Aproveite milhões de e-books, audiolivros, revistas e muito mais, com uma avaliação gratuita

Apenas $11.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

Atletismo: Desenvolvimento Humano e Aprendizagem Esportiva
Atletismo: Desenvolvimento Humano e Aprendizagem Esportiva
Atletismo: Desenvolvimento Humano e Aprendizagem Esportiva
E-book251 páginas128 horas

Atletismo: Desenvolvimento Humano e Aprendizagem Esportiva

Nota: 0 de 5 estrelas

()

Ler a amostra

Sobre este e-book

As reflexões presentes neste livro têm como foco o atletismo e o desenvolvimento humano na aprendizagem esportiva. Esta obra é composta de quatro capítulos, com uma abordagem contextualizada sobre o desenvolvimento humano e o ensino e a aprendizagem da modalidade atletismo, e seu conteúdo visa a um produto do esporte engajado em uma sociedade de vários ambientes inter-relacionados, os quais podem auxiliar os atletas em seu desenvolvimento e em sua aprendizagem esportiva. A obra propõe-se à modalidade atletismo quando praticada como intervenção social, podendo melhorar a qualidade de vida e o desenvolvimento dos seus praticantes, para que possam, assim, realizar o seu potencial em dignidade e igualdade, em um ambiente esportivo saudável.

Esta obra pauta-se no ambiente esportivo como meio favorável a muitas oportunidades – nesse caso, o esporte deve utilizar esse ambiente para melhorar vidas de crianças e adolescentes que vivem em diversidade e adversidade social, vidas muitas vezes marcadas pelo contexto de risco e situação de vulnerabilidade social. Assim, o esporte pode contribuir para tal desenvolvimento, promovendo dignidade humana e oportunizando que as pessoas encontrem mais esperanças no meio esportivo e tenham confiança e oportunidades melhores de se desenvolverem em outras esferas da vida humana no futuro. Assim, a principal abordagem teórica será a Teoria de Urie Bronfenbrenner, que versa sobre o desenvolvimento humano.
IdiomaPortuguês
Data de lançamento3 de nov. de 2017
ISBN9788547311964
Atletismo: Desenvolvimento Humano e Aprendizagem Esportiva
Ler a amostra

Relacionado a Atletismo

Ebooks relacionados

Artigos relacionados

Avaliações de Atletismo

Nota: 0 de 5 estrelas
0 notas

0 avaliação0 avaliação

O que você achou?

Toque para dar uma nota

A avaliação deve ter pelo menos 10 palavras

    Pré-visualização do livro

    Atletismo - Aguinaldo Souza dos Santos

    Editora Appris Ltda.

    1ª Edição - Copyright© 2017 dos autores

    Direitos de Edição Reservados à Editora Appris Ltda.

    Nenhuma parte desta obra poderá ser utilizada indevidamente, sem estar de acordo com a Lei nº 9.610/98.

    Se incorreções forem encontradas, serão de exclusiva responsabilidade de seus organizadores.

    Foi feito o Depósito Legal na Fundação Biblioteca Nacional, de acordo com as Leis nºs 10.994, de 14/12/2004 e 12.192, de 14/01/2010.

    COMITÊ CIENTÍFICO DA COLEÇÃO EDUCAÇÃO FÍSICA

    Dedico ao professor Ademir Nicola Francisco, amigo e técnico da Equipe de Atletismo de Paranavaí, profissional competente, que transmite confiança, incentiva e apoia seus atletas.

    Aos atletas Eduardo Gauze Alexandrino, Carla Eduarda dos Santos Carvalho, Yohana Trossine Barbosa, Tiago Berteli Sanches, Tamires Santana, Ana Caroline Duque, Natiely de Souza Gauze, Cleiton Cesário Abrão, Natalia Paula dos Santos, Roselene Rodrigues Padilha, Gabriela Souza Dias, manifesto a minha gratidão e confiança nos anos de treinamento.

    Prof. Ms. Aguinaldo Souza dos Santos

    Dedico este livro à minha família, em especial à minha esposa, Gislaine Cristina Vagetti, e a meus filhos, Caio Vagetti de Oliveira e Giovana Vagetti de Oliveira.

    Prof. Dr. Valdomiro de Oliveira

    Dedico este livro à minha família: em especial ao meu esposo, Valdomiro de Oliveira, e a meus filhos, Caio Vagetti de Oliveira e Giovana Vagetti de Oliveira.

    Profa Dra Gislaine Cristina Vagetti

    AGRADECIMENTOS

    À professora Drª.Gislaine Cristina Vagetti, pela amizade, dedicação e pelo apoio. Principalmente por ser a maior incentivadora para realização desta obra.

    Ao meu orientador, Dr. Valdomiro de Oliveira, pela oportunidade do conhecimento científico, pelo incentivo e pela confiança.

    À Universidade Federal do Paraná, em especial ao Departamento de Educação e à linha do mestrado: Cognição, Aprendizagem e Desenvolvimento Humano; e a todo seu corpo docente, pelos ensinamentos.

    À Associação de Atletismo de Paranavaí, em especial ao professor Leandro Pinto Araújo Lopes, pela confiança e pelo apoio para a realização desta obra, possibilitando o conhecimento e a compreensão do desenvolvimento humano e da educação esportiva da trajetória dos atletas da modalidade atletismo da cidade de Paranavaí.

    Prof. Ms. Aguinaldo Souza dos Santos

    Agradeço a todos que direta ou indiretamente contribuíram para a produção desta obra.

    Prof. Dr. Valdomiro de Oliveira

    Agradeço a todos que direta ou indiretamente contribuíram para a produção desta obra.

    Profa Dra Gislaine Cristina Vagetti

    APRESENTAÇÃO

    As reflexões presentes neste livro têm como foco o atletismo e o desenvolvimento humano na aprendizagem esportiva. Esta obra é composta de quatro capítulos, com uma abordagem contextualizada sobre o desenvolvimento humano e o ensino e a aprendizagem da modalidade atletismo, e seu conteúdo visa a um produto do esporte engajado em uma sociedade de vários ambientes inter-relacionados, os quais podem auxiliar os atletas em seu desenvolvimento e em sua aprendizagem esportiva. A obra propõe-se à modalidade atletismo quando praticada como intervenção social, podendo melhorar a qualidade de vida e o desenvolvimento dos seus praticantes, para que possam, assim, realizar o seu potencial em dignidade e igualdade, em um ambiente esportivo saudável.

    Esta obra pauta-se no ambiente esportivo como meio favorável a muitas oportunidades – nesse caso, o esporte deve utilizar esse ambiente para melhorar vidas de crianças e adolescentes que vivem em diversidade e adversidade social, vidas muitas vezes marcadas pelo contexto de risco e situação de vulnerabilidade social. Assim, o esporte pode contribuir para tal desenvolvimento, promovendo dignidade humana e oportunizando que as pessoas encontrem mais esperanças no meio esportivo e tenham confiança e oportunidades melhores de se desenvolverem em outras esferas da vida humana no futuro. Assim, a principal abordagem teórica será a Teoria de Urie Bronfenbrenner, que versa sobre o desenvolvimento humano.

    O objetivo deste estudo foi investigar a trajetória do desenvolvimento humano e a educação esportiva dos atletas da modalidade atletismo. Para tal análise, foi utilizado o modelo de desenvolvimento humano embasado no estudo do paradigma bioecológico pessoa-processo-contexto-tempo, e o ciclo de vida ao longo do tempo promove e auxilia no desenvolvimento da educação esportiva e no desenvolvimento humano dos atletas. Isso promove a vida em um sentido mais amplo e com mais esperanças de sucesso pessoal, no qual o contexto esportivo foi fundamental para a transformação social. Sob o ponto de vista desta obra, ela pode contribuir para a produção de conhecimento sobre questões centrais da educação relacionadas aos processos cognitivos da aprendizagem esportiva. Nesse caso, o atletismo também pode contribuir para o desenvolvimento humano em crianças e adolescentes que ingressam em programas de desenvolvimento e aperfeiçoamento esportivo.

    Os autores têm a pretensão de oferecer elementos reflexivos que contribuam com os debates acerca dessa temática, instigando e mobilizado acadêmicos e pesquisadores da Educação e da Educação Física, mas esta obra destina-se, também, a atletas, professores e grupos de pesquisas interessados em debater, por meio de sua leitura, os assuntos aqui tratados, que são de relevância para discussão e permitem a possibilidade de um diálogo reflexivo.

    Valdomiro e Gislaine

    PREFÁCIO

    Atualmente, as modalidades esportivas são caracterizadas por uma busca constante de recordes. Ocorre na prática um considerável aumento da intensidade das cargas de treino e competição, além de uma forte disputa entre os adversários com potenciais similares. Para se atingir a excelência esportiva, em várias modalidades são necessários de oito a 10 anos de preparação. Com frequência, esse treinamento é acompanhado de consideráveis sobrecargas motoras e emocionais, ocasionando, em consequência, uma intensa atividade intelectual. O somatório de tudo isso, além de outros fatores, dificulta a preparação de um atleta de alto rendimento.

    Neste século, ocorreram descobertas incríveis sobre o esporte, quando apresenta a sua iniciação e consequentes resultados cada vez mais cedo. Claro que não me refiro a todas as manifestações de prática esportiva, mas às que remetem ao alto rendimento. Uma característica particular do atual período de desenvolvimento das modalidades esportivas é a busca universal, cientificamente fundamentada, de jovens talentos, capazes de receber grandes cargas de treino e elevados ritmos de aperfeiçoamento esportivo. Ao mesmo tempo, na prática de esportes se vê uma retirada prematura de muitos jovens que iniciam bem e depois não evoluem de maneira adequada, não atingindo o sucesso. Alguns deles não chegam a alcançar a metade de seu potencial, enquanto outros não atingiram o seu nível máximo de possibilidades.

    O problema de preparação das reservas esportivas leva a uma grande reflexão de inúmeros fatores que influenciam de modo organizacional, metodológico e científico. Este último está estritamente relacionado com o controle da preparação dos jovens atletas durante muitos anos e prevê: a) uma rigorosa continuidade de tarefas, nos meios e nos métodos de treinamento de crianças, jovens e adultos; b) um incremento contínuo do volume dos meios de preparação física geral e específica; c) continuidade do volume e da intensidade das cargas de treino e crescimento contínuo; d) uma rigorosa observação do princípio de gradatividade na aplicação das cargas de treino e de competição.

    Um importante fator na regulação da preparação dos jovens atletas é o conhecimento das particularidades do crescimento e da formação do organismo, do aperfeiçoamento das funções motora e vegetativa, do metabolismo energético e da capacidade de trabalho, além de todo o ambiente social vivido.

    Nesta obra, os autores destacam os aspectos relacionados à formação de um atleta ao longo do tempo e discutem, em especial, questões relacionadas ao desenvolvimento e à aprendizagem esportiva na modalidade atletismo, sobretudo as questões do ambiente, o quanto ele pode facilitar ou dificultar a prática esportiva e, consequentemente, a carreira esportiva de crianças e jovens inseridos nessa atividade humana.

    Em quatro capítulos é relatada a experiência de jovens praticantes da modalidade atletismo no Paraná, considerado um celeiro do atletismo brasileiro, responsável por inúmeros atletas de alto rendimento nas diversas categorias dos selecionados nacionais de atletismo.

    Estudar o ambiente em que esses jovens vivem e praticam o esporte pode nos dar o caminho e o meio de abordar na prática o campo de conhecimento que várias áreas científicas têm produzido sobre esta temática. Sem dúvida, para quem trabalha na formação de atletas e no alto rendimento esportivo, a leitura desta obra pode ser um grande ponto de partida para novas reflexões sobre a iniciação esportiva em nosso país.

    Antônio Carlos Gomes, PhD

    Confederação Brasileira de Atletismo

    Sumário

    CAPÍTULO I

    1.1 INTRODUÇÃO

    CAPÍTULO II

    2.1 CARACTERÍSTICAS DA MODALIDADE ATLETISMO

    2.2 DESENVOLVIMENTO, ORGANIZAÇÃO E ESTRUTURA DO ESPORTE

    2.2 A TEORIA BIOECOLÓGICA DO DESENVOLVIMENTO HUMANO APLICADA À MODALIDA DE ATLETISMO

    2.2.1 Síntese do modelo a seguir

    CAPÍTULO III

    3.1 ORGANIZAÇÃO EDUCACIONAL, ETAPA DE DESENVOLVIMENTO ESPORTIVO E SUAS FASES DE ENSINO E APRENDIZAGEM DO ATLETISMO

    3.2 FASE LÚDICA DA INICIAÇÃO: AS PROVAS DO ATLETISMO E A IMPORTÂNCIA DE CONHECER A MODALIDADE BRINCANDO

    3.3 FASE DE ENSINO E APRENDIZAGEM INICIAL DAS TÉCNICAS DAS PROVAS DO ATLETISMO

    3.4 FASE DE AUTOMATIZAÇÃO, REFINAMENTO DO ENSINO E APRENDIZAGEM DE NOVOS CONTEÚDOS DO ATLETISMO

    3.5 ETAPA DE APERFEIÇOAMENTO ESPORTIVO E SUAS FASES DE ENSINO E APRENDIZAGEM DO ATLETISMO

    3.6 FASE DE APERFEIÇOAMENTO DO ENSINO E APRENDIZAGEM INICIAL NAS PROVAS DO ATLETISMO

    3.7 FASE DE APERFEIÇOAMENTO PROFUNDO DO ENSINO E APRENDIZAGEM NO ATLETISMO

    3.8 FASE DE APERFEIÇOAMENTO DE APROXIMAÇÃO AOS RESULTADOS SUPERIORES NO ENSINO E APRENDIZAGEM NO ATLETISMO

    CAPÍTULO IV

    4.1 DEPOIMENTOS DOS ATLETAS E TÉCNICOS SOBRE A TRAJETÓRIA DE DESENVOLVIMENTO NO ENSINO E NA APRENDIZAGEM ESPORTIVA

    4.2 RELAÇÕES INTERPESSOAIS DOS ATLETAS NA TRAJETÓRIA DE DESENVOLVIMENTO ESPORTIVO (PESSOA)

    4.3 AS TRAJETÓRIAS DOS ATLETAS NAS DIFERENTES FASES DA CARREIRA NA MODALIDADE ATLETISMO (PROCESSO)

    4.4 INFLUÊNCIA DA MODALIDADE ATLETISMO NO DESENVOLVIMENTO PESSOAL DOS ATLETAS (CONTEXTO)

    4.5 IDADES EM QUE OCORRERAM AS PRÁTICAS DOS TREINAMENTOS E RESULTADOS EM DIFERENTES NÍVEIS DE COMPETIÇÃO (TEMPO)

    Considerações finais

    REFERÊNCIAS

    CAPÍTULO I

    1.1 INTRODUÇÃO

    A presente obra visa a caracterizar o desenvolvimento humano e a aprendizagem esportiva pautada no ambiente da modalidade atletismo, utilizado esse contexto de prática esportiva como meio favorável a muitas oportunidades para aprendizagem e para uma educação que contribua com o desenvolvimento integral das pessoas. O desenvolvimento humano e a aprendizagem iniciam com o nascimento e continuam até o fim da vida. A metodologia de pesquisa desta obra tem característica de cunho exploratório que visa descrever características exploratórias sobre um tema ou problema de pesquisa pouco estudado, que, neste caso, é o desenvolvimento humano e a aprendizagem esportiva da modalidade atletismo. Esta obra também é descritiva por se enquadrar nas características de descrever situações, acontecimentos e feitos, procurando elucidar como é e como se manifesta determinado fenômeno¹. Quanto à abordagem, este estudo é uma pesquisa qualitativa², mas que apresentou alguns dados quantitativos para uma melhor compreensão da discussão qualitativa.

    O modo de tratamento utilizado baseou-se na análise de conteúdo, que consiste na leitura detalhada do material coletado e transcrito por meio da identificação de palavras e conjuntos de palavras que tenham sentido para a pesquisa, assim como na classificação em categorias ou temas³. Essa análise foi feita depois de feitos os depoimentos de vinte atletas e ex-atletas do sexo masculino e feminino, praticantes da modalidade atletismo, com destaque estadual, nacional e internacional, além do técnico da Associação de Atletismo do município de Paranavaí.

    Para uma melhor compreensão deste livro, um pouco de entendimento da modalidade atletismo⁴, enquanto modalidade olímpica no âmbito formal e não formal, quando praticado como intervenção voltada para a educação e o desenvolvimento esportivo, pode melhorar a qualidade de vida e o desenvolvimento de seus praticantes. Quando praticado como intervenção social, pode melhorar a qualidade de vida e o desenvolvimento humano dos praticantes. A presente obra pauta-se no ambiente esportivo como meio favorável a muitas oportunidades oferecidas por esse ambiente – neste caso, é preciso utilizar-se desse ambiente para melhorar a vida de crianças e adolescentes que vivem em diversidade e adversidade social, vidas marcadas pelo contexto de risco.

    Assim, o esporte, quando desenvolvido na sua totalidade de princípios e valores, pode contribuir para a educação e o desenvolvimento humano, promovendo a felicidade nas pessoas e oportunizando o encontro com mais esperanças no meio esportivo, dando-lhes confiança e melhores oportunidades de desenvolvimento em seu futuro. Dessa maneira, a principal abordagem teórica foi embasada no russo Urie Bronfenbrenner, criador das teorias ecológicas de sistemas que versam sobre o desenvolvimento humano⁵.

    Portanto, esta obra defende que o ambiente esportivo influencia no desenvolvimento do indivíduo (pessoa-processo-contexto-tempo), ou seja, do atleta em desenvolvimento na modalidade atletismo, e, por ser este um processo de mútua interação, é importante e necessário compreender e analisar esta obra. Grandes estudiosos do desenvolvimento humano, como Bronfenbrenner, Piaget, Vygotsky e Wallon, deram muita importância, em suas pesquisas, para o desenvolvimento humano. Enquanto Piaget, Vygotsky e Wallon tiveram seus estudos pautados no desenvolvimento motor, na importância dos jogos e no ato de brincar, para o desenvolvimento das crianças, Bronfenbrenner pautou-se na bioecologia do desenvolvimento humano, tornando os indivíduos mais humanos, de acordo com o modelo da teoria bioecológica do desenvolvimento humano (TBDH)⁶.

    O contexto produz maneiras diferenciadas de desenvolvimento, passíveis de múltiplas mudanças, formando uma rede de relações variadas que ocorrem em contextos diferentes, como micro, meso, exo e macro. Na teoria de Bronfenbrenner, fica evidente o papel dos contextos nos quais a pessoa está inserida, tendo esse contexto papel ativo e transformador dos indivíduos, destacando, portanto, sua capacidade individual de mudar e melhorar as relações sociais do seu cotidiano⁷.

    Assim, entendemos que a prática esportiva e a interação com outras pessoas do mesmo ambiente ou de ambientes mais distantes do processo de desenvolvimento acabam por envolver os indivíduos em processos de interações recíprocas entre pessoas, objetos ou símbolos. Essas interações podem variar de acordo com as características das pessoas e dos contextos no momento em que acontecem, podendo produzir tanto competências como disfunções no desenvolvimento⁸.

    Contextualizando o esporte⁹ como um fenômeno social universal, destacamos que o esporte está presente em todos os países, tanto nos que estão em desenvolvimento como nos mais desenvolvidos. Essa globalização do esporte supera as barreiras de sexo, crença, linguagem e etnias, e é a única atividade humana a mobilizar milhões de pessoas em um mesmo evento. Portanto, deve ser entendido como patrimônio cultural dinâmico da humanidade, pois foi criado, transmitido e transformado pelo homem ao longo dos tempos. O esporte sempre esteve presente na vida das pessoas de algum modo, seja no ambiente educacional das aulas de Educação Física, seja fora da escola ou, mesmo, em nosso cotidiano como meio recreativo ou competitivo¹⁰.

    Autores como Junior¹¹, Bento¹², Betti¹³, Gaya¹⁴ e Marchi, Júnior e Afonso¹⁵ compreendem o esporte como plural e polissêmico, em razão de

    Está gostando da amostra?
    Página 1 de 1