubstancial ao Pai nas passagens abaixo, onde ambos são envoltos pelo fogo, que representa o Espírito Santo que forma com eles a Trindade Santa.

    (Daniel 10, 5-6)

    5. Levantando os olhos, vi um HOMEM VESTIDO DE LINHO. Cingia-lhe os rins um cinto de ouro de Ufaz.

    6. Seu CORPO era como o CRISÓLITO; seu ROSTO brilhava como o RELÂMPAGO, seus OLHOS, como TOCHAS ARDENTES, seus braços e pés tinham o aspecto do bronze polido e sua VOZ ressoava como o RUMOR DE UMA MULTIDÃO.

    (Daniel 7, 9-10.13-14)

    9. Continuei a olhar, até o momento em que foram colocados os tronos e UM ANCIÃO CHEGOU E SE SENTOU. Brancas como a neve eram suas vestes, e tal como a pura lã era sua cabeleira; seu trono era feito de CHAMAS, com rodas de FOGO ardente.

    10. Saído de diante dele, corria UM RIO DE FOGO. Milhares e milhares o serviam, dezenas de milhares o assistiam! O tribunal deu audiência e os livros foram abertos.

    13. Olhando sempre a visão noturna, vi um ser, semelhante ao FILHO DO HOMEM, vir sobre as nuvens do céu: dirigiu-se para o LADO DO ANCIÃO, diante de quem foi conduzido.

    14. A ELE FORAM DADOS IMPÉRIO, GLÓRIA E REALEZA, e todos os povos, todas as nações e os povos de todas as línguas serviram-no. Seu domínio será eterno; nunca cessará e o seu reino jamais será destruído.

    Comentário: Vemos na passagem abaixo a razão do selo de Deus ser a Cruz e do Batismo constituir-se no ato da Cruz na fronte das pessoas.

    (São Mateus 28,19)

    Ide, pois, e ensinai a todas as nações; batizai-as EM NOME DO PAI, DO FILHO E DO ESPÍRITO SANTO.

    Comentário: Abaixo vemos a confirmação do Selo de Deus, a Cruz, como distinção dos eleitos para a vida eterna.

    (Apocalipse 9,4)

    Mas foi-lhes dito que não causassem dano à erva, verdura, ou árvore alguma, mas somente aos homens que não têm o SELO DE DEUS NA FRONTE.

    (Apocalipse 14,1)

    Eu vi ainda: o Cordeiro estava de pé no monte Sião, e perto dele cento e quarenta e quatro mil pessoas que traziam ESCRITOS NA FRONTE O NOME DELE E O NOME DE SEU PAI.

    (Apocalipse 22,4)

    Verão a sua face e o SEU NOME ESTARÁ NAS SUAS FRONTES.

    Conteúdo:

    3. Então a glória do Deus de Israel se elevou de cima do QUERUBIM, onde repousava, até a soleira do templo. Chamou o Senhor O HOMEM VESTIDO DE LINHO, que trazia à cintura os instrumentos de ESCRIBA,

    4. e lhe disse: Percorre a cidade, o centro de Jerusalém, e MARCA COM UMA CRUZ NA FRONTE os que gemem e suspiram devido a tantas abominações que na cidade se cometem.

    11. Jesus, o Verbo de Deus

    Eclesiástico 1,5

    Comentário: Esta profecia do livro do Eclesiástico nos antecipa um dos títulos do Senhor Jesus, o de Verbo de Deus, conforme conferimos no Novo Testamento em

    (São João 1,1)

    No princípio era o Verbo, e o Verbo estava junto de Deus e o Verbo era Deus.

    (São João 1,9)

    [O Verbo] era a verdadeira luz que, vindo ao mundo, ilumina todo homem.

    (São João 1,14)

    E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, e vimos sua glória, a glória que o Filho único recebe do seu Pai, cheio de graça e de verdade.

    (I São João 1,1)

    O que era desde o princípio, o que temos ouvido, o que temos visto com os nossos olhos, o que temos contemplado e as nossas mãos têm apalpado no tocante ao Verbo da vida –

    (Apocalipse 19,13)

    Está vestido com um manto tinto de sangue, e o seu nome é Verbo de Deus.

    Conteúdo:

    O VERBO DE DEUS nos céus é FONTE DE SABEDORIA, seus caminhos são os mandamentos eternos.

    12. Jesus é a porta do céu

    Gênesis 28,10-17

    Comentário:

    Comentário: Aprendemos nesta passagem que o Senhor Jesus é a porta e o caminho para o Céu, conforme vemos em:

    (Daniel 7, 13)

    13. Olhando sempre a visão noturna, vi um ser, semelhante ao FILHO DO HOMEM, VIR SOBRE AS NUVENS DO CÉU: dirigiu-se para o lado do ancião, diante de quem foi conduzido.

    (São João 1, 51)

    51. E ajuntou: Em verdade, em verdade vos digo: vereis o céu aberto e os ANJOS DE DEUS SUBINDO E DESCENDO SOBRE O FILHO DO HOMEM.

    (São João 10,9)

    EU SOU A PORTA. Se alguém entrar por mim será salvo; tanto ENTRARÁ COMO SAIRÁ e encontrará pastagem.

    Comentário: A escada é o símbolo do caminho que Jesus nos proporciona para chegarmos aos seus braços na porta do Céu, pois vejam os anjos subiam e desciam PELA escada e no fim dela estava o SENHOR, ou seja, Ele é a porta do Céu, pois como Jesus disse:

    (São João 14,6)

    Jesus lhe respondeu: Eu sou o CAMINHO, a verdade e a vida; NINGUÉM VEM AO PAI SENÃO POR MIM.

    Conteúdo:

    10. Jacó, partindo de Bersabéia, tomou o caminho de Harã.

    11. Chegou a um lugar, e ali passou a noite, porque o sol já se tinha posto. Serviu-se como travesseiro de uma das pedras que ali se encontravam, e dormiu naquele mesmo lugar.

    12. E teve um sonho: via uma ESCADA, que, apoiando-se na terra, tocava com o cimo o céu; e ANJOS DE DEUS SUBIAM E DESCIAM PELA ESCADA. No alto estava o SENHOR,

    13. que lhe dizia: "EU SOU O SENHOR, o Deus de Abraão, teu pai e o Deus de Isaac; darei a ti e à tua descendência a terra em que estás deitado.

    14. Tua posteridade será tão numerosa como os grãos de poeira no solo; tu te estenderás, para o ocidente e para o oriente, para o norte e para o meio-dia, e todas as famílias da terra serão benditas em ti e em tua posteridade.

    15. Estou contigo, para te guardar onde quer que fores, e te reconduzirei a esta terra, e não te abandonarei sem ter cumprido o que te prometi."

    16. Jacó, despertando de seu sono, exclamou: Em verdade, o Senhor está neste lugar, e eu não o sabia!

    17. E, cheio de pavor, ajuntou: Quão terrível é este lugar! É nada menos que a casa de Deus; É AQUI, A PORTA DO CÉU.

    13. Jesus, o Supremo Sacerdote

    1º de Samuel 2, 26

    Comentário:

    Vemos nesta passagem um sinal do papel de sacerdote de Jesus, onde existe claramente um paralelo entre o sacerdote Samuel e o Senhor durante o seu crescimento, como vemos em:

    (São Lucas 2, 52)

    52. E Jesus crescia em estatura, em sabedoria e graça, diante de Deus e dos homens.

    e

    (Hebreus 9,11-12)

    11. Porém, já veio Cristo, Sumo Sacerdote dos bens vindouros. E através de um tabernáculo mais excelente e mais perfeito, não construído por mãos humanas (isto é, não deste mundo),

    12. sem levar consigo o sangue de carneiros ou novilhos, mas com seu próprio sangue, entrou de uma vez por todas no santuário, adquirindo-nos uma redenção eterna.

    Conteúdo:

    (I Samuel 2, 26)

    Entretanto, o jovem Samuel ia crescendo em estatura e beleza, diante de Iahweh e diante dos homens.

    14. Os Salmos ensinam como dar graças a Deus

    Salmos 116, 3-4

    Comentário:

    Comentário: Aprendemos nesta rica passagem dos Salmos a fundamentação da Liturgia Católica da Eucaristia, palavra grega que significa ação de graças ou, simplesmente, agradecer.

    Tal rito sagrado é confirmado por São Paulo em

    (I Coríntios 10, 16-17)

    16. O CÁLICE DE BÊNÇÃO, que benzemos, não é a COMUNHÃO DO SANGUE DE CRISTO? E o PÃO, que partimos, não é a COMUNHÃO DO CORPO DE CRISTO?

    17. Uma vez que há UM ÚNICO PÃO, nós, embora sendo muitos, FORMAMOS UM SÓ CORPO, porque todos nós COMUNGAMOS DO MESMO PÃO.

    Conteúdo:

    3. COMO RETRIBUIREI A IAHWEH todo o bem que me fez?

    4. Erguerei o CÁLICE DA SALVAÇÃO invocando o nome de Iahweh.

    15. A vinda gloriosa do Messias e o juízo final

    Salmos 75, 7-8

    Comentário: Aprendemos nesta passagem a constante e consistente profecia divina do juízo final ao longo dos séculos eternizada nas Sagradas Escrituras.

    Tal profecia ratifica o Senhor Jesus em:

    (São Mateus 24, 26-28)

    26. Se, pois, vos disserem: Vinde, ele está no DESERTO, NÃO SAIAIS. Ou: Lá está ele em casa, NÃO O CREIAIS.

    27. Porque, como O RELÂMPAGO PARTE DO ORIENTE E ILUMINA ATÉ O OCIDENTE, assim será a VOLTA DO FILHO DO HOMEM.

    28. Onde houver um cadáver, aí se ajuntarão os abutres.

    Comentário: Em suma, as duas passagens nos ensinam que a volta do Senhor e o juízo final será um evento de reconhecimento patente e inconfundível por toda a humanidade a ponto de quem não o aceitar é porque claramente o renegou em seu próprio coração e, portanto será abatido como profetiza o salmo e exaltará os escolhidos, como vemos em:

    (São Mateus 24, 30-31, 40)

    30. Então aparecerá no céu O SINAL DO FILHO DO HOMEM. Todas as tribos da terra baterão no peito e verão o Filho do Homem vir sobre as nuvens do céu cercado de glória e de majestade.

    31. Ele enviará seus anjos com estridentes trombetas, e JUNTARÃO SEUS ESCOLHIDOS dos quatro ventos, duma extremidade do céu à outra.

    40. Dois homens estarão no campo: UM SERÁ TOMADO, O OUTRO SERÁ DEIXADO.

    Conteúdo:

    7. Não é do ORIENTE, nem do OCIDENTE, nem do deserto, nem das montanhas que VEM A SALVAÇÃO.

    8. Mas DEUS É O JUIZ; a um ele abate, a outro exalta.

    16. Jesus Cristo, o Redentor

    Salmos 110, 5.9

    Comentário: Aprendemos neste belo salmo profético a revelação de que seria enviado ao povo de Deus a Redenção na figura do Santo de Israel, Iahweh, que concluiria uma aliança eterna e redentora mediante o sustento do Pão da Vida, o Corpo de Cristo (Corpus Christi), conforme vemos em:

    (São Mateus 26, 26-28)

    26. Durante a refeição, Jesus tomou o pão, benzeu-o, partiu-o e o deu aos discípulos, dizendo: Tomai e comei, ISTO É MEU CORPO.

    27. Tomou depois o cálice, rendeu graças e deu-lho, dizendo: Bebei dele todos,

    28. porque ISTO É MEU SANGUE, O SANGUE DA NOVA ALIANÇA, derramado por muitos homens em remissão dos pecados.

    (São João 6, 47-49.51)

    47. Em verdade, em verdade vos digo: QUEM CRÊ EM MIM TEM A VIDA ETERNA.

    48. EU SOU O PÃO DA VIDA.

    49. Vossos pais, no deserto, comeram o MANÁ e morreram.

    51. EU SOU O PÃO VIVO QUE DESCEU DO CÉU. Quem comer deste pão viverá eternamente. E O PÃO, QUE EU HEI DE DAR, É A MINHA CARNE PARA A SALVAÇÃO DO MUNDO.

    (São Marcos 10,45)

    Porque o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir e DAR A SUA VIDA EM REDENÇÃO POR MUITOS."

    (Filipenses 2,10)

    para que ao NOME DE JESUS SE DOBRE TODO JOELHO no céu, na terra e nos infernos.

    Conteúdo:

    5.Aos QUE O TEMEM DEU-LHES O SUSTENTO; lembrar-se-á ETERNAmente da SUA ALIANÇA.

    9.Enviou a seu povo a REDENÇÃO, concluiu com ele uma ALIANÇA ETERNA. SANTO e venerável É O SEU NOME.

    17. Crucifixos e Escapulários podem ser considerados como Amuletos Cristãos?

    Sabedoria 16,11-12

    Comentário: No dia 23 de maio de 2.008, no prestigioso Jornal O Estado de São Paulo como em outras publicações como no Jornal O Dia de 20 de junho de 1.999 vemos testemunhos de fé que ou contaminados por desconhecimento bíblico doutrinário do depoente ou por uso incorreto do redator das matérias.

    Comentário: São casos de flagrante confusão sobre determinados objetos sacramentais da fé católica, podendo assim repercutir e causar maus- entendidos que viemos aqui aclarar: ESCAPULÁRIOS E CRUCIFIXOS SÃO AMULETOS?

    Vejamos os testemunhos:

    O Centroavante do Tricolor Carioca que marcou o gol da Vitória sobre o Tricolor Paulista assim disse:

    " QUEBREI O JEJUM DE GOLS GRAÇAS AO ESCAPULÁRIO QUE RECEBEI DE PRESENTE DE UM DIRIGENTE DO CLUBE EM QUE TRABALHO COM QUEM ASSISTI UMA MISSA DOMINICAL.

    NÃO TIRO MAIS O AMULETO DO PESCOÇO", DISSE O ATACANTE, que não marcava havia 59 dias e, ontem, respirou aliviado.

    Santo de casa faz milagre do jornal O Dia, de 20 de junho de 1999:

    Ele não sai de casa sem seus amuletos da sorte. Dois cordões que traz pendurados no pescoço, um de ouro, com a medalha do Sagrado Coração de Jesus, e outro, de prata, com o crucifixo.

    Comentário: Vamos aos Esclarecimentos via Dicionário:

    Comentário: Agora, passemos ao que diz o velho dicionário Aurélio: "Amuleto. Pequeno objeto (figura, medalha, figa, etc.) que, desde a mais alta antiguidade, alguém traz consigo ou guarda por acreditar em seu poder mágico de afastar desgraças ou malefícios".

    Comentário: Logo se vê que é incompatível para um cristão, ao mesmo tempo, acreditar em Deus e acreditar em objetos mágicos. Seja como for, quando um católico traz consigo tais imagens não é acreditando que elas possuam algum poder.

    O OBJETO EM SI MESMO NÃO PODE NADA.

    Comentário: No entanto, apresenta algumas utilidades dentro da fé.

    EXEMPLOS: LEMBRA A PESSOA DO SACRIFÍCIO DE JESUS NA CRUZ E TODO O AMOR DE DEUS PARA CONOSCO. OU MAIS: DAR-SE O TESTEMUNHO DE QUE SE É CRISTÃO; LEMBRA AO MUNDO A SUA FÉ, DIVULGA-A. ENFIM, NÃO É UM AMULETO, É UM SACRAMENTAL.

    Assim, confundir e considerar Crucifixo ou Escapulário ou qualquer Sacramental, isto é, objeto abençoado para testemunho de fé como um amuleto, é desrespeitar a Santa Doutrina Católica e com isso também estar praticando o pecado da Idolatria!.

    Com a Voz A BÍBLIA!

    (Números 21,9)

    Moisés fez, pois, uma serpente de bronze, e fixou-a sobre um poste. SE ALGUÉM ERA MORDIDO POR UMA SERPENTE E OLHAVA PARA A SERPENTE DE BRONZE, CONSERVAVA A VIDA.

    (II Reis 18,4)

    Destruiu os lugares altos, quebrou as estelas e cortou os ídolos de pau asserás. DESPEDAÇOU A SERPENTE DE BRONZE QUE MOISÉS TINHA FEITO, PORQUE OS ISRAELITAS TINHAM ATÉ ENTÃO QUEIMADO INCENSO DIANTE DELA. (CHAMAVAM-NA NEHUSTÃ).

    (São João 3,14)

    COMO MOISÉS LEVANTOU A SERPENTE NO DESERTO, ASSIM DEVE SER LEVANTADO O FILHO DO HOMEM,

    (São João 8,28)

    Jesus então lhes disse: QUANDO TIVERDES LEVANTADO O FILHO DO HOMEM, ENTÃO CONHECEREIS QUEM SOU E QUE NADA FAÇO DE MIM MESMO, MAS FALO DO MODO COMO O PAI ME ENSINOU.

    (São João 12,32)

    E QUANDO EU FOR LEVANTADO DA TERRA, ATRAIREI TODOS OS HOMENS A MIM.

    (Sabedoria 16,1-7)

    1. Por isso foram justamente castigados por animais dessa espécie e atormentados por uma multidão de animais;

    2. em vez de feri-lo assim, vós favorecíeis vosso povo, satisfazendo por um alimento surpreendente o ardor de seu apetite, e oferecendo-lhe por alimento codornizes.

    3. De tal modo que aqueles, mau grado sua fome, diante do aspecto hediondo de animais enviados contra eles, experimentaram a náusea; estes, após uma curta privação, receberam um alimento maravilhoso.

    4. Pois era preciso que os primeiros, os opressores, fossem oprimidos por uma inexorável fome, e que aos outros fossem apenas mostrados os tormentos suportados por seus inimigos.

    5. Efetivamente, quando o cruel furor dos animais os atingiu também, e quando pereceram com a mordedura de sinuosas serpentes, vossa cólera não durou até o fim.

    6. Foram por pouco tempo atormentados, para sua correção: ELES POSSUÍRAM UM SINAL DE SALVAÇÃO QUE LHES LEMBRAVA O PRECEITO DE VOSSA LEI.

    7. E QUEM SE VOLTAVA PARA ELE ERA SALVO, NÃO EM VISTA DO OBJETO QUE OLHAVA, MAS POR VÓS, SENHOR, QUE SOIS O SALVADOR DE TODOS.

    (Sabedoria 16,11-12)

    11. Eram picados, para que se lembrassem de vossas palavras, e, em seguida, ficavam curados, para que não viessem a esquecê-las completamente e a subtraírem-se a si mesmos de vossos benefícios.

    12. NÃO FOI UMA ERVA NEM ALGUM UNGÜENTO QUE OS CUROU, MAS A VOSSA PALAVRA QUE CURA TODAS AS COISAS, SENHOR.

    Conteúdo:

    11. Eram picados, para que se lembrassem de vossas palavras, e, em seguida, ficavam curados, para que não viessem a esquecê-las completamente e a subtraírem-se a si mesmos de vossos benefícios.

    12. NÃO FOI UMA ERVA NEM ALGUM UNGÜENTO QUE OS CUROU, MAS A VOSSA PALAVRA QUE CURA TODAS AS COISAS, SENHOR.

    18. A traição de Judas Iscariotes e Aquitofel

    Salmos 40, 10

    Comentário: Vemos neste salmo davídico um interessante paralelo entre a traição sofrida pelo rei David e a que viria a ocorrer contra nosso Rei Jesus Cristo. Ambos os traidores eram homens de confiança muito próximos, como vemos em:

    (Salmo 55, 13-15)

    13. Se o ultraje viesse de um inimigo, eu o teria suportado; se a agressão partisse de quem me odeia, dele me esconderia.

    14. Mas eras tu, MEU COMPANHEIRO, MEU ÍNTIMO AMIGO,

    15. com quem me entretinha em doces colóquios; com quem, por entre a multidão, ÍAMOS À CASA DE DEUS.

    (2 Samuel 15, 12)

    12. Enquanto oferecia os sacrifícios, Absalão mandou chamar também AQUITOFEL, gilonita, CONSELHEIRO DE DAVI, à sua cidade de Gilo. E assim a conjuração se fortificava e se tornava cada vez mais numerosa em torno de Absalão.

    (São Marcos 14,10)

    Judas Iscariotes, UM DOS DOZE, foi avistar-se com os sumos sacerdotes para lhes entregar Jesus.

    (São João 13,26)

    Jesus respondeu: É AQUELE A QUEM EU DER O PÃO EMBEBIDO. Em seguida, molhou o pão e deu-o a Judas, filho de Simão Iscariotes.

    Comentário: Ambos tiveram o mesmo fim:

    (2 Samuel 17, 23)

    23. AQUITOFEL, vendo que seu conselho não fora seguido, selou o seu jumento e tomou o caminho de sua casa, na sua cidade. Pôs em ordem os seus negócios e ENFORCOU-SE. Morto, foi enterrado no túmulo de seu pai.

    (São Mateus 27, 5)

    5. Ele jogou então no templo as moedas de prata, saiu e FOI ENFORCAR-SE.

    Comentário: Vemos que os apóstolos viram também este mesmo paralelo em:

    (Atos dos Apóstolos 1,16)

    Irmãos, convinha que se cumprisse o que o ESPÍRITO SANTO PREDISSE NA ESCRITURA PELA BOCA DE DAVI, acerca de Judas, que foi o guia daqueles que prenderam Jesus.

    Conteúdo:

    10. Até o próprio amigo em que eu confiava, que PARTILHAVA DO MEU PÃO, levantou contra mim o calcanhar.

    19. O Madeiro de Cristo é sinal de Maldição ou de Operação da Justiça de Cristo?

    Sabedoria 14,7

    Comentário: O Madeiro como instrumento em que se opera a justiça a que se refere a passagem sob comentário é a Arca de Noé que feita de madeira, fora Porto Seguro, dos escolhidos de Deus, que ouvindo seu chamado e suas advertências quando ao Grande Dilúvio, acreditaram e atenderam ao chamado salvífico de Deus ao entrarem na Arca e assim sendo salvos por este ato de fé:

    (Hebreus 11,7)

    Pela fé na palavra de Deus, Noé foi avisado a respeito de acontecimentos imprevisíveis; cheio de santo temor, construiu a arca para salvar a sua família. Pela fé ele condenou o mundo e se tornou o herdeiro da justificação mediante a fé

    Comentário: Assim, a glória da salvação destes se deu pela sua fé em Deus e assim como prêmio foram preservados, apostando estes apenas nas promessas de Deus, sem pensar ou exigir de Deus, maiores garantias ou uma prova concreta antecipatória, haja vista que a Palavra de Deus assim se pronuncia:

    (Hebreus 11,1-3)

    1. A fé é o fundamento da esperança, é uma certeza a respeito do que não se vê.

    2. Foi ela que fez a glória dos nossos, antepassados.

    3. Pela fé reconhecemos que o mundo foi formado pela palavra de Deus e que as coisas visíveis se originaram do invisível.

    Comentário: Pode –se aplicar também a interpretação do Madeiro como instrumento por excelência da operação da justiça, o próprio Madeiro onde Cristo fora crucificado haja vista que:

    (I São Pedro 2,24)

    Carregou os nossos pecados em seu corpo sobre o madeiro para que, mortos aos nossos pecados, vivamos para a justiça. Por fim, por suas chagas fomos curados (Is 53,5).

    Comentário: E se hoje temos a possibilidade de viver segundo a Justiça de Deus fora exatamente em razão do Sacrifício da Cruz remissor dos pecados, estes nossos e não dele, ficando em nosso lugar na Cruz.

    (Gálatas 3,13)

    Cristo remiu-nos da maldição da lei, fazendo-se por nós maldição, pois está escrito: Maldito todo aquele que é suspenso no madeiro (Dt 21,23).

    (Isaías 53,5)

    5. Mas ele foi castigado por nossos crimes, e esmagado por nossas iniqüidades; o castigo que nos salva pesou sobre ele; fomos curados graças às suas chagas.

    (Deuteronômio 21,22-23)

    22. Quando um homem tiver cometido um crime que deve ser punido com a morte, e for executado por enforcamento numa árvore,

    23. o seu cadáver não poderá ficar ali durante a noite, mas tu o sepultarás no mesmo dia; pois aquele que é pendurado é um objeto de maldição divina. Assim, não contaminarás a terra que o Senhor, teu Deus, te dá por herança.

    Comentário: No entanto para assumirmos as graças desta tão grande operação de justiça, devemos, ver Jesus Cristo e seu sacrifício na Cruz não com os olhos da Carne, sim do Espírito:

    (São Mateus 16,13-17)

    13. Chegando ao território de Cesaréia de Filipe, Jesus perguntou a seus discípulos: No dizer do povo, quem é o Filho do Homem?

    14. Responderam: Uns dizem que é João Batista; outros, Elias; outros, Jeremias ou um dos profetas.

    15. Disse-lhes Jesus: E vós quem dizeis que eu sou?

    16. Simão Pedro respondeu: Tu és o Cristo, o Filho de Deus vivo!

    17. Jesus então lhe disse: Feliz és, Simão, filho de Jonas, PORQUE NÃO FOI A CARNE NEM O SANGUE QUE TE REVELOU ISTO, MAS MEU PAI QUE ESTÁ NOS CÉUS.

    Comentário: E isto só se dará se soubermos atender ao chamado de Cristo para sua missão que, exigindo-se de nós o primeiro passo:

    (São Marcos 16,16)

    Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado.

    Comentário: Tendo consciência dos efeitos e responsabilidades que este chamado implica a todo aquele que o atende:

    (Romanos 6,1-6)

    1. Então que diremos? Permaneceremos no pecado, para que haja abundância da graça?

    2. De modo algum. Nós, que já morremos ao pecado, como poderíamos ainda viver nele?

    3. Ou ignorais que todos os que fomos batizados em Jesus Cristo, fomos batizados na sua morte?

    4. Fomos, pois, sepultados com ele na sua morte pelo batismo para que, como Cristo ressurgiu dos mortos pela glória do Pai, assim nós também vivamos uma vida nova.

    5. Se fomos feitos o mesmo ser com ele por uma morte semelhante à sua, sê-lo-emos igualmente por uma comum ressurreição.

    6. Sabemos que o nosso velho homem foi crucificado com ele, para que seja reduzido à impotência o corpo (outrora) subjugado ao pecado, e já não sejamos escravos do pecado.

    Comentário: Sendo que tais responsabilidades e efeitos exigem de nós uma conversão de coração não só em um momento de êxtase de fé entusiástica em Cristo e em mensagem de seu sangue derramado e o subsequente batismo mas uma vida toda levada em conta de uma fé perseverante nas promessas dos bens futuros pela adesão ao testemunho de Cristo pela sua Cruz e Ressurreição:

    (Hebreus 10,36)

    Pois vos é necessária a perseverança para fazerdes a vontade de Deus e alcançardes os bens prometidos.

    COMENTÁRIO: E tal perseverança que se traduz em fazer as obras nascidas da fé fundada em Cristo que Deus já as preparou para que as praticássemos, sem as quais a fé é morta e portanto não reconhecida por Deus como vemos em:

    (São Mateus 25,31-46)

    31. Quando o Filho do Homem voltar na sua glória e todos os anjos com ele, sentar-se-á no seu trono glorioso.

    32. Todas as nações se reunirão diante dele e ele separará uns dos outros, como o pastor separa as ovelhas dos cabritos.

    33. Colocará as ovelhas à sua direita e os cabritos à sua esquerda.

    34. Então o Rei dirá aos que estão à direita: - Vinde, benditos de meu Pai, tomai posse do Reino que vos está preparado desde a criação do mundo,

    35. porque tive fome e me destes de comer; tive sede e me destes de beber; era peregrino e me acolhestes;

    36. nu e me vestistes; enfermo e me visitastes; estava na prisão e viestes a mim.

    37. Perguntar-lhe-ão os justos: - Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer, com sede e te demos de beber?

    38. Quando foi que te vimos peregrino e te acolhemos, nu e te vestimos?

    39. Quando foi que te vimos enfermo ou na prisão e te fomos visitar?

    40. Responderá o Rei: - Em verdade eu vos declaro: todas as vezes que fizestes isto a um destes meus irmãos mais pequeninos, foi a mim mesmo que o fizestes.

    41. Voltar-se-á em seguida para os da sua esquerda e lhes dirá: - Retirai-vos de mim, malditos! Ide para o fogo eterno destinado ao demônio e aos seus anjos.

    42. Porque tive fome e não me destes de comer; tive sede e não me destes de beber;

    43. era peregrino e não me acolhestes; nu e não me vestistes; enfermo e na prisão e não me visitastes.

    44. Também estes lhe perguntarão: - Senhor, quando foi que te vimos com fome, com sede, peregrino, nu, enfermo, ou na prisão e não te socorremos?

    45. E ele responderá: - Em verdade eu vos declaro: todas as vezes que deixastes de fazer isso a um destes pequeninos, foi a mim que o deixastes de fazer.

    46. E estes irão para o castigo eterno, e os justos, para a vida eterna.

    (São Tiago 2,20-26)

    20. Queres ver, ó homem vão, como a fé sem obras é estéril?

    21. Abraão, nosso pai, não foi justificado pelas obras, oferecendo o seu filho Isaac sobre o altar?

    22. Vês como a fé cooperava com as suas obras e era completada por elas.

    23. Assim se cumpriu a Escritura, que diz: Abraão creu em Deus e isto lhe foi tido em conta de justiça, e foi chamado amigo de Deus (Gn 15,6).

    24. Vedes como o homem é justificado pelas obras e não somente pela fé?

    25. Do mesmo modo Raab, a meretriz, não foi ela justificada pelas obras, por ter recebido os mensageiros e os ter feito sair por outro caminho?

    26. Assim como o corpo sem a alma é morto, assim também a fé sem obras é morta.

    (Efésios 2,8-10)

    8. Porque é gratuitamente que fostes salvos mediante a fé. Isto não provém de vossos méritos, mas é puro dom de Deus.

    9. Não provém das obras, para que ninguém se glorie.

    10. Somos obra sua, criados em Jesus Cristo para as boas ações, que Deus de antemão preparou para que nós as praticássemos.

    Comentário: Caso contrário, se somente na primeira acepção, isto é, sentido se restringe-se o SIGNIFICADO DE MADEIRO PELO QUAL SE OPERA A JUSTIÇA, isto é, no caso a Arca da Aliança como vemos ao vislumbrar a passagem mais completa que apenas Sab 14,7 sob comentário, e não apenas como um sentido parcial e provisório, uma sombra do sentido pleno que se traduziria no Sacrifício Salvífico de Cristo operador de Justiça através do Madeiro da Cruz a Bíblia não incluiria os salvos pelo Dilúvio como necessitados das Graças Salvificas operadas no Madeiro da Cruz de Cristo como vemos em:

    (Hebreus 11,7)

    7. Pela fé na palavra de Deus, Noé foi avisado a respeito de acontecimentos imprevisíveis; cheio de santo temor, construiu a arca para salvar a sua família. Pela fé ele condenou o mundo e se tornou o herdeiro da justificação mediante a fé.

    (Hebreus 11,39-40)

    39. E, no entanto, todos estes mártires da fé não conheceram a realização das promessas!

    40. Porque Deus, que tinha para nós uma sorte melhor, não quis que eles chegassem sem nós à perfeição (da felicidade).

    Comentário: Daí se entende a razão pela qual logo depois de sua Morte, ter Cristo pregado aos Mortos, da Antiga Aliança:

    (I São Pedro 4,6)

    6. Pois para isto foi o Evangelho pregado também aos mortos; para que, embora sejam condenados em sua humanidade de carne, vivam segundo Deus quanto ao espírito.

    Comentário: E assim Cristo fez, para que se cumprisse a Profecia Bíblica que ele mesmo proclamou:

    (São João 12,32)

    E quando eu for levantado da terra, atrairei todos os homens a mim.

    Comentário: Cumprindo com tal Sacrifício a Salvação do ser como um todo, em vista da vida eterna o que a figura no A.T já prefigurava em (Números 21,9) como figura apenas

    Está gostando da amostra?
    Página 1 de 1