Aproveite milhões de eBooks, audiolivros, revistas e muito mais

Apenas $11.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

Sistemas Conservacionistas de Recuperação de Pastagem Degradada

Sistemas Conservacionistas de Recuperação de Pastagem Degradada

Ler a amostra

Sistemas Conservacionistas de Recuperação de Pastagem Degradada

Duração:
163 páginas
1 hora
Lançados:
1 de nov. de 2018
ISBN:
9788547311582
Formato:
Livro

Descrição

O livro Sistemas conservacionistas de recuperação de pastagem degradada aborda o principal problema da atualidade encontrado na pecuária brasileira, que são as áreas degradadas com baixa produção de animais e produtos, tendo como foco principal o uso de técnicas que já foram aprovadas pelos principais especialistas e pelos pecuaristas brasileiros. Todas as técnicas descritas neste livro já obtiveram êxito em recuperar áreas de pastagens degradadas de forma sustentável e duradoura.

No livro os autores usam de uma linguagem objetiva de fácil compreensão, sendo uma leitura recomendada para pecuaristas, técnicos, profissionais e estudantes da área, além de admiradores do uso de técnicas sustentáveis de produção agrícola. A obra contou com vários especialistas da área com formação superior, doutores, pesquisadores e professores de instituições de nível superior do Brasil, que compartilharam aqui suas experiências e seus conhecimentos de forma clara e objetiva.

A leitura do livro irá proporcionar aos leitores conhecimento atual sobre as principais técnicas de recuperação de áreas degradadas de pastagem, utilizadas no Brasil e que podem também ser utilizadas em outros países. Os leitores terão a oportunidade de saber como identificar uma pastagem que apresenta degradação e de optar por um modelo de recuperação conservacionista que melhor se adeque à sua situação. Os sistemas conservacionistas abordados são os de consorciação em pastagens, integração pecuária-floresta, integração lavoura-pecuária e integração lavoura-pecuária-floresta. Essas técnicas, além de recuperarem áreas com processos degradativos identificados, proporcionam renda ao pecuarista durante sua execução e têm uma ação duradoura e sustentável, diferentemente das práticas convencionais de recuperação de pastagem degradadas, que têm ação pontual e não duradoura.
Lançados:
1 de nov. de 2018
ISBN:
9788547311582
Formato:
Livro

Sobre o autor


Relacionado a Sistemas Conservacionistas de Recuperação de Pastagem Degradada

Livros relacionados

Artigos relacionados

Amostra do livro

Sistemas Conservacionistas de Recuperação de Pastagem Degradada - Ricardo Loiola Edvan

COMITÊ CIENTÍFICO DA COLEÇÃO SUSTENTABILIDADE, IMPACTO, DIREITO, GESTÃO E EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Dedico a toda minha família, em especial à minha esposa, Silvia Kelly Ferreira Cavalcante, e à minha filha, Bruna Cavalcante Loiola, pela compreensão e apoio na publicação desta obra.

AGRADECIMENTOS

Agradeço em especial a turma do 1.º semestre 2016 da disciplina de Introdução, Avaliação e Manejo de Pastagem, do Programa de Pós-Graduação em Zootecnia da Universidade Federal do Piauí, Campus Professora Cinobelina Elvas, onde a ideia desta obra nasceu e foi iniciada, com tanto empenho dos pós-graduandos.

Aos demais pesquisadores e professores que contribuíram com a obra por meio dos seus conhecimentos e experiências, e se tornaram autores deste livro, que a todos pertence.

APRESENTAÇÃO

A pecuária brasileira é caracterizada por um sistema tradicional de produção com cultivo de gramíneas de forma extensiva, utilizando grandes áreas com baixa taxa de lotação de animais devido, principalmente, à não utilização de técnicas adequadas, tendo como principal problema a degradação das pastagens. Sustentar os níveis padrões de produção e de qualidade exigido pela criação animal da atualidade leva a uma consequência de vários fatores que atuam isoladamente ou em conjunto, e a persistência desses processos traz com eles a degradação do solo e dos recursos naturais no ambiente do pasto.

Conceitos alternativos apresentados neste livro demonstrarão uma nova visão para exploração de áreas com pecuária, em especial as que já apresentam algum estádio de degradação. Serão apresentados modelos que levam em consideração as áreas com degradação e que tenham possibilidade de utilização dos Sistemas Conservacionistas de Recuperação de Pastagem Degradada e que já tenham sido utilizados por pecuaristas brasileiros com sucesso. Técnicas tradicionais de recuperação de áreas de pastagens degradadas não serão abordadas neste livro por não serem sistemas conservacionistas de recuperação. Como é o caso das técnicas de recuperação, reforma e renovação das pastagens degradadas que muitas vezes são utilizadas objetivando a recuperação do pasto, mas não promove um efeito prolongado, pois ambas as técnicas têm ação pontual. Áreas de pastagem recuperadas com esses modelos geralmente voltam a apresentar, em curto prazo, problema de degradação, além do fato de impossibilitar de o produtor obter renda no período da recuperação da área degradada, onerando assim sua atividade.

Os sistemas conservacionistas de recuperação de áreas degradadas apresentados neste livro têm como premissas a recuperação do solo e do pasto de forma sustentável e duradoura, que objetiva um entendimento do pecuarista da integração existente entre: clima da região, solo, planta e animal. Outro ponto importante é que quando utilizadas técnicas dos sistemas conservacionistas de recuperação de áreas degradadas, existe a possibilidade de o pecuarista obter renda no período de recuperação dessas áreas. Fato que não é observado nas técnicas convencionais de recuperação, em que as áreas têm que permanecer fechada sem a utilização das pastagens pelos animais e sem produzir outros produtos para venda, sendo muitas vezes inviáveis de serem realizadas pelos pecuaristas que dependem da renda gerada na produção animal para sobreviver.

O consórcio de gramíneas e leguminosas é uma possibilidade para recuperação de áreas de pastagem que apresentem algum estádio degradativo, e surgiu como alternativa para incrementar a produção a um menor custo, quando comparado à monocultura e práticas convencionais de recuperação de pastagem, além de contribuir para minimizar processos de erosão.

Nas últimas décadas, as áreas com pecuária que utilizam sistemas de integração vêm se tornando mais expressivas no Brasil, na forma da integração: pecuária-floresta, lavoura-pecuária e lavoura-pecuária-floresta.

Composto pela integração de árvores e pastagens na mesma área, o sistema de integração pecuária-floresta é utilizado no setor pecuarista de forma sustentável, atuando como um agente de conforto animal, melhorando os constituintes do solo, e ainda como componente no sequestro de carbono. As premissas do sistema integrado lavoura-pecuária possibilita que o solo seja explorado durante todo o ano ou, pelo menos, na maior parte dele, favorecendo o aumento na oferta de grãos e produtos de origem animal.

Com o aumento crescente pela demanda de alimentos, a evolução tecnológica na produção e a necessidade de redução da abertura de novas áreas, a integração lavoura-pecuária-floresta alcança níveis cada vez mais elevados na qualidade dos produtos, sem comprometer a produtividade. Esse sistema é mais complexo e requer maior planejamento que o sistema de integração lavoura-pecuária e pecuária-floresta.

A recuperação de pastagens para pecuária, pelos sistemas conservacionistas, apresentam resultados bastante expressivos que são descritos no livro. Dessa forma, a leitura desta obra mostra o entusiasmo e a crença dos autores nos modelos apresentados, divulgando tecnologia para o desenvolvimento de uma pecuária sustentável, enfatizando que os sistemas integrados são o futuro da pecuária brasileira, se não da pecuária tropical do planeta.

O autor

SUMÁRIO

CAPÍTULO 1

DEGRADAÇÃO EM PASTAGENS

1.1. INTRODUÇÃO 

1.2. ETAPAS DA DEGRADAÇÃO DAS PASTAGENS 

1.3. PRINCIPAIS CAUSAS DE DEGRADAÇÃO DAS PASTAGENS 

1.4. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO GRAU DE DEGRADAÇÃO DA PASTAGEM 

1.5. PRÁTICAS DE RECUPERAÇÃO DE PASTAGENS 

1.6. TÉCNICAS TRADICIONAIS DE RECUPERAÇÃO DE PASTAGENS DEGRADADAS 

1.7. CONSIDERAÇÕES FINAIS 

1.8. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 

CAPÍTULO 2

CONSORCIAÇÃO DE PASTAGENS

2.1. INTRODUÇÃO 

2.2. IMPORTÂNCIA DAS PASTAGENS NA PECUÁRIA NACIONAL 

2.3. COEXISTÊNCIA ENTRE LEGUMINOSAS E GRAMÍNEAS 

2.4. FORRAGEIRAS UTILIZADAS NA CONSORCIAÇÃO EM PASTAGENS 

2.5. FIXAÇÃO BIOLÓGICA DE NITROGÊNIO EM PASTAGEM 

2.6. DESEMPENHO ANIMAL EM PASTAGENS CONSORCIADAS 

2.7. CONSIDERAÇÕES FINAIS 

2.8. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 

CAPÍTULO 3

INTEGRAÇÃO PECUÁRIA-FLORESTA

3.1. INTRODUÇÃO 

3.2. MODELOS (ARRANJOS) DE SISTEMAS DE INTEGRAÇÃO PECUÁRIA-FLORESTA (IPF) 

3.3. ESCOLHA DAS ESPÉCIES PARA COMPOR O SISTEMA INTEGRAÇÃO PECUÁRIA-FLORESTA (IPF) 

3.4. POTENCIAL DE LEGUMINOSAS ARBÓREAS E EUCALIPTO EM INTEGRAÇÃO

PECUÁRIA-FLORESTA 

3.5. SISTEMA DE IPF SOBRE SOLO, PLANTAS FORRAGEIRAS, ANIMAIS E AMBIENTE 

3.6. CONSIDERAÇÕES FINAIS 

3.7. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 

capítulo 4

INTEGRAÇÃO LAVOURA-PECUÁRIA

4.1. INTRODUÇÃO 

4.2. PRODUÇÃO ANIMAL E VEGETAL NO SISTEMA ILP 

4.3. CONSÓRCIO DE CULTURAS ANUAIS COM FORRAGEIRAS 

4.4. SISTEMAS DE CULTIVO DO ILP 

4.5. INTERAÇÃO ENTRE LAVOURA E PECUÁRIA 

4.6. IMPACTOS DA ILP 

4.7. CONSIDERAÇÕES FINAIS 

4.8. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 

CAPÍTULO 5

INTEGRAÇÃO LAVOURA-PECUÁRIA-FLORESTA

5.1. INTRODUÇÃO

5.2. MODALIDADES DOS SISTEMAS INTEGRADOS DE PRODUÇÃO 

5.3 ESPÉCIES MAIS UTILIZADAS NA ILPF 

5.4. BENEFÍCIOS E VANTAGENS DA ILPF 

5.5. MODELOS DE ILPF NO BRASIL 

5.6. CONSIDERAÇÕES FINAIS 

5.7 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 

SOBRE OS AUTORES

CAPÍTULO 1

DEGRADAÇÃO EM PASTAGENS

Diego Sousa Amorim

Marcos Jácome de Araújo

Alex Lopes da Silva

Maria Socorro de Souza Carneiro

1.1. INTRODUÇÃO

A pecuária é uma das atividades mais importantes do Brasil, onde apresenta condições particulares no que diz respeito à alimentação, que tem por base as pastagens. Comparando os custos de produção da alimentação de rebanhos em pastagens com os dos sistemas que adotam confinamento e incluem grãos na dieta, a pastagem revela-se uma fonte mais econômica e, nesse contexto, desempenha uma função de extremo valor, que impacta tanto na economia, quanto na sustentabilidade do sistema pecuário. No entanto,

Você chegou ao final dessa amostra. para ler mais!
Página 1 de 1

Análises

O que as pessoas acham de Sistemas Conservacionistas de Recuperação de Pastagem Degradada

0
0 notas / 0 Análises
O que você achou?
Nota: 0 de 5 estrelas

Avaliações do leitor