Aproveite milhões de e-books, audiolivros, revistas e muito mais, com uma avaliação gratuita

Apenas $11.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

As tecnologias digitais da informação e comunicação no trabalho docente
As tecnologias digitais da informação e comunicação no trabalho docente
As tecnologias digitais da informação e comunicação no trabalho docente
E-book161 páginas2 horas

As tecnologias digitais da informação e comunicação no trabalho docente

Nota: 0 de 5 estrelas

()

Sobre este e-book

O livro As Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação no trabalho docente é direcionado a professores, alunos, estudiosos e demais interessados no fenômeno da expansão digital promovida pelas ferramentas tecnológicas de comunicação. Ele é produto de alguns anos de reflexão pessoal, entrevistas com professores e investigação teórica. Tem como objetivo proporcionar ao leitor uma visão de como as TDICs são vistas por docentes que atuam no ensino médio de uma escola pública. Além da pesquisa, a obra traz também um embasamento teórico composto pelas ideias de estudiosos com publicações destinadas ao campo tecnológico digital, incluindo os elementos do ciberespaço, da relação multimidiática, da internet e de suas propriedades colaborativas.

As reflexões aqui presentes elencam oito aspectos invariantes que os autores pontuam como fenômenos ocorrentes no discurso dos professores. Os comportamentos dos usuários do ciberespaço referentes à leitura e aos estudos também foram contemplados. Para complementar a reflexão proposta, abordam-se as expectativas dos alunos no processo de mediação tecnológica digital, bem como a relação conflituosa existente entre estudante e professor. Discutimos como se tem desenvolvido o processo metodológico associado às TDICs e como se configura a relação entre o ensino tradicional e as propostas colaborativas oriundas delas.

Este livro ainda conta com uma proposta de intervenção pedagógica, cuja incumbência é de minimizar alguns entraves didáticos elencados durante este estudo.
IdiomaPortuguês
Data de lançamento1 de jan. de 2017
ISBN9788547304034
As tecnologias digitais da informação e comunicação no trabalho docente
Ler a amostra

Relacionado a As tecnologias digitais da informação e comunicação no trabalho docente

Livros relacionados

Artigos relacionados

Avaliações de As tecnologias digitais da informação e comunicação no trabalho docente

Nota: 0 de 5 estrelas
0 notas

0 avaliação0 avaliação

O que você achou?

Toque para dar uma nota

    Pré-visualização do livro

    As tecnologias digitais da informação e comunicação no trabalho docente - CLODOALDO ALMEIDA DO SANTOS

    Editora Appris Ltda.

    1ª Edição – Copyright© 2017 dos autores

    Direitos de Edição Reservados à Editora Appris Ltda.

    Nenhuma parte desta obra poderá ser utilizada indevidamente, sem estar de acordo com a Lei nº 9.610/98.

    Se incorreções forem encontradas, serão de exclusiva responsabilidade de seus organizadores.

    Foi feito o Depósito Legal na Fundação Biblioteca Nacional, de acordo com as Leis nºs 10.994, de 14/12/2004 e 12.192, de 14/01/2010.

    COMITÊ CIENTÍFICO DA COLEÇÃO EDUCAÇÃO, TECNOLOGIAS E TRANSDICIPLINARIDADE

    Aos meus pais Gilberto Félix dos Santos e

    Maria Anunciada dos Santos, pelo amor dedicado,

    pelos ensinamentos éticos, pela contribuição

    exemplar para minha conduta de vida.

    À amada esposa Lindayane dos Santos Amorim de Sá,

    pelo incentivo, paciência, apoio e cumplicidade.

    Aos irmãos Célio, Claudionor, Claudomiro e Janaina,

    pela fortalecedora interação familiar estabelecida.

    Clodoaldo

    Aos meus filhos Cibele e Zildomar Ubirajara

    que sempre me apoiaram e ao João Pedro,

    cuja vivacidade me enche de esperança.

    Antonio

    Aos familiares e amigos que têm acompanhado nosso percurso.

    Aos professores, equipes técnicas, pais e demais pessoas das comunidades escolares e acadêmicas que justificam nossa motivação para refletir acerca do processo de construção do conhecimento de nossa sociedade.

    Aos nossos eternos alunos, pilares de alguns

    de nossos dilemas relacionados à Educação.

    Os autores

    AGRADECIMENTOS

    Aos professores colaboradores deste estudo, que contribuíram com seus olhares, suas vivências e seus dilemas para que este trabalho tomasse forma.

    Aos colegas de trabalho, docentes, educadores e orientadores de caminhos para nossa juventude.

    A todos aqueles que contribuíram de alguma forma para que este trabalho se concretizasse.

    Agradecimentos especiais

    Aos Professores Doutores Luiz Carlos Pais e Eliane Greice Davanço Nogueira, pela leitura crítica dos originais e valiosas sugestões.

    Não é possível a sociedade revolucionária atribuir à tecnologia

    as mesmas finalidades que lhe eram atribuídas pela

    sociedade anterior.

    Consequentemente,

    nelas varia, igualmente, a formação dos homens.

    Paulo Freire

    APRESENTAÇÃO

    Para tratarmos de Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TDICs) na escola, vale retomar que a utilização dos recursos midiáticos associados às TDICs tem alcançado um número expressivo de pessoas, em um curto espaço de tempo, se comparada a outras tecnologias comunicativas. No campo econômico, rompe-se a barreira espacial de outrora, fazendo com que sejam realizadas interações instantâneas entre as pessoas, mesmo que elas estejam separadas por distâncias quilométricas, por meio dos recursos da internet. Transações comerciais que em outros tempos dependiam de elementos menos ágeis para a conclusão de negócios hoje são facilitadas por vários mecanismos, como transferências eletrônicas, e-mails e teleconferências.

    A vida social doméstica também é influenciada pela notável popularização, e consequente acesso às informações, do advento da internet, seja por meio de ultrabooks, notebooks, desktops ou ainda por meio de celulares, de preços variados, cada vez mais acessíveis à camada popular, mesmo àquela com pequeno poder aquisitivo. A Web 2.0 contribui sobremaneira para essa ampliação do alcance das tendências atuais de interação social virtual em que as redes sociais, como Facebook e WhatsApp, contribuem para o fortalecimento da tendência interativa promovida pelo ciberespaço.

    A supracitada abrangência da rotina virtual também se manifesta no ambiente educacional. E-mails, blogs e sites já fazem parte da rotina de uma parte considerável de educadores. Sistemas de planejamento on-line e controle de frequência também já são realidades em algumas redes de ensino da Educação Básica. Outro ponto relevante diz respeito à presença nas aulas de aparelhos de convergências midiáticas, como o celular, cujo uso pelo aluno – apesar de sanções e proibições institucionais quanto ao seu uso no ambiente de aprendizagem – contribui para a disseminação de ações pautadas no ambiente virtual.

    Frequentemente constatamos iniciativas de alunos que refletem na apropriação dessas ferramentas tecnológicas para fins educacionais. Como exemplos dessas ações discentes podemos citar a criação de grupos no WhatsApp, organizados exclusivamente por turmas escolares no intuito de compartilhar informações referentes a trabalhos e a outros eventos do cotidiano do aprendiz. Outro exemplo é a variação do modo de registro das informações apresentadas pelo professor quando o aluno executa o ato de fotografar a lousa, o caderno ou até mesmo páginas de livros.

    Assim, os recursos didáticos oriundos das tecnologias citadas podem ser elementos facilitadores para a apropriação do estudo visando à promoção da melhoria do fazer pedagógico prático, o qual é de suma importância para concretizar a construção de um ensino mais próximo ao democrático, em meio a entraves que acometem nossa Educação Brasileira.

    A relação entre as TDICs e a educação contempla alguns dos dilemas que permeiam nossas reflexões. Percebemos, no decorrer de nossa vivência profissional em redes de ensino público, que na prática, a tarefa do professor é árdua, necessita ser repensada e é, acima de tudo, muito necessária. Hoje, em meio a algumas capacitações, discussões, reuniões, palestras e cursos, fazemos perguntas, temos nossos dilemas, mas entendemos que devemos continuar tentando fazer o que for possível dentro de nossas limitações, as quais se ampliam nesse quadro de avanço tecnológico.

    Dada nossa experiência profissional tanto na rede estadual quanto na rede municipal de educação pública, o alcance de nossas percepções nos permite tecer comparações entre as citadas redes. Assim, percebemos pontos divergentes e convergentes. No que tange à aplicação de recursos tecnológicos, como o uso de computadores, o cenário de convergência incluía um número de máquinas inferior ao número de alunos; uma manutenção de equipamentos que não supria a demanda das escolas; e limitações técnicas e pedagógicas, tanto nossas quanto dos equipamentos.

    Quanto aos aspectos divergentes, o fato de uma das redes ser destinada ao Ensino Fundamental e a outra ao Ensino Médio foi um ponto que possibilitou a existência de divergências tanto de adesão e envolvimento dos discentes quanto de escolha da metodologia aplicada. Isso ocorria por causa de fatores como: diferenças quanto ao domínio técnico, por parte dos alunos, no que se refere ao manuseio das máquinas; diferenças de objetivos entre os grupos de alunos; entre outros.

    Hoje, procuramos cultivar uma postura reflexiva no exercício constante de caminhar ao encontro de uma interpretação que aponte para a necessidade de se repensar a prática docente. Essa tarefa inclui a apropriação de elementos teóricos que possam embasar o trabalho didático. Dessa forma, parece-nos louvável a possibilidade de buscar nos recursos midiáticos, especialmente nas TDICs, caminhos que auxiliem a constituição de uma educação mais qualitativa e construtiva.

    Essa atitude reflexiva envolve o compromisso de respeitar o ser humano sempre, lembrando que aqueles alunos que não fazem suas tarefas, não estudam, afrontam o educador, trazem para a sala de aula palavrões e gritos (que provavelmente fazem parte de alguma experiência), estão aparentemente desligados do mundo em perspectiva e são imediatistas; em outras palavras, todos aqueles alunos que compõem a maioria, são vítimas de um processo oriundo do complexo sistema político, social e educacional.

    O conteúdo deste livro é fruto da parceria entre os autores, empenhados em estudar quais as práticas docentes que emergem do discurso do professor que usa as TDICs como ferramenta pedagógica. Nesse sentido, procuramos, nesta obra, tecer uma análise acerca da presença das TDICs no ambiente escolar com o intuito de apontar um viés interpretativo das ações desenvolvidas por professores do Ensino Médio de uma escola pública que utilizam habitualmente as tecnologias no processo de aprendizagem. Como procedimento complementar do presente estudo, apresentamos uma proposta de intervenção junto à unidade de lotação dos

    Está gostando da amostra?
    Página 1 de 1