Aproveite milhões de e-books, audiolivros, revistas e muito mais, com uma avaliação gratuita

Apenas $11.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

Os fundamentos últimos da ciência econômica: Um ensaio sobre o método
Os fundamentos últimos da ciência econômica: Um ensaio sobre o método
Os fundamentos últimos da ciência econômica: Um ensaio sobre o método
E-book332 páginas4 horas

Os fundamentos últimos da ciência econômica: Um ensaio sobre o método

Nota: 0 de 5 estrelas

()

Sobre este e-book

Lançado originalmente em 1962, Os Fundamentos Últimos da Ciência Econômica corrobora os esforços de Ludwig von Mises, por mais três décadas, para a análise de questões filosóficas, que anteriormente foram discutidas nas obras Problemas Epistemológicos da Economia (1933), Ação Humana (1949) e Teoria e História (1957). Ao longo de oito capítulos importantes questões epistemológicas sobre a Economia e outras Ciências Sociais, além de apresentar críticas devastadoras ao materialismo, ao positivismo e à outras percepções errôneas sobre a natureza da ação humana e da dinâmica social. Esta edição traz um prefácio de Israel M. Kirzner, uma apresentação de Alberto Oliva, um posfácio de Hans-Hermann Hoppe e notas do editor.
IdiomaPortuguês
Data de lançamento9 de abr. de 2020
ISBN9788593751998
Os fundamentos últimos da ciência econômica: Um ensaio sobre o método
Ler a amostra

Leia mais títulos de Ludwig Von Mises

Relacionado a Os fundamentos últimos da ciência econômica

Ebooks relacionados

Artigos relacionados

Avaliações de Os fundamentos últimos da ciência econômica

Nota: 0 de 5 estrelas
0 notas

0 avaliação0 avaliação

O que você achou?

Toque para dar uma nota

A avaliação deve ter pelo menos 10 palavras

    Pré-visualização do livro

    Os fundamentos últimos da ciência econômica - Ludwig von Mises

    capa_fundamentos_frente.jpgcapa_fundamentos_frente.jpgcapa_fundamentos_frente.jpg

    Os Fundamentos Últimos da Ciência Econômica

    um ensaio sobre o método

    Coleção von Mises

    01 - As Seis Lições: Reflexões sobre Política Econômica para Hoje e Amanhã

    02 - O Contexto Histórico da Escola Austríaca de Economia

    03 - O Conflito de Interesse e Outros Ensaios

    04 - Lucros e Perdas

    05 - O Cálculo Econômico em uma Comunidade Socialista

    06 - Liberdade e Propriedade: Ensaios sobre o Poder das Ideias

    07 - A Mentalidade Anticapitalista

    08 - Sobre Moeda e Inflação: Uma Síntese de Diversas Palestras

    09 - Caos Planejado: Intervencionismo, Socialismo, Fascismo e Nazismo

    10 - Intervencionismo: Uma Análise Econômica

    11 - O Marxismo Desmascarado: Da Desilusão à Destruição

    12 - Crítica ao Intervencionismo: Estudo sobre a Política Econômica e a Ideologia Atuais

    13 - O Livre Mercado e seus Inimigos: Pseudociência, Socialismo e Inflação

    14 - Os Fundamentos Últimos da Ciência Econômica: Um Ensaio sobre o Método

    15 - Burocracia

    Ludwig von Mises

    Os Fundamentos Últimos da Ciência Econômica

    um ensaio sobre o método

    Apresentação à Edição Brasileira por Alberto Oliva

    Introdução à Edição Norte-Americana por Israel M. Kirzner

    Posfácio à Edição Brasileira por Hans-Hermann Hoppe

    Tradução de Márcia Xavier de Brito

    Impresso no Brasil, 2020

    Título original: The Ultimate Foundation of Economic Science: An Essay on Method

    Copyright © 1962 by Van Nostrand © 1977 by Foundation for Economic Education © 2006 by Liberty Fund

    Copyright do texto de Israel M. Kirzner © 2002 by Foundation for Economic Education

    Copyright do texto de Hans-Hermann Hoppe © 2006 by Ludwig von Mises Institute

    Os direitos desta edição pertencem ao

    Instituto Ludwig von Mises Brasil

    Rua Leopoldo Couto de Magalhães Júnior, 1098, Cj. 46

    04.542-001. São Paulo, SP, Brasil

    Telefax: 55 (11) 3704-3782

    contato@mises.org.br · www.mises.org.br

    Editor Responsável | Alex Catharino

    Curador da Coleção| Helio Beltrão

    Tradução | Márcia Xavier de Brito

    Revisão da tradução | Claudio A. Téllez-Zepeda

    Tradução do posfácio | Paulo Polzonoff

    Revisão ortográfica e gramatical | Gustavo Nogy & Carlos Nougué

    Revisão técnica e Preparação de texto | Alex Catharino

    Revisão final | Márcio Scansani / Armada

    Produção editorial | Alex Catharino

    Capa e projeto gráfico | Rogério Salgado / Spress

    Diagramação e editoração | Spress Diagramação


    Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP)

    Angélica Ilacqua CRB-8/7057

    M678s Mises, Ludwig von, 1881-1973

    Os fundamentos últimos da ciência econômica: um ensaio sobre o método / Ludwig von Mises; apresentação de Alberto Oliva; introdução de Israel M. Kirzner; posfácio de Hans-Hermann Hoppe; tradução de Márcia Xavier de Brito. – São Paulo, SP: LVM Editora, 2020.

    352 p. (Coleção von Mises ; volume 14)

    ISBN: 978-85-93751-99-8

    Título original: The ultimate foundation of economic science: an essay on method

    1. Ciências sociais 2. Filosofia 3. Economia 4. Escola austríaca 5. Conhecimento 6. Epistemologia 7. Metodologia I. Título II. Oliva, Alberto III. Kirzner, Israel M. IV. Hoppe, Hans-Hermann V. Brito, Márcia Xavier de

    20-1495 CDD 300

    Índices para catálogo sistemático:

    1. Ciências sociais 300


    Reservados todos os direitos desta obra.

    Proibida toda e qualquer reprodução integral desta edição por qualquer meio ou forma, seja eletrônica ou mecânica, fotocópia, gravação ou qualquer outro meio de reprodução sem permissão expressa do editor.

    A reprodução parcial é permitida, desde que citada a fonte.

    Esta editora empenhou-se em contatar os responsáveis pelos direitos autorais de todas as imagens e de outros materiais utilizados neste livro.

    Se porventura for constatada a omissão involuntária na identificação de algum deles, dispomo-nos a efetuar, futuramente, os possíveis acertos.

    Sumário

    Nota à Edição Brasileira

    Alex Catharino

    Prefácio à Edição Brasileira

    O Legado de Mises à Reconstrução Epistemológica das Ciências Sociais

    Alberto Oliva

    Introdução à Edição Norte-americana de 1977

    Israel Kirzner

    Os Fundamentos Últimos da Ciência Econômica

    Um Ensaio sobre o Método

    Prefácio do Autor

    Algumas Observações Preliminares sobre a Praxiologia

    1 - O Substrato Permanente da Epistemologia

    2 - Sobre a Ação

    3 - Sobre a Economia

    4 - O Ponto de Partida do Pensamento Praxiológico

    5 - A Realidade do Mundo Exterior

    6 - Causalidade e Teleologia

    7 - A Categoria da Ação

    8 - As Ciências da Ação Humana

    Capítulo 1

    A Mente Humana

    1 - A Estrutura Lógica da Mente Humana

    2 - A Hipótese sobre a Origem das Categorias a priori

    3 - O a priori

    4 - A Representação a priori da Realidade

    5 - Indução

    6 - O Paradoxo do Empirismo de Probabilidade

    7 - O Materialismo

    8 - O Absurdo de Qualquer Filosofia Materialista

    Capítulo 2

    O Fundamento Ativo do Conhecimento

    1 - Homem e Ação

    2 - Finalidade

    3 - Avaliação

    4 - A Quimera da Ciência Unificada

    5 - Os Dois Ramos das Ciências da Ação Humana

    6 - A Característica Lógica da Praxiologia

    7 - A Característica Lógica da História

    8 - O Método Timológico

    Capítulo 3

    Necessidade e Volição

    1 - O Infinito

    2 - O Dado Irredutível

    3 - Estatística

    4 - Livre Abítrio

    5 - Inevitabilidade

    Capítulo 4

    Certeza e Incerteza

    1 - O Problema da Precisão Quantitativa

    2 - O Conhecimento Certo

    3 - A Incerteza do Futuro

    4 - A Quantificação e a Compreensão no Agir e na História

    5 - A Precariedade na Previsão dos Assuntos Humanos

    6 - A Previsão Econômica e a Doutrina da Tendência

    7 - A Tomada de Decisão

    8 - Confirmação e Refutabilidade

    9 - A Verificação dos Teoremas Praxiológicos

    Capítulo 5

    Alguns Erros Populares Acerca do Escopo e Método da Economia

    1 - A Lenda da Pesquisa

    2 - O Estudo dos Motivos

    3 - Teoria e Prática

    4 - As Armadilhas da Hipostatização

    5 - Sobre a Rejeição do Individualismo Metodológico

    6 - A Abordagem da Macroeconomia

    7 - Realidade e Jogo

    8 - A Interpretação Errônea do Clima de Opinião

    9 - A Crença na Onipotência do Pensamento

    10 - O Conceito de um Sistema Perfeito de Governo

    11 - As Ciências Comportamentais

    Capítulo 6

    Outras Consequências da Desatenção ao Pensamento Econômico

    1 - A Abordagem Zoológica dos Problemas Humanos

    2 - A Abordagem das Ciências Sociais

    3 - A Abordagem da Economia

    4 - Uma Observação sobre a Terminologia Legal

    5 - A Soberania dos Consumidores

    Capítulo 7

    As Raízes Epistemológicas do Monismo

    1 - O Caráter Não Experimental do Monismo

    2 - O Panorama Histórico do Positivismo

    3 - O Caso das Ciências Naturais

    4 - O Caso das Ciências da Ação Humana

    5 - As Falácias do Positivismo

    Capítulo 8

    O Positivismo e a Crise da Civilização Ocidental

    1 - A Interpretação Errônea do Universo

    2 - A Interpretação Errônea da Condição Humana

    3 - O Culto da Ciência

    4 - O Amparo Epistemológico ao Totalitarismo

    5 - As Consequências

    Posfácio à Edição Brasileira

    Sobre a Praxiologia e a Base Praxiológica da Epistemologia

    Hans-Hermann Hoppe

    Nota à Edição Brasileira

    Olivro The Ultimate Foundation of Economic Science: An Essay on Method [ Os Fundamentos Últimos da Ciência Econômica ], de Ludwig von Mises (1881-1973) foi lançado originalmente em inglês, no ano de 1962 pela editora D. Van Nostrand, financiado pelo William Volker Fund. Uma segunda edição, com o acréscimo de um prefácio de Israel M. Kirzner, foi publicada em 1977 pela Foundation for Economic Education (FEE). Uma terceira edição, elaborada pelo Liberty Fund, apareceu em 2006.

    A presente tradução feita por Márcia Xavier de Brito, utilizando tanto as edições em inglês da FEE quanto do Liberty Fund. A tradutora achou necessário acrescentar algumas notas explicativas ou com referências bibliográficas, assinaladas como (N. T.).

    Foi acrescido nesta edição um prefácio exclusivo, elaborado por Alberto Oliva, professor titular de Teoria do Conhecimento e coordenador do Centro de Epistemologia e História da Ciência do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais (IFCS) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Incluímos como posfácio um ensaio, traduzido por Paulo Polzonoff, de autoria do filósofo e economista alemão Hans-Hermann Hoppe, publicado originalmente em inglês como um dos capítulos da coletânea Meaning of Ludwig von Mises: Contributions in Economics, Epistemology, Sociology, and Political Philosophy (Auburn: Ludwig von Mises Institute, 1993) organizada por Jeffrey M. Herbener, e republicado tanto em Economic Science and the Austrian Method (Auburn: Ludwig von Mises Institute, 1995) quanto em The Economics and Ethics of Private Property: Studies in Political Economy and Philosophy (Auburn: Ludwig von Mises Institute, 2nd edition, 2006). Um novo índice remissivo e onomástico, mais detalhado do que os existentes nas diversas edições em inglês, figura nesta edição brasileira.

    Não poderíamos deixar de expressar aqui, em nome de toda a equipe do Instituto Mises Brasil (IMB) e da LVM Editora, o apoio inestimável que obtivemos ao longo da elaboração da presente edição de inúmeras pessoas, dentre as quais destaco os nomes de Llewellyn H. Rockwell Jr., Joseph T. Salerno e Judy Thommesen do Ludwig von Mises Institute, de Lawrence W. Reed, Carl Oberg e Jeffrey A. Tucker da Foundation for Economic Education (FEE), e de Emilio J. Pacheco, Patricia A. Gallagher e Leonidas Zelmanovitz do Liberty Fund.

    Alex Catharino

    Editor Responsável da LVM

    Se não existisse nada permanente nas manifestações da mente humana, não poderia existir nenhuma teoria do conhecimento, mas apenas um relato histórico das várias tentativas feitas pelo homem para adquirir conhecimento. A condição da Epistemologia se pareceria com a dos vários ramos na História, por exemplo, com o que chamamos Ciência Política.

    Prefácio à Edição Brasileira

    O Legado de Mises à Reconstrução Epistemológica das Ciências Sociais

    Alberto Oliva

    What determines the real course of events, the formation of prices and all other phenomena commonly called economic as well as all other events of human history, is the attitudes of these fallible men and the effects produced by their actions liable to error.

    – Ludwig von Mises

    He who knows most, knows best how little he knows.

    – Thomas Jefferson

    I - O Insuperável Methodenstreit nas Ciências Sociais

    Grandes cientistas naturais – entre eles, Galileu Galilei (1564-1642), Isaac Newton (1643-1727) e Albert Einstein (1879-1955) – se envolveram tanto com questões filosóficas gerais quanto com desafios epistemológicos específicos. Os mais destacados cientistas sociais sempre devotaram muito de sua reflexão à complexa problemática da fundamentação última de suas explicações. As diversas correntes de pensamento aninhadas nas ciências sociais sempre se viram obrigadas a dar atenção especial ao substrato epistêmico-filosófico de suas teorias para melhor defendê-las. Assim como Max Weber (1864-1920), seu dileto amigo, Mises se destaca pelo papel proeminente que atribui à epistemologia em sua obra. O livro The Ultimate Foudantions of Economic Science: An Essay on Method [ Os Fundamentos Últimos do Conhecimento: Um Ensaio Sobre o Método ] – doravante UF – devota a maior parte de seu espaço argumentativo ao enfretamento de questões epistemológicas que diretamente impactam a longeva discussão em torno da cientificidade dos estudos sociais.

    Sobressai o fato de que Ludwig von Mises (1881-1973) não se limita a tratar de questões epistemológicas específicas suscitadas pela forma com que intenta conferir cientificidade às teses centrais de sua teoria econômica. Possuidor de um profundo conhecimento dos debates travados no século XX em torno do modelo explicativo adequado às ciências sociais, Mises discute teorias epistemológicas gerais que impactam diretamente o projeto de tornar a economia uma genuína ciência social. Não defe