Aproveite milhões de eBooks, audiolivros, revistas e muito mais

Apenas $11.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

Fundamentos da Vida Cristã: 1. Crescimento em Cristo 2. A Bíblia (o livro - a história - a mensagem) 3. A Prática do Evangelismo Pessoal

Fundamentos da Vida Cristã: 1. Crescimento em Cristo 2. A Bíblia (o livro - a história - a mensagem) 3. A Prática do Evangelismo Pessoal

Ler a amostra

Fundamentos da Vida Cristã: 1. Crescimento em Cristo 2. A Bíblia (o livro - a história - a mensagem) 3. A Prática do Evangelismo Pessoal

notas:
4.5/5 (4 notas)
Duração:
277 páginas
5 horas
Editora:
Lançados:
24 de jul. de 2019
ISBN:
7908234000823
Formato:
Livro

Descrição

Esta obra é uma coletânea de três obras publicadas por Antonio Gilberto, cada uma delas tratando de um aspecto fundamental da prática cristã: o discipulado, o estudo da Bíblia e a evangelização.
Uma série de lições sobre os ensinos básicos da fé cristã, destinadas principalmente ao novo crente. Um manual de orientação e preparo de candidatos ao batismo em águas, útil também para classes de estudo bíblico.
Esta obra apresenta, de maneira condensada, os pontos mais significativos da história da Bíblia, dá a classificação e as principais divisões de todos os livros que compõe o Antigo e o Novo Testamento e registra as doutrinas bíblicas fundamentais.
O evangelismo pessoal foi empregado por Jesus e seus apóstolos no princípio, e tem sido usado pelos evangélicos através dos séculos. De forma didática, esta obra reúne todos os pontos-chave do tema.
Editora:
Lançados:
24 de jul. de 2019
ISBN:
7908234000823
Formato:
Livro

Sobre o autor


Relacionado a Fundamentos da Vida Cristã

Livros relacionados

Amostra do livro

Fundamentos da Vida Cristã - Antonio Gilberto

Todos os direitos reservados. Copyright © 2019 para a língua portuguesa da Casa Publicadora das Assembleias de Deus. Aprovado pelo Conselho de Doutrina.

Preparação dos originais: Ester Soares

Revisão: Cristiane Alves

Capa: Fábio Longo

Projeto gráfico e editoração: Anderson Lopes

Conversão para ePub: Cumbuca Studio

CDD: 240 - Moral cristã e teologia devocional

ISBN: 978-85-263-1895-3

ISBN digital: 978-85-263-1964-6

As citações bíblicas foram extraídas da versão Almeida Revista e Corrigida, edição de 1995, da Sociedade Bíblica do Brasil, salvo indicação em contrário.

Para maiores informações sobre livros, revistas, periódicos e os últimos lançamentos da CPAD, visite nosso site: http://www.cpad.com.br

SAC — Serviço de Atendimento ao Cliente: 0800-021-7373

Casa Publicadora das Assembleias de Deus

Av. Brasil, 34.401, Bangu, Rio de Janeiro – RJ

CEP 21.852-002

1ª edição: 2019

Lista de Abreviaturas

Sumário

Crescimento em Cristo

Introdução

Recomendação

Capítulo 1 Evidências da Salvação

Capítulo 2 Nossa Total Dedicação a Deus

Capítulo 3 O Batismo com o Espírito Santo

Capítulo 4 Leitura e Estudo da Bíblia

Capítulo 5 O Batismo em Água e a Ceia do Senhor

Capítulo 6 Manter Comunhão Constante com Deus

Capítulo 7 Participação Efetiva nos Cultos e Projetos da Igreja

Capítulo 8 A Mordomia Cristã

Capítulo 9 Deveres para com os Irmãos na Fé

Capítulo 10 Deveres Domésticos, Sociais e Cívicos

Capítulo 11 Problemas e Crises Espirituais

Capítulo 12 Finalmente, Viva uma Vida Santificada

Capítulo 13 Uma Palavra à Igreja e aos Crentes mais Velhos

A Bíblia

Apresentação

Capítulo 1 A Bíblia

Capítulo 2 A Bíblia em Sequência Histórica

Capítulo 3 A Bíblia como a Palavra de Deus

A Prática do Evangelismo Pessoal

Prefácio

Capítulo 1 Introdução ao Evangelismo Pessoal

Capítulo 2 Um Exame na Obra do Evangelismo Pessoal

Capítulo 3 Como Entrar no Assunto da Salvação

Capítulo 4 A Salvação da Alma

Capítulo 5 O Evangelista Pessoal em Ação

CRESCIMENTO

EM CRISTO

Uma série de orientações bíblicas para o novo convertido e crentes mais velhos, expondo os passos fundamentais da nova vida em Cristo, e como vivê-la progressiva e vitoriosamente.

Introdução

Prezado irmão novo convertido, estas palavras escritas em linguagem simples, são endereçadas principalmente a você que acaba de aceitar a Jesus como seu Salvador pessoal. Saiba que assim como a vida física tem fases, como o nascimento, a infância, a adolescência etc., sem haver um limite divisório de tempo entre elas, assim também é a vida espiritual em que você acaba de ingressar através da sua maravilhosa experiência pessoal da conversão a Deus mediante o Evangelho crido e recebido. Você já concluiu que deu agora o passo mais feliz de sua vida, decidindo sua sorte e destino eternos ao lado do Salvador Jesus, garantindo assim sua felicidade eterna, consoante sua perseverança até o fim, pois a salvação é eterna para aqueles que obedecem ao Senhor (Hb 5.9), isto é, que o seguem fielmente.

Nessa jornada gloriosa que você agora iniciou, você tem o companheiro ideal: Nosso Senhor Jesus Cristo. Confie em suas promessas, sua providência, siga suas pisadas, e prossiga para o alvo. Leia Mateus 28.20; 1 Pedro 2.21; Filipenses 3.14; 4.13.

Muitos crentes novos, apenas iniciam a vida espiritual e logo param, ficando à margem do caminho. Outros se tornam negligentes, embaraçados com as coisas deste mundo, fascinados com os acenos sedutores de suas vãs promessas. Não poderão dar frutos assim. Só vêm à igreja forçados por problemas, ou para curarem-se de feridas da alma causadas pelo mundo, como o fraco rei Jorão indo a Jisreel para curar-se das feridas nos embates com os sírios (2 Rs 8.29). Terminam morrendo como Jorão.

Outros, mesmo em meio ao povo de Deus, resolvem não crescer. Não se esforçam nesse sentido julgando que o crescimento espiritual seja fruto do acaso ou surja de modo completo e momentâneo como um relâmpago. Perguntai aos baluartes espirituais como cresceram, e eles dirão que não foi do dia para a noite. Também não foi aos saltos, mas, passo a passo, ordenadamente.

A Palavra inspirada de Deus refere-se a isso como edificar e edificação. Ora, uma edificação não é executada aos saltos, aos pulos, mas seguidamente. Pedra após pedra. Tijolo após tijolo (Ler: Ef 2.22; 1 Pe 2.5; Jd v.20).

Sim, há crentes que são hoje como eram há 20 anos. Mas uma classe há em pior situação. São os que recuaram ante a oposição do mundo, da carne e do Diabo. Mas, você?... Decida de uma vez para sempre sua sorte com Jesus. Ele tem poder para conduzi-lo a salvo ao seu reino celestial (2 Tm 4.18).

O novo convertido sentirá que estas palavras de orientação, conselho e encorajamento, foram escritas com ele em vista, seja homem ou mulher; criança, jovem ou adulto.

Por outro lado, cremos que os veteranos na fé, experientes na jornada da vida espiritual verão alguma utilidade e sentirão alguma inspiração nesta série de lições, apesar de sua singeleza. Não há aqui alimento sólido para adultos na fé, (Hb 5.14), mas, leite da Palavra para recém-nascidos, conforme o que está escrito em Hebreus 5.13 e 1 Pedro 2.2.

Como membro desta santa família de Deus, aceno um bem-vindo aos novos convertidos, expressando aqui meu amor cristão e simpatia por todos eles, recordando com gratidão a Deus, o amor, a compreensão e ajuda espiritual recebida dos crentes mais velhos nos primeiros anos da minha fé, afirmando que todo aquele seu esforço e cuidado não foi em vão.

QUESTIONÁRIO

1. Que experiência definida introduz o novo crente à nova vida em Cristo?

2. Qual o resultado do estacionamento ou da negligência espiritual na vida de um cristão?

3. Como se processa em nós o crescimento espiritual?

4. Que termos emprega a Palavra de Deus ao referir-se ao crescimento espiritual?  

Recomendação

Para sucesso espiritual no estudo destas mensagens bíblicas, pede-se ao leitor (seja crente novo ou velho, ou não crente), que tenha uma Bíblia à mão para a devida leitura das referências bíblicas indicadas. Tal prática levará o leitor sincero e sequioso a firmar-se diretamente nas infalíveis verdades da Palavra de Deus. Ela, a Palavra de Deus é o instrumento que o Espírito Santo utiliza, sendo por isso viva e eficaz em sua ação junto ao homem.

Para facilidade do consulente, os títulos dos diversos livros da Bíblia não foram abreviados neste opúsculo. São dados por extenso.

Como ler na Bíblia uma citação de seus livros. Suponhamos que durante a leitura o leitor defronta-se com esta referência bíblica: Efésios 2.8. Explicamos. Os algarismos situados antes do ponto separador, indicam capítulos do livro mencionado. Logo, os algarismos situados após o ponto separador, indicam versículos. Capítulos são as divisões principais dos livros da Bíblia. Versículos são as divisões dos capítulos.

Como procurar na Bíblia a referência acima? Há em toda Bíblia, índices de seus livros, situados logo antes da primeira página do Antigo e do Novo Testamento. Veja em qualquer desses índices a Epístola de São Paulo aos Efésios. Procure o capítulo 2, e dentro deste, o versículo 8. Lá deve estar escrito assim: Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus

Quando há mais de um livro de mesmo título, esses livros são precedidos de algarismos indicadores da posição do livro dentro da série. Exemplo: 2 João— quer dizer: Segunda Epístola de São João, o apóstolo. São João escreveu três epístolas.

O sistema de abreviaturas dos livros da Bíblia você encontrará nos índices que toda Bíblia traz. São duas letras sem ponto abreviativo para cada livro.

As principais entidades evangélicas distribuidoras de Bíblias no Brasil são a Sociedade Bíblica do Brasil e a Imprensa Bíblica Brasileira.

Mais adiante o leitor encontrará informações mais completas sobre o manuseio da Bíblia.

QUESTIONÁRIO

1. Que é referência bíblica?

2. Na referência bíblica Ef 2.8:

- O que indicam as letras Ef?

- O que indica o algarismo 2?

- O que indica o algarismo 8?

3. Que diz a referência bíblica de Lc 10.32?

4. Como são abreviados os nomes dos livros da Bíblia?

5. Quais as principais organizações evangélicas distribuidoras de Bíblias no Brasil?

Capítulo 1

Evidências da Salvação

Nem todas as pessoas podem provar seu nascimento físico. Neste momento, há no Brasil inúmeros brasileiros que não podem provar seu nascimento mediante documentos comprobatórios, o que lhes traz sérios embaraços em se tratando de emprego, estudo, serviço militar, casamento, passaporte, direitos de toda espécie, etc.

Podes comprovar teu nascimento físico? Sim, se o teu nascimento foi registrado em livro competente em Cartório de Registro Civil. Caso contrário, não! Podes provar teu nascimento espiritual? Tua nova vida em Cristo? Teu Novo Nascimento? Isto é muito mais sério ainda, pois a Palavra de Deus afirma: Quem não nascer de novo não pode entrar no reino de Deus (João 3.5). Nascer de novo, biblicamente falando, significa a nova criação em Jesus Cristo; conversão ou regeneração, operada no homem pelo Espírito do Deus Vivo, mediante o Evangelho, (João 3.5; Romanos 1.16; 2 Coríntios 5.17). A conversão é uma experiência real, definida na pessoa, no tempo e no espaço.

O que não É a Conversão

A conversão não é hereditária, isto é, não é transmissível de pai para filho e vice-versa. Não é simpatia, isto é, apenas gostar, acatar o Evangelho, a fé cristã. Não é tradição, isto é, coisa que se perpetue por intermédio de celebrações, ritos e práticas. Não é religião; esta, estritamente falando, não é causa, é efeito. Não é reforma, pois esta nada renova, senão aparentemente. Uma reforma atinge apenas a copa, ao passo que a conversão atinge primeiramente as raízes.

Não é apenas convicção; convicção sem decisão não conduz à conversão. Não é filiação a uma igreja, posto que igreja nenhuma pode salvar. Não é reencarnação, visto não haver tal coisa. Reencarnação é uma doutrina de demônios. Não é batismo em água. O batismo não faz ninguém cristão, e muito menos salvo. Não é simplesmente arrependimento, pois este sem fé salvadora em Cristo não opera conversão. O que é, pois, a conversão? Está dantes sumariamente definida.

Evidências da Salvação

A salvação na vida de uma pessoa torna-se evidente de muitas maneiras. Essas evidências ou provas umas são internas (ocorrem dentro de nós), outras são externas, isto é, ocorrem em nosso exterior. Ainda outras são internas e externas ao mesmo tempo.

Evidências Internas da Salvação:

• O testemunho do Espírito Santo para com o nosso espírito (Romanos 8.16). Se realmente estivermos salvos, teremos a convicção e a certeza disso dentro de nós mesmos mediante o Espírito Santo. É certo que nossos conhecidos também falarão da nossa mudança, mas o primeiro testemunho será o do Espírito Santo em nosso interior.

• O testemunho da nossa consciência, do nosso coração. (1 João 3.19-21). Ora, aí é-nos dito que quando somos da verdade, haverá tranquilidade, confiança e calma em nosso interior.

• O testemunho da nossa aversão ao pecado (1 João 3.9). Aí vemos que a criatura salva não tem prazer na prática habitual do pecado, devido à natureza divina que nela está. O ímpio peca por natureza, mas o povo salvo tem em si a natureza divina que lhes dá aversão e tristeza pelo pecado.

Evidências Externas da Salvação

• O testemunho da mudança ocorrida em nós (2 Coríntios 5.17). Se Cristo entrar e ocupar o trono do nosso coração, o nosso exterior o revelará. Haverá mudança em todo sentido abrangendo as esferas do espírito, da alma e do corpo. Se Jesus em nós viver, nossa vida será diferente.

• O testemunho dos frutos produzidos (Mateus 3.8b). É a vida cristã continuada através dos anos, sempre produzindo frutos que glorificam a Deus. Não é questão apenas de obras, mas de boas obras diante dos homens, as quais glorificam a Deus (Mateus 5.16).

• O testemunho da vitória sobre o mundo (1 João 5.4). Esse versículo é uma prova de que o mundo conspira contra o crente. Mas por meio de Jesus, o novo convertido vence o mundo tenebroso e ilusório. Jesus deu certeza disso quando afirmou: Eu venci o mundo (João 16.33). Ou vencemos o mundo mediante a fé em Jesus (1 João 5.4), ou o mundo nos vence. Não há meio termo.

Evidências Internas e Externas da Salvação

São evidências da salvação manifestas tanto em nosso interior como no exterior.

• O testemunho da abundância de amor (1 João 4.7). Esse amor que transborda no coração do crente, irradia-se em todas as direções. É amor primeiramente para com Deus. Amor para com os irmãos na fé. Para com o perdido pecador. Amor pela Palavra de Deus. Pela obra de Deus. Pela casa de Deus, etc. Há outras evidências internas/externas da salvação, mas, para o momento, a do amor é suficiente.

QUESTIONÁRIO

1. Como podemos provar legalmente o nosso nascimento físico?

2. Como podemos comprovar o nosso nascimento espiritual (o Novo Nascimento)?

3. Que quer dizer biblicamente, nascer de novo conforme João 3.5?

4. Que tipo de experiência é a conversão?

5. Mencione três evidências internas da salvação. Cite uma referência para cada.

6. Cite três evidências externas da salvação. Cite uma referencia bíblica cada.

7. Cite uma evidência ao mesmo tempo interna e externa da salvação. Cite uma referência bíblica. 

Capítulo 2

Nossa Total Dedicação a Deus

Jesus não somente quer ser o nosso Salvador , isto é, salvar-nos da inevitável condenação advinda dos nossos delitos e pecados, mas também quer ser o nosso Senhor e Rei , isto é, dono de todo nosso ser e de tudo o que temos (2 Pe 3.2). Renda-se totalmente a Cristo. Ele quer reinar em todas as áreas da tua vida: corpo, alma, espírito, energias, talentos, dotes, dons naturais, pensamentos, sentimentos, emoções, sentidos físicos, instintos, vontades, planos, projetos, etc. Porém, ele não ocupará nada disso sem a tua entrega voluntária e por amor. É preciso inteira rendição a Cristo. Ele quer reinar em todo o nosso ser e não apenas em parte dele.

Ele tem pleno direito a nossa submissão total, primeiramente porque é o nosso Criador, e agora porque é o nosso Redentor e Salvador. Noutras palavras: Ele nos comprou da servidão do pecado e do Diabo e nos salvou da perdição eterna.

Se alguém tem direito em nós e em tudo o temos, esse é o glorioso Senhor Jesus, mas, Ele não age pela força e sim pelo amor.

Para muitos crentes, Jesus é apenas o Salvador de suas almas, mas não o Senhor de suas vidas. Se o crente quiser dirigir e mandar em sua vida, ele é livre para fazê-lo, mas verá que o resultado será fracasso, frustração e engano. Em lugar de avançar espiritualmente para o alvo, ele ficará dando voltas em torno do eu, sem sair do lugar. Assim aconteceu a Israel no deserto. No seu segundo ano de peregrinação chegaram a Cades, no Deserto de Parã, bem perto da Terra Prometida (Nm 13.26). Trinta e oito anos depois, Israel chega ao mesmo local!!! (Nm 20.1; Dt 2.14). Trinta e oito anos peregrinando porém, apenas dando voltas, sem fazer progresso. Qual a causa disto? Leia Números 32.8-15. Quantos crentes tem tido experiência assim?! Caminhando sem sair do lugar por falta de rendição a Cristo. São hoje como eram quando se converteram.

Sim, prezado irmão novo convertido, inúmeras pessoas que hoje aceitam Jesus como seu Salvador, não o querem como seu Senhor. O resultado é uma vida dividida entre o eu e Cristo. Ora, está escrito que ninguém pode servir a dois senhores (Mt 6.24). Não está escrito que é difícil servir a dois senhores. Está escrito que ninguém pode. Não é de admirar que crentes de vidas mistas sejam espiritualmente raquíticos e de testemunho fraco. Repelir essa forma de duplicidade deve ser a nossa atitude, como foi a de Davi (Sl 119.113).

A consagração ou dedicação total a Deus é um ato amoroso e voluntário do crente, ao ser a isso movido pelo Espírito Santo através de

Você chegou ao final dessa amostra. Cadastre-se para ler mais!
Página 1 de 1

Análises

O que as pessoas acham de Fundamentos da Vida Cristã

4.5
4 notas / 0 Análises
O que você achou?
Nota: 0 de 5 estrelas

Avaliações do leitor