Aproveite milhões de e-books, audiolivros, revistas e muito mais, com uma avaliação gratuita

Apenas $11.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

Estratégias de Investimentos no Mercado Financeiro: O Que Você Precisa Saber Antes de Investir
Estratégias de Investimentos no Mercado Financeiro: O Que Você Precisa Saber Antes de Investir
Estratégias de Investimentos no Mercado Financeiro: O Que Você Precisa Saber Antes de Investir
E-book311 páginas5 horas

Estratégias de Investimentos no Mercado Financeiro: O Que Você Precisa Saber Antes de Investir

Nota: 0 de 5 estrelas

()

Sobre este e-book

O livro Estratégias de Investimentos no Mercado Financeiro aborda as características dos diferentes tipos de investimentos, da renda fixa à variável, avaliando a relação entre o risco e o retorno dos principais produtos, tais como CDB, LCI, poupança, títulos públicos, fundos de investimento, fundos imobiliários, ETF e ações. Utilizando exemplos práticos e demonstrações de situações reais, apresentamos os procedimentos operacionais e características de cada instrumento, bem como os riscos envolvidos e o potencial de retorno de cada estratégia de investimento.


A missão do Capital e Valor é promover a formação de investidores conscientes e racionais, que atuem de forma independente, com estratégia e poder de decisão, fazendo juízo próprio das oportunidades e gerenciando os riscos do investimento no mercado de capitais. Aprenda a investir e analisar o mercado com nosso conteúdo de educação financeira e conquiste a sua independência financeira.


O conteúdo do Capital e Valor visa orientar o desenvolvimento de uma metodologia objetiva para operar e analisar o mercado de forma consciente, demonstrando as diferentes estratégias para momentos de alta e de baixa, incluindo técnicas de gerenciamento de risco e de proteção de capital. Não é um método milagroso de enriquecimento, tampouco dicas de investimentos, mas uma visão realista sobre o mercado financeiro, embasada por informações de qualidade para investidores conscientes e racionais, cujo objetivo é lhe auxiliar a desenvolver o seu potencial de investir bem o seu dinheiro e a garantir a sua prosperidade.

IdiomaPortuguês
Data de lançamento2 de fev. de 2019
ISBN9784427723728
Estratégias de Investimentos no Mercado Financeiro: O Que Você Precisa Saber Antes de Investir
Ler a amostra

Relacionado a Estratégias de Investimentos no Mercado Financeiro

Títulos nesta série (4)

Visualizar mais

Livros relacionados

Artigos relacionados

Avaliações de Estratégias de Investimentos no Mercado Financeiro

Nota: 0 de 5 estrelas
0 notas

0 avaliação0 avaliação

O que você achou?

Toque para dar uma nota

    Pré-visualização do livro

    Estratégias de Investimentos no Mercado Financeiro - Hélio Santiago

    Ficha Técnica

    Estratégias de Investimentos no Mercado Financeiro 3a Edição.

    Copyright © 2015, Hélio Santiago, Capital e Valor.

    Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610, de 19/2/1998. É proibida a reprodução total ou parcial sem a expressa anuência do Capital e Valor.

    Capital e Valor

    Prefácio

    Para muitas pessoas os movimentos de alta e de baixa no mercado são misteriosos, sendo bastante influenciados por notícias, muitas vezes ocorrendo quando menos esperado. Mas a verdade é que o mercado não é tão difícil de ser entendido e acompanhado. É preciso apenas compreender a psicologia, as estratégias e a lógica envolvida neste complexo jogo.

    O mercado recompensa através de várias estratégias e possibilidades de negócios quando encarado com maturidade e bom senso. É uma atividade lucrativa e um desafio intelectual para aqueles que têm sucesso em gerenciar os riscos da renda variável e a disciplina para fazer o que deve ser feito de forma sistemática. Assim como em muitas situações da vida, persistência, paciência, confiança, competência, e acima de tudo, estar disposto a pagar o preço, trarão o resultado desejado.

    Nossa intenção ao escrever o conteúdo do Capital e Valor foi explicar o mercado de capitais e as estratégias de operações, bem como demonstrar os principais mecanismos para sua análise, desde uma perspectiva focada para investidores de longo prazo até estratégias para especuladores, fornecendo informações e mecanismos para que o investidor se torne autossuficiente e conquiste sua independência financeira, pois para ganhar no mercado não se deve depender de ninguém.

    Muitos querem aquilo que você tem hoje, mas quando souberem o preço que você pagou por isso irão desistir.

    João C. Filho

    O conteúdo do Capital e Valor visa orientar o desenvolvimento de uma metodologia objetiva para operar e analisar o mercado de forma consciente, demonstrando as diferentes estratégias para momentos de alta e de baixa, incluindo técnicas de gerenciamento de risco e de proteção de capital. Não é um método milagroso de enriquecimento, tampouco dicas de investimentos, mas uma visão realista sobre o mercado financeiro embasada por informações de qualidade para investidores conscientes e racionais, cujo objetivo é lhe auxiliar a desenvolver o seu potencial de investir bem o seu dinheiro e a garantir a sua prosperidade.

    Através de uma linguagem simples e exemplos práticos o Capital e Valor apresenta informações e estudos para orientar e inserir o investidor no mercado financeiro. O conteúdo aborda as diversas estratégias operacionais, avaliando a relação entre risco e rentabilidade, bem como as técnicas de análise do mercado. Através de conhecimento e informações de qualidade você transformará a maneira como lida com o dinheiro e, principalmente, a forma como investe o seu patrimônio.

    Mais do que nunca o mercado de capitais está cada vez mais popularizado no Brasil e acessível para os investidores, sendo fundamental para a consolidação de uma cultura de poupança de longo prazo no país. Todo investimento deve ser encarado como um compromisso por quem o faz. Isso significa dedicar tempo para estudar, para acompanhá-lo e, principalmente, para avaliá-lo. Não tenha dúvida de que no longo prazo os retornos dos seus investimentos serão diretamente proporcionais ao seu comprometimento aos mesmos.

    Com o passar do tempo as experiências no mercado acabam por revelar muito de nós mesmos, sendo uma atividade em que além do crescimento financeiro ocorre o crescimento como indivíduo. Temos então dois objetivos, fazer dinheiro e aprender. Perdendo ou ganhando é preciso tirar algum conhecimento dessas operações com o intuito de tornarmo-nos melhores investidores no futuro. O mercado nos testa constantemente, em cada situação existe uma profunda sabedoria a ser descoberta. Aceite o que o mercado lhe dá com humildade e bom humor, tenha prazer em aprender.

    Este conteúdo é dedicado a todos aqueles que tiveram a iniciativa e a coragem de buscar seu sucesso investindo no mercado de capitais. Lhes desejamos bons investimentos e sucesso!

    Quando eu era jovem pensava que o dinheiro era a coisa mais importante do mundo. Hoje, tenho certeza.

    Oscar Wilde

    Apresentação do Capital e Valor

    O Capital e Valor através de uma linguagem simples e exemplos práticos apresenta informações e estudos para orientar e inserir o investidor no mercado financeiro. O conteúdo é direcionado a todos que necessitem de educação financeira para se manterem atualizados, seja para fins pessoais ou profissionais, no intuito de que seus objetivos sejam atingidos por meio do conhecimento e da permanente inovação, promovendo o desenvolvimento de seus próprios métodos e estratégias de investimento e a prosperidade financeira. 

    Embasado pelo conteúdo do Capital e Valor o investidor tomará decisões mais conscientes e responsáveis, aproveitando melhor as oportunidades de investimento, reduzindo as incertezas, administrando melhor os riscos e maximizando os resultados dos seus investimentos.

    Por não estar vinculado a nenhum banco, corretora ou qualquer instituição financeira, as informações e as ferramentas disponibilizadas pelo Capital e Valor possuem total independência em defesa dos interesses do investidor. Através de uma visão realista sobre o mercado financeiro, nosso conteúdo aborda as diversas estratégias operacionais, avaliando a relação entre risco e rentabilidade, bem como as técnicas de análise do mercado.

    Através de conhecimento e informações de qualidade, você transformará a maneira como lida com o dinheiro e, principalmente, a forma como investe o seu patrimônio. Conquiste sua independência financeira aperfeiçoando os seus conhecimentos sobre análise técnica, análise fundamentalista e estratégias de investimento em ações, futuros, opções, títulos do tesouro, fundos de investimento, renda fixa, dentre outros.

    5.0 – Estratégias de Investimentos - Abordamos as características dos diferentes tipos de investimentos, da renda fixa à variável, avaliando a relação entre o risco e o retorno dos principais produtos, tais como CDB, LCI, poupança, títulos públicos, fundos de investimento e ações. Utilizando exemplos práticos e demonstrações de situações reais, apresentamos os procedimentos operacionais e características de cada instrumento, bem como os riscos envolvidos e o potencial de retorno de cada estratégia de investimento.

    5.0 - Estratégias de Investimentos no Mercado Financeiro

    Neste primeiro módulo o Capital e Valor aborda as características dos principais produtos de renda fixa e variável e a importância da poupança de longo prazo e da educação financeira para o Brasil. O conteúdo possibilita ao investidor avaliar a relação entre o risco e o retorno dos principais produtos, tais como CDB, títulos públicos, fundos de investimento, debêntures e ações, bem como gerenciar os riscos e otimizar o retorno do investimento, embasando sua tomada de decisão.

    5.01 - O Papel do Dinheiro na Vida de Cada Um

    5.02 - Aplicar em Renda Fixa ou em Renda Variável, Onde Investir?

    5.03 - Investimentos de Renda Fixa

    5.04 - Aplicar na Caderneta de Poupança, CDB, CDI, LCI, LCA, PGBL e VGBL

    5.05 - O que são Títulos Públicos e Privados e Como Investir em Debêntures?

    5.06 - Como Investir em Fundos De Investimentos?

    5.07 - Investimentos de Renda Variável

    5.08 - A Importância da Liquidez em um Investimento

    5.09 - O Gerenciamento do Risco e do Capital Investido

    5.10 - Drawdown – A Medida do Prejuízo em um Investimento

    O módulo 2 de Estratégias de Investimento aborda as características dos diferentes mercados de renda variável, embasando o investidor no processo de avaliação das opções de investimento e tomada de decisão utilizando demonstrações de situações reais e aplicadas aos conceitos abordados, especialmente no acompanhamento e análise do mercado de ações e suas estratégias de investimento.

    5.11 - O que são Índices de Ações? O que é o Ibovespa?

    5.12 - A Escolha do Mercado e do Tipo de Investimento

    5.13 - O Acompanhamento do Mercado Financeiro

    5.14 - Análise de Investimentos e do Mercado Financeiro

    5.15 - Como Analisar o Mercado Financeiro?

    5.16 - Como Investir no Mercado de Ações?

    5.17 - Buy & Hold ou Swing Trade

    5.18 - Como montar uma Carteira de Ações? Buy & Hold

    5.19 - O Mito do Investimento em IPO - Oferta Pública Inicial

    5.20 - Investir em uma Oferta Pública Inicial IPO

    5.21 - Como Funciona o Aluguel de Ações?

    5.22 - Como Investir em Fundos Imobiliários?

    5.23 - Considerações Finais Sobre Investimentos e Bibliografia

    O Papel do Dinheiro na Vida de Cada Um

    Hoje a maioria dos indivíduos pode direcionar suas energias para satisfazer necessidades que vão além de comida e abrigo, mas para isso precisam de dinheiro. O dinheiro evoluiu para ser o objeto de nossas necessidades porque ele representa a maneira como nós podemos nos expressar como indivíduos. Todo comportamento é uma forma de auto-expressão e praticamente todas as maneiras para alguém se expressar na sociedade requerem algum dinheiro. No nível mais profundo da existência social e cultural, o dinheiro representa liberdade de expressão.

    Mark Douglas

    Dinheiro é símbolo de liberdade. O investimento e a utilização correta do dinheiro lhe permitirão desfrutar de uma vida mais confortável e prazerosa. Por isso, é melhor se preocupar em ganhar dinheiro hoje do que deixar para se preocupar com isso depois. O depois pode ser tarde demais, restando apenas arrependimentos em sua consciência caso você não reconheça o valor de aproveitar as oportunidades enquanto elas ainda estiverem disponíveis. Enquanto ainda há tempo.

    Contudo, o dinheiro servirá pouco para aquele que não souber administrar seu tempo, pensar com inteligência, ter liberdade e se satisfazer com os prazeres da vida. Para as pessoas ricas o tempo pode ser mais um aliado, um catalisador no processo de geração de renda ao induzir o seu crescimento através do poder dos juros compostos. Muitas dessas pessoas buscam ainda um melhor aproveitamento de seu tempo, pois sabem que o tempo é mais que dinheiro, e não perdem muito dele com investimentos que não gerem resultados. São pessoas que não desistem facilmente e que exercem ativamente o seu poder de criação e a sua inteligência financeira.

    O tempo é a maior riqueza de nossas vidas, pois é irrecuperável. E quando gastamos o dinheiro estamos na verdade gastando o tempo que fora ou que será necessário para ganharmos esse dinheiro. Portanto, não há tempo a perder, seja com despesas desnecessárias e investimentos ruins ou com esforços que não gerem resultados. Para a maioria das pessoas à medida que o tempo passa o dinheiro diminui, trazendo a sensação de se estar correndo atrás do mesmo o tempo todo, fadadas à escravidão assalariada.

    Cada vez mais presa em uma rotina estressante e sem perspectiva de mudança a maioria das pessoas não enxerga outra saída a não ser vender a sua força de trabalho, ainda que seja por um salário ínfimo, permanentemente aflita com a angústia de não saber se conseguirá dinheiro suficiente ao final do mês para cobrir os seus gastos e pagar as suas dívidas. O medo do chicote fora substituído pelo medo da falta de dinheiro.

    A verdadeira riqueza não precisa de alguém pobre para se manifestar, e há sempre algo que possa ser compartilhado.

    Capital e Valor

    A maioria das pessoas é pobre e continua pobre porque não tem tempo e nem é estimulada para pensar no motivo de estar nessa condição. Sua luta é para sobreviver e não para viver. Trabalham para pagar as contas e se alimentar, e não para quebrar as correntes que as prendem à pobreza. Assim, é preciso refletir se a sua vida está te levando junto a uma manada que caminha cegamente sem ter noção de onde está indo a fim de receber uma recompensa mínima por seu esforço e por seu tempo.

    Essas pessoas dificilmente conseguirão ter uma vida abundante e feliz, uma vez que foram escravizadas fisicamente e mentalmente. A perseverança é a capacidade de continuar aplicando esforços flexíveis mesmo frente a sucessivos desafios ou obstáculos. E, como disse, Jim Rohn, se você não elaborar o seu próprio plano de vida, você terá grandes chances de acabar nos planos de vida de outras pessoas. E adivinhe o que elas tem planejado para você? Nada demais.

    Entretanto, a maioria das pessoas também tem o poder para mudar a realidade em que vive. O problema é que hoje em dia muitas pessoas simplesmente prejudicam aquele que é a maior fonte de aporte para os seus investimentos, os seus salários. São poucas as pessoas que nunca ficaram angustiadas em razão de não conseguirem fazer com que o salário durasse até o final do mês, ainda que apenas em alguns momentos da vida.

    Vivemos um momento de estímulo ao consumo e, consequentemente, ao endividamento, em que a maioria das pessoas está fazendo a maior parte de suas compras a prazo, financiando seus gastos em dezenas de prestações e tomando empréstimos consignados. Cada uma dessas prestações que aparecem na fatura de seu cartão de crédito é mais um item que prejudicará o seu plano de construção de riqueza, pois a capacidade de seu salário para com os seus investimentos fica comprometida à medida que você se endivida.

    Esse oportunismo de curto prazo deve ser encarado com desconfiança e muito cuidado. Afinal, o endividamento não produtivo é a principal causa de empobrecimento das famílias brasileiras, sendo que 80% das dívidas assumidas são no cartão de crédito e no cheque especial, onde são cobrados os maiores juros do mercado e, portanto, devem ser as primeiras a serem quitadas, ou mesmo, evitadas, visto que grande parte dessas dívidas são decorrentes de despesas não essenciais, as quais poderiam ser cortadas sem causar grande desconforto ou perda significativa de qualidade de vida, gerando uma maior independência e segurança financeira no longo prazo.

    Imagem

    A pobreza jamais foi desfeita com o ócio ou com a preguiça.

    Miguel de Cervantes

    Contudo, além de gastarem tudo que o ganham, em geral, as pessoas têm o hábito de assumir dívidas para adquirir itens que na maioria das vezes são supérfluos e desnecessários, os quais não lhes gerarão riqueza alguma, ou para entrar em negócios e investimentos insensatos cujos resultados são desastrosos. Ao invés de usarem seus recursos financeiros de forma inteligente para lhes gerar riqueza, se afundam cada vez mais num ciclo permanente de empobrecimento através do endividamento excessivo. Não é sensato ostentar uma vida de rico no presente e acabar vivendo como pobre no futuro.

    Gastar mais do que se ganha implica em trabalhar mais para pagar parcelas e juros, e quanto maior a dívida maior será o tempo e o esforço necessário para pagá-la, visto que quanto maior o tempo que se leva para quitar uma dívida maior será a incidência dos juros compostos sobre você, consumindo uma maior parte da sua renda ativa proveniente do seu trabalho, inversamente ao que ocorre num investimento, em que quanto maior o tempo maiores serão os retornos dos juros sobre o seu patrimônio, aumentando a sua renda passiva proveniente dos seus investimentos.

    Isso mostra que o modelo baseado no consumo e no crédito está atingido o seu limite, tornando a estagflação a regra, quando a economia cresce pouco, ou retrai, e a inflação e a desvalorização cambial se mantém elevada. Para aqueles que ainda lembram do Brasil da década de 80 fica claro o grande perigo de se tentar combater crises econômicas através da impressão monetária, o que tem como resultado o aumento da inflação e a desvalorização monetária.

    Os salários de uma maneira geral se assemelham aos soldos dados para os escravos das carvoarias, os quais apenas custeiam as necessidades básicas da maioria e não permitem que paguem suas dívidas em razão dos juros altos e da desvalorização monetária, ou mesmo, que realizem alguma espécie de investimento.

    Imagem

    Muitas pessoas gastam o dinheiro que ganharam para comprar coisas das quais não precisam para impressionar pessoas das quais não gostam.

    Will Rogers

    Tudo isso faz parte de um complexo sistema social, político e econômico que, juntamente com um sistema educacional tecnicista voltado apenas para a produção de bens e de serviços, tem por objetivo manter o povo em seu devido lugar, longe das decisões importantes e perto das máquinas fabris, adestrando as massas para o trabalho ao mesmo tempo em que as aliena, o que facilita a aceitação por parte delas dessa realidade maligna. É um mecanismo que força as pessoas a se concentrarem primordialmente no aspecto da sobrevivência animal em detrimento aos aspectos intelectuais e sociais.

    Como resultado a maioria das pessoas — as quais por sinal são pobres por natureza — tem uma dificuldade enorme para prosperar na vida. A maioria apenas reclama da vida e não faz nada para melhorá-la, até o momento em que desiste, por acreditar que por mais que se esforce o máximo que conseguirá será um bom salário e uma boa aposentadoria. São aqueles que só se preocupam em acordar cedo e pegar o ônibus para o trabalho e preferem ignorar a verdade por trás do sistema em que estão inseridos, caminhando em uma rotina estressante e sem perspectiva de futuro. A ignorância é incentivada em nossa sociedade desde a infância do indivíduo, aprisionando-o por toda a vida.

    A forma como lidamos com os problemas do dia a dia diz muito sobre como será o nosso futuro. À medida que assumimos a responsabilidade por nossa vida mais poder adquirimos para mudá-la. Infelizmente, muitos preferem se acomodar e buscar a autocompaixão e o conforto como válvula de escape para os problemas que começam a surgir. O melhor cenário é aquele em que as pessoas assumem a responsabilidade de criarem os seus próprios futuros, construindo pontes capazes de levá-las a um futuro melhor. Enquanto alguns choram outros agarram a oportunidades para vender lenços.

    Ao tomar a iniciativa e assumir o risco de fracassar tem-se uma maior chance de sucesso em comparação a se acomodar e esquivar-se do risco, o que consequentemente, reduz a chance de ser bem sucedido. O fracasso, por sua vez, deve ser nosso professor, ao invés de nosso coveiro. Dentre as razões mais comuns para o fracasso estão o mau planejamento ou a má implementação de um plano ou dos recursos, a má gestão de pessoas, a falta de capital necessário, falta de iniciativa ou de inovação, subestimação da concorrência, tornar-se sobrecarregado com funções e imprevistos e, principalmente, não aprender com os fracassos anteriores.

    A verdade o libertará!

    Empreender é antecipar corretamente as demandas dos consumidores e do mercado e direcionar os recursos e capitais presentes de modo a produzir bens ou serviços que atenderão aos desejos dos consumidores e do mercado no futuro. Basicamente é criar valor oferecendo algo inovador ou oferecendo algo que já existe mas de uma maneira diferenciada e inovadora. Em outras palavras, é criar uma demanda nova ou aproveitar a demanda existente.

    Para isso, criam novos produtos ao inovar processos que irão substituir os antigos e ao descobrir oportunidades ainda não percebidas de lucro. Empreendedorismo é perceber oportunidades e desenvolver melhor maneira de alocar recursos de forma eficiente para atendê-las. Inovar, criar valor, superar os rivais e aumentar as receitas e os lucros, esse é o tipo de comportamento empreendedorial. É a capacidade de saber resolver problemas, e não a implantação de soluções mecânicas, que gera uma renda alta. É assim que trabalhadores se tornam líderes e patrões.

    Obviamente, não é uma tarefa fácil e são poucos os que estão dispostos a enfrentarem os riscos e a se dedicarem a este processo, mas é através da perseverança e do estudo que se tornarão capazes de converter os trabalhos monótonos em trabalhos criativos, que lhes possibilitarão além de maiores retornos perceber as oportunidades que surgem no mercado, tornando-se capazes de entenderem todo o ambiente no qual estão inseridos e, acima de tudo, capazes de entenderem-se psicologicamente como seres humano através da reflexão sobre as suas frustrações e as suas neuroses, males que minam nossos potenciais e liberdades e que nos afastam da compreensão da nossa própria existência. Portanto, compreender a sua situação atual e as suas possibilidades o ajudará a definir o melhor caminho a ser seguido para melhor alcançar os resultados desejados.

    Para prosperar antes se torna essencial passar a ter um orçamento equilibrado, sabendo o quanto ganha, o quanto gasta, o quanto pode investir todo mês e, principalmente, viver apenas com o que recebe todo mês ao invés de tornar a razão da sua vida trabalhar para pagar dívidas e juros, o que além de prejudicar a sua capacidade de poupar ainda deprecia as suas riquezas, as quais serão drenadas pelos bancos. Isso significa simplificar o seu padrão de vida para que se ajuste ao que você ganha todo mês, fazendo compras de modo apropriado e não apenas como um ato de consumismo. É viver um estilo de vida aceitável e que permita que você e sua família se mantenham nesse padrão ao longo dos anos. Dessa forma, você conseguirá não somente poupar e enriquecer, mas também manter a riqueza que acumulou, tendo muito mais qualidade de vida, liberdade e segurança.

    Até você se tornar consciente, o inconsciente irá dirigir a sua vida e você continuará chamando-o de destino.

    Cícero

    Ganhar dinheiro é difícil, requer tempo e trabalho, contudo, gastá-lo é fácil e rápido. Porém, uma vida de consumo excessivo é

    Está gostando da amostra?
    Página 1 de 1