Cada Coisa: em seu lugar

Ações de livro

Comece a ler

Dados do livro

Cada Coisa: em seu lugar

Notas:
Nota: 0 de 5 estrelas0/5 ( avaliação)
Duração: 32 páginas24 minutos

Descrição

Um conto. Coisa pequena, uma folhas que mais nao sujam o nosso jardim. Contradicoes. O catador de folhas, os objetos que usa. A pessoa, algo de invasivo ao lugar do outro. Que entra na intimidade do outro, ataca seus objetos, destrói o que lhe seja bom, pertinente, pertencente.
A resiliencia. O suporte que vem do conhecido.
O desespero silencioso. A fragilidade pisada; fortaleza entristecida.
Covardia e misérias transferidas para um outro assunto, longe das tecnologias, aparatos, definições grupais (que sejam mesmo as vontades perdidas ou nunca tidas) da falta ou ausência de caráter.
Por em ordem. Dispor a ordem. Anular.
Ajustar o mundo de acordo com os níveis que se acreditam existentes na natureza.
Depoimento, uma espécie de gravação a ser paga. Um desfavor a qualquer coisa, a essa humanidade limítrofe ao objeto.
Pequenos interesses sustentados por um escaninho viver.
Despropósito ao alheio. Assalto.
Assassinato de um bem familiar que desconhece por viver aleatoriamente, sem chão, como folha que cai.
Desplante. Descaso em relação a qualquer um.
A formação técnica, a vida em busca de sentidos, mas sem sentimentos.
Emoções jogadas sobre o monturo de valores monetários.
Espécie de vírus que atravessa a carne. Liberta almas.
Cair também faz subir, voar.
A folha do jardim e a viagem para Casablanca.

Ler mais