Aproveite milhões de eBooks, audiolivros, revistas e muito mais

Apenas $11.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

Vozes da pedagogia: da formação docente às tecnologias

Vozes da pedagogia: da formação docente às tecnologias

Ler a amostra

Vozes da pedagogia: da formação docente às tecnologias

notas:
5/5 (1 nota)
Duração:
165 páginas
3 horas
Lançados:
3 de out. de 2017
ISBN:
9788547306298
Formato:
Livro

Descrição

O livro Vozes da Pedagogia: da formação docente às tecnologias é uma coletânea de estudos dos professores dos cursos de ensino médio EJA e Pedagogia, presencial, EaD e semipresencial, do Centro Universitário Internacional Uninter. Trazendo um olhar dos profissionais da educação sobre o desenvolvimento desses dois cursos da instituição, esta obra apresenta as mais diversas faces educacionais, como a didática, a formação docente, o papel da tutoria, a avaliação, o portfólio, a educomunicação, a conversa acadêmica, as reflexões acerca da Pedagogia do oprimido e da violência, as metodologias ativas e a aprendizagem por projetos, entre outras diversas temáticas que contribuem para a formação profissional na educação.
Lançados:
3 de out. de 2017
ISBN:
9788547306298
Formato:
Livro


Relacionado a Vozes da pedagogia

Livros relacionados

Amostra do livro

Vozes da pedagogia - Cristiane Dall' Agnol da Silva Benvenutti

Editora Appris Ltda.

1ª Edição - Copyright© 2017 dos autores

Direitos de Edição Reservados à Editora Appris Ltda.

Nenhuma parte desta obra poderá ser utilizada indevidamente, sem estar de acordo com a Lei nº 9.610/98.

Se incorreções forem encontradas, serão de exclusiva responsabilidade de seus organizadores.

Foi feito o Depósito Legal na Fundação Biblioteca Nacional, de acordo com as Leis nºs 10.994, de 14/12/2004 e 12.192, de 14/01/2010.

COMITÊ CIENTÍFICO DA COLEÇÃO CIÊNCIAS SOCIAIS

Dedicamos esta obra primeiramente a Deus e aos nossos familiares, que são nosso porto seguro.

Dedicamos a todos os profissionais da educação como contribuição aos seus estudos.

APRESENTAÇÃO

Compreender a enunciação de outrem significa orientar-se em relação a ela, encontrar o seu lugar adequado no contexto correspondente. A cada palavra da enunciação que estamos em processo de compreender, fazemos corresponder uma série de palavras nossas, formando uma réplica. Quanto mais numerosas e substanciais forem, mais profunda e real é a nossa compreensão.¹

O que há de diferente neste livro que possibilita uma nova maneira de ver e de ressignificar o já falado e o já conhecido? É justamente na procura de diferentes respostas para as mesmas perguntas, circunscritas na relação entre o eu e o outro, emanados nas vozes de professores do Centro Universitário Uninter, que dia a dia postulam uma relação dialógica nesse mundo simbólico e ideológico que é o ato de ensinar. E, mais especificamente, ao problema de como a aparência emerge da realidade da diferença redimensionada na compreensão a partir de discursos à primeira vista cristalizados.

Ou seja, ao dar liberdade às vozes àqueles que dia a dia ouvem as palavras dos outros valoriza-se a experiência adquirida pelo professor, pois possibilita uma reflexão dialógica entre o ser e o fazer da aprendizagem da docência. Pois o sujeito, fruto de múltiplas relações e dimensões socioideológicas, desenvolve-se na e pela linguagem, numa atividade mental de dar novos sentidos, pois se apropria de discursos de outros e constrói novos discursos a partir dessas relações.

As vozes da Pedagogia aqui propostas corroboram com as discussões acerca da profissão docente nas mais variadas faces, tanto nas formações presenciais quanto na Educação a Distância, na Educação de Jovens e Adultos e ubíquas às questões da tecnologia na educação. Essas vozes trazem embasamentos teóricos pautados em autores que desvelam os discursos no contexto em que são produzidos. Nesse entendimento de que a Educação é o meio precípuo de transformação de sujeitos e de mundo, os textos que neste livro seguem, fundamentam as discussões sobre as vozes sociais que perpassam os discursos dos sujeitos, principalmente nas questões que serão enfocadas.

A disciplina de Didática é tema do primeiro capítulo do livro, com o título A didática na formação inicial de professores: uma reflexão dialógica sobre a práxis, o texto ressalta a importância da formação inicial docente para realizar, de forma crítica e reflexiva, o planejamento de práticas pedagógicas de ensino que auxiliem os discentes a se adaptarem às diversas configurações sociais, culturais e educacionais que se processam neste novo contexto histórico, visto que os alunos serão futuros professores ou pedagogos em contextos diversos.

Sob o título Formação docente para EaD: desafios e dificuldades apresenta-se o segundo capítulo. A autora pesquisa os teóricos que tratam sobre a formação de professores e a formação de professores para a EaD investigando os desafios, dificuldades e facilidades encontradas pelos professores com experiências no ensino presencial ao ingressar como docente em um curso na modalidade EaD. Identifica os pontos relevantes e as dificuldades apresentadas pelos professores com experiência no ensino presencial ao ingressar como docente em um curso na modalidade EaD.

No terceiro capítulo, com o título O papel do tutor a distância na educação a distância: reflexões a partir de um relato de experiência, as autoras tecem uma reflexão teórico-prática sobre o papel do tutor e as suas funções nessa modalidade. Apoiam-se em suas vivências como tutoras do curso de Pedagogia a distância em uma instituição de Ensino Superior do município de Curitiba/PR.

O texto intitulado O processo de avaliação para a autonomia do aluno da Educação de Jovens e Adultos a Distância: reflexões a partir da experiência num centro de educação básica compõe o quarto capítulo do livro. Essa produção teórica fomenta uma reflexão teórico-prática sobre o processo de avaliação para a autonomia do aluno do Ensino Médio da Educação de Jovens e Adultos a Distância vivenciado pelas autoras em um centro de Educação Básica de grande porte da rede privada de ensino de Curitiba-PR.

Com o título Portfólio: tecendo conhecimentos nos cursos de licenciatura em EaD apresenta-se o quinto capítulo. Este texto considera que a prática educativa é reflexiva e dialógica e ressalta que os meios tecnológicos e as práticas pedagógicas são apenas caminhos utilizados para que aconteça a comunicação entre professor e aluno, com o objetivo de aprendizagens discentes e docentes com a possibilidade de que os projetos ultrapassem a alternância dos modismos educacionais.

O sexto capítulo intitulado Projetos educomunicativos e a lei Educom como recurso didático-pedagógico na aquisição da leitura crítica dos educandos pretende articular e entrecruzar duas grandes áreas de conhecimento: a educação – formal, didática, norteada pelos parâmetros pedagógicos – e a comunicação – entendida como uma forma de conhecimento, informação, entre outros, como possibilidade de interação entre pessoas e também como veículo de inserção no mundo.

É no sétimo capítulo que o texto Programa conversa acadêmica: tecnologia na educação contemporânea apresenta um estudo realizado sobre o Programa Conversa Acadêmica disponibilizado na fanpage do curso de Licenciatura em Pedagogia da Escola Superior de Educação (ESE) do Centro Universitário Internacional – Uninter considerando o uso das tecnologias da informação e comunicação na prática pedagógica docente e as formas de ensino-aprendizagem.

A Pedagogia do oprimido nas reflexões acerca da opressão e violência na escola é o título do oitavo capítulo deste livro. O texto ressalta que a violência se manifesta de várias maneiras especialmente como uma forma de opressão, resultante da organização social a que estamos submetidos e pretende desvelar os processos de violência presentes no ambiente escolar.

Para finalizar o livro, o nono capítulo intitula-se Metodologias ativas de aprendizagem: experiência com aprendizagem baseada em projetos. Discorre sobre a aprendizagem ativa que ocorre quando o aluno interage com o conteúdo estudado sendo estimulado a construir seu conhecimento ao invés de recebê-lo passivamente. É, portanto, um método de ensino focado no aluno e apresenta exemplos de Metodologias Ativas de Aprendizagem, entre elas, a Aprendizagem Baseada em Projetos e a Aprendizagem Baseada em Problemas.

Os autores aqui reunidos, no entanto, não se limitam a indicar pesquisas prontas e acabadas, com ideias cristalizadas, mas oferecem e delineiam perspectivas e possibilidades de novas releituras de espaços e tempos em contextos de construção da profissionalização docente. Agradecem a oportunidade e o suporte oferecidos pelo Centro Universitário Uninter para que as vozes destes profissionais possam ser ouvidas.

Me. Cláudia Sebastiana Rosa da Silva - Uninter

Me. Sônia de Fátima Radvanskei - Uninter

PREFÁCIO

Se nos espaços acadêmicos a publicação Vozes da Pedagogia: da formação docente às tecnologias se insere numa longa tradição e no mercado editorial contemporâneo como outro livro que trata de práticas pedagógicas, é com emoção e orgulho que faço este prefácio, obra até aqui inédita pelos profissionais que cruzaram experiências, pesquisas e sonhos dentro da Escola Superior de Educação, no Centro Universitário Internacional Uninter. Esta obra

Você chegou ao final dessa amostra. Cadastre-se para ler mais!
Página 1 de 1

Análises

O que as pessoas acham de Vozes da pedagogia

5.0
1 notas / 0 Análises
O que você achou?
Nota: 0 de 5 estrelas

Avaliações do leitor