Aproveite milhões de eBooks, audiolivros, revistas e muito mais

Apenas $11.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

Inclusão Digital: A Inserção Das Tecnologias Informacionais Nas Escolas Públicas Da Rmn E O Proinfo Em Natal/rn

Inclusão Digital: A Inserção Das Tecnologias Informacionais Nas Escolas Públicas Da Rmn E O Proinfo Em Natal/rn

Ler a amostra

Inclusão Digital: A Inserção Das Tecnologias Informacionais Nas Escolas Públicas Da Rmn E O Proinfo Em Natal/rn

Duração:
616 páginas
2 horas
Lançados:
12 de fev. de 2022
ISBN:
9788562983405
Formato:
Livro

Descrição

Temas como Internet, ciberespaço, rede mundial de computadores, novas tecnologias, virtualidade, revolução informacional são tratados na obra, sempre aliados ao impacto na área educacional brasileira. A primeira pesquisa baseia-se em informações obtidas a partir do Censo Escolar, analisando o impacto da inclusão digital na Região Metropolitana
Lançados:
12 de fev. de 2022
ISBN:
9788562983405
Formato:
Livro


Relacionado a Inclusão Digital

Livros relacionados

Artigos relacionados

Amostra do livro

Inclusão Digital - Aracely Xavier Da Cruz & Maria Aparecida Ramos Da Silva

INCLUSÃO

DIGITAL:

A inserção das tecnologias informacionais nas

Escolas Públicas da RMN e o ProInfo em Natal/RN

ARACELY XAVIER DA CRUZ

MARIA APARECIDA RAMOS DA SILVA

INCLUSÃO

DIGITAL:

A inserção das tecnologias informacionais nas

Escolas Públicas da RMN e o ProInfo em Natal/RN

1ª edição

Rio Grande

2013

Copyright ©2013 Aracely Xavier da Cruz & Maria Aparecida Ramos

da Silva

Todos os direitos reservados aos autores, cedidos à Pluscom Editora

- um selo da Pluscom comunicação ltda - para a presente edição.

Projeto gráfico, diagramação e capa:

Pluscom Editora

Editor:

Marcelo França de Oliveira

Conselho Editorial

Prof. Dr. Elio Flores (UFPB)

Prof. Dr. Francisco das Neves Alves (FURG)

Prof. Dr. Rodrigo Santos de Oliveira (FURG)

Prof. Dr. Luiz Henrique Torres (FURG)

Prof. Dr. Moacyr Flores (IHGRGS)

Dados internacionais de Catalogação na Publicação (CIP)

In213 Inclusão digital: a inserção das tecnologias informacionais nas Escolas

Públicas da RMN e o ProInfo em Natal/RN / Aracely Xavier da

Cruz; Maria Aparecida Ramos da Silva. Rio Grande: Pluscom

Editora, 2013.

170p.

Bibliografia

ISBN 978-85-62983-40-5

1. Educação. 2. Inclusão digital. 3. Tecnologia da informação. 4.

Internet. 5. ProInfo. 6. Políticas públicas. I. Cruz, Aracely Xavier

da. II. Silva, Maria Aparecida Ramos da. III. Título.

CDU:37:004

Pluscom Editora

(Pluscom Comunicação Ltda)

Rua 19 de Fevereiro, 550 / 301 - Centro

96200-490 - Rio Grande - RS - Brasil

+55 53 3232.1972 - contato@casaletras.com.br

www.casaletras.com.br

Impresso na Primavera de 2013

Dedicamos esta obra a todos

e todas os/as estudantes de

escolas públicas

AgrAdecimentos

Ao longo de mais de dois anos de estudo e pesquisa

sempre temos muitas pessoas ao nosso redor, colegas

de disciplina, de base, os (as) professores (as),

amigos (as) e sempre guardamos boas lembranças daqueles (as)

que estiveram mais próximos nesse percurso. É com satisfação e

carinho que relembro de todos que contribuíram para a realização

desse trabalho.

Meus sinceros agradecimentos a minha orientadora,

Professora. Maria do Livramento Miranda Clementino por ter

acreditado em meu projeto e ter contribuído imensamente para

construí-lo!

Ao Professor Moisés Calle, pela disponibilidade e valiosa

ajuda, por suas palavras de incentivo, pela sua grande contribuição

na metodologia e na parte estatística da construção do banco de

dados, fundamental para a concretização desse trabalho. Muito

obrigada!

As minhas amigas, especialmente a Danielle Maria que foi

a maior incentivadora para que eu chegasse ao mestrado, muito

obrigada.

Aos colegas da base Observatório da Educação e do NAPP,

pelas conversas informais, pela contribuição indireta ao meu

tema. Um agradecimento especial à Larissa pela confecção dos

mapas e a Renata pela formatação das tabelas, quadros e gráficos.

Sou muitíssimo grata!

As queridas colegas de mestrado que se tornaram amigas

as quais tenho muito apreço: Cida, Jeane, Terezinha, Thais e

Veruska.

Encerro agradecendo com muito amor e carinho a minha

família, especialmente meus pais Francisca e Albamar, por sempre

acreditarem em meu potencial.

Aracely Xavier

AgrAdecimentos

Inicialmente, agradeço ao meu orientador Prof. Dr. João

Bosco Araújo da Costa, sempre me instigando a ultrapassar

limites e expandir minhas capacidades. E, mesmo sendo

um Imigrante Digital, com fortes sotaques, embarcou na viagem

de discutir as novas Tecnologias da Informação e Comunicação e,

significativamente, contribuiu para o andamento e conclusão deste

trabalho.

Aos membros da Base de Pesquisa Poder Local, Cultura Política

e Políticas Públicas, especialmente, à pesquisadora Dalvanir Avelino

pela amizade e momentos de troca acadêmica e apoio solidário.

Às colegas do mestrado Terezinha Albuquerque e Aracely

Xavier, por terem compartilhado comigo estudos, preocupações e

momentos de descontração no decorrer do Mestrado.

Também foram fundamentais o apoio e incentivo das amigas

Bethânia Lima, Daiany Dantas, Josely Gomes, Marcelange Brito e

Sandra Pequeno, que vivenciam comigo diversas dúvidas, incertezas

e prazeres e mesmo sem uma convivência diária estão conectadas com

o que acontece em minha vida.

À minha família, principalmente meus pais Francisco Ramos

e Maria Odete, pelo desprendimento com que deixaram tudo para

trás, saindo do interior do Estado para a capital, quando estávamos

em idade escolar. Essa foi a semente para que tudo acontecesse e agora

concluo mais uma etapa desse percurso.

Ao meu amor Antônio Régis por fazer parte dos meus dias e torná-

los mais leves e coloridos, entendendo e incentivando os devaneios

iminentes de quem se propõe a aprofundar o conhecimento.

E, especialmente, aos meus sobrinhos Gabriel, Roberta, Eduarda

e Guilherme típicos representantes da geração de Nativos Digitais,

que sempre me ensinam e muitas vezes me fazem duvidar o quanto

sei sobre as tecnologias e o mundo virtual.

Aparecida Ramos

sumário

INTRODUÇÃO ........................................................................................... 10

CAPÍTULO 1 – INCLUSÃO DIGITAL: UM CONCEITO EM CONSTRUÇÃO

1.1. O que é Inclusão Digital: a tentativa de elaborar um conceito .............. 14

1.2. O surgimento da internet no contexto mundial .................................... 20

1.3. Um panorama da desigualdade digital no Brasil .................................. 27

1.4. Inclusão digital no Brasil ...................................................................... 32

CAPÍTULO 2 – NOVAS TECNOLOGIAS NAS ESCOLAS PÚBLICAS

2.1. A internet e os primeiros cliques nas escolas ........................................ 37

2.2. O acesso à grande biblioteca virtual .................................................... 41

2.3. O impacto das novas TIC na educação ................................................. 47

2.4. A Inclusão Digital nas escolas públicas ................................................ 51

CAPÍTULO 3 – ANÁLISE EXPLORATÓRIA DOS DADOS INEP

3.1. A metodologia: técnicas e procedimentos utilizados ............................ 62

3.1.1. Construção do Banco de Dados: Censo escolar ano 2003 .............. 63

3.1.2. Construção dos ambientes escolares de Inclusão Digital ................ 71

3.2. Análise de resultados: Ambientes Escolares de Inclusão Digital ........... 74

3.2.1 Análise das taxas Aprovação, Reprovação e Distorção .................... 81

3.2.2 Ambientes Escolares de Inclusão Digital: Infraestrutura .................. 93

3.2.3 Análise do banco de dados 2007 ................................................... 97

CAPÍTULO 4 – O PROINFO NAS ESCOLAS PÚBLICAS BRASILEIRAS

4.1. A implementação do ProInfo nas escolas públicas brasileiras ............. 103

4.1.1 – A interface do ProInfo no Estado do RN..................................... 110

4.1.2 – Ambientes informacionais nas escolas municipais do RN ........... 112

4.2. Escolas conectadas: o ProInfo no município de Natal ......................... 114

CAPÍTULO 5 – UMA ANÁLISE DO PROINFO NO MUNICÍPIO DE NATAL

5.1. O universo da pesquisa sobre o ProInfo nas escolas municipais de Natal .....123

5.2. A avaliação do ProInfo na percepção das gestoras: "Conflito geracional

entre Imigrantes e Nativos Digitais" .......................................................... 124

5.3 – A avaliação do ProInfo na percepção dos professores: "Não adianta

bloquear, tem que educar" ....................................................................... 135

5.4 – A avaliação do ProInfo na percepção dos estudantes: "A internet é

essencial para a vida" ............................................................................... 150

CAPÍTULO 6 – CONSIDERAÇÕES FINAIS ................................................. 162

ARACELY XAVIER DA CRUZ | MARIA APARECIDA RAMOS DA SILVA

INCLUSÃO DIGITAL: A INSERçÃO DAS TECNOLOGIAS INfORMACIONAIS NAS ESCOLAS PúBLICAS DA RMN E O PROINfO EM NATAL/RN

introduÇÃo

Este livro reúne duas pesquisas defendidas como dissertações

de mestrado no Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais

da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Realizada pela cientista social Aracely Xavier da Cruz, a

primeira pesquisa situou-se dentro do projeto "O mapa social da

Região Metropolitana de Natal: Inferências na qualidade escolar",

executado pelo núcleo RMNatal – UFRN, coordenado pela Prof.ª

Dra. Maria do Livramento M. Clementino. O processo de coleta

dos dados teve início durante a disciplina Seminário de Métodos

Quantitativos, ministrada pelo Prof. Moisés Calle. No decorrer

da disciplina foi trabalhado o Censo Escolar 2003 e, a partir das

atividades em sala, recortou-se o campo de pesquisa, com a seleção

da região metropolitana dentro do banco relativo ao Brasil.

Diante das informações obtidas a partir do Censo Escolar

ano 2003 e de leituras complementares acerca da Educação no

Brasil, percebeu-se que o sistema educacional no país enfrenta

problemas como evasão, repetência, falta de salas de aula adequadas,

infraestrutura precária, além do número insuficiente de professores

e sem formação em nível superior. Quando se trata da questão

da Inclusão Digital, mais um problema é detectado: visto que há

escolas que não dispõem da mínima estrutura, como cobrar o uso

do computador?

Essa preocupação surge porque na sociedade atual a

informação e o conhecimento são primordiais, em que as pessoas

devem ser cada vez mais estimuladas a desenvolverem habilidades

intelectuais e estar em constante atualização de seus conteúdos

cognitivos. Há uma exigência do mercado de trabalho, em que

os profissionais mais capacitados têm melhores oportunidades de

conseguirem um emprego e ter uma boa remuneração.

10

11

ARACELY XAVIER DA CRUZ | MARIA APARECIDA RAMOS DA SILVA

INCLUSÃO DIGITAL: A INSERçÃO DAS TECNOLOGIAS INfORMACIONAIS NAS ESCOLAS PúBLICAS DA RMN E O PROINfO EM NATAL/RN

Dessa forma, a pesquisa focalizou a questão da Inclusão Digital

associada ao desempenho escolar dos alunos das escolas públicas

de Ensino Médio da RMN. Constatou-se que a situação não é

satisfatória, uma vez que, do total de 82 escolas investigadas para

o ano de 2003, apenas 20 possuíam laboratórios de informática e

somente nove com acesso à internet. Ao se comparar com o Censo

Escolar de 2007, houve um aumento em relação aos laboratórios, que

totalizavam 47 e desses, 35 estavam conectados com a rede mundial

de computadores, no entanto, essa ampliação ainda é insatisfatória

para atender a demanda dos alunos da Região Metropolitana de

Natal.Após a apresentação dos dados sobre a RMN, esta obra

traz a segunda pesquisa, elaborada pela jornalista e pesquisadora

Aparecida Ramos, que analisa especificamente uma política pública

de inclusão digital, o Programa Nacional de Tecnologia Educacional

– ProInfo, no município de Natal, capital do estado do Rio Grande

do Norte e município polo da RMN. Esse estudo esteve agregado à

Base de Pesquisa Poder Local, Cultura Política e Políticas Públicas

– CCHLA – UFRN, coordenada pelo Prof. Dr. João Bosco Araújo

da Costa.

Criado em 1997, o ProInfo tem como finalidade promover

"o uso pedagógico das tecnologias de informação e comunicação

nas redes públicas de educação básica". O principal diferencial

em relação a outros programas e projetos de inclusão digital

implementados no país é a utilização pedagógica das novas TIC,

com a capacitação dos professores e ambientes informacionais nas

escolas, visando promover mudanças nos ambientes educativos

com a presença de artefatos tecnológicos e linguagens próximas ao

universo de interesse dos estudantes.

Dessa forma, o objetivo da pesquisa que tratou do ProInfo foi

avaliar a efetividade dessa política pública, a partir da percepção

das gestoras, professores e estudantes envolvidos no programa. Ao

final, concluiu-se que esses atores sociais percebem a importância

da presença dos ambientes informacionais na escola, porém relatam

que existem diversos problemas da implementação do programa.

10

11

ARACELY XAVIER DA CRUZ | MARIA APARECIDA RAMOS DA SILVA

INCLUSÃO DIGITAL: A INSERçÃO DAS TECNOLOGIAS INfORMACIONAIS NAS ESCOLAS PúBLICAS DA RMN E O PROINfO EM NATAL/RN

Assim, é imprescindível a realização de mudanças significativas

para que o ProInfo promova alterações no processo de ensino-

aprendizagem.

Este livro está dividido em cinco capítulos. O primeiro

deles intitulado Inclusão digital: um conceito em construção

mostra como muitos autores e pesquisadores estão debatendo essa

questão e os diversos caminhos percorridos na tentativa de traçar

um conceito-guia. A história sobre o surgimento da internet, a

desigualdade digital e a necessidade de políticas públicas de inclusão

digital também são tratados neste capítulo.

O segundo capítulo, Novas tecnologias nas escolas públicas,

se detém no ambiente escolar para mostrar o início da utilização

das novas Tecnologias de Informação e Comunicação nas escolas

públicas. O impacto das novas TIC na educação, principalmente,

no que diz respeito ao surgimento de uma cultura da aprendizagem,

em que a conexão e acessibilidade permite um constante e

permanente processo de aprendizagem, também é tratado neste

capítulo, além da importância de programas de inclusão digital nas

escolas públicas.

O terceiro capítulo é a apresentação da metodologia, técnicas

e procedimentos utilizados para a análise exploratória dos dados

INEP - Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas, sobre o Censo

Escolar da Região Metropolitana de Natal. Também é feita a análise

de resultados sobre os Ambientes Escolares de Inclusão Digital e sua

influência sobre as taxas de Aprovação, Reprovação e Distorção.

Em seguida, o quarto capítulo se dedica ao ProInfo - Programa

Nacional de Tecnologia Educacional e sua implementação nas

escolas públicas brasileiras, mostrando as singularidades deste

programa e a importância para a educação do país. Este capítulo

também mostra a interface do programa nas escolas estaduais do

Rio Grande do Norte, nas escolas municipais em todo o Estado e,

especificamente, no município de Natal.

O quinto capítulo "Uma análise do ProInfo no município de

Natal", inicialmente, apresenta o universo da pesquisa e as técnicas

metodológicas qualitativas utilizadas para aferir a efetividade do

12

13

ARACELY XAVIER DA CRUZ | MARIA APARECIDA RAMOS DA SILVA

INCLUSÃO DIGITAL: A INSERçÃO DAS TECNOLOGIAS INfORMACIONAIS NAS ESCOLAS PúBLICAS DA RMN E O PROINfO EM NATAL/RN

programa. A seguir, são apresentadas as percepções das gestoras,

professores e estudantes envolvidos no programa.

Por fim, o sexto capítulo traz as considerações finais sobre

as duas pesquisas. A pesquisa sobre a Região Metropolitana de

Natal constatou que as escolas que têm melhores desempenhos

são justamente as que recebem mais investimentos em recursos

informacionais e acesso à internet, além de utilizar pedagogicamente

esses recursos. A pesquisa sobre a efetividade do ProInfo também

ressaltou a importância do uso pedagógico das novas TICs como

ferramenta para promoção do letramento digital. Concluiu-se

que essa política pública ainda necessita de diversos investimentos

para sanar problemas de infraestrutura e conflitos no ambiente

educacional para que realmente contribua para o processo de

ensino-aprendizagem.

12

13

ARACELY XAVIER DA CRUZ | MARIA APARECIDA RAMOS DA SILVA

INCLUSÃO DIGITAL: A INSERçÃO DAS TECNOLOGIAS INfORMACIONAIS NAS ESCOLAS PúBLICAS DA RMN E O PROINfO EM NATAL/RN

CAPÍTULO 1

incLusÃo digitAL: um conceito em

construÇÃo

1.1. O que é Inclusão Digital: a tentativa de elaborar um

conceito

Internet, ciberespaço, rede mundial de computadores,

novas tecnologias, virtualidade, revolução informacional e outros

temas relativos à grande rede, têm sido objeto de pesquisa de

autores como Manuel Castells, Dominique Wolton, Pierre Lévy,

Jean Lojkine, Sérgio Amadeu da Silveira, entre outros.

Embora o número de interessados na temática da internet

seja crescente e já existam pesquisadores renomados se dedicando a

esse tema, até o momento não há um conceito-guia que esclareça,

de fato, o que significa incluir digitalmente. Isso é justificável pela

novidade do tema e pela falta de aprofundamento, uma vez que a

explosão da internet só ocorreu na década de 1990, despertando,

dessa forma, a curiosidade de estudiosos.

Na tentativa de conhecer de forma mais detalhada o tema

da Tecnologia da Informação na educação na América Latina

e no Brasil, em 2007 a Rede de Informação Tecnológica Latino-

Americana (RITLA) realizou um estudo ressaltando a dificuldade

na obtenção de dados e a escassez de pesquisas na área. Em

seu primeiro trabalho, intitulado Lápis, Borracha e Teclado 1,

1 Waiselfisz, J.J. Lápis, Borracha e Teclado. Tecnologia da Informação na Educação – Brasil e América Latina. Brasília, RITLA, Instituto Sangari, Ministério da Educação: 2007. Disponível no site da RITLA: www.ritla.net. Documento acessado em 20 de junho de 2009.

14

15

ARACELY XAVIER DA CRUZ | MARIA APARECIDA RAMOS DA SILVA

INCLUSÃO DIGITAL: A INSERçÃO DAS TECNOLOGIAS INfORMACIONAIS NAS ESCOLAS PúBLICAS DA RMN E O PROINfO

Você chegou ao final dessa amostra. Cadastre-se para ler mais!
Página 1 de 1

Análises

O que as pessoas acham de Inclusão Digital

0
0 notas / 0 Análises
O que você achou?
Nota: 0 de 5 estrelas

Avaliações do leitor