Aproveite milhões de eBooks, audiolivros, revistas e muito mais

Apenas $11.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

Aprendendo A Ler Tarô - Pela Simbologia Dos Tarôs De Waite

Aprendendo A Ler Tarô - Pela Simbologia Dos Tarôs De Waite

Ler a amostra

Aprendendo A Ler Tarô - Pela Simbologia Dos Tarôs De Waite

Duração:
468 páginas
3 horas
Lançados:
9 de mai. de 2022
Formato:
Livro

Descrição

Esse Livro foi elaborado com a pretensão de complementar seus conhecimentos sobre o Tarô, fornecendo informações de aprofundamento no estudo. A sistematização apresentada aqui não é a única forma de ver o Tarô, porém é foi uma maneira pragmatica e coesa que o autor estabelceu de tal forma a ser didática e facilitar a aprendizagem dos seus alunos e
Lançados:
9 de mai. de 2022
Formato:
Livro

Sobre o autor


Relacionado a Aprendendo A Ler Tarô - Pela Simbologia Dos Tarôs De Waite

Livros relacionados

Amostra do livro

Aprendendo A Ler Tarô - Pela Simbologia Dos Tarôs De Waite - Bruno Cassaro

Sumário

Prefácio                PAGEREF _Toc65538508 \h 5

Sobre o Autor                PAGEREF _Toc65538509 \h 6

Introdução                PAGEREF _Toc65538510 \h 7

Como utilizar este material                PAGEREF _Toc65538511 \h 7

Primeira parte:                PAGEREF _Toc65538512 \h 7

Segunda parte:                PAGEREF _Toc65538513 \h 7

Terceira parte:                PAGEREF _Toc65538514 \h 8

Quarta parte:                PAGEREF _Toc65538515 \h 8

Parte 1 – Eu, Você, o Universo e Umas Coisinhas mais....                PAGEREF _Toc65538516 \h 9

O que é o Tarô                PAGEREF _Toc65538517 \h 9

O que é um oráculo                PAGEREF _Toc65538518 \h 9

Os oráculos que analisam a pessoa                PAGEREF _Toc65538519 \h 11

Os oráculos do estado das pessoas (situação)                PAGEREF _Toc65538520 \h 11

O destino é imutável?                PAGEREF _Toc65538521 \h 12

Prazer, Eu Ser Humano                PAGEREF _Toc65538522 \h 14

Quem somos?                PAGEREF _Toc65538523 \h 15

De onde viemos?                PAGEREF _Toc65538524 \h 16

Qual seu Propósito?                PAGEREF _Toc65538525 \h 16

Você, eu físico                PAGEREF _Toc65538526 \h 17

Exercício 1                PAGEREF _Toc65538527 \h 17

O que é autoconhecimento                PAGEREF _Toc65538528 \h 18

A consciência das limitações                PAGEREF _Toc65538529 \h 18

Você, quem é?                PAGEREF _Toc65538530 \h 19

A vida o Universo é tudo mais                PAGEREF _Toc65538531 \h 20

Mentalismo                PAGEREF _Toc65538532 \h 20

A correspondência                PAGEREF _Toc65538533 \h 21

Lei da vibração                PAGEREF _Toc65538534 \h 24

Lei da Polaridade                PAGEREF _Toc65538535 \h 25

A Lei do Ritmo                PAGEREF _Toc65538536 \h 26

A Lei da Causa e Efeito                PAGEREF _Toc65538537 \h 29

A Lei do Gênero                PAGEREF _Toc65538538 \h 30

Parte 2 – O Tarô como conhecemos                PAGEREF _Toc65538539 \h 33

A história do Tarô                PAGEREF _Toc65538540 \h 33

Claro que o Tarô surgiu no Egito!                PAGEREF _Toc65538541 \h 33

Ah, então o Tarô veio dos Hebreus?                PAGEREF _Toc65538542 \h 34

Eu já sei... O tarô veio dos Ciganos!                PAGEREF _Toc65538543 \h 34

Então, não se sabe de onde veio o Tarô?                PAGEREF _Toc65538544 \h 35

A estrutura do Tarô                PAGEREF _Toc65538545 \h 37

Os Arcanos Maiores:                PAGEREF _Toc65538546 \h 37

Os Arcanos Menores                PAGEREF _Toc65538547 \h 39

Um pouco mais sobre as cartas da Corte                PAGEREF _Toc65538548 \h 46

Relacionamento entre os arcanos menores                PAGEREF _Toc65538549 \h 46

Convergência entre a pergunta e os naipes dos arcanos menores                PAGEREF _Toc65538550 \h 48

Como escolher um deck correto                PAGEREF _Toc65538551 \h 48

PARTE 3 – As Lâminas                PAGEREF _Toc65538552 \h 49

Os Arcanos Maiores                PAGEREF _Toc65538553 \h 49

O Louco                PAGEREF _Toc65538554 \h 49

O Mago                PAGEREF _Toc65538555 \h 50

A Alta Sacerdotisa                PAGEREF _Toc65538556 \h 51

A Imperatriz                PAGEREF _Toc65538557 \h 53

O Imperador                PAGEREF _Toc65538558 \h 54

Exercício de Fluxo Energético                PAGEREF _Toc65538559 \h 55

O Papa ou O Hierofante                PAGEREF _Toc65538560 \h 57

Os Amantes                PAGEREF _Toc65538561 \h 58

O Carro ou carruagem                PAGEREF _Toc65538562 \h 60

A Justiça                PAGEREF _Toc65538563 \h 61

O Eremita                PAGEREF _Toc65538564 \h 63

A Roda da Fortuna                PAGEREF _Toc65538565 \h 64

A Força                PAGEREF _Toc65538566 \h 65

O Pendurado                PAGEREF _Toc65538567 \h 66

A Morte                PAGEREF _Toc65538568 \h 68

A Temperança                PAGEREF _Toc65538569 \h 70

O Diabo                PAGEREF _Toc65538570 \h 71

A Torre                PAGEREF _Toc65538571 \h 72

A Estrela                PAGEREF _Toc65538572 \h 73

A Lua                PAGEREF _Toc65538573 \h 74

O Sol                PAGEREF _Toc65538574 \h 75

O Julgamento                PAGEREF _Toc65538575 \h 76

O Mundo                PAGEREF _Toc65538576 \h 77

Arcanos Menores                PAGEREF _Toc65538577 \h 78

COMPREENDENDO MELHOR OS NAIPES DO TARÔ                PAGEREF _Toc65538578 \h 78

CARTAS DA CORTE                PAGEREF _Toc65538579 \h 79

CARTAS NUMERADAS                PAGEREF _Toc65538580 \h 96

Parte   4 - Método                PAGEREF _Toc65538581 \h 144

Introdução aos Métodos de Tiragem                PAGEREF _Toc65538582 \h 145

Uma consulta de tarô é um serviço prestado                PAGEREF _Toc65538583 \h 146

A importância de uma boa pergunta                PAGEREF _Toc65538584 \h 147

A pergunta ideal                PAGEREF _Toc65538585 \h 147

A motivação da pergunta                PAGEREF _Toc65538586 \h 148

O uso do método correto                PAGEREF _Toc65538587 \h 150

Método de 1 carta – Sim ou Não                PAGEREF _Toc65538588 \h 151

Método de 1 carta – Vibração energética                PAGEREF _Toc65538589 \h 152

Método de 3 cartas                PAGEREF _Toc65538590 \h 152

Passado, presente e futuro                PAGEREF _Toc65538591 \h 153

Situação, desenrolar e resultado                PAGEREF _Toc65538592 \h 154

Ele, ela e relacionamento                PAGEREF _Toc65538593 \h 155

Método de leitura para perguntas mais complexas                PAGEREF _Toc65538594 \h 156

Método Peladan                PAGEREF _Toc65538595 \h 156

Cruz Celta Tradicional                PAGEREF _Toc65538596 \h 158

Análise de Personalidade – Jogada do Mundo                PAGEREF _Toc65538597 \h 160

Método de Leitura Sem Pergunta                PAGEREF _Toc65538598 \h 162

Jogo da Âncora                PAGEREF _Toc65538599 \h 162

Relacionamentos e Sociedades                PAGEREF _Toc65538600 \h 164

A Grande Dúvida                PAGEREF _Toc65538601 \h 165

Analisando novos projetos                PAGEREF _Toc65538602 \h 166

Mandala do saber                PAGEREF _Toc65538603 \h 167

Considerações Finais                PAGEREF _Toc65538604 \h 169

Referências                PAGEREF _Toc65538605 \h 170

PREFÁCIO

Primeiramente, queremos expressar toda nossa gratidão pela confiança em nosso trabalho e dizer que estamos muito felizes por você ter se interessado pelo estudo do Tarô.  Estudar Tarô é ter acesso a um mundo novo de possibilidades, um mundo onde a criatividade, a espiritualidade e a fé tocam o Divino, de modo a trazer mensagens que enche e aquece nosso coração.

Costumo dizer que o Tarô é bem mais que um oráculo. Ele é uma representação da consciência humana em formato de arte, é uma ferramenta de ensino sobre despertar e evolução, é uma fonte enorme de conhecimento sobre o comportamento humano e um grande conselheiro. Debruçar-se no estudo do Tarô é muito gratificante, visto que nos possibilita compreender a realidade humana: anseios, comportamentos, sonhos, aspirações... Tudo isso de maneira muito prática.

Ao estudar essa ferramenta, é importante que deixemos o pensamento cartesiano de lado por alguns instantes. Pensar de maneira racional e lógica, irá lhe restringir o olhar e impedirá que você reconheça os padrões de identificação do Tarô com as situações da vida. Observar os arcanos é o mesmo que olhar para si, através de uma espécie de espelho. Cada um deles representam padrões energéticos com os quais nós, seres humanos, nos identificamos e vibramos, de alguma maneira em nossas vidas.

Ao ler esse material, você vai encontrar alguns conhecimentos bastante consolidados e outros que lhe deixarão mais em dúvida, essas dúvidas são resultadas de percepções pessoais suas em relação ao Tarô. Para esclarecer esses questionamentos, você deverá realizar sua busca individual, leia livros, busque outros autores, faça outros cursos e debata com seus colegas, crie grupos de estudo e discussão, isso lhe proverá desafios e mais indagações de outra natureza.

Mesmo após tanto tempo estudando Tarô, identifiquei que o estudo desse oráculo é para vida, uma vez que ele acompanha a evolução do ser humano e se adapta a nossa realidade presente.

Convido você nesse momento, a experimentar o Tarô sem pré-conceitos ou quaisquer restrições culturais e religiosas. Se você começou a ler esse material, é porque ficou interessado pelo assunto, então abra sua mente, coração e alma para receber esses conhecimentos que a tanto tempo ajudam as pessoas a se orientarem na vida, nos negócios, no amor e em várias outras áreas.

Mergulhe nessa jornada e ao precisar de ajuda, pode contar comigo!

Bruno Cássaro

SOBRE O AUTOR

Bruno Cassaro é formado em Sistemas de Informações pela UNASP - Universidade Adventista de São Paulo, com pós graduação em gerenciamento de projetos pelo Centro Universitário SENAC Santo Amaro. Atuou 16 anos gerenciando pessoas e implantando sistemas de gestão para empresas de grande porte em projetos milionários.

Desde os 18 anos, sempre pesquisou, estudou filosofia, antropologia, teologia e psicologia em cursos livres, já que seu objetivo era ser pastor evangélico, bem como desenvolveu estudos voltados a entender as culturas de antigas civilizações e teve seu primeiro contato com o Tarô.

Em 2016 após um processo de despertar, começou a identificar-se com as questões holísticas e a dedicar-se expressivamente.

No início de 2017, percebendo haver lacunas no estudo do Tarô e buscando motivação para ir cada vez mais fundo, enveredou nos caminhos da docência. Apesar de todo conhecimento já adquirido, ansiava por mais e se fez a combinação perfeita, afinal, internalizava o saber (estudo) e transmitia conhecimentos (prática), como assim queria. Tarô exige estudo constante e eterno, sendo um livro de história e sendo essa história contada em diferentes visões, e ainda, considerando tanto quem conta como quem ouve, parar de estudar algo tão amplo, é ficar com o conhecimento limitado, diz Bruno constantemente em suas aulas.

Atualmente seus cursos em plataformas digitais tem mais de 7 mil alunos e mais de 300 formandos em cursos presenciais e ‘online’.

INTRODUÇÃO

Esse material foi elaborado com a pretensão de complementar seus conhecimentos sobre o Tarô, fornecendo informações de aprofundamento no estudo. É importante que você tenha em mente que esse material não é a única fonte de conhecimento sobre o Tarô, e que a sistematização apresentada aqui não é a única forma de ver o Tarô.

Existem diversas escolas de estudo e aprendizado do Tarô, algumas voltadas a analogias com Astrologia, Cabala, Hinduísmo, Cristianismo, entre outras. Entenda que não existe certo ou errado, existe, olhares diferentes sobre o mesmo assunto. Alguns veem a cena de maneira mais complexa, outros de modo mais simplista, porém, todos ditam os mesmos conceitos e as mesmas informações, cada escola à sua maneira.

De antemão, na maior cara dura e sinceridade, já digo que esse trabalho está inacabado. Espero que você compreenda que fiz meu melhor e que o conteúdo desse material é o que tenho disponível nesse momento, pois em tempos futuros, o mesmo poderá ser revisado e até mesmo alterado. Isso se dá porque o autoconhecimento não é estanque, ele muda a cada aprendizado e o Tarô, por ser uma ferramenta de descoberta desse autoconhecimento é uma novidade a cada página de estudo.

Em alguns momentos você vai ler e compreender aquilo que está escrito de maneira clara, porém, em outros você terá de ler mais de uma vez o trecho para compreender. A minha sugestão é que não repita essa leitura, faça o exercício proposto para aquele tema e, sem ansiedade, espere até o dia seguinte após ter dormido bem, para voltar a lê-lo.

De coração, desde já agradeço a sua confiança e lhe desejo excelentes experiências no desenrolar dessa iniciação.

COMO UTILIZAR ESTE MATERIAL

A estruturação dos conceitos aqui apresentada, é uma forma que estabelecemos buscando atender a aspectos didáticos, com o viés de instruir aos amadores e iniciantes no Tarô. Muito provavelmente você não terá nesse material aprofundamento em conceitos esotéricos satélites ao Tarô, como astrologia, numerologia, cabala etc. Isso se dá, por conta de querermos que você aprenda Tarô e possa através dos exercícios realizar tiragens corretas e fundamentadas em conhecimento adquirido.

Primeira parte:

Nesta primeira parte, vamos analisar os conceitos de formação do ser como indivíduo, inserido em um contexto de sociedade e em como nós sempre buscamos nos tornarmos melhores, mais evoluído. Estabelecer essa relação é fundamental para a compreensão do Tarô como ferramenta do despertar espiritual e como ferramenta de adivinhação.

Segunda parte:

Na segunda parte, vamos estudar como surgiu o Tarô e como o contexto histórico em que ele nasce torna-o algo tão interessante e misterioso. Vamos abordar o ressurgimento do Tarô com o Esoterismo e as Sociedades Secretas, em um movimento importante para disseminação e a visão contextual do mesmo no século XVIII e XIX.

Terceira parte:

Na terceira parte, você irá aprender os simbolismos das cartas e os atributos de cada uma delas, com a visão de prover aspectos de análise pessoal, desenvolvimento da consciência e adivinhação.  Vamos conhecer os 78 arcanos e a estrutura com que eles foram convencionados e são utilizados até hoje.

Quarta parte:

Na quarta parte, vamos aprender os métodos de tiragens e fazer exercícios práticos de utilização do Tarô com uma visão prática e de uso no dia-a-dia. Essa quarta parte poderá ser consultada durante as partes 1, 2 e 3 para complemento de aprendizagem e exercícios de maneira a consolidar o conhecimento. Aqui vamos compreender a dinâmica de uma tiragem e a importância do uso de um método em uma leitura de Tarô.

PARTE 1 – EU, VOCÊ, O UNIVERSO E UMAS COISINHAS MAIS....

O QUE É O TARÔ

Existem diversas bibliografias, livros, trabalhos acadêmicos que definem o Tarô e você poderá encontrar em todos a referência de que ele é um oráculo, pouco se há sobre a reflexão do que seriam oráculos e quais suas funções na sociedade e seu papel na vida humana.

Temos que ser muito responsáveis ao definir o Tarô, porque podemos ser muito práticos e sucintos ou muito filosóficos e complexos, então vamos dividir esse entendimento em camadas, a saber: o que é oráculo, o que é Tarô e sua aplicação na sociedade. Desta forma você poderá construir sua definição sobre o que é o Tarô e poderá através dessa definição, construir sua base de conhecimento para esse curso.

Sugiro entendermos bem o que é a representação de oráculo em nossa sociedade e como isso foi sendo utilizado ao longo do tempo. Não vamos nos aprofundar, apenas o necessário para formatar um conceito. Esse assunto é amplo e requer anos de estudo.

O que é um oráculo

A etimologia da palavra oráculo refere-se à resposta dada por uma divindade a uma questão pessoal através de artes divinatórias. Pode também ser atribuída ao portador da mensagem que a transmite através da sabedoria oracular.

Também podemos ver na história, locais onde era notada a presença Divina sempre que chamada, por isso com o passar do tempo foi considerado solo sagrado e previamente preparado para tal prática, sendo denominado oráculos.

Nas civilizações ancestrais, era bem comum a consulta aos oráculos para diversas finalidades. Na mitologia escandinava, Odin levou a cabeça do deus Mimir para Asgard para ser consultada como oráculo. Na tradição chinesa, o I Ching foi usado para adivinhação na dinastia Shang, embora seja muito mais antigo e tenha profundo significado filosófico. Podemos citar os egípcios que tinham formas oraculares através da observação dos animais ou de suas vísceras. Na Bíblia, por exemplo, temos a Oniromancia, interpretação de sonhos (Daniel 2) e o uso de Urim e Tumim que eram o meio de apelar, pela sorte, para a vontade ou conhecimento de Deus quando havia duas alternativas cuja decisão fosse difícil para o homem discernir naturalmente.

Ninguém sabe com certeza como eram usados e de que modo o Urim e o Tumim davam resposta ao sumo-sacerdote sobre a questão proposta, o que acaba cercando essa questão de muitas especulações. 

Os oráculos gregos constituem um importante aspecto da religião e da cultura grega. O oráculo é a resposta dada por um deus que foi consultado por uma dúvida pessoal, referente ao passado, presente ou futuro. Um fato importante é que estas orientações oraculares só poderiam ser dadas por certas divindades, em lugares determinados, por pessoas determinadas e se respeitando rigorosamente os ritos: a manifestação do oráculo se assemelha a um culto. Além disso, para interpretar as respostas do deus, que se apresentava de diversas maneiras, exigiria uma iniciação.

Para consolidar o conceito de oráculo, você deve recordar-se que no filme Matrix, o protagonista procura uma mulher que tinha a alcunha de oráculo para que ela lhe informasse sobre sua jornada, para que ela validasse se ele era o escolhido, o salvador.  Nessa cena a mulher mostra para ele uma placa sobre a porta da cozinha, com a inscrição temet nosce, um aforismo grego que significa conhece-te a ti mesmo.  Essa expressão é a mesma atribuída a frase inscrita no oráculo de Delfos, porém ela tem um complemento: "Conhece - te a ti mesmo, pois conhecereis os deuses e o universo"

Podemos observar que a mensagem posta pelo filme é que, se buscarmos o autoconhecimento, desvendaremos os mistérios do universo. Isto posto, podemos observar que o conceito oracular está dentro de todos nós.

Ao final do diálogo, a mulher se despede lembrando: Você tem o controle da sua vida, que mostra o exercício pleno do livre arbítrio sobre o protagonista, ou seja, ele tornar-se-ia o escolhido, se assim desejasse. Isso é muito importante, porque os oráculos não são fixos e o destino não se encontra traçado de maneira definitiva.

Para analisarmos isso com mais profundidade, precisamos compreender quais são os tipos de oráculos existentes.

Os oráculos que analisam a pessoa

O ser humano é uma máquina incrível e a mente humana supera comentários de tão fantástica que é. Somos seres espirituais mesmo quando vivendo nesse plano e por essa razão acreditar é um atributo natural da humanidade. Ela crê até mesmo que não crê em absolutamente nada.

As pessoas nascem complexas como tal

Você chegou ao final dessa amostra. Cadastre-se para ler mais!
Página 1 de 1

Análises

O que as pessoas acham de Aprendendo A Ler Tarô - Pela Simbologia Dos Tarôs De Waite

0
0 notas / 0 Análises
O que você achou?
Nota: 0 de 5 estrelas

Avaliações do leitor