Aproveite milhões de e-books, audiolivros, revistas e muito mais, com uma avaliação gratuita

Apenas $11.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

Língua Brasil: tira-dúvidas de português para estrangeiros
Língua Brasil: tira-dúvidas de português para estrangeiros
Língua Brasil: tira-dúvidas de português para estrangeiros
E-book320 páginas3 horas

Língua Brasil: tira-dúvidas de português para estrangeiros

Nota: 0 de 5 estrelas

()

Ler a amostra

Sobre este e-book

Língua Brasil: tira-dúvidas de português para estrangeiros é uma obra única no mercado, pois responde de forma simples as dúvidas mais frequentes de estudantes e professores de português como língua estrangeira. Questões como, por exemplo: tudo ou todo, ficar ou estar, está ou tá, obrigado ou obrigada, nós ou a gente, onde ou em que, tudo bem ou tudo bom.

Publicado no formato digital, este ebook esclarece didaticamente, por meio de uma linguagem acessível e moderna, as mais variadas questões gramaticais, mas sempre partindo do olhar do estrangeiro, ou de quem quer aprender a nossa língua. Pode ser útil tanto para um estudante de nível básico - pois contempla questões do dia a dia que são de fácil assimilação, com exemplos simples - quanto para estudantes avançados que desejam aprofundar seus conhecimentos, com assuntos de certa complexidade e exemplos mais elaborados.

São 123 questões de português, distribuídas em 11 capítulos temáticos, identificadas por uma pergunta-chave que traduz a dificuldade selecionada. O leitor poderá resolver sua dúvida rapidamente, com informações do cotidiano, que não se encontram facilmente em gramáticas.
IdiomaPortuguês
Data de lançamento13 de mai. de 2015
ISBN9788565017084
Língua Brasil: tira-dúvidas de português para estrangeiros
Ler a amostra

Relacionado a Língua Brasil

Ebooks relacionados

Categorias relacionadas

Avaliações de Língua Brasil

Nota: 0 de 5 estrelas
0 notas

0 avaliação0 avaliação

O que você achou?

Toque para dar uma nota

A avaliação deve ter pelo menos 10 palavras

    Pré-visualização do livro

    Língua Brasil - Maria Tereza de Queiroz Piacentini

    © Copyright 2014, Editora Bonijuris Ltda.

    Todos os direitos reservados.

    É proibida a reprodução total ou parcial sem a expressa anuência da editora e dos autores.

    Editor-chefe: Luiz Fernando de Queiroz

    Editora-assistente: Olga Maria Krieger

    Produção: Jéssica Regina Petersen

    Revisão: Dulce de Queiroz Piacentini

    Capa e projeto gráfico: Leila Cristina Vitek Evaristo

    Diagramação: Julio Cesar Baptista (Abreu’s System)

    Produção de ebook: Studio CandyHouse

    Apoio institucional: Instituto Euclides da Cunha – Língua Brasil Português Interativo

    Edição digital 2014

    E-ISBN 978-85-65017-08-4

    Este livro foi revisado segundo o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa 2009.

    Dados Internacionais de Catalogação-na-Publicação (CIP)

    Index Consultoria em Informação e Serviços Ltda.

    Piacentini, Maria Tereza de Queiroz

    P579 Língua Brasil : tira-dúvidas de português para estrangeiros / Maria Tereza de Queiroz Piacentini, Ademir Nunes de Camargo.— Curitiba : Bonijuris, 2014.

    190 p.

    Inclui: Índice Temático

    E-ISBN 978-85-65017-08-4

    1. Língua portuguesa – Estudo e ensino. 2. Língua Portuguesa – Compêndios para estrangeiros. I. Camargo, Ademir Nunes de. II. Título.

    CDD (20.ed.) 469.824

    CDU (2.ed.) 806.90(81)

    EDITORA BONIJURIS LTDA.

    Rua Marechal Deodoro, 344, 3º andar, Centro

    80010-010 – Curitiba, PR, Brasil

    Tel.: (41) 3323-4020 | 0800 645-4020

    sac@bonijuris.com.br

    www.bonijuris.com.br

    Sumário

    Apresentação

    Dúvidas Frequentes

    1 apagar ou deletar

    2 beber ou tomar

    3 cadê ou onde está

    4 conosco ou com a gente

    5 de nada ou por nada

    6 está ou

    7 ficar ou estar

    8 gosta ou gostaria

    9 maior e mais grande

    10 mas e mais

    11 morar ou viver

    12 mudar ou trocar

    13 nós e a gente

    14 obrigado(a)

    15 para ou pra

    16 pegar ou buscar

    17 prazer em conhecê-lo

    18 presidente ou presidenta

    19 prezado ou estimado

    20 senhor ou seu

    21 todo (o) mundo

    22 tu ou você

    23 tudo bem ou tudo bom

    24 tudo ou todo

    Dúvidas de concordância

    25 a maioria

    26 alugam-se casas

    27 é ou são as praias

    28 faltam dois meses

    29 fui eu que fiz ou quem fez

    30 houve falhas

    31 mais de um

    32 para guiar ou para guiarem

    33 que horas são

    34 sujeito composto

    35 um dos que

    36 um será, 200 serão

    Dúvidas de concordância – Nominal

    37 Alunos e alunas dedicados(as)

    38 anexo e em anexo

    39 barato ou barata

    40 duzentos gramas

    41 é necessário(a) criatividade

    42 setores direito e esquerdo

    Dúvidas de concordância – Com números

    43 mil e milhão

    44 porcentagens

    Regência verbal e nominal

    45 agradecer o/pelo

    46 assistir (à) televisão

    47 assistir e gostar do filme

    48 atender a/à

    49 chegar a (em) SP

    50 desculpar o/pelo

    51 gostar de

    52 precisa-se de

    53 preferir

    54 residente à/na

    55 responder (a)

    Crase

    56 crase

    57 crase – quando não usar

    58 crases com cidades, estados e países

    59 crase com horas

    60 estudar à/a distância

    Sintaxe dos pronomes pessoais

    61 ajudou-me ou me ajudou

    62 casou ou casou-se

    63 convidamos ele ou o convidamos

    64 dá-me ou me dá

    65 entregamos ao mesmo ou a ele

    66 mandar-lhe ou mandar a você

    67 vamos nos divertir

    Emprego dos artigos

    68 artigos definidos – usos

    69 artigos definidos – quando não usar

    70 artigos indefinidos – usos

    71 do Rio de Janeiro

    72 em uma ou numa

    73 minha irmã ou a minha irmã

    Sobre a acentuação

    74 palavras oxítonas

    75 palavras paroxítonas

    76 palavras proparoxítonas

    77 trema

    Dúvidas de estrutura

    78 à medida que e na medida em que

    79 dele e de ele

    80 é que

    81 (o) que

    82 onde e aonde

    83 onde ou em que

    84 por que, porque

    85 que nem ou como

    86 sábado ou no sábado

    87 ter de ou ter que

    Verbos

    88 ao sair (infinitivo) e quando sair (subjuntivo)

    89 fale ou fala – imperativo

    90 futuro com verbo no presente

    91 gerúndio

    92 haver ou fazer

    93 haver ou ter

    94 particípio e verbos auxiliares

    95 pegado ou pego

    96 tinha saído ou havia saído

    97 vai viajar ou viajará

    Ajudando a pontuar

    98 ponto final e aspas

    99 pontuação com vocativos

    100 vírgula antes do e

    101 vírgula com advérbios

    102 vírgula com atenciosamente

    103 vírgula com etc.

    104 vírgula com intercalações

    105 vírgula com além disso, isto é, ou seja

    106 vírgula com mas, porém, todavia

    107 vírgula com portanto, logo, assim

    Dúvidas diversas

    108 a princípio e em princípio

    109 cê-cedilha

    110 cinco ou 5

    111 conjunção e com números

    112 de férias ou em férias

    113 dia 1º de maio

    114 diminutivos

    115 em nível de

    116 em vez de e ao invés de

    117 este ou esse

    118 horas – grafia

    119 mal e mau

    120 nossa vida

    121 o r no final dos verbos

    122 palavras-chave(s)

    123 saudade(s)

    Referências

    Índice Temático

    Sobre os autores

    Apresentação

    A comunicação entre pessoas de diferentes culturas está no centro do mundo globalizado em que vivemos, e cada vez mais nos apoiamos no conhecimento de línguas estrangeiras para nos relacionarmos com o outro. Neste panorama, o português emerge como uma das cinco línguas mais faladas no planeta, com grande utilização na internet e nas redes sociais, o que nos estimulou a organizar esta coletânea de dúvidas relacionadas ao português como língua estrangeira.

    Nosso objetivo é esclarecer didaticamente, por meio de uma linguagem acessível e moderna, as dúvidas de português mais frequentes dos estudantes estrangeiros, dentro dos parâmetros gramaticais, semânticos e sociolinguísticos. Pode ser útil tanto para um estudante de nível básico – pois contempla questões do dia a dia que são de fácil assimilação, com exemplos simples – quanto para estudantes avançados que desejam aprofundar seus conhecimentos, já que abrange assuntos de certa complexidade, com explicações e exemplos mais elaborados.

    Você tem em mãos um material de consulta simples e direta orientado a diferentes públicos: estudantes de português como língua estrangeira; profissionais fora do Brasil que usam o idioma em suas atividades laborais e também aos professores de português para estrangeiros (PLE).

    Como funciona o livro?

    Língua Brasil: tira-dúvidas de português para estrangeiros vem com 123 questões de português, distribuídas em 11 capítulos de acordo com o tema abordado. Estão enumeradas e identificadas por um título. Além disso, há uma pergunta-chave que serve como motivação para elucidar a dificuldade selecionada. Exemplo:

    15 para ou pra

    Vou para ou pra São Paulo?

    De modo geral, o livro serve para resolver a dúvida rapidamente, mas caso você queira se aprofundar, poderá seguir com a leitura e reforçar a aprendizagem com os inúmeros exemplos apresentados e com os boxes que desenvolvem o assunto, intitulados:

    Fique de olho Casos específicos a serem observados com mais atenção

    Falando nisso Ideias acessórias, que complementam o assunto principal

    Dica gramatical Informações que facilitam a compreensão da gramática

    Curiosidade Exemplos especiais, raridades e particularidades do português brasileiro

    É um material direcionado à autoaprendizagem, que facilita e ao mesmo tempo potencializa a aprendizagem do idioma, além de ajudar a escrever bem, de acordo com a norma culta, assim como a expressar-se corretamente, inclusive na variante coloquial.

    Boa leitura!

    Os autores

    Devemos apagar ou deletar um e-mail?

    No português do Brasil, os dois verbos são usados. Deletar é tecnicamente o ato de apagar alguma informação no computador. Quando apagamos ou deletamos um e-mail, por exemplo, estamos removendo, eliminando ou excluindo esse documento. O Gmail utiliza a forma excluir: As mensagens que ficarem na lixeira por mais de 30 dias serão excluídas automaticamente, ou ainda: Clique no botão para excluir a mensagem.

    Assim como muitos termos da área da informática são usados em bom português – configurar, arquivar, responder, formatar, imprimir, fechar –, outros continuam transitando, no Brasil, em inglês mesmo (por ex. link, hiperlink – forma mista, pois em inglês é hyperlink –, mouse, download, chat, backup, hardware, software, e-mail). E outros, embora tenham equivalentes em português, receberam formas adaptadas que são preferidas pelo público.

    Vejamos então alguns verbos que sobrevivem com sua forma aportuguesada:

    Atachar – o mesmo que anexar; fazer o envio de um arquivo como anexo.

    Clicar – apertar e soltar o botão do mouse.

    Checar – aportuguesamento do inglês to check. Significa verificar, averiguar.

    Deletar – apagar, limpar, remover, excluir.

    Escanear – digitalizar imagens por meio de scanner: aparelho de leitura óptica.

    Inicializar (em vez de iniciar) – pôr na configuração ou posição inicial.

    Lincar (com c, e não k) – fazer as ligações ou clicar nos linques (links) presentes num hipertexto.

    Postar – fazer um post, ou seja, escrever e enviar um artigo para um grupo de notícias ou mensagens públicas.

    Navegar – o mesmo que passear pela internet. O termo navegar surgiu pelo fato de ter sido o Netscape Navigator o primeiro programa que possibilitou acessar e visualizar os recursos da rede www – a web.

    Tuitar – ato de postar um comentário no Twitter. Este verbo já aparece em alguns dicionários brasileiros.

    Zipar – compactar (arquivo) para armazenamento de dados ou transmissão via rede.

    O verbo deletar ultrapassou a barreira do contexto tecnológico e tem assumido alguns sentidos figurados, como em:

    Vou deletar você da minha vida. [tirar]

    Deletei a minha rede de amigos no Facebook. [eliminar]

    Prefiro deletar da minha mente os pensamentos negativos. [apagar]

    • • •

    Faz bem à saúde beber ou tomar água?

    As duas formas estão corretas. Beber ou tomar água sempre faz bem ao organismo, de preferência água potável. Estes dois verbos são sinônimos, como podemos perceber em:

    Tomo líquidos diariamente.

    Bebo líquidos diariamente.

    Não gosto de tomar refrigerante.

    Não gosto de beber refrigerante.

    No português do Brasil, é muito comum o uso do verbo beber relacionado com bebidas alcoólicas. No final de propagandas de cervejas, por exemplo, ouvem-se com frequência frases como: beba com moderação, se for dirigir não beba, se beber, não dirija, com o objetivo de incentivar o consumo consciente. Quando alguém bebe muito álcool pode ficar embriagado ou bêbado.

    O verbo tomar, além de ser usado no sentido de beber, também assume outros significados. Alguns exemplos:

    Vou tomar banho. [lavar-se]

    Adoro tomar o café da manhã. [alimentar-se]

    No inverno tomo sopa. [comer]

    No verão tomo sorvete. [comer]

    Onde posso tomar um ônibus? [pegar]

    Tome cuidado. [ter]

    Não tomo decisões quando estou nervoso. [decidir]

    Ontem tomei um susto tremendo. [levar]

    Sempre toma vários remédios. [ingerir]

    Tomou-me pela mão e atravessamos a rua. [agarrar, segurar]

    A praça principal está tomada por manifestantes. [ocupada]

    A conversa tomou um rumo ofensivo. [seguir]

    Ler todos os e-mails que recebo toma muito tempo. [consumir]

    A discussão tomou enormes proporções. [atingir]

    O policial não conseguiu tomar o controle da situação. [obter]

    O diretor quis tomar explicações sobre o ocorrido. [pedir]

    • • •

    Cadê o livro? ou Onde está o livro?

    É possível usar as duas formas. Pode-se perguntar:

    Cadê o meu computador? ou Onde está o meu computador?

    Cadê o arquivo? ou Onde está o arquivo?

    Cadê o José? ou Onde está o José?

    Em termos gramaticais, cadê é uma forma popular interrogativa, que equivale a onde está, tendo surgido do regionalismo brasileiro quede, que significa que é de, junção do pronome interrogativo que com o verbo ser no presente do indicativo e com a preposição de (Que é de João? = Onde está João?).

    Usa-se cadê tanto na fala quanto na escrita, sobretudo em contextos informais.

    Todo cadê equivale a onde está, mas nem todo onde está equivale a cadê. Em frases como: Você sabe onde está o João?, Gostaria de saber onde está o seu computador, não usaríamos a palavra cadê, que aparece predominantemente no início de frases interrogativas.

    • • •

    Você vem conosco ou com a gente?

    Tanto faz, mas o uso se dá conforme o contexto. A forma conosco é a ideal, a padrão:

    Venha jantar conosco amanhã!

    Nas férias, nossos filhos não ficam conosco.

    A forma com a gente é de uso coloquial e aparece predominantemente na fala. As mesmas frases ficariam assim:

    Está gostando da amostra?
    Página 1 de 1