Comece a ler

Os Jardins da Academia: Teleologia, Educação e Ética

Notas:
417 páginas6 horas

Resumo

Adentrando a história intelectual do Ocidente, Os Jardins da Academia promove uma investigação sobre as escolas da tradição grega – a Academia de Platão e o Liceu de Aristóteles –, passando pela criação da universidade na Idade Média e pelo Iluminismo do século XVIII, ao mesmo tempo que desnuda o dogmatismo presente na prática escolar e acadêmica brasileira. A partir de uma postura rigorosa, mas criativa, Alexandre H. Reis toma Platão e Aristóteles não como os famosos filósofos que lançaram as bases do pensamento ocidental, e sim como professores e fundadores de escolas. Essa posição permite convidá-los a um diálogo sobre a finalidade da educação e da ética no mundo contemporâneo. Tomás de Aquino, Immanuel Kant, Friedrich Nietzsche, Ortega y Gasset e Wilson Martins também passeiam por este jardim, que constitui uma importante crítica da filosofia, da educação e da ética em nossos tempos.

Leia no app do Scribd

Baixe o app gratuito do Scribd para ler a qualquer hora, em qualquer lugar.