Aproveite milhões de e-books, audiolivros, revistas e muito mais, com uma avaliação gratuita

Apenas $11.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

Caso de amor: A mente e o coração das pessoas que estão em um triângulo amoroso
Caso de amor: A mente e o coração das pessoas que estão em um triângulo amoroso
Caso de amor: A mente e o coração das pessoas que estão em um triângulo amoroso
E-book77 páginas55 minutos

Caso de amor: A mente e o coração das pessoas que estão em um triângulo amoroso

Nota: 0 de 5 estrelas

()

Sobre este e-book

Os seguintes tópicos estão incluídos neste combo de 2 livros:


Livro 1: Este livro se concentrará em alguns aspectos que podem não ser tão óbvios ao discutir assuntos. As pessoas sempre se perguntam se a cura é possível, se a probabilidade de outro caso acontecer é grande ou se o casamento acabará em divórcio.
Embora esta publicação aborde brevemente vários desses tópicos, outras questões também serão abordadas, como:

E se a pessoa que tem o caso ama as duas pessoas?
Por que os assuntos são tão difíceis de parar?
As crianças devem saber sobre o caso?
Quais são algumas etapas para se recuperar de um caso?

Se você estiver interessado em saber mais sobre essas coisas, seja por motivos pessoais ou simplesmente por curiosidade, recomendo que você comece a ler ou ouvir este livro.


Livro 2: Este guia o ajudará a entender vários fatores que você nunca imaginou antes!

Quando se trata de assuntos, há muitas coisas envolvidas. E uma das razões pelas quais eles não são tratados da maneira correta é a desinformação ou talvez a falta de informações por aí.

Muitas pessoas, por exemplo, podem se perguntar como você pode assumir total responsabilidade por suas ações. Outros podem estar em cima do muro ou no escuro quando se trata de reconhecer os sinais. E alguns podem até se perguntar o que acontecerá com o homem ou a mulher com quem o trapaceiro trapaceou.

Por que as pessoas têm casos?
O que está por trás de tudo isso?
Como isso pode acabar e quais são as consequências?

Essas perguntas e muitos dos subtópicos mencionados acima serão abordados. Portanto, não espere e comece!
IdiomaPortuguês
Data de lançamento24 de jul. de 2020
ISBN9788835869153
Ler a amostra

Leia mais de Elsa Harbor

Relacionado a Caso de amor

Livros relacionados

Categorias relacionadas

Avaliações de Caso de amor

Nota: 0 de 5 estrelas
0 notas

0 avaliação0 avaliação

O que você achou?

Toque para dar uma nota

    Pré-visualização do livro

    Caso de amor - Elsa Harbor

    Caso de amor

    A mente e o coração das pessoas que estão em um triângulo amoroso

    Por Elsa Harbor

    Caso de amor

    Razões e medidas preventivas para relacionamentos extraconjugais

    Por Elsa Harbor

    Table of Contents

    Capítulo 1: Auto-estima sexual

    Capítulo 2: Como recuperar de rejeição e separações

    Capítulo 3: Passos para a recuperação de um caso de amor extraconjugal

    Capítulo 4: Depois de um caso de amor

    Capítulo 5: E se você os ama?

    Capítulo 6: A verdadeira razão do caso extraconjugal de amor é difícil de parar

    Capítulo 7: As crianças devem saber que você teve um caso de amor?

    Capítulo 8: Seu casamento sobreviverá ao caso de amor?

    Capítulo 1: Auto-estima sexual

    A auto-estima sexual influencia quase todas as decisões sexuais que você toma, de quem você se envolve e quando deve se restringir e como.

    No entanto, pouco se sabe sobre a auto-estima sexual e quem a possui mais ou menos. Isso é particularmente importante porque a autoestima sexual e a satisfação sexual estão intimamente relacionadas. Vários estudos sugerem que a baixa auto-estima sexual afeta negativamente a satisfação sexual. Outro estudo, realizado por Hale e Strassberg, relatou os resultados de um experimento para testar os efeitos da baixa auto-estima sexual e mostrou que a excitação sexual dos participantes do sexo masculino foi afetada de forma significativa e negativa pela baixa auto-estima sexual.

    O que é auto-estima sexual?

    A auto-estima sexual é capaz de se envolver em práticas sexuais com procedimentos e resultados bem-sucedidos. A auto-estima sexual tende a diferir com a idade e as habilidades ou interesses sexuais de um parceiro, e pode variar para homens e mulheres e entre culturas.

    Os estudos também sugerem que a auto-estima sexual é afetada negativamente por uma variedade de experiências de vida, incluindo abuso sexual na infância, vitimização sexual, deficiências físicas e problemas de saúde. Outro estudo constatou que a auto-estima sexual está positivamente associada à auto-estima geral.

    De maneira mais ampla, muitas culturas nos pressionam a restringir nossos pensamentos sobre sexualidade e a desenvolver baixa confiança sexual. Outros vinculam a auto-estima sexual a ideais de beleza e atratividade. Por sua vez, sempre há o desejo de perseguir esses ideais. Quando não conseguimos, podemos experimentá-lo como um reflexo de nossa falta de desejo e desenvolver uma baixa auto-estima.

    Quem tem os mais altos níveis de auto-estima sexual?

    Muitos pensam que as pessoas casadas têm o mais alto nível de autoestima sexual. Afinal, a única pessoa com quem eles já os conhece muito bem e provavelmente não se sentem ameaçados por essa pessoa. A competição é baixa e os ideais de beleza e atratividade desaparecem com o tempo. Além disso, muitas culturas sancionam e idolatram os casamentos e só faz sentido que as pessoas casadas se sintam melhor consigo mesmas.

    No entanto, minhas novas descobertas sugerem que esse não é o caso quando se trata de auto-estima sexual. Usando a nona onda do conjunto de dados Pairfam (Análise de Painel de Relacionamentos Íntimos e Dinâmica da Família) e analisando as respostas de 3.207 participantes no total, os resultados indicam que as pessoas casadas têm níveis mais baixos de auto-estima sexual do que quase todos os grupos medidos.

    Sete grupos de status de relacionamento foram incluídos neste estudo: indivíduos casados, que compõem o maior grupo da amostra (57,4%); solteiro nunca casado (14%); indivíduos nunca casados que têm companheiro, mas vivem separados (4,3%), indivíduos nunca casados que coabitam com seu parceiro (13,1%); solteiros divorciados / separados (5,3%), indivíduos divorciados / separados que têm companheiro, mas vivem separados (2,7%) e divorciados / separados que atualmente coabitam com o parceiro (3,3%).

    Os resultados são impressionantes. Em termos de auto-estima sexual, homens que se divorciaram / separaram e viviam separados de um parceiro e homens que coabitavam nunca eram comparáveis a homens casados, enquanto apenas mulheres que coabitavam nunca-casadas apresentaram classificações mais baixas do que mulheres casadas. Os dados detalhados e ricos da pesquisa da Pairfam mostram que mesmo os solteiros que nunca foram casados tendem a relatar níveis mais altos de auto-estima sexual.

    Neste estudo, a auto-estima sexual foi uma variável construída composta pelos dois itens a seguir: Sou um parceiro sexual muito bom e Em geral, posso atender muito bem às necessidades e desejos sexuais do meu parceiro. Este item é um novo desenvolvimento feito pela equipe de pesquisa da Pairfam.

    Por que as pessoas casadas têm níveis mais baixos de auto-estima sexual

    Só podemos especular sobre por que as pessoas casadas apresentaram níveis mais baixos de auto-estima sexual do que a maioria dos grupos. Uma possibilidade é que os níveis de auto-estima sexual funcionem inversamente: pessoas com menor auto-estima sexual podem ter mais chances de se casar. Eles podem ser motivados, em parte, querendo se sentir mais seguros e cobrir sua menor auto-estima sexual.

    Está gostando da amostra?
    Página 1 de 1