Curta este título agora mesmo, além de milhões de outros, com um período de avaliação gratuita

Grátis por 30 dias, depois $9.99/mês. Cancele quando quiser.

Treinamento cerebral: Como a inteligência emocional e nossos pensamentos cognitivos colaboram

Treinamento cerebral: Como a inteligência emocional e nossos pensamentos cognitivos colaboram

Ler amostra

Treinamento cerebral: Como a inteligência emocional e nossos pensamentos cognitivos colaboram

Comprimento:
140 página
1 hora
Lançado em:
Jul 9, 2020
ISBN:
9788835862895
Formato:
Livro

Descrição

Este é um pacote de três livros, que aborda vários subtópicos, incluindo, entre outros:


Livro 1: É possível treinar seu cérebro?

Você pode se tornar mais inteligente ou mais capaz de se lembrar das coisas?

Mergulhe no reino de infinitas possibilidades, algumas das quais serão reveladas a você neste guia rápido. Vários tópicos serão abordados, como jogos de treinamento cerebral, jogos de computador que podem estimular o tipo certo de atividade cerebral, os efeitos da escola e idéias gerais sobre QI e inteligência.

Este pequeno livro pode abrir seus olhos para fatos que você não conhecia antes.


Livro 2: O que são funções cognitivas?

Como nosso cérebro funciona?

Que fatos e mitos sobre nossas mentes existem por aí e em que você deve acreditar?

Essas e várias outras perguntas serão respondidas neste manual abrangente. Você também aprenderá sobre as diferenças sexuais pertencentes ao cérebro humano, como essas diferenças se manifestam nas brincadeiras das crianças e outros tópicos relacionados à nossa consciência consciente.


Livro 3: Como você aprofunda sua inteligência emocional?

Muitas pessoas tentaram fazê-lo, e poucas entendem o verdadeiro segredo. Pessoas emocionalmente inteligentes passam a vida muito mais felizes. Eles entendem como reagir e têm mais controle. Portanto, é essencial para o seu desenvolvimento cerebral ter algum grau de compreensão desse princípio.

Além deste tópico, você aprenderá mais sobre a inteligência em si, sobre o tempo de atenção e as coisas mais importantes que podem nos ajudar a parar de se preocupar. O conceito de QI é familiar para a maioria, mas ainda inclui muitos fatores desconhecidos. Além disso, muitas pessoas inteligentes se perguntam o que fazer com relacionamentos, jogos de computador , educação e outros aspectos da vida. Este livro pode ajudá-lo a entender essas coisas e dar a elas um lugar adequado em sua agenda lotada.

Torne-se mais sábio. Torne-se mais inteligente. Aprenda como.
Lançado em:
Jul 9, 2020
ISBN:
9788835862895
Formato:
Livro

Sobre o autor


Relacionado a Treinamento cerebral

Livros relacionados

Artigos relacionados

Amostra do Livro

Treinamento cerebral - Syrie Gallows

Contents

Capítulo 1: O treinamento do cérebro funciona? 4

Capítulo 2: Treinamento do cérebro para o TDAH 7

Capítulo 3: A verdade sobre os jogos de treinamento cerebral 10

Capítulo 4: Você está jogando os videogames certos para aumentar seu QI? 13

Capítulo 5: Jogos de computador, sucesso escolar e seu filho 15

Capítulo 6: Inteligência 18

Capítulo 7: Seu QI não é constante 20

Capítulo 8: Os jogos de computador podem ser uma fonte importante de alegria 23

Capítulo 1: Apesar das evidências científicas, a maioria das pessoas acredita nesses mitos 29

Capítulo 2: Por que você pode não se conhecer tão bem quanto pensa 33

Capítulo 3: O que são funções cognitivas? 38

Capítulo 4: Os cérebros de homens e mulheres são iguais? 42

Capítulo 5: Diferenças de sexo nas brincadeiras das crianças 47

Capítulo 1: O que é inteligência emocional? 52

Capítulo 2: Maneiras de Aprofundar Sua Inteligência Emocional 56

Capítulo 3: Truques psicológicos para ajudá-lo a parar de se preocupar 60

Capítulo 4: O conceito confuso de QI 62

Capítulo 5: Por que as pessoas menos competentes geralmente pensam que são as melhores 64

Capítulo 6: Aumente seu tempo de atenção 68

Capítulo 7: As 7 razões para jogar jogos de computador 70

Capítulo 8: Namoro com pessoas inteligentes: quando a inteligência é atraente? 73

Capítulo 1: O treinamento do cérebro funciona?

Para entender melhor esse conceito, devo dizer que a resposta é sim e não. Todos queremos ser mais inteligentes, embora nossas razões possam ser tão individuais quanto nós. Alguns de nós se preocupam com o declínio cognitivo com a idade. Outros procuram ser mais brilhantes para o nosso trabalho. Alguns querem apenas ser mais rápidos na solução desses problemas irritantes do Sudoku.

Os consumidores têm muitas opções de como treinar seus cérebros. Lumosity, CogFit e Elevate são apenas alguns programas oferecidos para ajudá-lo a impulsionar seu cérebro a um custo modesto, geralmente na forma de jogos simples para o seu dispositivo móvel. Todos nós gostamos de jogos, então o compromisso parece menor, mas quanto sabemos realmente sobre esses programas? A ciência pode ser assustadora, se uma empresa compartilhar sua pesquisa científica.

Embora ninguém possa lhe dizer o que funcionará melhor para suas próprias necessidades individuais, há três coisas importantes a saber sobre os programas de treinamento cerebral. O conhecimento não o tornará mais inteligente, mas ajudará você a entender os princípios por trás dos jogos e por que eles às vezes funcionam e outras não.

Primeiro, o treinamento deve ser adaptável.

Vamos começar com uma analogia simples - dardos. Se você quisesse ser um jogador de dardos melhor, como começaria? Felizmente, você não fica a 20 jardas de um alvo e começa a jogar. Em vez disso, você provavelmente tentaria uma tentativa com um nível moderado de sucesso, talvez a alguns metros de distância, e então avançaria ou retrocederia, dependendo de como faz. Em outras palavras, você se adaptaria.

O mesmo conceito se aplica ao treinamento do cérebro. Você certamente não começaria a trabalhar em sua memória estudando listas de 50 itens - a chave é começar simples e depois expandir, sempre no limite de seus recursos. Nos esportes, assim como no treinamento cognitivo, fazemos melhor quando tentamos o que está fora do nosso alcance.

Isso parece bastante simples, mas também significa que o treinamento fácil é um treinamento inútil. Você não deve apenas evitar programas de treinamento cerebral que não sejam adaptáveis, mas também evitar jogos que não o desafiem severamente.

Essa constante necessidade de um desafio também é o motivo pelo qual há tão pouco apoio científico ao treinamento do cérebro, pelo menos no campo acadêmico. Passar 20 horas memorizando listas não melhorará seu cérebro, a menos que as listas tenham o tamanho adequado e esse comprimento seja diferente para cada pessoa. Pode até variar o dia-a-dia, o que torna muito difícil encontrar seu ponto ideal de treinamento.

Segundo, o treinamento deve ser variado.

Há algo de engraçado na memória - não é uma coisa única. Por exemplo, há memória verbal e memória visual, cada uma exercitando partes muito diferentes do cérebro. A maioria dos bons programas de treinamento envolve uma rica experiência sensorial de imagens e sons para melhorar esses sistemas perceptivos e de memória separados. Os bons também usarão diferentes habilidades de retenção verbal e matemática, entre outras coisas.

A inteligência não envolve apenas uma única habilidade; portanto, o treinamento em uma coisa não promete benefícios em nenhum outro lugar. Lembre-se de que, para obter benefícios em um sentido amplo, você precisará treinar muitas habilidades diferentes. Isso também tem seus benefícios, porque o treinamento em apenas uma tarefa pode ser entediante. Isso também significa, no entanto, que obter benefícios reais levará algum tempo.

Finalmente, o treinamento deve ser generalizado.

Se há uma coisa a lembrar quando se trata de programas de treinamento cerebral, é que você não está tentando dominar as habilidades nas quais está treinando. De fato, a maioria dos jogos é diferente de tudo que você encontra na vida cotidiana. A esperança é que sua prática se generalize para mais habilidades do mundo real.

E aqui reside o maior problema. Essas habilidades nem sempre generalizam. Embora algumas pesquisas tenham mostrado melhorias modestas em coisas como QI após treinamento cerebral, muitos outros estudos não o fizeram. Tantos, de fato, que em 2014 mais de 70 cientistas assinaram uma declaração alertando os consumidores para longe de programas comerciais de treinamento cerebral.

Geralmente, esses programas parecem produtivos porque você melhora com o tempo. Mas isso não significa que eles estão deixando você mais esperto - apenas melhor em jogos específicos.

Isso também pode levar a publicidade enganosa. Qualquer reivindicação de 200% de melhoria deve responder imediatamente à pergunta Melhoria de quê? Muitas empresas evitam essa questão citando pesquisas sobre a plasticidade do cérebro, um termo sem sentido que significa que nossos cérebros mudam. Obviamente, eles fazem! Um cérebro que nunca muda é um tijolo, não um cérebro. De que outra forma um cérebro poderia lembrar o que você comeu no café da manhã?

Toda memória, toda interação social, muda o cérebro, e isso nunca foi duvidado. A verdadeira questão é se essas mudanças envolvem alguma habilidade global para resolver problemas ou algo muito mais restrito. A menos que um programa faça promessas específicas em relação à generalização de seu treinamento, é melhor você ficar longe.

Então, você deve se inscrever no Lumosity, no CogFit ou em algum outro programa que promete torná-lo mais inteligente? Essa escolha é sua, mas eu desconfio de soluções simples. Os programas de treinamento cerebral podem nos tornar mais inteligentes um dia, ou podem seguir o caminho da dieta de South Beach e Tae Bo. Eles eram divertidos e simples também.

Por enquanto, um bom começo pode ser comer bem, dormir o suficiente e exercitar-se de vez em quando. Pode não ser emocionante, mas seu cérebro certamente agradecerá. Para isso, a ciência está bem decidida.

Capítulo 2: Treinamento do cérebro para o TDAH

Todos nós já ouvimos os anúncios na televisão ou no rádio: use este aplicativo e fique mais esperto. Melhore o seu QI! Melhore a sua memória! Preste atenção melhor! Mas esses produtos realmente são entregues quando analisados ​​cientificamente? E se sim, eles são úteis para o TDAH?

Bem, vamos dar uma olhada em alguns deles e ver se eles oferecem algo para adultos com TDAH...

Lumosidade e TDAH

Você quase certamente ouviu falar sobre o Lumosity. O aplicativo parece ser comercializado em qualquer lugar. Sites, estações de rádio, televisões. Mas isso realmente funciona?

O Lumosity é o aplicativo de treinamento cerebral mais familiar, e foi o mais analisado nas pesquisas e nas principais análises. Dois recursos úteis são a publicação do blog Psychology Today de janeiro de 2014 do Dr. Jordan Gaines Lewis, que resume as pesquisas sobre o Lumosity em, e uma revisão de fevereiro de 2014 do Lumosity por Lauren Friedman no Business Insider. O artigo de Freidman fornece detalhes sobre o layout do programa, bem como seus pontos fortes e fracos.

Então, e o TDAH?

Os tipos de problemas cognitivos

Você chegou ao final desta amostra. Inscreva-se para ler mais!
Página 1 de 1

Análises

O que as pessoas pensam sobre Treinamento cerebral

0
0 avaliações / 0 Análises
O que você acha?
Classificação: 0 de 5 estrelas

Avaliações de leitores