Aproveite milhões de e-books, audiolivros, revistas e muito mais, com uma avaliação gratuita

Apenas $11.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

Formação Continuada de Professores de Matemática
Formação Continuada de Professores de Matemática
Formação Continuada de Professores de Matemática
E-book196 páginas2 horas

Formação Continuada de Professores de Matemática

Nota: 0 de 5 estrelas

()

Ler a amostra

Sobre este e-book

O livro Formação continuada de professores de matemática
apresenta um olhar diferenciado para os professores de matemática,
percebendo-os como parte integrante de um emaranhado de desafios que ocorrem
no desenvolvimento de sua trajetória profissional, sendo essa trajetória
baseada na busca por um diferencial e que esbarra em retrocessos que
emperram o sistema educativo. A obra propõe-se a apresentar um projeto de
formação continuada de sucesso, dando destaque aos professores de matemática
participantes, que mesmo diante de algumas dificuldades, quer sejam pessoais
quer sejam profissionais, mostram o interesse por assuntos esquecidos ou
postergados.

Os autores, preocupados com a Educação, com a elevação da qualidade do
ensino e da aprendizagem dos conteúdos matemáticos escolares, bem como com a
melhoria de ensino da matemática, buscaram, em um projeto, propiciar uma
formação continuada, cujo interesse dos participantes aumentava. Cabe,
portanto, ressaltar que se faz necessário primar por uma Educação em que os
sujeitos sejam copartícipes e, após produzir saberes, consigam transformar a
sociedade em que vivem, tornando-a mais justa e igualitária.

Nessa perspectiva, este livro traz temas atuais, como o desenvolvimento e a
formação profissional dos professores, a Educação a Distância, atuando como
alavanca e coadjuvante do ensino e da aprendizagem. As práticas docentes não
devem apresentar-se como "receitas prontas", mas como possibilidades, no
sentido de ser possível, transformar o que está posto nas salas de aula e
inovar, criar, produzir e imaginar conjuntamente, professor e alunos, para
um ambiente em que a troca se faça presente e os debates sejam produções
dialógicas e dialéticas. Apesar de dar ênfase aos professores de matemática,
este livro é dirigido a qualquer professor ou profissional da área de
Educação que se interesse pela melhoria da prática docente.
IdiomaPortuguês
Data de lançamento10 de jun. de 2019
ISBN9788547310585
Formação Continuada de Professores de Matemática
Ler a amostra

Relacionado a Formação Continuada de Professores de Matemática

Ebooks relacionados

Artigos relacionados

Avaliações de Formação Continuada de Professores de Matemática

Nota: 0 de 5 estrelas
0 notas

0 avaliação0 avaliação

O que você achou?

Toque para dar uma nota

A avaliação deve ter pelo menos 10 palavras

    Pré-visualização do livro

    Formação Continuada de Professores de Matemática - Sandra Maria Nascimento Mattos

    Editora Appris Ltda.

    1ª Edição - Copyright© 2018 do autor

    Direitos de Edição Reservados à Editora Appris Ltda.

    Nenhuma parte desta obra poderá ser utilizada indevidamente, sem estar de acordo com a Lei nº 9.610/98.

    Se incorreções forem encontradas, serão de exclusiva responsabilidade de seus organizadores.

    Foi feito o Depósito Legal na Fundação Biblioteca Nacional, de acordo com as Leis nºs 10.994, de 14/12/2004 e 12.192, de 14/01/2010.

    COMITÊ CIENTÍFICO DA COLEÇÃO EDUCAÇÃO, TECNOLOGIAS E TRANSDISCIPLINARIDADE

    A todos os professores que sabem se fazer alunos.

    APRESENTAÇÃO

    A ideia de escrever este livro sobre formação continuada de professores de matemática surgiu em razão da experiência dos autores em alguns anos com formação inicial e continuada, tanto presencial quanto semipresencial e a distância, de professores de matemática em instituições públicas brasileiras.

    Em particular, há cerca de quatro anos o autor coordenou um projeto de formação continuada a distância para professores de matemática, da Secretaria Estadual de Educação do Estado do Rio de Janeiro (Seeduc), no qual a autora atuou como coordenadora de tutoria. O objetivo inicial era a formação em serviço de professores das escolas públicas estaduais com baixo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), visando às avaliações de larga escala.

    O projeto inicial compreendia um curso de formação continuada de professores do 9º ano do ensino fundamental e 1a série do ensino médio, de língua portuguesa e matemática, da rede estadual de ensino do Rio de Janeiro, ao nível de aperfeiçoamento, com a possibilidade de complementação para um curso de especialização certificado pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Posteriormente, o projeto foi estendido para outros anos dos ensinos fundamental e médio.

    O objetivo do projeto era promover a formação continuada de professores de Língua Portuguesa/Literatura e Matemática para a melhoria do Ideb do estado do Rio de Janeiro. Cabe lembrar que o autor deste livro foi o responsável pela coordenação da Matemática. O curso de aperfeiçoamento, que cobria todo o estado do Rio de Janeiro, era realizado na modalidade semipresencial (pois havia alguns encontros presenciais em polos regionais e em colégios da rede estadual de ensino) e visava a promover a formação de competências que privilegiassem, principalmente, o raciocínio lógico, a imaginação, o senso crítico e a cooperação.

    As ações do curso de aperfeiçoamento eram: preparar conteúdos seguindo as orientações de um Currículo Mínimo recentemente lançado pela Seeduc; utilizar como referência para o desenvolvimento de habilidades, os descritores que compõem os principais sistemas de avaliação em larga escala; capacitar os professores para utilizarem a tecnologia da informação e comunicação em sua prática docente; atualizar os conhecimentos de matemática dos professores; oferecer materiais didáticos, em estreita ligação com o Currículo Mínimo; planejar e discutir com os professores o que ensinar, por que ensinar, como ensinar e como avaliar os conteúdos curriculares de matemática.

    Apesar da intenção política que motivava o projeto, que era promover o governo do estado por meio da mídia, as consequências do projeto eram muito relevantes. Precisamos de ações que incidam sobre a formação continuada docente, para promover uma melhoria da qualidade do sistema educacional através de uma educação emancipatória crítica. Infelizmente, quando isso é feito por governantes incompetentes, corruptos e sem nenhum compromisso com os menos favorecidos, esses projetos ficam nos primeiros cortes de verbas, sejam lá por quais motivos forem.

    Não foi diferente com esse projeto. Inicialmente, os professores participantes do curso de aperfeiçoamento ganhavam uma bolsa mensal de cerca de 50% do salário mínimo vigente para realizarem o curso. Os professores responsáveis pela execução e manutenção do curso, tanto de aperfeiçoamento quanto da especialização, também recebiam uma bolsa mensal paga com verbas da Seeduc, por intermédio do projeto.

    Os professores, alunos do curso de aperfeiçoamento, deixaram de receber a bolsa. O governo não pagou os últimos meses de bolsa aos professores e coordenadores do curso, tanto do aperfeiçoamento quanto da especialização, mas mesmo assim todos levaram a última turma do curso até o final.

    Apesar da grande aceitação por parte dos professores cursistas, o projeto, que teve início em um governo, foi extinto no seguinte, motivado por uma grave crise econômica originada pela corrupção em ambos os governos. O que assistimos foi que a Educação se tornou vítima diante de um poder político que, ao invés de priorizar aspectos sociais, como as áreas da Educação e da Saúde, privilegiou aspectos pessoais e econômicos dos governantes.

    Se quisermos uma sociedade digna, justa e transformada pelos indivíduos por meio da Educação, é necessário anunciar resultados positivos de ações formativas propostas em um projeto e denunciar o desrespeito dos agentes governamentais para com o mesmo.

    Mas ficou uma marca do projeto, que é passada neste livro: a importância de ações na forma de cursos de formação continuada para professores da escola básica.

    Deixamos a mensagem de que é preciso lutar por um país melhor para as nossas crianças e que essa luta se dá por intermédio da Educação, com a melhoria da prática docente.

    Os autores

    PREFÁCIO

    É com satisfação que apresento este livro, escrito pelo casal Mattos, Sandra e José Roberto (ou melhor, Zé, como o chamo, desde a época em que foi meu aluno de graduação em Matemática). Ela é educadora por formação e educadora matemática por vocação, que vê a Educação como a alavanca para uma sociedade digna, justa e transformada pelos indivíduos. Por sua vez, Zé é matemático e educador matemático, com dedicação extrema à etnomatemática e à educação escolar indígena. Ambos têm buscado trazer para a formação do professor de Matemática um olhar diferenciado, permeado pela responsabilidade, com a boa formação do licenciado, pela melhoria da ação do professor em exercício e, consequentemente, da Educação e da sociedade como um todo.

    Escrito com base na experiência do chão da escola, ou seja, embasado no fazer em ação dessa dupla de professores, este livro trata da formação continuada de professores de Matemática do estado do Rio de Janeiro, em um momento delicado e difícil da política educacional brasileira, no qual, destratos políticos, aliados ao desrespeito daqueles que governam pelo patrimônio público, foram aos poucos se desvelando em forma de corrupção, trazendo a derrocada de uma obra sonhada e construída por toda uma comunidade acadêmica junto à Universidade Federal Fluminense. Como bem os autores ponderam na apresentação desta obra:

    O que assistimos foi que a Educação se tornou vítima diante de um poder político que, ao invés de priorizar aspectos sociais, como as áreas da Educação e da Saúde, privilegiou aspectos pessoais e econômicos dos governantes.

    Considero, no entanto, mais do que necessário, ser nosso dever, como formadores de professores, ponderar sobre esse infeliz momento político/educacional, analisando as ações envolvidas no projeto e suas decorrências para o professorado.

    No presente texto, com sua sensibilidade de educadora, Sandra nos apresenta um perfil da formação de professores no Brasil, abrangendo tanto a graduação inicial quanto a continuada, como um espaço e tempo de aprendizagem e de experiências, cheio de possibilidades e desafios, com vistas à prática dos professores de Matemática. A seguir, os autores nos apresentam um passeio pelos meandros da Educação a Distância (EaD) no mundo e no Brasil, permitindo ao leitor se inteirar de parte histórica de sua constituição, a qual abrange o programa Universidade Aberta do Brasil (UAB), criado pelo Ministério de Educação (MEC) em 2006.

    A parte central do volume trata da ação dos autores em um curso de especialização em Novas Tecnologias no Ensino da Matemática (NTEM), dentro de um projeto da Secretaria Estadual de Educação do Estado do Rio de Janeiro (Seeduc) em convênio com a Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro (Cecierj) e a Universidade Federal Fluminense (UFF).

    Considero, no entanto, a parte mais importante e relevante como documentação histórica das ações vivenciadas pelos autores, a apresentação dos resultados de três pesquisas realizadas entre 2013 e 2015, com os professores cursistas no âmbito do referido projeto NTEM/Seeduc.

    Uma análise comparativa entre parte dos resultados obtidos nas pesquisas mostra a importância do curso de especialização para os professores, frente à aceitação dos saberes docentes veiculados e a necessidade deles como motivadores de modificação da prática em sala de aula e para a aquisição da qualificação profissional almejada.

    Acredito que a leitura do presente volume nos permite repensar os fatos ocorridos nesse exemplo da prática em ação e também retirar subsídios para planejar o futuro da formação continuada (tanto presencial quanto em EaD), com vistas a um fazer educacional mais profícuo e menos sujeito a turbulências governamentais.

    Professora doutora Ana Maria Kaleff

    Coordenadora do Laboratório de Ensino de Geometria

    Professora titular do Departamento de Geometria

    Universidade Federal Fluminense

    Sumário

    1

    INTRODUÇÃO

    2

    FORMAÇÃO DE PROFESSORES

    2.1 A formação de professores no Brasil: algumas características

    2.2 As terminologias mais utilizadas para a formação continuada de professores

    2.3 Formação inicial e continuada: espaço tempo de aprendizagens e de experiências

    2.4 A formação continuada em serviço: possibilidades e desafios

    2.5 Formação e prática dos professores de matemática

    3

    EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (EAD)

    3.1 A educação a distância no mundo

    3.2 A educação a distância no Brasil

    3.3 Programa Universidade Aberta do Brasil

    3.4 Alguns conceitos a respeito da EAD

    3.5 O curso de Especialização Novas Tecnologias no Ensino da Matemática – NTEM

    3.6 O curso de Especialização Novas Tecnologias no Ensino da Matemática – NTEM: versão para uma Secretaria Estadual de Educação

    4

    VISÃO DOS PROFESSORES

    4.1 Início de um Projeto de Formação Continuada

    4.2 Um Projeto de Sucesso entre os Professores

    4.3 Impactos do Projeto: comparando resultados

    4.3.1 O tempo de serviço 

    4.3.2 Os motivos para realização do curso 

    4.3.3 As mudanças na prática profissional 

    4.3.4 A importância do projeto para a prática profissional 

    4.4 Finalizando o projeto 

    4.5 Impactos de um projeto em extinção 

    4.5.1

    Está gostando da amostra?
    Página 1 de 1