Aproveite milhões de eBooks, audiolivros, revistas e muito mais

Apenas $11.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

Mitos e Realidades do Bitcoin

Mitos e Realidades do Bitcoin

Ler a amostra

Mitos e Realidades do Bitcoin

Duração:
88 páginas
26 minutos
Lançados:
26 de mar. de 2020
ISBN:
9780463707975
Formato:
Livro

Descrição

O bitcoin é a primeira criptodivisa descentralizada, e atualmente é uma das 700 moedas eletrônicas, que constituem tentativas ambiciosas de criar o dinheiro digital para substituir aos serviços de pagamento tradicionais.

Embora as criptodivisas são reconhecidas, aceitas e utilizadas pelos agentes econômicos, na prática não são dinheiro, nem cumprem satisfatoriamente com suas funções principais. Obviamente, o bitcoin não escapa dessa realidade, sendo seus grandes mitos os seguintes:

1. O bitcoin é dinheiro.
2. O bitcoin tem um verdadeiro valor intrínseco.
3. O bitcoin é seguro e confiável porque é suportado pelas forças do mercado.
4. O bitcoin é indestrutível.
5. O bitcoin é um investimento melhor que o dólar, ou ouro, a prata, ou petróleo e as ações da bolsa.
6. O bitcoin deslocará às moedas tradicionais e será a moeda do futuro.

Por um lado, o otimismo dos inversores gerou um excesso de demanda de bitcoins, frente a uma oferta digital limitada, dando a impressão de que o preço desta criptodivisa seguirá subindo de maneira especulativa, durante certos períodos. E por outro lado, todas as evidências apontam que o bitcoin gerará uma bolha financeira colossal e chegará ao fim.

Lançados:
26 de mar. de 2020
ISBN:
9780463707975
Formato:
Livro

Sobre o autor

RolandoJOlivo@gmail.comIng. de Sistemas con 3 postgrados: Maestría en Economía Aplicada, Diplomado en Gerencia General y Especialización en Gerencia de Programas Sociales (Summa Cum Laude).


Relacionado a Mitos e Realidades do Bitcoin

Livros relacionados

Artigos relacionados

Amostra do livro

Mitos e Realidades do Bitcoin - Rolando José Olivo

I. INTRODUÇÃO

O bitcoin tornou-se em uma fonte de enriquecimento para alguns investidores, e um meio de pagamento que facilita muitas transações financeiras. Assim mesmo, desde 2013 seu preço começou a subir drasticamente (iniciou em US $. 13,50 e terminou em US $. 727,70) e em 2017, o seu crescimento superou todas as expectativas, atingindo um incrível preço de US $ 13.800,00. No entanto, este preço é especulativo, instável e volátil, porque o bitcoin não tem valor intrínseco real, depende da relação oferta-procura, e é altamente vulnerável a eventos adversos que prejudicam as preferências e expectativas de seus investidores.

Na prática, o bitcoin é um instrumento financeiro complexo que pode ser classificado como quase ou pseudodinheiro, o que não é seguro, nem válido nem confiável, e é incapaz de substituir ao dinheiro real (cujo valor não é baseado nas forças de mercado ou uma relação instável entre oferta e procura do mesmo produto, em vez disso, é apoiado por a produtividade, a competitividade e a rentabilidade de uma economia).

Além disso, o bitcoin funciona através da metodologia blockchain ou a tecnologia que assegura desde a validação e registro de transações em bases de dados descentralizadas, até a emissão de novas unidades digitais.

No entanto, estes processos conduzidos por terceiros conhecidos como os mineiros, são complicados, complexos, ineficientes e improdutivos. Isso é porque estes são baseados em algoritmos e métodos de criptografia que exigem o uso de muitos recursos de processamento, a fim de evitar a destruição, falsificação ou roubo de unidades digitais bitcoin.

Além das desvantagens do bitcoin e seus riscos associados, também existem grandes mitos sobre essa criptodivisa:

1. O bitcoin é dinheiro.

2. O bitcoin tem um verdadeiro valor intrínseco.

3. O bitcoin é seguro e confiável porque é suportado pelas forças do mercado.

4. O bitcoin é indestrutível.

5. O bitcoin é um investimento melhor que o dólar, ou ouro, a prata, ou petróleo e as ações da bolsa.

6. O bitcoin deslocará às moedas tradicionais e será a moeda do futuro.

Para avaliar essas abordagens, tendo em conta as características das criptodivisas e do bitcoin, esta obra literária foi dividida em dois grandes capítulos: II. As Criptodivisas e III. O Bitcoin.

O Capítulo II. As Criptodivisas contêm as seguintes seções: a) II.1 Definição de Criptodivisas (O que são as criptodivisas?), b) II.2 Objetivo das Criptodivisas (Por que as criptodivisas foram criadas?), e c) II.3 Breve História das Criptodivisas (Qual foi sua origem e como estas evoluíram?).

Em termos gerais, as criptodivisas são moedas eletrônicas protegidas pela tecnologia. Embora estas são reconhecidas, aceitas e utilizadas como dinheiro por alguns agentes, na prática não são dinheiro, nem cumprem satisfatoriamente com as principais funções do dinheiro (instrumento de intercâmbio universal, meio confiável de poupança, e medida do valor dos bens e serviços), nem possuem suas qualidades essenciais. Obviamente, as criptodivisas são tentativas ambiciosas para criar dinheiro digital que pode substituir aos métodos tradicionais de pagamento, que começaram na década dos anos oitenta, com o apoio da criptografia, o movimento Cypherpunk, os avanços digitais,

Você chegou ao final dessa amostra. para ler mais!
Página 1 de 1

Análises

O que as pessoas acham de Mitos e Realidades do Bitcoin

0
0 notas / 0 Análises
O que você achou?
Nota: 0 de 5 estrelas

Avaliações do leitor