Aproveite milhões de e-books, audiolivros, revistas e muito mais, com uma avaliação gratuita

Apenas $11.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

CONJUNTURAS E REFLEXÕES SOBRE O ENSINO APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA
CONJUNTURAS E REFLEXÕES SOBRE O ENSINO APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA
CONJUNTURAS E REFLEXÕES SOBRE O ENSINO APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA
E-book104 páginas1 hora

CONJUNTURAS E REFLEXÕES SOBRE O ENSINO APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA

Nota: 0 de 5 estrelas

()

Sobre este e-book

Este E-book aborda a importância do uso do Lúdico nas aulas de matemática, como ferramenta didática e discutindo as dificuldades apresentadas pelos professores para o uso dos jogos em suas aulas, quebrando paradigmas educacionais tradicionais, outro aspecto importante discutido na obra são as possíveis causas que interferem no processo de aprendizagem Matemática dos alunos, além de propor ao processo de ensino-aprendizagem, a tecnologia para o ensino geométrico com possibilidades para a prática pedagógica do professor em sala de aula o estudo da geometria, intercalando a teoria e a prática, no que concerne o ensino e abordagem do teorema de Pitágoras, numa prática construtivista, utilizando métodos lúdicos para fixação e efetivação dessa aprendizagem.
IdiomaPortuguês
Data de lançamento3 de set. de 2020
ISBN9786586249477
CONJUNTURAS E REFLEXÕES SOBRE O ENSINO APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA
Ler a amostra

Relacionado a CONJUNTURAS E REFLEXÕES SOBRE O ENSINO APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA

Ebooks relacionados

Artigos relacionados

Avaliações de CONJUNTURAS E REFLEXÕES SOBRE O ENSINO APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA

Nota: 0 de 5 estrelas
0 notas

0 avaliação0 avaliação

O que você achou?

Toque para dar uma nota

A avaliação deve ter pelo menos 10 palavras

    Pré-visualização do livro

    CONJUNTURAS E REFLEXÕES SOBRE O ENSINO APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA - Josilene Maria de Lima

    MATEMÁTICA

    PREFACIO

    Prefaciar esse e-book de Matemática da turma do 3º período que discuti a questão do processo de ensino aprendizagem de matemática foi oportuno e de extrema importância para mim até porque me propus a organizar essa obra por ser um idealizador e agente motivador para sua produção pelos acadêmicos.

    A produção desse material teve origem antes mesmo do advento do contexto da pandemia – Covid-19, que atualmente representa uma grande ameaça para humanidade e trouxe com ela o medo grandes mudanças comportamentais as pessoas, com isolamento social, que no campo educacional revolucionou as metodologias de ensino proporcionando uma reinvenção e ressignificação de práticas pedagógicas.

    As tecnológicas disponíveis, tonaram acessível aos professores, inúmeras alternativas que podem ser utilizadas em sua prática de ensino nas aulas. Portanto, cabe aos mesmos buscar a melhor forma de trazer esse recurso para o ensino, para que ele possa ter uma base de como usar todas essas informações no ambiente escolar e assim estimular os discentes a buscar mais conhecimento de uma forma diferenciada e mais participativa nas aulas.

    Isso tudo também contribuiu para emergir o conjunto da obra, C0NJUNTURAS E REFLEXÕES SOBRE O ENSINO APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA, composto por capítulos com diversificados temas, que agrega esforços para discutir as dificuldades de ensino e aprendizagem da matemática, tentando desmistificar a ideia de que essa disciplina carrega o estigma de disciplina difícil e que reprova.

    Essa construção e posterior produção teve início a partir do a partir do 2º período na disciplina de metodologia científica I, por mim ministrada e na ocasião os discentes elaboraram projetos de pesquisa, com um embasamento teórico coerente com o que se pretendia, então com o advento do afastamento social foi discutido a possibilidade de ampliar a discussão da temática com uma revisão de literatura que subsidiasse a discussão com consistência teórica, resultante de uma pesquisa bibliográfica integrativa.

    Ao se sentirem desafiados, esses alunos e professores se unirão num trabalho conjunto que envolvia orientação pesquisa e articulação discussiva numa construção teórica e produção desse e-book pelos docentes Dr. Ivanildo Mangueira da Silva e Mestranda Josilene Maria de Lima Torres e pelos discentes Fidellys, Joseane, Mariana, Érika Monique, João Karlos, Vencerlau, Maria Jucikelly, Marta Colonio, Quitéria Jardim, Gizele, Leandra, Sabrina, Edicélia, Mikaele e Raquel o consolidou a produção e socialização desse conhecimento.

    É com esta emoção que convido a todos e todas para esta leitura.

    Prof. Dr. Ivanildo Mangueira da Silva

    Professor de Metodologia Científica I e II no curso de Matemática dessa IES

    O LÚDICO COMO FERRAMENTA NO ENSINO DA MATEMÁTICA

    Fidellys Douglas Lima Silva¹

    Joseane Silva dos Santos²

    Mariana Augusta dos Santos Lima³

    Curso do Departamento de Matemática da Faculdade do Belo Jardim- FBJ

    1INTRODUÇÃO

    Segundo o dicionário Aurélio: o Lúdico tem o divertimento acima de qualquer outro propósito, e baseando-se nesta informação abordaremos o uso do Lúdico nas aulas de matemática, mas séries iniciais do ensino fundamental.

    A matemática é a ciência lógica com situações práticas habituais, ela tem características muito próprias, portanto está em uma constante busca pela veracidade dos fatos, por meios de técnicas precisas e exatas. A matemática é utilizada praticamente todas as áreas: na Mecânica, na Informática, na Saúde e entre outras, com a importância exuberante na sociedade fica claro o seu papel primordial como uma disciplina indisponível.

    Em contrapartida o desinteresse pela matéria de matemática vem crescendo consideravelmente, desta forma surge a necessidade de inovar a metodologia de ensino usada pelo professor, elaborando algo novo, inédito que possa cativar a atenção dos alunos e a curiosidade pela matéria. Adiante conheceremos uma ferramenta importante: O Lúdico, que com a sua utilização em sala de aula o professor poderá colher bons frutos, desde que bem apresentado e estudado antes de passar para turma.

    O uso do Lúdico ou jogos didáticos nas aulas de matemática é algo pouquíssimo utilizado em nossos dias, por falta de conhecimento do professor ou parte várias dúvidas quanto a sua utilização no ensino, algumas delas são: Será que o lúdico pode contribuir para a aprendizagem? Os alunos podem aprender matemática brincando? Tenho materiais didáticos disponível para desenvolver esse tipo de atividade? Essa e outras tantas dúvidas surge no pensamento do professor quando ele é apresentado a algo desconhecido.

    Comprovado por diversas pesquisas do meio acadêmico o uso do Lúdico é sim viável e aconselhável, desde que o professor tenha os devidos cuidados como pesquisar o assunto ver qual jogo ele irá utilizar, se realmente ele tem domínio, pois acima de tudo não pode perder o foco da aula, que é aprender o assunto que está sendo passado na aula.

    Ao longo descobriremos um pouco sobre a atualização do lúdico como surgiu, como está sendo aplicada hoje em dia suas evoluções e seus desafios também, pois como qualquer metodologia de ensino tem seus detalhes que não pode passar despercebidos.

    2A INTRODUÇÃO DO LÚDICO NA SALA DE AULA

    Na infância as crianças iniciam seus estudos brincando, pintando, usando jogos que desenvolve o seu raciocínio lógico e daí parte para o processo de alfabetização, e todas as demais disciplinas que ela irá utilizar em sua vida acadêmica, inclusive a matemática que a apresentada de forma bem sutil bem elaborada para que a criança aprenda e entenda o que ela está fazendo.

    Nas séries iniciais do ensino fundamental os estudantes começa a descobrir uma matemática um pouco mais complexa com vários cálculos, regras, formas geométricas e tudo isso contribui para que o aluno perca o interesse pela matéria, neste momento surge a oportunidade do professor utilizar o lúdico como auxílio para suas aulas.

    Apresentar os jogos ao aluno faz com que ele perca possíveis traumas e bloqueios que ele possa ter adquirido ao longo do tempo, Vygotsky defendeu que com uso do jogo o desenvolvimento cognitivo alcança níveis além do que a criança já possui, comprovando claramente o benefício do uso dos jogos na sala de aula.

    O uso do lúdico facilita a aprendizagem, o modo de aprender brincando proporciona ao aluno, não só um conhecimento temporário, mas sim um conhecimento que ele levará para sua vida inteira. Chateau (1987, p.14) disse é pelo jogo, pelo brinquedo que cresce a alma e a inteligência.

    Existe a necessidade do professor usar o lúdico para sair da rotina do quadro, livro e caderno, mostrando que a matemática também pode ser divertida, prazerosa, e de fácil compreensão. Com a utilização de jogos, as frustrações dos alunos

    Está gostando da amostra?
    Página 1 de 1