Sertão mundo: narrativas sertanejas

Ações de livro

Comece a ler

Dados do livro

Sertão mundo: narrativas sertanejas

Notas:
Nota: 0 de 5 estrelas0/5 ( avaliação)
Duração: 214 páginas2 horas

Descrição

O livro Sertão mundo: narrativas sertanejas atualiza o olhar sobre o sertão nordestino, descortinando esse mundo a partir das falas dos autores de suas próprias vidas: os sertanejos. Com a emergência da temática da convivência com o semiárido e a iminência do agravamento das crises hídricas mundiais, esse trabalho faz um convite para conhecer a experiência de pessoas que sempre contaram com a oferta irregular de água em seus cotidianos, resgatando sentidos e significados que eles mesmos atribuem a essa experiência. Assim, a obra extrapola a imagem do semiárido nordestino veiculada pela mídia, cinema e literatura como local de seca, escassez, religiosidade e diversidade cultural, abrindo o sertão como mundo de possibilidades. É traçado um panorama histórico a respeito das políticas sociais empreendidas no semiárido nordestino, assim como são revisitados trabalhos que discorrem acerca do imaginário nacional corrente sobre o sertão nordestino e sobre a latente religiosidade sertaneja. As autoras discorrem acerca da fenomenologia existencial de Martin Heidegger e alguns conceitos fundamentais desse autor para explicitar mais a perspectiva teórica que sustenta esta obra. Finalmente, os encontros com os sertanejos no sertão do Ceará são apresentados de maneira literária, trazendo a descrição das viagens ao Sítio Galinhas, local onde as histórias narradas aconteceram. As histórias são recontadas entrelaçando os olhares dos sertanejos e das autoras, numa visada fenomenológica, tecendo uma teia narrativa compreensiva na composição de uma nova história. Este livro destina-se às pessoas que se inquietam sobre a questão da vida em condições de escassez de água, aos amantes e interessados pelo semiárido nordestino, estudiosos da fenomenologia existencial de Martin Heidegger e suas possibilidades de trabalho e, sobretudo, a quem se abre e deixa tocar pela experiência humana.
Ler mais