Aproveite esse título agora mesmo, além de milhares de outros, com um período de teste gratuito

Apenas $9.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

O Nibelungo e a Valquíria

O Nibelungo e a Valquíria

Ler a amostra

O Nibelungo e a Valquíria

Duração:
48 páginas
32 minutos
Lançados:
Jan 1, 2014
ISBN:
9788560339044
Formato:
Livro

Descrição

Alberich nunca escondeu de seu filho Hagen que o único propósito de sua vida era recuperar o anel dos Nibelungos que um dia fora seu. Hagen, para conquistar o orgulho de seu pai, não mede esforços para recuperar tal artefato que agora está sob a posse do Walsung Siegfried. Contudo, a presença da Valquíria Brunhilde não constava em seus planos.
Lançados:
Jan 1, 2014
ISBN:
9788560339044
Formato:
Livro

Sobre o autor


Relacionado a O Nibelungo e a Valquíria

Livros relacionados

Categorias relacionadas

Amostra do livro

O Nibelungo e a Valquíria - Beatrice Witt

13

1

le estava lembrando de quando era criança. Que idade tinha? Isso ele não lembrava ao certo. Lembrava só que era noite e a casa estava cheia. Seu pai conversava com diversos homens ali presentes, e parecia não prestar muita atenção nele – o que não era novidade, uma vez que nunca era o alvo da atenção paternal. Pegou um de seus únicos brinquedos e levou até seu pai, que estava sentado em um lugar de destaque na sala.

Hagen, papai tá ocupado! – reclamou o homem, empurrando o filho para o lado sem sequer olhar para ele.

O menino sentou-se em um canto e esperou. Esperou longos minutos, mas não conseguia conversar com seu pai. Andou pela casa por entre os adultos. Quando se viu solitário em uma peça, derrubou um castiçal de vidro, no intuito de chamar a atenção. Tentou fazer parecer que havia sido sem querer, mas seu pai não quis nem saber. Entrou na peça já ralhando com ele, puxando-o pelo braço. Trancou-o no quarto e o esqueceu lá até o meio-dia do dia seguinte.

Quantas vezes ele ficara preso no quarto? Várias. Muitas vezes com fome, ou frio, com medo do escuro. Algumas vezes como castigo por travessuras. Outras, porque seu pai saía de casa e não queria que Hagen mexesse no que não devia ou se afastasse. Não possuía mãe, vivia sozinho com seu pai. Mais sozinho do que com seu pai. Diversas vezes ele saía pela manhã e só voltava à noite, deixando o menino no quarto.

Quando tinha dez anos, seu pai conheceu Grimhilde, a rainha dos Gibichungs. Não entendia como ele conquistara a confiança da rainha. Hagen não conseguia entender como uma mulher poderia se apaixonar pelo seu pai. Sua mãe não o fizera. Ouvia histórias contando que sua mãe fora forçada a casar-se com seu pai, e que morrera no parto. Contudo, a versão de seu pai era diferente. Segundo ele, havia se casado por pena, e a mulher havia morrido de desgosto ao ver o filho indesejado, dias após o parto.

O que realmente acontecera, Hagen não sabia. Grimhilde seria sua madrasta. Mas só foi conhecêla pessoalmente no dia em que seu pai anunciou o casamento. Grimhilde tinha um casal de filhos: Günther, dois anos mais velho que Hagen, e Getrune, um ano mais nova. O menino, já com doze anos, só foi conhecer o casal de irmãos no dia do casamento de seus pais.

Foram todos morar no castelo dos Gibichungs. Se Hagen gostara da idéia, se fizera amizade com seus meio-irmãos, se aprovava o casamento, seu pai pouco se importava. Sempre deixara claro que só havia tido e criado o filho para um único objetivo. Mas apesar de tudo, Hagen não nutria nenhum

Você chegou ao final dessa amostra. Cadastre-se para ler mais!
Página 1 de 1

Análises

O que as pessoas acham de O Nibelungo e a Valquíria

0
0 notas / 0 Análises
O que você achou?
Nota: 0 de 5 estrelas

Avaliações do leitor