Aproveite milhões de e-books, audiolivros, revistas e muito mais, com uma avaliação gratuita

Apenas $11.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

Escolarização hospitalar: um espaço desafiador
Escolarização hospitalar: um espaço desafiador
Escolarização hospitalar: um espaço desafiador
E-book155 páginas1 hora

Escolarização hospitalar: um espaço desafiador

Nota: 0 de 5 estrelas

()

Ler a amostra

Sobre este e-book

Atualmente, é indispensável que os professores e pedagogos que trabalham na escolarização hospitalar tenham conhecimento sobre o funcionamento da escola dentro da instituição de saúde. Não menos importante é que os professores das escolas de origem dos alunos tenham acesso ao trabalho realizado com seus alunos durante a hospitalização.

O cognitivo do aluno enfermo continua a se desenvolver durante seu internamento, e o docente da escola hospitalar precisa fazer a mediação professor-aluno, aluno-conhecimento, aluno- escola de origem, propiciando, assim, que o processo de ensino e aprendizagem continue a ocorrer de forma que o discente possa ser reinserido em sua classe.

É preciso conhecer e entender os desdobramentos que o trabalho escolar no hospital requer, pois há a necessidade de esforços coletivos, seja de gestores, equipe de saúde ou equipe de educação, no sentido não somente de se cumprir a lei que determina que todas as crianças e adolescentes tenham direito à educação escolar, mas, também, de se realizar um trabalho de qualidade, para que o conhecimento possa ser construído mesmo em momentos de dor, angústia, sofrimento e incerteza.

Este livro traz uma coletânea de artigos que apresentam a escolarização hospitalar e seu amparo legal, com o objetivo de refletir sobre a prática de seis anos de escolarização hospitalar em um hospital infantil e 10 anos no estado do Paraná.
IdiomaPortuguês
Data de lançamento3 de out. de 2017
ISBN9788547306991
Escolarização hospitalar: um espaço desafiador
Ler a amostra

Relacionado a Escolarização hospitalar

Ebooks relacionados

Artigos relacionados

Avaliações de Escolarização hospitalar

Nota: 0 de 5 estrelas
0 notas

0 avaliação0 avaliação

O que você achou?

Toque para dar uma nota

A avaliação deve ter pelo menos 10 palavras

    Pré-visualização do livro

    Escolarização hospitalar - Rozeli de Fátima Pissaia Gabardo Pereira

    COMITÊ CIENTÍFICO DA COLEÇÃO EDUCAÇÃO, TECNOLOGIAS E TRANSDISCIPLINARIDADE

    AGRADECIMENTOS

    Primeiramente a Deus, que nos deu a vida e orienta nossos passos a cada dia de nosso trabalho.

    Às nossas famílias, que nos deram suporte e incentivo para que registrássemos nossa prática neste livro.

    Aos nossos amigos, que sempre estiveram ao nosso lado durante nossas conquistas e dificuldades.

    Às professoras Thais Gama da Silva, Taís Follador Camargo e Iracy Cristina de Oliveira, que sempre nos apoiaram e confiaram no nosso trabalho.

    À equipe de saúde do hospital, que sempre acreditou e valorizou o trabalho de escolarização que implementamos.

    Aos diretores do hospital, Dr. Flávio Alcântara Schenfelder Salles, diretor geral, e Sandra Kinue Kavano Ishikawa, diretora administrativa, que sempre depositaram credibilidade no trabalho do Sareh.

    SONHAR

    Sonhar é transportar-se em asas de ouro e aço

    Aos páramos azuis da luz e da harmonia;

    É ambicionar o céu; é dominar o espaço

    Num voo poderoso e audaz da fantasia.

    Fugir ao mundo vil, tão vil que, sem cansaço,

    Engana, e menospreza, e zomba, e calunia;

    Encastelar-se, enfim, no deslumbrante Paço

    De um sonho puro e bom, de paz e de alegria.

    É ver no lago um mar, nas nuvens um castelo,

    Na luz de um pirilampo um sol pequeno e belo;

    É alçar constantemente o olhar ao céu profundo.

    Sonhar é ter um grande ideal na inglória lida:

    Tão grande que não cabe inteiro nesta vida,

    Tão puro que não vive em plagas deste mundo.

    (Helena Kolody)

    APRESENTAÇÃO

    O direito à educação, prevista desde a Constituição de 1988, estabelece, como um direito inalienável de crianças e adolescentes, o acesso, permanência e aprendizagem de qualidade, independente de qual seja a sua etnia, nível social, idade, situação física, biológica e psicológica.

    Quando se fala de educação inclusiva, estamos tratando de uma escola para todos. Sendo assim, é preciso garantir o direito à escolarização também de crianças e adolescentes em situação de afastamento do ambiente escolar por motivos de tratamento de saúde, num período de muita fragilidade biológica e psicológica e, porque não dizer, fragilidade social.

    Dessa maneira, surge a necessidade de discutir as especificidades dos encaminhamentos pedagógicos para atender esse público e explorar todos os caminhos possíveis para que cada um desses estudantes seja atendido em suas singularidades e que seu projeto de vida tenha continuidade.

    A Organização do Trabalho Pedagógico se faz cada vez mais presente em ambientes em que exista a necessidade da ação educativa. Por isso, acredita-se no trabalho da escolarização hospitalar, que não deve prescindir dos conteúdos escolares formais que estruturam o currículo escolar.

    O campo da educação hospitalar é amplo, carente de investigação e repleto de possibilidades para o desenvolvimento de programas educacionais que superem os impasses existentes e avancem na perspectiva da garantia dos direitos à educação desses cidadãos. Questiona-se: qual é o lugar desses estudantes hospitalizados? Qual é o papel dos professores e pedagogos nesse espaço? Como se dá a parceria entre educação e saúde, escola e hospital? Aqui está a importância desta publicação.

    Escolarização hospitalar é fruto de uma vivência intensa de professores e pedagoga que, juntamente com os profissionais de saúde, se dedicam a refletir e discutir propostas para atender à demanda de atendimento a esse público especial, e sua escolarização num espaço tão diferenciado como é o hospital.

    Thais Gama da Silva

    Taís R. Follador Camargo

    PREFÁCIO

    Com muita satisfação venho apresentar este livro de excelência e expertise, realizado num ambiente adverso, em que as emoções estão à flor da pele, pois no hospital e perante uma criança doente encontramos a essência da fragilidade da criança, do seu responsável, do profissional de saúde e de todos que a cercam. Mesmo nesse momento temos pessoas com sensibilidade para educar e tratar desses pequenos pacientes. Somente esse singelo gesto de educar já cria e proporciona a possibilidade de melhora, e não somente realiza a continuidade da educação da criança, como, principalmente, serve de terapia coadjuvante ao tratamento.

    Acredito na educação como a mais forte ferramenta para todos os males. Se pudesse investir esforços, dedicaria predominantemente na Educação, mesmo sendo da área da saúde, pois é essa arte que pode prevenir as doenças antes que elas aconteçam.

    Por que investimos tanto em medicações e exames a um custo tão alto, sendo que, na maioria das vezes, somente servem como paliativos? O trabalho relatado neste livro mostra a coragem e a visão dos educadores, entrando num espaço muito diferente das salas de aulas e conseguindo não somente o seu objetivo de educar, mas, também, o de alegrar e curar. É muito gratificante poder conviver com essa realidade. Espero que esse exemplo se multiplique e que possamos mostrar aos gestores que com investimento na educação podemos economizar em vários outros setores, e fazer o bem.

    Vamos educar todas as crianças onde elas estejam, e educar nossos profissionais para prevenir mais do que remediar.

    Flávio Alcântara Schenfelder Salles

    Diretor Geral/HI

    Sumário

    INTRODUÇÃO

    capítulo 1

    EDUCAÇÃO NA ESCOLA E FORA DELA: O QUE É EDUCAÇÃO

    Rozeli de Fátima Pissaia Gabardo Pereira

    capítulo 2

    ESCOLARIZAÇÃO NOS HOSPITAIS: BREVE HISTÓRICO

    Gislaine Rossato Barutti

    capítulo 3

    EDUCAÇÃO E SAÚDE: É POSSÍVEL UMA PARCERIA?

    Regina Maria Fialkoski Basso

    capítulo 4

    AMPARO LEGAL

    Adriana do Rocio Pissaia Boarão

    capítulo 5

    IMPORTÂNCIA E OBJETIVOS

    Doraci do Rocio Merchiori de Castro

    capítulo 6

    PEDAGOGO NA ESCOLARIZAÇÃO HOSPITALAR

    Rozeli de Fátima Pissaia Gabardo Pereira

    capítulo

    Está gostando da amostra?
    Página 1 de 1