Aproveite milhões de eBooks, audiolivros, revistas e muito mais

Apenas $11.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

Mapeamento Ambiental Integrado: Práticas em Ecologia da Paisagem

Mapeamento Ambiental Integrado: Práticas em Ecologia da Paisagem

Ler a amostra

Mapeamento Ambiental Integrado: Práticas em Ecologia da Paisagem

Duração:
151 páginas
1 hora
Lançados:
21 de nov. de 2019
ISBN:
9788547336752
Formato:
Livro

Descrição

Se você é um desses profissionais que estão em constante evolução no âmbito do conhecimento ambiental, este livro pode lhe interessar. Observamos, a cada dia, que o espaço geográfico em que vivemos vem sendo objeto de intensa transformação antropogênica no mundo inteiro. A demanda para um planejamento ambiental mais consciencioso é, portanto, assunto premente, assim como a necessidade de uma maior integração dos dados de ordem ambiental. Como é que nós, profissionais das mais diversas áreas do conhecimento, podemos facilitar o entendimento da dinâmica ecológica de paisagens para os atores de transformação ou manejo? Precisamos e queremos melhorar a eficiência dos mapas ambientais, base para a atuação humana no caminho para maior sustentabilidade. Este livro oferece alternativas por meio da identificação de unidades funcionais que caracterizam o mosaico das mais diversas paisagens. A metodologia apresentada neste livro, originária da Alemanha, foi adequada e experimentada no Brasil ao longo de 30 anos de prática no dia a dia. Com base nos preceitos da Ecologia da Paisagem, essa metodologia é uma ferramenta extremamente útil que reúne elementos do meio físico, biótico e antrópico entre seus parâmetros e promove o entendimento integrado de uma paisagem, quer seja ela de caráter urbano, rural, natural ou misto. Se o propósito é o entendimento multidisciplinar, a intervenção de baixo impacto ou o manejo sistêmico de paisagens, o conteúdo deste livro é uma alternativa de alta aplicabilidade, largamente testada na prática.
Lançados:
21 de nov. de 2019
ISBN:
9788547336752
Formato:
Livro

Sobre o autor


Relacionado a Mapeamento Ambiental Integrado

Livros relacionados

Artigos relacionados

Amostra do livro

Mapeamento Ambiental Integrado - Markus Weber

COMITÊ CIENTÍFICO DA COLEÇÃO SUSTENTABILIDADE, IMPACTO, DIREITO, GESTÃO E EDUCAÇÃO AMBIENTAL

A meus filhos, Elisa e Lucas.

AGRADECIMENTOS

Nenhum conhecimento é adquirido sozinho. Não poderia deixar de agradecer aqui a todos os que contribuíram com os registros a seguir, quer durante minha formação, quer durante minha carreira ou ainda na construção deste livro. Assim, em primeiro lugar, quero agradecer à editora e sua equipe altamente qualificada para a condução do processo desta edição. Aos meus orientadores e colegas que, juntamente comigo, desenvolveram a metodologia no Brasil, que se destacou em forma do livro Mapeamento de Biótopos no Brasil, editado em segunda versão, em 1997. Entre eles, com especial destaque, agradeço ao biólogo e geógrafo Dr. Wolfgang Schulte e ao biólogo Werner Piper, ambos engajados no desenvolvimento da metodologia na Alemanha ao longo de suas carreiras. À Brandt Meio Ambiente (BMA), pelo material cedido, como mapas, fotos e figuras. Ao diretor-presidente dessa empresa, Wilfred Brandt, que leu o presente livro, dando incentivos e conselhos de grande propulsão. À geóloga Vanese Vieira, minha amada companheira, que, com o olhar clínico ímpar, revisou criteriosamente os textos a seguir, abrindo-me os olhos para melhor eloquência.

Ainda pude contar com a pronta colaboração técnica dos sêniores engenheiro metalurgista Sérgio A. Fonseca e o analista de sistemas Allan C. Brandt, profissionais que leram o manuscrito, oferecendo comentários ou revisões de extremo valor. Obrigado também à colaboração dos profissionais: o geógrafo Alceu Raposo, o engenheiro florestal Guilherme R. M. Gonçalves, os biólogos Gabriel C. Machado, Felipe M. Borges, Diego S. Lara, Michele C. Santos e a engenheira ambiental Eduarda L. Stancioli, envolvidos em discussões multidisciplinares no assunto, propostas ou mapeamentos de campo. E, ainda, com gratidão aos analistas de geoprocessamento Lucas A. B. G. Lacerda, Jasmim D. dos Santos e Douglas F. Lucas, bons conhecedores da metodologia aqui apresentada. Um especial agradecimento também ao produtor gráfico deste manuscrito, Eli Lemos, pela dedicação e qualidade das contribuições fornecidas.

APRESENTAÇÃO

Ecologia da Paisagem é um tema fascinante. Inesgotável em sua essência. Sua característica é interdisciplinar, capaz de abrir variáveis e mais variáveis, com perspectivas quase infinitas. Essa sensação de infinitude pode facilmente se tornar um emaranhado indecifrável, quando não for devidamente ordenado. Assusta inicialmente. Certo é que os fatores ecológicos interagem entre si e com os ambientes que ocupam, e não constituem um conjunto de fenômenos ou aspectos isolados. Diante disso, este livro quer fazer parte do material de construção para uma visão mais holística e ajudar a desmistificar um pouco o entendimento dos aspectos que importam em paisagens, quando a questão for o planejamento para novas intervenções em meio a elas.

A Ecologia, dada como ciência desde o século XIX, abriu um leque de derivações temáticas que pode parecer impossível de dominar na teoria, quiçá colocá-lo em mapas. Entre as derivações, de forma não excludente, posiciona-se a Ecologia da Paisagem, com foco voltado para o entendimento global das inter-relações físicas, bióticas e antrópicas de um determinado território. A prática de campo que inclui a multiplicidade desses aspectos não é tarefa fácil. Não pode depender do conhecimento de um único profissional, mas, sim, de várias fontes simultaneamente, em constante acréscimo, de forma dialética e cooperativa. Exige dos profissionais envolvidos o pensamento sistêmico, integrado e abrangente. O perfil ideal para essa prática não depende necessariamente da formação acadêmica de cada um, mas, sim, da capacidade de acatar e assimilar pontos de vista complementares, com abertura total a novos ângulos de visada. Assim, biólogos, geógrafos, engenheiros florestais, agrônomos e ambientais, biogeógrafos, ecólogos, geólogos, arquitetos e outras tantas formações, independentes de seu grau de especialização, podem se dar perfeitamente bem nessa tarefa, desde que munidos de visão sistêmica e boa vontade para compartilhar conhecimento. Destaque também para a turma de espacialização do que se viu em campo, por meio técnicas modernas de geoprocessamento e ciências da computação.

Em grande parte do planeta, a modificação das paisagens está em franco avanço, sob a insígnia do desenvolvimento humano. Diante desse fato, necessitamos de ferramentas, largamente testadas na prática, para adicionar aos projetos de intervenção elementos de integração no contexto ecológico local. Assim, nesse contexto de consumo, às vezes predatório, das paisagens, aceitei o convite para escrever este livro, com o propósito principal de facilitar o olhar sistêmico para o maior número de pessoas possível, e de sensibilizar atores engajados na prática do uso consciente das paisagens. Inicialmente esse convite se revelou um grande desafio, pois muitas dúvidas me vieram à mente: que linguagem utilizar? qual seria o público leitor? o que incluir ou deixar fora, já que é um tema tão abrangente?

Optei por adotar uma linguagem técnica, mas não sisuda, dotada de transparência, em que são incluídas certezas, dúvidas e incertezas com um viés de aplicabilidade e praticidade. A ideia não foi gerar uma receita pronta, mas dar espaço para novas formas de enxergar a paisagem, realizando registros com boa fundamentação e rastreabilidade, de forma que o resultado tenha utilidade para todos os atores de determinado espaço geográfico. Muita bibliografia de qualidade, não foi possível incluir. Os tantos bons autores nesse vasto tema me perdoem por isso, pois

Você chegou ao final dessa amostra. para ler mais!
Página 1 de 1

Análises

O que as pessoas acham de Mapeamento Ambiental Integrado

0
0 notas / 0 Análises
O que você achou?
Nota: 0 de 5 estrelas

Avaliações do leitor