Aproveite milhões de e-books, audiolivros, revistas e muito mais, com uma avaliação gratuita

Apenas $11.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

Bíblia do Semeador: Nova Tradução na Linguagem de Hoje
Bíblia do Semeador: Nova Tradução na Linguagem de Hoje
Bíblia do Semeador: Nova Tradução na Linguagem de Hoje
E-book6.736 páginas61 horas

Bíblia do Semeador: Nova Tradução na Linguagem de Hoje

Nota: 5 de 5 estrelas

5/5

()

Sobre este e-book

A parábola do semeador é uma das histórias bíblicas mais conhecidas. De simplicidade notável, a história também se caracteriza pela profundidade do tema, pela abrangência da comparação e pela atualidade da mensagem. Os cristãos e a Igreja precisam sempre de novo voltar para esta mensagem tão simples e profunda. A parábola do semeador orienta, inspira e anima a Igreja a ser fiel a algo que é fundamental para sua existência, para seu crescimento e para que todos sejam fiéis a Deus.
A Bíblia do Semeador traz a Palavra de Deus acompanhada de inúmeras reflexões e orientações, a fim de animar, fortalecer e guiar os cristãos na fé em Cristo como Salvador e na tarefa de lançar a boa semente da Palavra em todo o mundo.

Recursos
.:: Navegação entre capítulos e versículos
.:: Quadros de estudo ao longo do texto bíblico
.:: Notas de tradução e referências da NTLH ao final de cada parágrafo.

Auxílios
.:: Vocabulário
.:: Concordância temática
.:: Diferentes estilos literários na Bíblia
.:: Três abordagens para se ler a Bíblia
.:: Tirando o máximo da leitura bíblica
.:: Leitura cronológica da Bíblia
.:: Um guia para os principais acontecimentos, personagens e temas da Bíblia
.:: Como encontrar ajuda na Bíblia
.:: Leituras para dias especiais
.:: O que a Bíblia diz sobre o perdão de Deus
IdiomaPortuguês
Data de lançamento9 de out. de 2015
ISBN9788531113406
Bíblia do Semeador: Nova Tradução na Linguagem de Hoje
Ler a amostra

Leia mais de Sociedade Bíblica Do Brasil

Relacionado a Bíblia do Semeador

Livros relacionados

Avaliações de Bíblia do Semeador

Nota: 5 de 5 estrelas
5/5

1 avaliação0 avaliação

O que você achou?

Toque para dar uma nota

    Pré-visualização do livro

    Bíblia do Semeador - Sociedade Bíblica do Brasil

    Capa da Bíblia do Semeador, Nova Tradução na Linguagem de Hoje, Sociedade Bíblica do Brasil. A imagem traz quatro quadros ilustrando a parábola do semeador. O primeiro quadro possui alguns galhos cobertos por espinhos. O segundo quadro mostra um solo cheio de pedras. O terceiro quadro mostra uma terra boa para o cultivo. Finalmente, a quarta imagem traz um campo de trigo pronto para ser colhido.Bíblia do Semeador. Desenho de um semeador lançando sementes em um campo.Nova Tradução na Linguagem de HojeSociedade Bíblica do Brasil

    Missão da Sociedade Bíblica do Brasil:

    Promover a difusão da Bíblia e sua mensagem como instrumento de transformação e desenvolvimento integral do ser humano.

    B477b

    Bíblia do Semeador. Barueri, SP : Sociedade Bíblica do Brasil, 2014.

    Texto Bíblico: Nova Tradução na Linguagem de Hoje. © 2010 Sociedade Bíblica do Brasil.

    Contém introdução ao texto bíblico, estudo sobre a parábola do semeador, vocabulário e concordância temática.

    1. Bíblia. 2. Nova Tradução na Linguagem de Hoje. 3. Parábola do Semeador. 4. Evangelização. I. Sociedade Bíblica do Brasil

    CDD-220.669

    Uma cruz formada a partir de três retas verticais e três horizontais. LOGOMARCA DA NTLH: A cruz aponta para o amor que Deus teve por toda a humanidade, buscando reconciliar-se com ela por meio do sacrifício de Cristo. O apóstolo Paulo escreve: Portanto, por meio do Filho, Deus resolveu trazer o Universo de volta para si mesmo. Ele trouxe a paz por meio da morte do seu Filho na cruz e assim trouxe de volta para si mesmo todas as coisas, tanto na terra como no céu. (Colossenses 1.20). Assim, a cruz vazia – lembrança da vitória de Cristo sobre a morte – é o centro da mensagem bíblica e um dos símbolos mais conhecidos da Igreja Cristã. A Nova Tradução na Linguagem de Hoje adotou a cruz como sua logomarca.

    Bíblia do Semeador

    © 2015 Sociedade Bíblica do Brasil

    Todos os direitos reservados

    Sociedade Bíblica do Brasil

    Av. Ceci, 706 – Tamboré

    Barueri, SP – CEP 06460-120

    www.sbb.org.br – 0800-727-888

    Redação dos quadros

    David D. Coles

    Erní W. Seibert

    Guilherme Ribeiro

    Todos os direitos reservados

    © Sociedade Bíblica do Brasil

    Texto Bíblico

    Nova Tradução na Linguagem de Hoje

    © 2000 Sociedade Bíblica do Brasil

    Revisão e preparação de texto

    Sociedade Bíblica do Brasil

    Projeto gráfico, diagramação, capa e acabamento

    Sociedade Bíblica do Brasil

    Ilustração do Semeador

    Sociedade Bíblica do Canadá

    Usado com permissão

    Os diversos quadros contidos ao longo desta Bíblia são de responsabilidade de seus autores, não refletindo necessariamente a posição da Sociedade Bíblica do Brasil, que publica a presente edição no intuito de servir o Senhor Jesus Cristo.

    Imagem de um campo de trigo em um dia ensolarado e de um céu limpo. Ao fundo, uma árvore, e, mais ao longe, algumas montanhas. A foto está toda em tons de verde, passando a impressão de fertilidade do campo e renovo.

    Índice

    Capa

    Folha de rosto

    Colofão

    Prefácio para a NTLH

    A Bíblia do Semeador — Introdução

    Palavra de Deus — A Semente

    Índice de quadros

    Visão geral da Bíblia

    Conteúdo da Bíblia

    Como encontrar uma referência bíblica

    Antigo Testamento

    Gênesis

    Êxodo

    Levítico

    Números

    Deuteronômio

    Josué

    Juízes

    Rute

    1Samuel

    2Samuel

    1Reis

    2Reis

    1Crônicas

    2Crônicas

    Esdras

    Neemias

    Ester

    Salmos

    Provérbios

    Eclesiastes

    Cântico dos Cânticos

    Isaías

    Jeremias

    Lamentações

    Ezequiel

    Daniel

    Oseias

    Joel

    Amós

    Obadias

    Jonas

    Miqueias

    Naum

    Habacuque

    Sofonias

    Ageu

    Zacarias

    Malaquias

    Novo Testamento

    Mateus

    Marcos

    Lucas

    João

    Atos

    Romanos

    1Coríntios

    2Coríntios

    Gálatas

    Efésios

    Filipenses

    Colossenses

    1Tessalonicenses

    2Tessalonicenses

    1Timóteo

    2Timóteo

    Tito

    Filemom

    Hebreus

    Tiago

    1Pedro

    2Pedro

    1João

    2João

    3João

    Judas

    Apocalipse

    Auxílios

    Vocabulário

    Concordância temática

    Diferentes estilos literários na Bíblia

    Três abordagens para se ler a Bíblia

    Tirando o máximo da leitura bíblica

    Leitura cronológica da Bíblia

    Um guia para os principais acontecimentos, personagens e temas da Bíblia

    Como encontrar ajuda na Bíblia

    Leituras para dias especiais

    O que a Bíblia diz sobre o perdão de Deus

    Imagem de um campo de trigo em um dia ensolarado e de um céu limpo. Ao fundo, uma árvore, e, mais ao longe, algumas montanhas. A foto está toda em tons de verde, passando a impressão de fertilidade do campo e renovo.

    Prefácio

    para a Nova Tradução na Linguagem de Hoje

    Em 1973, a Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) lançou a 1ª edição do Novo Testamento da Tradução na Linguagem de Hoje (TLH). Quinze anos depois, em 1988, a SBB lançou a Bíblia completa desta tradução, com o nome de Bíblia na Linguagem de Hoje (BLH). Até este momento, a SBB só havia trabalhado em revisões de uma tradução já existente, a tradução de João Ferreira de Almeida. A BLH, portanto, foi a primeira tradução completa da Bíblia feita por iniciativa da SBB. E isso ocorreu em resposta a uma recomendação das igrejas, após ampla consulta junto a elas.

    A consulta junto às igrejas havia demonstrado um reconhecimento generalizado de que se fazia necessária uma tradução bíblica apropriada ao desafio evangelístico que a realidade espiritual brasileira impunha. Tendo como objetivo principal a evangelização do povo brasileiro, esta tradução deveria ser adequada ao nível educacional médio da população. Por isso, após anos de dedicado trabalho de especialistas nas línguas originais e na Língua Portuguesa, produziu-se uma tradução com linguagem de fácil compreensão, a Tradução na Linguagem de Hoje.

    A exemplo do que acontece com todas as traduções novas, a TLH foi bem aceita por muitos, rejeitada por alguns, e vista com desconfiança por outros. Mas, apesar disso, mais e mais, ano após ano, a TLH vem se afirmando como a tradução bíblica para a evangelização. Primeiro, porque um bom número de igrejas adotou o texto da TLH em suas campanhas evangelísticas. Segundo, nos últimos dez anos a SBB produziu mais de 500 milhões de seleções bíblicas, que foram distribuídas em parceria com as igrejas; só nos últimos 5 anos, uma média de 170 milhões por ano. Visto que o texto bíblico da maioria dessas seleções é tirado da TLH, pode-se dizer que foi este texto que grandemente impulsionou o crescimento das igrejas no Brasil.

    Sendo uma entidade que serve todas as igrejas, a SBB, imediatamente após o lançamento da Bíblia na Linguagem de Hoje, passou a receber, classificar e analisar inúmeras sugestões, enviadas de todas as partes, no sentido de aprimorar a tradução para o uso mais eficiente e amplo das igrejas. Por outro lado, a própria Comissão de Tradução sentiu que a TLH poderia ser melhorada ainda mais. E, por fim, também as mudanças pelas quais a Língua Portuguesa havia passado desde o lançamento da TLH recomendavam uma revisão dessa tradução. Por tudo isso, a SBB submeteu a TLH a uma profunda revisão através de sua Comissão de Tradução e, depois de 12 anos desde o lançamento da Bíblia completa, lança a Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH).

    Os princípios seguidos nesta revisão foram os mesmos que nortearam o trabalho da primeira edição desta tradução. Diferente da tradução de Almeida, que foi norteada pelos princípios de tradução de equivalência formal, a NTLH orientou-se pelos princípios de tradução de equivalência funcional. Ao reproduzir o sentido dos textos originais, Almeida também procura reproduzir a forma dos textos originais, que muitas vezes é diferente do português simples e natural e, assim, requer um domínio da Língua Portuguesa que está acima da média da população brasileira. A NTLH, por sua vez, ao reproduzir também e efetivamente o sentido dos textos originais hebraico, aramaico e grego, expressa esse sentido de maneira simples e natural, assim como a maioria da população brasileira fala. Portanto, a Nova Tradução na Linguagem de Hoje continua sendo especialmente adequada ao trabalho de evangelização e é também muito apropriada para a leitura devocional em família, inclusive para as crianças.

    Mesmo seguindo os princípios que orientaram a primeira edição da TLH, a revisão foi tão profunda que é justificável designar o texto resultante como Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH). Como destaques dessa revisão, aparecem os seguintes: (1) O Novo Testamento foi totalmente revisado, tanto do ponto de vista de uma leitura profunda do texto original grego, como do ponto de vista da Língua Portuguesa. (2) Revisão semelhante, mas a partir do texto hebraico, recebeu o livro dos Salmos, com especial atenção à poesia. (3) Simplificou-se ainda mais uma série de construções gramaticais, aplicando-as ao texto de toda a Bíblia. (4) Aceitou-se mudar a designação do nome de Deus no Antigo Testamento de Deus Eterno ou Eterno para SENHOR Deus, Deus, o SENHOR, ou simplesmente SENHOR. Assim, a NTLH, agora, aproxima-se, neste particular, do texto da tradução de Almeida, Revista e Atualizada, e do texto da maioria das demais traduções bíblicas em Língua Portuguesa. Esta revisão sozinha afetou perto de 7 mil passagens do Antigo Testamento. (5) Uma série de textos que apareciam no rodapé da BLH, agora, na NTLH, voltaram ao texto da Bíblia. Isso refere-se, por exemplo, aos títulos originais dos Salmos, às vezes, difíceis de compreender, os quais aparecem traduzidos no início do respectivo Salmo em tipo itálico (inclinado). Também, no Novo Testamento, algumas passagens que não se encontram em alguns dos melhores e mais antigos manuscritos gregos mesmo assim aparecem, agora, traduzidas entre colchetes ([ ]; ver, por exemplo, Mateus 6.13b). (6) Finalmente, acolheu-se uma série de sugestões encaminhadas à Comissão de Tradução por parte de fiéis das mais diversas igrejas.

    A Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH) foi lançada em 2000, e a SBB continuou a acolher as sugestões que lhe foram encaminhadas. Em 2005, quando foi publicada a Bíblia de Estudo NTLH, o texto bíblico sofreu pequenas alterações e ajustes em poucos versículos. Agora, novas mudanças foram feitas no texto bíblico, incorporando as alterações previstas na reforma ortográfica da Língua Portuguesa.

    Está aí, portanto, para o uso das igrejas, para o uso individual, familiar e geral, a Nova Tradução na Linguagem de Hoje. Sendo a expressão da Palavra de Deus na linguagem simples do povo, a Comissão de Tradução da SBB pede a Deus e deseja que muitos a recebam com alegria e tenham em sua vida a experiência do salmista: A tua palavra é lâmpada para guiar os meus passos, é luz que ilumina o meu caminho (Salmo 119.105). E Deus conceda também que muitos a utilizem em suas atividades de adoração, evangelização, educação e pregação, como a espada que o Espírito Santo lhes dá (Efésios 6.17).

    Outubro de 2008

    Imagem de um campo de trigo em um dia ensolarado e de um céu limpo. Ao fundo, uma árvore, e, mais ao longe, algumas montanhas. A foto está toda em tons de verde, passando a impressão de fertilidade do campo e renovo.

    A Bíblia do

    Semeador

    A parábola do semeador é uma das histórias bíblicas mais conhecidas. De simplicidade notável, a história também se caracteriza pela profundidade do tema, pela abrangência da comparação e pela atualidade da mensagem. Ela, no entanto, não é um texto extremamente fácil de ser compreendido. Esta é uma das poucas passagens bíblicas que são explicadas pelo próprio Senhor Jesus. Mesmo assim, permanecem perguntas para as quais o texto não traz resposta.

    A parábola

    Jesus entregou aos seus discípulos muitos ensinamentos em forma de parábola. Não era fácil compreender as parábolas de Jesus, nem mesmo para os seus discípulos. A parábola do semeador é um grande exemplo disso. Jesus precisou explicá-la. Nem por isso ela ficou totalmente clara. Ao longo dos séculos, diferentes interpretações foram dadas ao mesmo texto.

    No próprio contexto da parábola do semeador, Jesus fala com seus discípulos sobre a dificuldade de compreensão das parábolas. O Mestre afirma em Mateus 13.11-13: A vocês Deus mostra os segredos do Reino do Céu, mas, a elas, não. Pois quem tem receberá mais, para que tenha mais ainda. Mas quem não tem, até o pouco que tem lhe será tirado. É por isso que eu uso parábolas para falar com essas pessoas. Porque elas olham e não enxergam; escutam e não ouvem, nem entendem. Para perceber o que as parábolas querem dizer, é preciso ser discípulo. Em outras palavras, a parábola é uma mensagem para os discípulos de Cristo.

    A parábola sempre é uma figura de linguagem. Ela apresenta uma realidade para falar de outra. No caso da parábola do semeador, a história apresenta um fato do cotidiano compreendido pelos discípulos: a plantação. A partir disso, são tiradas lições para o Reino do Céu.

    Sua abrangência

    A abrangência da parábola do semeador está dentro deste contexto da compreensão da parábola. Sua lição não se aplica apenas para algum ensinamento particular do tempo de Jesus e de seu contato com os discípulos. Ela ensina algo sobre o Reino do Céu. Esta expressão é ampla e abrangente. O Reino do Céu é o reinado de Deus. Em outras palavras, o que a parábola do semeador ensina vale para todos os tempos.

    A semeadura da Palavra de Deus não começou com Jesus. Ela acompanha a história da humanidade. O livro de Gênesis, desde seu primeiro capítulo, mostra a presença da Palavra de Deus na criação. Ele também mostra o que Deus fala na busca do ser humano depois da queda e na promessa de salvação até a chegada de Jesus Cristo.

    O Evangelho de João lembra que no começo aquele que é a Palavra já existia. Ele estava com Deus e era Deus (João 1.1). Esta Palavra se tornou um ser humano e morou entre nós, cheia de amor e de verdade. E nós vimos a revelação da sua natureza divina, natureza que ele recebeu como Filho único do Pai (João 1.14).

    Na Carta aos Hebreus, o autor também mostra como a Palavra de Deus se manifestou ao longo da história. Ali diz: Antigamente, por meio dos pr