Aproveite milhões de eBooks, audiolivros, revistas e muito mais

Apenas $11.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

A Ascensão da Automação

A Ascensão da Automação

Ler a amostra

A Ascensão da Automação

Duração:
86 páginas
1 hora
Lançados:
2 de jun. de 2020
ISBN:
9781071547229
Formato:
Livro

Descrição

Você provavelmente tem uma ideia de como os robôs afetarão negativamente os trabalhadores humanos. Os principais participantes do mundo da tecnologia, como Bill Gates e Elon Musk, forneceram suas soluções; renda básica universal ou imposto sobre robôs. Mas, entre as advertências sérias e as utopias extremas de ficção científica, a dor humana que se seguirá à perda futura de empregos parece ser esquecida. 


Daqui a 15 anos, a economia dos EUA perderá 38% de seus empregos em automação. É uma taxa alarmante. E, no entanto, muitas pessoas afirmam que a automação não deve e não pode se desacelerar.

No entanto, e se o progresso for um pouco desacelerado ? Apenas o suficiente para combinar com as tendências de moda lenta e alimentação lenta, talvez? No mínimo, as pessoas deveriam repensar a propriedade de caminhões autônomos. A robotização não seria tão ruim se os motoristas de caminhão possuíssem os caminhões automáticos, ao invés de serem todos eles propriedade uma empresa. Enquanto isso, a robotização é uma ameaça real e representa um perigo para uma infraestrutura humana crucial.

Índice

Introdução:

Elon Musk e Renda Básica Universal
Vale Do Silício e o Futuro Automatizado
Automação do Trabalho
Bill Gates e uma Ameaça a Empregos
Inteligência Artificial e Automação
Empregos na Indústria Automobilística que Serão Perdidos para Automação
A Ascensão da Automação e Codificação
Cibersegurança
Automação do Consumidor
Automação no Setor de Saúde
IA É o Futuro da Segurança Cibernética
O Futuro da Automação
Faculdades: Empregos do Futuro
Automação e Percepção
Gerenciar Automação e Empregos
Automação e a Economia Futura
Conclusão

Lançados:
2 de jun. de 2020
ISBN:
9781071547229
Formato:
Livro

Sobre o autor


Relacionado a A Ascensão da Automação

Livros relacionados

Artigos relacionados

Amostra do livro

A Ascensão da Automação - Adidas Wilson

Copyright © 2013 por Adidas Wilson

Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida, distribuída ou transmitida por qualquer forma ou por qualquer meio, incluindo fotocópia, gravação ou outros meios eletrônicos ou mecânicos, sem autorização prévia e por escrito do editor, exceto no caso de breves citações disponibilizadas em resenhas críticas e alguns outros usos não comerciais permitidas pela lei de direitos autorais. Para solicitações de permissão, escreva para o editor, endereçado Attention: Permissions Coordinator", no endereço abaixo.

––––––––

Adidas Wilson

P.O. Box 1775

Antioch, Tn. 37011

siriusvisionstudios@gmail.com

www.adidaswilson.com

Índice

Introdução:

Elon Musk e Renda Básica Universal

Vale Do Silício e o Futuro Automatizado

Automação

Bill Gates e uma Ameaça a Empregos

Inteligência Artificial e Automação

Empregos na Indústria Automobilística que Serão Perdidos para Automação

A Ascensão da Automação e Codificação

Segurança Cibernética

Automação do Consumidor

Automação no Setor de Saúde

IA É o Futuro da Segurança Cibernética

O Futuro da Automação

Faculdades  Empregos do Futuro

Automação e Percepção

Gerenciar Automação e Empregos

Automação e a Economia Futura

Conclusão

Introdução:

Você provavelmente tem uma ideia de como os robôs afetarão negativamente os trabalhadores humanos. Os principais participantes do mundo da tecnologia, como Bill Gates e Elon Musk, forneceram suas soluções; renda básica universal ou imposto sobre robôs. Mas, entre as advertências sérias e as utopias extremas de ficção científica, a dor humana que se seguirá à perda futura de empregos parece ser esquecida. Daqui a cerca de 15 anos, a economia dos EUA perderá 38% de seus empregos para a automação. É uma taxa alarmante. E, no entanto, muitas pessoas afirmam que a automação não deve e não pode se desacelerar.

No entanto, e se o progresso for um pouco desacelerado ? Apenas o suficiente para combinar com as tendências de moda lenta e alimentação lenta, talvez? No mínimo, as pessoas deveriam repensar a propriedade de caminhões autônomos. A robotização não seria tão ruim se os motoristas de caminhão possuíssem os caminhões automáticos, ao invés de serem todos eles propriedade uma empresa. Enquanto isso, a robotização é uma ameaça real e representa um perigo para uma infraestrutura humana crucial. Talvez você deva entender o que é infraestrutura humana primeiro. Infraestrutura refere-se a cabos de fibra ótica, estradas, usinas de energia e redes de eletricidade, entre outros. Infra-estrutura humana é um termo que mostra que as pessoas também são servidores essenciais. Infraestruturas humanas críticas são as pessoas mais ameaçadas pela robotização - como motoristas de caminhão. Se veículos autônomos forem introduzidos, eles dificilmente serão empregados em outro lugar.

Em vez de tentar tornar os robôs mais parecidos com os humanos, o foco principal deve estar nos trabalhadores humanos, mesmo que isso signifique criar uma abordagem cooperada para a propriedade dos caminhões autônomos - pelo menos então, a maioria dos motoristas não ficaria sem emprego. Para outros trabalhos como (caixas, recepcionistas, assistentes legais); talvez devesse ser desenvolvida legislação para ajudar todas as classes de trabalhadores que poderiam ser eliminadas por robôs.  Tudo isto significa uma coisa: o processo de automação deve ser feito mais lentamente.

E também, sistemas de caminhões autônomos são muito fáceis de invadir, planejar agora prevenirá (ou desacelerará) uma grande ameaça mundial de segurança . Imagine o que hackers podem fazer com caminhões automatizados. Algumas organizações já manifestaram suas preocupações e são completamente contra a automação. Como os motoristas de caminhão alimentarão suas famílias? O Uber prometeu automação para muito em breve, só que alguns motoristas tomaram empréstimos para comprar os carros para o Uber. Como eles pagariam seus empréstimos quando a automação chegar, ninguém sabe. Nos últimos anos, os pesquisadores viram o risco de robôs tomarem empregos de humanos. Até dez milhões de empregos, ou mais, desaparecerão à medida em que os robôs continuarem avançando, especialmente os não qualificados. Alguns especialistas afirmam que ainda não há com o que se preocupar, mantendo a percepção de que a tecnologia criará mais empregos e substituirá os antigos. Este sempre foi o caso, mas os desafios são altos, e os empregos de colarinho branco estão entre os que estão em risco. Até agora, a automação já reivindicou cinco empregos de colarinho branco.

Gerar informações que possam cativar outras pessoas, atraí-las para abrir um email e fazerem uma compra pode parecer uma habilidade exclusiva de seres humanos. Mas este não é o caso; softwares que podem executar  linguagem natural, analisando dados via algoritmos semânticos, estão chegando a este estágio.  O software pode, assim, determinar os campos de assunto ideais para e-mails, sendo capaz de assumir o marketing on-line outrora dominado por humanos. Outra área em que as máquinas estão tomando a frente é o setor programático de compra de anúncios. O software pode verificar on-line, e usar vastas fontes de informação sobre assuntos em potencial, para segmentar anúncios com perspectivas ideais, tudo em uma instância.

O outro trabalho que aparentemente está prestes a colapsar é o de consultores financeiros e analistas. A maior ameaça é que o poder da computação, combinado com sistemas preditivos e estagiários data, estão fornecendo as análises e previsões necessárias de que os investidores precisam. Isto significa que alguns profissionais da área financeira podem ter dificuldade em se manter enquanto as máquinas inundam o setor. Se existe um setor da humanidade que envolve o uso pesado de documentos é o mundo do direito. Revisar estes

Você chegou ao final dessa amostra. Cadastre-se para ler mais!
Página 1 de 1

Análises

O que as pessoas acham de A Ascensão da Automação

0
0 notas / 0 Análises
O que você achou?
Nota: 0 de 5 estrelas

Avaliações do leitor