Encontre seu próximo livro favorito

Torne'se membro hoje e leia gratuitamente por 30 dias.
Toque-me: Série Você & Eu, #2

Toque-me: Série Você & Eu, #2

Ler amostra

Toque-me: Série Você & Eu, #2

avaliações:
3.5/5 (3 avaliações)
Comprimento:
272 página
4 horas
Editora:
Lançado em:
Jun 2, 2020
ISBN:
9781071545997
Formato:
Livro

Descrição

Todos nós precisamos de um lugar onde nos sintamos seguros …

Benjamin O’Leary acreditava que havia conhecido a mulher dos seus sonhos.

Mas quando o marido dela aparece, tudo que ele acreditava que sabia sobre Katherine Marshall é questionado. Somente quando ela aparece em sua casa agredida e machucada, que ele percebe que fez uma suposição horrível. Ela precisa da sua ajuda, mas se recusa a aceitá-la.

Katherine quer ser independente, mas seu ex-marido nunca a deixará ir embora. Após seu último ataque, ela considera fugir da nova vida que acabou de começar.

Só que ela não pode deixar Ben.

Talvez haja um felizes para sempre esperando por ela. Ela se atreve a ficar e tentar?

Série Você & Eu - Um romance bad boy

Livro 1 - Somente Eu

Livro 2 - Toque-me

Livro 3 - Beije-me

Editora:
Lançado em:
Jun 2, 2020
ISBN:
9781071545997
Formato:
Livro

Sobre o autor

"Love should be something that lasts forever, not is lost forever."  Visit USA TODAY BESTSELLING AUTHOR, LEXY TIMMS https://www.facebook.com/SavingForever *Please feel free to connect with me and share your comments. I love connecting with my readers.* Sign up for news and updates and freebies - I like spoiling my readers! http://eepurl.com/9i0vD website: www.lexytimms.com Dealing in Antique Jewelry and hanging out with her awesome hubby and three kids, Lexy Timms loves writing in her free time.  MANAGING THE BOSSES is a bestselling 10-part series dipping into the lives of Alex Reid and Jamie Connors. Can a secretary really fall for her billionaire boss?


Relacionado a Toque-me

Livros relacionados

Amostra do Livro

Toque-me - Lexy Timms

Timms:

Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida, armazenada ou introduzida em um sistema de recuperação ou transmitida, de qualquer maneira ou por quaisquer meios (eletrônico, mecânico, fotocópia, gravação ou outro) sem a autorização prévia por escrito de ambos, o proprietário dos direitos autorais e da editora, acima mencionada, deste livro.

Esta é uma obra de ficção. Nomes, personagens, lugares, marcas, mídia e incidentes são produtos da imaginação da autora ou são usados ficticiamente. Qualquer semelhança com uma pessoa real, viva ou morta, eventos ou locais, é mera coincidência. A autora reconhece o status de marca registrada e proprietários de marca registrada dos vários produtos citados nesta obra de ficção que tenham sido usados sem permissão. A publicação/uso destas marcas registradas não está autorizada, associada ou patrocinada pelos proprietários da marca registrada.

––––––––

Todos os direitos reservados.

Toque-me

Série Você & Eu #2

Copyright 2018 por Lexy Timms

Capa por: Book Cover by Design

Série Você & Eu

Livro 1 – Apenas eu

Livro 2 – Toque-me

Livro 3 – Beije-me

Encontre Lexy Timms:

Boletim Informativo Lexy Timms:

http://eepurl.com/9i0vD

Lexy Timms Facebook:

https://www.facebook.com/SavingForever

Lexy Timms Website:

http://www.lexytimms.com

Quer ler mais...

De GRAÇA?

Cadastre-se no boletim informativo de Lexy Timms

E ela lhe enviará atualizações sobre novos lançamentos, cópias ARC dos livros e muita diversão!

Cadastre-se para receber novidades e atualizações!

http://eepurl.com/9i0vD

TOQUE-ME Sinopse

Todos nós precisamos de um lugar onde nos sintamos seguros ...

Benjamin O’Leary acreditava que havia conhecido a mulher dos seus sonhos.

Mas quando o marido dela aparece, tudo que ele acreditava que sabia sobre Katherine Marshall é questionado. Somente quando ela aparece em sua casa agredida e machucada, que ele percebe que fez uma suposição horrível. Ela precisa da sua ajuda, mas se recusa a aceitá-la.

Katherine quer ser independente, mas seu ex-marido nunca a deixará ir embora. Após seu último ataque, ela considera fugir da nova vida que acabou de começar.

Só que ela não pode deixar Ben.

Talvez haja um felizes para sempre esperando por ela. Ela se atreve a ficar e tentar?

––––––––

Conteúdo

Série Você & Eu

Encontre Lexy Timms:

TOQUE-ME Sinopse

Capítulo Um

Capítulo Dois

Capítulo Três

Capítulo Quatro

Capítulo Cinco

Capítulo Seis

Capítulo Sete

Capítulo Oito

Capítulo Nove

Capítulo Dez

Capítulo Onze

Capítulo Doze

Capítulo Treze

Capítulo Quatorze

Capítulo Quinze

Capítulo Dezesseis

Capítulo Dezessete

Capítulo Dezoito

Capítulo Dezenove

Capítulo Vinte

Capítulo Vinte e Um

Capítulo Vinte e Dois

Capítulo Vinte e Três

Capítulo Vinte e Quatro

Capítulo Vinte e Cinco

Capítulo Vinte e Seis

Capítulo Vinte e Sete

Capítulo Vinte e Oito

Beije-me Sinopse

Encontre Lexy Timms:

LEITURAS GRATUITAS?

Mais por Lexy Timms:

––––––––

"Não sou o que aconteceu comigo,

Sou o que escolho me tornar."

Capítulo Um

Katherine

––––––––

Ouvir seu nome citado a plenos pulmões em um ambiente tão elegante fez Katherine parar imediatamente. A voz de Tim gritou tão alto que todo mundo se virou, curioso para saber quem poderia ser tão absurdo. Vestido com as grifes mais caras do mundo, o quem é quem do Vale do Silício não estava acostumado ao comportamento que estava sendo obrigado a testemunhar.

Humilhada, Katherine parou, sentindo como se todos na sala de conferência soubessem que era ela quem o homem louco estava procurando. Ela podia se sentir encolhendo quando Tim atravessou a sala enfurecido. Ele parecia maior do que ela lembrava, os ombros largos empurrados para trás com a confiança arrogante que vem com o poder.

Após deixar Ben para ir ao banheiro, Katherine tinha quase certeza que havia inventado a visão, pensando que sua paranoia estava levando a melhor sobre ela novamente. Não era incomum para ela pensar que via Tim quando saía, mas raramente tinha sido ele.

Geralmente, ele enviava sua equipe de segurança para fazer seu trabalho sujo e Katherine fugiria antes que eles pudessem se aproximar dela. Isso era diferente. Cercada pela elite e pessoas ricas no evento, ela sentiu-se encurralada. Não havia para onde correr e não havia como fugir com eficácia em seu vestido, mesmo se houvesse uma saída de emergência.

Esta era uma compilação única dos seus piores pesadelos e ela estava sendo forçada a vive-la. Tim não somente a encontrou, mas durante aquela que tinha de ser uma das melhores noites da sua vida. Ela estava finalmente se divertindo e sentindo a idade que tinha enquanto dançava com Ben. Sempre o cavalheiro perfeito, ele a seguiu até o banheiro, mas não fazia ideia do que estava prestes a acontecer.

Katherine se arrependeu de não ter contado a Ben sobre Tim. Era tarde demais para dizer a verdade agora e de maneira nenhuma ela conseguiria explicar sua decisão de esconder a verdade. Mas não cabia a Ben lidar com essa loucura com a qual Katherine se casou.

A última coisa que ela queria fazer era envolvê-lo no labirinto abusivo em que ela estava presa. Tim realmente gostava de fazer isso com ela, surgir do nada e arruinar tudo o que estava acontecendo. O sorriso no rosto dele era toda a validação que ela precisava enquanto imaginava o que ele tinha planejado para ela. Tim sempre esteve muito interessado em punições, portanto deixá-lo não seria tratado de maneira leviana.

Katherine sentiu as pernas enfraquecerem e estendeu a mão para o encosto de uma cadeira enquanto lutava para se equilibrar, com medo de que iria desmaiar e acrescentar uma interrupção caótica a uma noite perfeita. Poucos minutos antes, ela não tinha uma preocupação no mundo, imaginando se Ben faria outro convite para seu impressionante apartamento de solteiro.

Tudo estava transcorrendo de maneira perfeita ou pelo menos ela acreditava que estava. Usando o lindo vestido roxo que Ben lhe dera, Katherine se sentia como uma princesa caminhando de braços dados com ele. Ele estava orgulhoso em apresentá-la aos seus colegas e ela estava orgulhosa da sua capacidade de relaxar e se divertir à medida que a noite seguia em frente.

Era como se Tim pudesse sentir sua felicidade de alguma maneira. Enquanto Katherine observava-o atravessar o corredor enfurecido, ela imaginou um despertador irritante tumultuando tudo no mundo imaculado dele para informar que ela estava finalmente superando o idiota psicótico.

Agora, parecia que ele tinha largado tudo em seu escritório de direito privado em Los Angeles para vir se intrometer na minúscula fatia de vida que Katherine havia criado para si mesma em São Francisco. Ela não conseguia imaginar como ele conseguiu se afastar do trabalho com tanta facilidade a fim de destruir sua vida, pois quando se casaram, ele nunca teve um momento livre para se dedicar a qualquer coisa que tivesse a ver com ela.

Tim não se importava com nada que não o beneficiasse diretamente. Katherine não era nada mais do que mais um dos troféus que ele colecionava para exibir em sua mansão. Quando ele a convenceu a se casar com ele, tudo piorou.

Quando as verdadeiras intenções de Tim se mostraram muito dolorosas para Katherine suportar, ela o deixou, decidindo que era preferível fugir pelo resto da vida a ficar presa em um casamento abusivo. Ela passou os últimos dois anos olhando por cima do ombro, sempre com medo do dia inevitável em que Tim apareceria, pronto para destruir seja qual fosse a vida que ela tivesse organizado mais uma vez.

Quando encontrou o emprego na padaria no bairro moderno perto do seu novo apartamento, Katherine esperava que pudesse finalmente construir e manter uma vida nova para si mesma. De certa maneira, uma parte dela queria enfrentar Tim, cansada de fugir. Mas agora, enquanto olhava para o corpo musculoso dele elevando-se sobre todos na festa, ela sabia que não estava pronta para uma briga.

Katherine podia se sentir encolhendo antes que ele estivesse perto o suficiente para ver os redemoinhos de verde em seus olhos castanhos. Ela já estava recuando, entrando na concha que outrora foi sua casa, deixando para trás a mulher confiante que tentara se tornar.

O tempo parecia mover-se em câmera lenta enquanto Katherine sentia todos os olhos do baile de gala focados nela. Ela tinha de decidir como lidar com esse trem de carga que era Tim e tinha de decidir rápido. Ele estava a poucos metros de distância, os olhos brilhando agora que sabia que ela foi pega.

Como um animal na natureza, Tim ficou ainda mais ansioso à medida que se aproximava da sua presa. Katherine ficou chocada com a velocidade da sua transformação de volta à vítima enfraquecida a que ela sempre regredia quando Tim estava por perto. O caráter controlador e dominador dele ofuscava seu comportamento tímido, aproveitando-se completamente da sua bondade e medo.

Ao olhar para Ben, Katherine lembrou da nova vida que ela teve o privilégio de testemunhar nos últimos dias. Ben havia lhe mostrado um vislumbre do que era possível, da intimidade que um relacionamento proporcionava. Ao estar perto dele, ela se sentia segura e valorizada. E ela sabia que queria mais.

Agora Ben estava olhando para ela com uma expressão confusa no rosto bonito. Seus dois amigos estavam ao lado dele, todos os três observando com preocupação em seus olhos. Katherine sentiu o constrangimento em seu rosto, certa de ter ficado mais três tonalidades de vermelho quando Tim se aproximou dela.

Desejando que pudesse enviar a Ben uma mensagem com o desejo em seus olhos, Katherine lembrou da rede de segurança que ele havia fornecido para ela, garantindo que ela estivesse protegida onde quer que ela fosse. Ele a elogiava constantemente, por sua beleza, inteligência, mas ainda mais importante, por sua força.

Ben não se sentia intimidado por Katherine e ela precisava do encorajamento que ele oferecia, um contraste bem-vindo à enxurrada de críticas e insultos que Tim a submeteu. Namorar Ben tinha sido uma lufada de ar fresco e um lembrete torturante de tudo que ela nunca poderia ter.

Com Tim agora somente a alguns centímetros de distância, Katherine só lamentava ter acreditado que pudesse escapar. Ele ia garantir que ela não fosse feliz, não importa o quê. Poderia ser o momento para aceitar isso. Com uma última olhada, Katherine tentou esquecer tudo que eles compartilharam nos dias desde que se conheceram.

Seus olhos procuraram os dela por algum tipo de permissão, mas Katherine não sabia como responder. Ela estava muito constrangida para verbalizar sequer uma única palavra de garantia para ele. Certa de que agora ele não iria querer nada com ela, ela se preparou para o que sabia que não acabaria bem.

Podemos fazer isso da maneira fácil ou da maneira difícil, mas, Katherine, nós dois sabemos que você vai embora comigo. Tim sorria enquanto falava, observando Katherine se encolher abaixo dele.

Ela costumava amar a maneira como ele se elevava acima dela. Sua altura, na verdade, foi uma das primeiras coisas que atraiu Katherine para ele. Ela o notou no outro lado da sala e se perguntou sobre o homem sem barba, com a aparência perigosa. Quando descobriu que ele jogava futebol profissional, Katherine sentiu que o entendia melhor. Como se sua história finalmente fizesse sentido.

Tudo sobre Tim era atlético e competitivo, incluindo a maneira como ele agarrava o braço de Katherine, pressionando ainda mais forte para enfatizar suas palavras finais antes de soltá-la de maneira tão brusca que ela caiu para trás meio passo.

É melhor você me responder antes que eu a envergonhe na frente dos seus novos amigos, Tim disse enquanto olhava ao redor da festa, seus olhos pairando sobre a mesa onde Ben e seus dois amigos estava observando.

Vou fazer o que você quiser, Katherine sentiu as palavras caírem pesadamente da sua língua.

Ela sabia que Tim queria que ela voltasse com ele para L.A. e embora não tivesse nenhuma intenção de fazer isso, ela assentiu antes de seguir a liderança de Tim em direção a saída. Ele agarrou seu braço enquanto se moviam através da multidão chocada, temendo que ela pudesse estar fingindo.

Enquanto caminhava pelo corredor, Katherine lembrou de como se sentiu maravilhosa ao andar de braços dados com Ben e conhecer algumas das pessoas que agora a viam sair com preocupação em seus rostos. Ela dava um sorriso nervoso, esperando dar a eles algum tipo de alívio enquanto se dirigia para as portas da frente.

Quando o ar frio da noite atingiu seu rosto, Katherine foi obrigada a aceitar que não estava dormindo. Este pesadelo estava realmente acontecendo e Tim puxou bruscamente seu braço enquanto a obrigava a encará-lo. Ele estava lívido, ela podia ver em seus olhos enquanto ele cuspia as palavras.

Não brinque comigo, Katherine. Você sabe que farei o que for preciso para recuperá-la, ele rosnou.

Ela estava sem palavras, sentindo-se presa nas patas de um leão enquanto olhava com medo ao redor, ciente de que ninguém poderia salvá-la. Quando finalmente encontrou os olhos de uma garota mais jovem observando a interação entre eles, Katherine encontrou a coragem para puxar o braço da mão de Tim enquanto recuava rapidamente.

Eles estavam longe da audiência, ele não precisava mais segurá-la e ela não se intimidaria em silêncio ao seu domínio. Era estranho sentir a versão mais antiga de si mesma batalhar com a nova mulher corajosa que queria enfrentar o homem que arruinou sua vida.

Ela estava pronta para lutar pela vida que desejava, mas a presença de Tim era tão avassaladora que ela não conseguiu encontrar as palavras para confrontá-lo. Quando ele olhou com cara feia para ela, Katherine sabia que precisava dizer alguma coisa para se salvar.

O que você está fazendo aqui? Essas pessoas me conhecem, ela mentiu.

Não dou a mínima para essas pessoas, Katherine. Se você quiser gritar, vou dar um tapa na sua cara na frente de cada uma delas, ele ameaçou, a voz alta demais para ser preocupante.

Ela podia ver cabeças se virando para descobrir a fonte da explosão de raiva e ela ficou ainda mais constrangida à medida que o tempo passava. Não havia nada que ela pudesse fazer para dar o fora daqui rápido o suficiente. Olhando por cima do ombro, ela olhou rápido para as portas mais uma vez, rezando para que Ben não viesse procurando por ela.

O que você quer, Tim? Katherine perguntou, olhando em seus olhos, que pareceram suavizar por um segundo quando ele olhou para ela.

Precisamos conversar, Katherine, ele disse, dando um passo lento na direção dela. Ela imitou o movimento dele com um passo na direção oposta, mantendo a distância entre eles enquanto virava as costas para a porta.

Conversar sobre o quê? Ela tentou enrolar, sabendo que não havia nada que os dois tivessem para discutir.

Tim não estava interessado em conversar e definitivamente não ouviria nada que Katherine tivesse a dizer. Ele queria que ela o obedece e veio recolher o que acreditava que ela tinha tirado dele. Ela sabia que ele não estava fazendo ameaças vazias sobre bater nela ou humilhá-la na frente de todos. Tim sempre se divertia ao envergonhá-la.

Sentindo-se presa, Katherine não se moveu na próxima vez que Tim deu um passo mais para perto. Satisfeito com sua submissão, ele passou os dedos com força ao redor do bíceps dela, apertando o músculo pequeno com facilidade. Katherine respirou fundo, sem saber o que o futuro reservava, mas certa de que encontraria uma maneira para sobreviver.

Capítulo Dois

Ben

––––––––

Que diabos foi aquilo? Will perguntou, virando-se para a saída do baile de gala. Seu evento de caridade estava transcorrendo perfeitamente até que aquele homem invadiu a festa gritando do outro lado da sala.

Felizmente, a equipe incrível de Will distraiu rapidamente os convidados da explosão de raiva ao aumentar o volume do baixo da banda. A festa avançou tão rápido que quase ninguém na sala de conferência estava pensando sobre o breve momento caótico nesse instante.

Não sei... Ben respondeu, as palavras morrendo enquanto observava as portas de entrada, esperando por algum tipo de explicação.

Ela sabia quem ele era, Rachel observou, o rosto contorcido de maneira intrigada, como se estivesse tentando resolver um quebra-cabeças. Ben fez uma pausa, observando as engrenagens girarem na mente dos seus dois amigos mais antigos enquanto tentavam ajudá-lo a entender a noite.

Rachel ficou tão empolgada quanto ele quando ele decidiu trazer Katherine ao evento de caridade. E depois que Ben bancou o casamenteiro, unindo Rachel e Will após anos de flerte inofensivo, Rachel estava feliz por ter Katherine ali para acrescentar equilíbrio ao grupo.

Ela parecia assustada, Ben mencionou, lembrando da expressão de medo nos olhos de Katherine quando ele a seguiu do banheiro.

Ele a viu localizar o homem que tinha chamado sua atenção. Ben podia sentir que havia algo errado sobre o homem grande movendo-se com violência através da festa, muito antes que Katherine o visse. Ele não se encaixava com o resto da festa, sua constituição excessivamente musculosa lembrava mais atletas, enquanto o baile de gala incluía algumas das mentes mais inteligentes na indústria tecnológica, geralmente mais conhecidas como nerds. Ele balançou a cabeça distraído momentaneamente pelas lembranças do ensino médio e da faculdade,

Você chegou ao final desta amostra. Inscreva-se para ler mais!
Página 1 de 1

Análises

O que as pessoas pensam sobre Toque-me

3.7
3 avaliações / 0 Análises
O que você acha?
Classificação: 0 de 5 estrelas

Avaliações de leitores