Curta este título agora mesmo, além de milhões de outros, com um período de avaliação gratuita

Grátis por 30 dias, depois $9.99/mês. Cancele quando quiser.

Preparados para a atuação docente? compreensão dos futuros educadores sobre ludicidade

Preparados para a atuação docente? compreensão dos futuros educadores sobre ludicidade

Ler amostra

Preparados para a atuação docente? compreensão dos futuros educadores sobre ludicidade

Comprimento:
146 páginas
2 horas
Lançado em:
Jan 1, 2016
ISBN:
9788547300012
Formato:
Livro

Descrição

Será que os futuros educadores compreendem o conceito de ludicidade e a importância do lúdico na formação docente? Como sensibilizá-los para que direcionem o olhar para essa estratégia, na prática educativa, percebendo que a vida é formada por uma multiplicidade de dimensões? A pesquisadora Cláudia Albuquerque construiu este livro com a intenção de ampliar esse debate sobre a ludicidade e a concepção do indivíduo como um ser integral.

Não importa a idade, o momento nem o lugar para que a ludicidade aconteça na vida de uma pessoa: basta que ela esteja entregue e disponível à atividade a ser realizada. Aqueles que consideram que brincadeira é coisa de criança podem se surpreender com as possibilidades para a ludicidade na escola e na vida.
Lançado em:
Jan 1, 2016
ISBN:
9788547300012
Formato:
Livro


Relacionado a Preparados para a atuação docente? compreensão dos futuros educadores sobre ludicidade

Livros relacionados

Amostra do Livro

Preparados para a atuação docente? compreensão dos futuros educadores sobre ludicidade - Cláudia Coelho Bomtempo de Albuquerque

COMITÊ CIENTÍFICO DA COLEÇÃO EDUCAÇÃO, TECNOLOGIAS E TRANSDISCIPLINARIDADE

Dedico este livro a todos os alunos dos cursos de formação docente, futuros professores que, exercendo a profissão com ludicidade, farão a diferença!

AGRADECIMENTOS

A pesquisa nunca é uma ação solitária, por isso, não poderia deixar de lembrar e agradecer algumas pessoas que, de alguma forma, fizeram parte dessa construção e tornaram mais suave e lúdica a minha caminhada. Algumas me acompanham há mais tempo... outras me deixaram no meio do caminho... Outras, ainda, tive a honra e o prazer de conhecer no decorrer desse período de experiências e aprendizados.

Cada uma, a sua maneira, contribuiu de forma única e especial, deixando as suas marcas. A elas meu muito obrigada!

A Deus, amor incondicional, pela força nos momentos de dúvida e alento nas dificuldades.

À Lucia Helena, mais que uma amiga, sensível em suas colocações, delicada, generosa, carinhosa e, acima de tudo, competente em seu trabalho.

Ao meu pai, José Silvério Bomtempo, que mesmo não tendo me acompanhado fisicamente até o fim desta trajetória, me faz sentir sua presença e apoio, como sempre aconteceu em vida. Obrigada, pai!

À minha mãe, Sônia: presença total, apoio, amparo, amizade, carinho, companheirismo, estímulo, compreensão... Mãe, obrigada por acreditar em mim!

A meus filhos maravilhosos: Guilherme, Daniel e Matheus. Vocês são a razão das minhas alegrias e motivação nas minhas lutas.

Ao José Rubens, que mesmo sem entender, muitas vezes suportou.

Ao Cláudio e Tia Carminha pela inegável ajuda.

Enfim, a todos que presentes ou ausentes, direta ou indiretamente, intencionalmente ou não, contribuíram e enriqueceram, de alguma forma, a elaboração desse trabalho.

Todos nós ensinamos, educamos, aprendemos.

Todos nós somos educadores.

Até mesmo os professores e as professoras...

Educar é algo que habita o animal humano que somos.

Educar-se é algo que pode acontecer a todo o momento

de nossas vidas e em muitos lugares... até mesmo nas escolas.

Valdo Barcelos

PREFÁCIO

Sou muito grata pelo convite de Cláudia para apresentar seu livro ao público leitor, e tenho certeza que este poderá se enriquecer com a leitura desta obra que, com linguagem clara, objetiva e agradável, traz questões essenciais para professores em processo de graduação e para aqueles que já se encontram na prática pedagógica. Sem contar que é, também, de grande importância para pais e aqueles que atuam em situações de educação não formal como ONGs e instituições de apoio à criança. Embora traga pontos complexos, necessários para uma melhor compreensão do assunto, estes são trabalhados de maneira simples, mas não simplificada; com leveza, mas sem a perda da seriedade e profundidade que a temática merece.

Sentada à frente do computador, fiquei pensando o que dizer. Afinal, a responsabilidade de dizer algo antes da própria autora não é lá das tarefas mais fáceis. Não que seja difícil apontar as qualidades do produto de mais de dois anos de sua pesquisa e envolvimento. Entretanto, eu queria mais que apresentá-lo intelectualmente, queria passar um pouco do vivido e sentido também. Queria viver ludicamente este fazer, afinal, não é de ludicidade que estamos falando? E ela atua na totalidade do ser, não apenas em seu intelecto, em suas emoções ou em sua dimensão motora, mas em todas estas dimensões, integrando-as e atuando sobre cada uma delas.

Acompanhei de perto a construção do trabalho de Cláudia, afinal ele teve origem na sua dissertação de mestrado que esteve sob minha orientação no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de São João del-Rei. Ao receber o projeto, ainda durante o processo seletivo, vi possibilidades de que um bom trabalho fosse desenvolvido. Primeiro, pela temática que considero significativa e à qual tenho me dedicado com carinho especial, segundo pelo seu foco na formação de pedagogos, o que não é menos importante, uma vez que são eles que formarão nossas crianças, que vão iniciá-las em seu processo escolar.

Sendo professora universitária e trabalhando com futuras pedagogas, ela pôde, bem de perto, perceber as dificuldades que futuros professores vivenciam e detectar, através de sua pesquisa, que dificuldades são estas, o que dá margem à pergunta que inicia o título de seu livro: Preparados para a atuação docente?

Junto ao trabalho árduo de estudar teóricos que embasam a pesquisa e de analisar as falas das graduandas com base no referencial teórico, acredito que aquilo que também a impulsionou a chegar a um bom resultado foi o fato de ela dar leveza a seu fazer, deixar que a alegria também se fizesse presente, que a emoção de estar construindo algo em que acreditava não a deixasse. Lembro bem de nossas trocas de mensagens repletas de bom humor mesmo quando adentrávamos a madrugada. Eu ficava sorrindo do outro lado da tela, quando não dando boas risadas. E isso, a meu ver, tem um significado muito especial, pois havia um processo de estar inteira em seu fazer, em viver plenamente sua construção, isto é, havia uma vivência lúdica.

Defendendo a necessidade de inclusão da ludicidade no Curso de Formação de Professores, a autora traz reflexões sobre a importância da vivência lúdica e a necessidade de que mitos que envolvem as atividades lúdicas possam ser olhados criticamente e desconstruídos. A continuação de seu título, Compreensão dos futuros educadores sobre ludicidade, define bem esse olhar enviesado, torto mesmo, que nossos professores ainda possuem.

Claudia deixa claro em seu texto que ludicidade não é coisa só da infância, e que nem só de brincadeiras e jogos ela se faz. Uma aula lúdica nem precisa obrigatoriamente tê-los; e nem precisa de confusão, balbúrdia ou algo semelhante, o que é o terror dos professores. Vai, através das falas dos entrevistados, desconstruindo as muitas crenças errôneas que se criam em torno da ludicidade, afirmando que não importa a idade, o momento nem o lugar para que a ludicidade aconteça na vida de uma pessoa, basta apenas que ela esteja entregue e disponível à atividade a ser realizada.

Todos nós, adultos, jovens ou crianças, somos seres lúdicos, nos alimentamos e nos nutrimos disso. Portanto – observa a autora – aqueles que consideram que a ludicidade seja específica da infância podem se surpreender ao ler que há tantas possibilidades para a ludicidade, que se torna impossível classificá-la como sendo exclusiva de algum momento, ambiente ou faixa etária.

Mas há muito a descobrir... A leitura do livro poderá descortinar aspectos desconhecidos e revelar surpresas. Portanto, caros leitores, que sua viagem pelas linhas deste livro lhes traga prazer e aprendizagem, o que a ludicidade sempre nos proporciona.

Profª. Dr.ª Lucia Helena Pena Pereira

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO 

CAPÍTULO 1

UMA VISÃO INTEGRADORA DO SER

E A LUDICIDADE COMO POSSIBILIDADE 

1.1 Henri Wallon – um homem à frente de seu tempo 

1.2 As ideias de Wallon – unindo afetividade,

Você chegou ao final desta amostra. Inscreva-se para ler mais!
Página 1 de 1

Análises

O que as pessoas pensam sobre Preparados para a atuação docente? compreensão dos futuros educadores sobre ludicidade

0
0 avaliações / 0 Análises
O que você acha?
Classificação: 0 de 5 estrelas

Avaliações de leitores