Aproveite milhões de eBooks, audiolivros, revistas e muito mais

Apenas $11.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

Pedagogia da educação infantil

Pedagogia da educação infantil

Ler a amostra

Pedagogia da educação infantil

Duração:
181 páginas
2 horas
Lançados:
11 de jul. de 2017
ISBN:
9788581925660
Formato:
Livro

Descrição

É com muita satisfação que apresento o meu primeiro livro. Esta obra é resultado de minha pesquisa de Mestrado, com mesmo título, na qual investiguei quais são os elementos que compõem uma Pedagogia da Educação Infantil apresentados pela produção acadêmica no período de 1999 até 2007. Os motivos que me levaram a publicá-la são justificados pela relevância e atualidade do tema. Convido a todos/as para lerem este livro que retrata um trabalho tão gratificante para mim, que sou uma educadora muito envolvida nas questões referentes à Educação Infantil, e também uma defensora da Pedagogia da Educação Infantil.
Lançados:
11 de jul. de 2017
ISBN:
9788581925660
Formato:
Livro


Relacionado a Pedagogia da educação infantil

Livros relacionados

Amostra do livro

Pedagogia da educação infantil - Jacqueline da Silva Gonçalves

Referências

CAPÍTULO 1

INTRODUÇÃO

Há dez anos trabalhei como professora da Educação Infantil. No curso de Pedagogia aprendi que educar a criança não é o mesmo que alfabetizar os alunos do Ensino Fundamental. Do ponto de vista lógico, esse pressuposto é bastante compreensível, mas não é muito simples cumpri-lo do ponto de vista prático. Com o passar dos anos deixei de ser professora da Educação Infantil, mas continuei interessada no assunto, razão pela qual dei prosseguimento ao estudo desse tema na pós-graduação Lato Sensu. Mais especificamente, interessei-me em saber como pensar uma pedagogia específica para a Educação Infantil.

Em meus estudos no Mestrado, foi então que descobri a tese de doutorado de Rocha¹, que reafirmava o que eu já sabia: a educação da criança pequena é marcada por especificidades. Na Educação Infantil, as relações educativas se dão em um espaço institucional cuja função precípua é a educação e o cuidado da criança, como elementos indissociáveis². São relações bem diferentes daquelas travadas no Ensino Fundamental, cujo foco está no domínio da leitura, da escrita e do cálculo³.

Entretanto, mais do que isso, essa autora se esforça para defender que é possível, sim, uma Pedagogia da Educação Infantil e que os estudos sobre a Infância já nos fornecem pistas disso. O acúmulo de conhecimentos sobre o assunto pode ser visto em diferentes campos científicos, contribuindo para a constituição de um campo particular da Pedagogia, ao qual venho denominando de Pedagogia da Educação Infantil e que se inscreve, por sua vez, no âmbito de uma Pedagogia da Infância⁴.

Além de Rocha, outras pesquisadoras têm tentado mapear a produção acadêmica para a constituição de uma Pedagogia da Educação Infantil, como é o caso de Strenzel⁵, Guthiá⁶ e Moraes⁷. Os estudos dessas autoras revelam que temos, de um lado, a especificidade da relação educativa travada na Educação Infantil (Educar e Cuidar) e, por outro, um entrecruzamento com as várias ciências que têm a criança como objeto de estudo – Psicologia, Antropologia, Sociologia, entre outras –, as quais podem auxiliar na construção de uma Pedagogia da Educação Infantil.

É oportuno mencionar, de antemão, que esse entrecruzamento possibilitou a emergência de vários campos interessados em discutir a Infância, como, por exemplo, a Psicologia da Infância, a Antropologia da Infância e a Sociologia da Infância. Assim, para se pensar uma pedagogia da Educação Infantil, esta obra priorizará as contribuições oriundas da Sociologia da Infância, um campo de estudo emergente, nascido em 1990, no Congresso Mundial de Sociologia com a finalidade de debater aspectos relacionados à socialização das crianças e à influência exercida pelas instituições e agentes sociais sobre elas, com vista à sua integração na sociedade contemporânea⁸.

Essa vertente teórica possui como questão principal o estudo da criança, concebida como um ator social, produto e produtora de cultura, não sendo um objeto passivo nem mero repetidor da cultura dos adultos e que, apesar da pouca idade, é um ser humano que constrói seu próprio universo⁹.

Dessa maneira, tal sociologia acredita romper com a cegueira das ciências sociais e acabar com o paradoxo da ausência das crianças na análise científica da dinâmica social¹⁰. Por essa razão, ajuda na compreensão do lugar da infância na atualidade, ponto essencial para se discutir uma Pedagogia da Educação Infantil.

O objetivo deste livro é apresentar os elementos que compõem uma Pedagogia da Educação Infantil, apresentados pela produção acadêmica no período de 1999 até 2007. Esses elementos foram coletados em revistas especializadas, artigos completos publicados em congressos e livros publicados no referido período. A investigação foi realizada em livros e periódicos especializados publicados no período de 1999 até 2007, buscando os elementos comuns, as consensualidades, os conflitos e as críticas a essa Pedagogia. A importância da Pedagogia da Educação Infantil se dá na medida em que a cada dia, são mais recorrentes os estudos que apontam a importância dos primeiros anos de vida para o desenvolvimento da criança¹¹ e também pela presença da criança, cada vez mais cedo, em instituições educativas, sejam elas creches ou pré-escolas, e sobretudo pela forma como organizam-se as práticas pedagógicas dessas instituições.

O caminho metodológico foi trilhado por meio de uma busca de natureza bibliográfica, exploratória, com ênfase no estudo de periódicos, com a utilização de descritores, a exemplo daqueles usados por Rocha¹² para seleção e análise de textos. Os textos selecionados compõem as seguintes revistas: Educação e Realidade, Currículos sem Fronteiras e Educação e Sociedade; trabalhos apresentados no GT-7 da ANPED; e livros publicados no período de 1999 a 2007. A opção por esse período sustentou-se na ideia de continuar os estudos iniciados por Rocha¹³, uma das primeiras autoras a se referir a uma Pedagogia da Educação Infantil.

Por ser resultado de uma pesquisa de mestrado teórica, com ênfase na análise de periódicos, é extremamente necessário esclarecer que o conjunto de textos aqui trabalhados são entendidos como um documento a ser analisado, pois, segundo Alvez-Mazzotti e Gewandsznajder¹⁴, um documento será qualquer registro escrito que possa ser usado como fonte de informação.

A fim de justificar o percurso metodológico desta obra, as revistas especializadas em educação constituem uma instância privilegiada para a apreensão dos modos de funcionamento da educação, uma vez que fazem circular informações do trabalho pedagógico¹⁵, nesse caso, na Educação Infantil brasileira. Nessa perspectiva, foi feita uma busca por textos que trouxessem em seu título, resumo ou palavras-chave o descritor Pedagogia da Educação Infantil. A seguir, foi realizada a leitura dos textos, seguida da elaboração do resumo, com o preenchimento dos quadros de análise com os possíveis elementos de uma Pedagogia da Educação Infantil e suas definições.

Ao longo dos capítulos, os textos analisados serão apresentados, bem como os elementos que compõem uma Pedagogia da Educação Infantil, o diálogo estabelecido com a Sociologia da Infância, que, mesmo sendo um campo emergente, já apresenta construções teóricas consistentes

No primeiro capítulo, apresentamos uma breve retrospectiva histórica e teórica do surgimento da Pedagogia até a atualidade.

O segundo capítulo conceitua a Pedagogia da Educação Infantil, destacando as noções de Infância e criança e de educação e Pedagogia.

O terceiro, por sua vez, apresenta as estratégias teóricas da Sociologia da Infância para a Pedagogia da Educação Infantil, sob os temas da alteridade, socialização, culturas da infância e as múltiplas linguagens.

O quarto capítulo aborda as estratégias político-metodológicas para a Educação Infantil, as noções de cuidar e educar, de formação de professores e de prática pedagógica.

Por fim, há uma avaliação sobre os caminhos trilhados e aqueles a serem trilhados pela Pedagogia da Educação Infantil.


¹ ROCHA. A pesquisa em Educação Infantil no Brasil: trajetória recente e perspectivas de consolidação de uma pedagogia, 1999.

² Idem.

³ Ibidem.

⁴ ROCHA. A pesquisa em Educação Infantil no Brasil: trajetória recente e perspectivas de consolidação de uma pedagogia. p. 160.

⁵ STRENZEL. A educação infantil nos programas de pós-graduação em educação no Brasil: as indicações pedagógicas das pesquisas sobre as crianças de 0 a 3 anos em creches, 2000.

⁶ GUTHIÁ. Currículos, propostas e programas para a educação infantil na produção acadêmica brasileira (90-98), 2002.

⁷ MORAES. Educação Infantil: uma análise das concepções de criança e de sua educação na produção acadêmica recente (1997-2002), 2005.

⁸ MORAES. Educação Infantil: uma análise das concepções de criança e de sua educação na produção acadêmica recente (1997-2002), 2005.

⁹ QUINTEIRO. Sobre a Emergência de uma Sociologia da Infância: contribuições para o debate,

Você chegou ao final dessa amostra. para ler mais!
Página 1 de 1

Análises

O que as pessoas acham de Pedagogia da educação infantil

0
0 notas / 0 Análises
O que você achou?
Nota: 0 de 5 estrelas

Avaliações do leitor