Aproveite milhões de eBooks, audiolivros, revistas e muito mais

Apenas $11.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

Competências Gerenciais na Hotelaria

Competências Gerenciais na Hotelaria

Ler a amostra

Competências Gerenciais na Hotelaria

Duração:
152 páginas
3 horas
Lançados:
25 de out. de 2018
ISBN:
9788547313999
Formato:
Livro

Descrição

O livro Competências gerenciais na hotelaria versa a respeito do papel do gestor hoteleiro à frente de hotéis de selva localizados em ambiente natural, geralmente de floresta densa. Na hotelaria de selva o desafio de promover a integração com a natureza, respeitando-se o ecossistema local, é diário.

Além do isolamento em meio à Floresta Amazônica, o que promove a convivência quase que diária com animais selvagens, há também os desafios de manutenção da estrutura física do hotel, a logística para o transporte de suprimentos e o translado de hóspedes, em grande parte feita por lanchas e barcos. Os hotéis de selva, por sua vez, sofrem influências de fenômenos naturais, como a vazante e cheia dos rios.

O principal objetivo do livro é a identificação dos recursos mobilizados e a definição das competências presentes nos gestores de hotéis de selva. Para melhor compreensão do leitor, o resultado do estudo foi organizado em matrizes de competências considerando as características pessoais e de gestão do gestor e as características de contexto, ou seja, o hotel.

Esta obra oferece a estudantes universitários de Administração, Hospitalidade e Turismo, assim como a gestores e técnicos, uma forte base conceitual a respeito das competências gerenciais.
Lançados:
25 de out. de 2018
ISBN:
9788547313999
Formato:
Livro


Relacionado a Competências Gerenciais na Hotelaria

Livros relacionados

Artigos relacionados

Amostra do livro

Competências Gerenciais na Hotelaria - Karla Andreia Bessa Segundo de Albuquerque

Editora Appris Ltda.

1ª Edição - Copyright© 2018 dos autores

Direitos de Edição Reservados à Editora Appris Ltda.

Nenhuma parte desta obra poderá ser utilizada indevidamente, sem estar de acordo com a Lei nº 9.610/98.

Se incorreções forem encontradas, serão de exclusiva responsabilidade de seus organizadores.

Foi feito o Depósito Legal na Fundação Biblioteca Nacional, de acordo com as Leis nºs 10.994, de 14/12/2004 e 12.192, de 14/01/2010.

COMITÊ CIENTÍFICO DA COLEÇÃO CIÊNCIAS SOCIAIS

AGRADECIMENTOS

Agradeço, primeiramente, a Deus, por me amar incondicionalmente, pela saúde e por me prover toda sorte de bênçãos para que eu pudesse escrever este livro.

Descobri que toda a família vivencia junto às abdicações que, muitas vezes, são necessárias quando lutamos para realizar um sonho. Recordo-me de vários aniversários perdidos, compromissos adiados, incontáveis horas de dedicação, paciência, perseverança e, algumas vezes, lágrimas, ao longo do processo de construção desta obra.

Ao meu marido, Stefano, por me apoiar e por, incontáveis vezes, ser compreensivo com minha ausência, além de me acompanhar e me ajudar sempre que possível. Seu amor sempre esteve presente.

Ao meu amado esposo, por todo cuidado e amor dedicados a mim ao longo dos anos.

APRESENTAÇÃO

Os estudos a respeito das competências gerenciais no segmento hoteleiro são poucos e, em sua maior parte, direcionados a compreender a relevância do papel do gerente nas empresas de hotelaria urbana, que trata dos hotéis localizados na capital das cidades. Percebe-se aí uma lacuna, devido à ausência de estudos acerca da competência gerencial na hotelaria de selva, o que me levou a estudar o tema.

O livro apresenta ao leitor o resultado da pesquisa de campo realizada durante a construção da dissertação de mestrado em Turismo e Hotelaria. A proposta da pesquisa foi observar as competências gerências mobilizadas pelos gerentes dos hotéis de selva do Amazonas frente a diferentes situações.

Para a construção da base conceitual, percorri uma longa trajetória, desde a origem do conceito de competência, seguindo pela apresentação da evolução desse conceito, identificando as diferentes abordagens sobre o tema, dentre elas a corrente de pensamento francesa embasada nos estudos de Le Boterf.

O principal objetivo deste livro é a identificação dos recursos mobilizados e a definição das competências presentes nos gestores de hotéis de selva. Para melhor compreensão do leitor, o livro foi organizado em três capítulos. O primeiro apresenta os estudos científicos sobre o tema central, competências gerenciais. O capítulo seguinte apresenta a hotelaria de selva no Amazonas e caracteriza os gestores hoteleiros. E, por último, o terceiro capítulo apresenta os resultados do estudo, organizados em matrizes de competências, considerando as características pessoais e de gestão do gestor e as características de contexto, ou seja, o hotel.

A autora

Sumário

INTRODUÇÃO

capítulo 1

COMPETÊNCIA GERENCIAL

1.1 ORIGEM E EVOLUÇÃO 

1.2 COMPETÊNCIAS GERENCIAIS 

1.3 A RELEVÂNCIA DAS COMPETÊNCIAS GERENCIAIS NA HOTELARIA 

capítulo 2

A HOTELARIA DE SELVA NA REGIÃO AMAZÔNICA

2.1 IDENTIFICAÇÃO DOS GERENTES E DOS HOTÉIS 

2.2 RELATOS DE EXPERIÊNCIA DOS GERENTES 

capítulo 3

MAPEAMENTO DAS COMPETÊNCIAS GERENCIAIS

3.1 MATRIZ DE COMPETÊNCIAS − CARACTERÍSTICAS PESSOAIS 

3.2 MATRIZ DE COMPETÊNCIAS − CARACTERÍSTICAS DE CONTEXTO 

3.3 MATRIZ DE COMPETÊNCIAS − CARACTERÍSTICAS DE GESTÃO 

REFERÊNCIAS

APÊNDICE A

INTRODUÇÃO

A discussão dos autores para o entendimento do conceito de competência estende-se ao longo das décadas e duas correntes de pensamento que divergem entre si são vistas como ponto central do debate. A primeira é a corrente americana que teve Henry Mintzberg como seu precursor na década de 60. A outra é a corrente francesa que preconiza a competência como algo que se manifesta na ação do indivíduo diante de alguns eventos (LE BOTERF, 2003).

Nos estudos desenvolvidos entre as décadas de 70 a 90, especialmente por autores de origem norte-americana, percebe-se uma inclinação à compreensão da competência como um conjunto de qualificações que concede ao indivíduo um desempenho superior em um trabalho, afirmando que a competência está diretamente relacionada com o volume de qualificação que o indivíduo possui. Esse conceito tem como seus principais defensores Mccleland, 1973; Boyatzys, 1982; Spencer, 1993.

Le Boterf (2003) contesta essa definição ao afirmar que a competência está mais relacionada com a capacidade de o indivíduo saber ser e saber mobilizar recursos pessoais e do meio. Para ele, a competência se manifesta na ação. Nos anos seguintes, outros trabalhos foram realizados e partilham da mesma convicção. Dentre eles podem ser mencionados os estudos que dizem respeito à lógica da competência proposta por Zarifian (2001) e, no Brasil, dá-se destaque para o trabalho de Fleury e Fleury (2001).

O caráter complexo e dinâmico do mundo organizacional exacerbou o estudo a respeito do conceito de competência, intensificando o debate no meio acadêmico. Entretanto, o debate foi ampliado e levado ao ambiente empresarial, visto que as organizações têm se apropriado do termo, numa perspectiva mais estratégica (RUAS et al., 2010).

No meio acadêmico, entre 2000 e 2004, foram publicados 51 artigos científicos nos principais periódicos de administração que abordam o tema competência, de forma direta ou indiretamente. O centro da discussão revela a complexidade para a aplicação do conceito de competência, ante a suposta singeleza do tema (RUAS et al., 2005).

Já o debate no meio empresarial expõe a tentativa de compreender o uso do conceito de competência pelas organizações e

Você chegou ao final dessa amostra. Cadastre-se para ler mais!
Página 1 de 1

Análises

O que as pessoas acham de Competências Gerenciais na Hotelaria

0
0 notas / 0 Análises
O que você achou?
Nota: 0 de 5 estrelas

Avaliações do leitor