Aproveite milhões de eBooks, audiolivros, revistas e muito mais

Apenas $11.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

300 Histórias Para Se Inspirar

300 Histórias Para Se Inspirar

Ler a amostra

300 Histórias Para Se Inspirar

Duração:
300 páginas
2 horas
Lançados:
9 de mai. de 2022
Formato:
Livro

Descrição

Começando sua trajetória na comunicação aos 16 anos de idade como aprendiz de uma companhia de teatro, Luca Moreira reuniu todas as estórias que acumulou nos últimos três anos como entrevistador em seu site e colocou tudo neste livro: “300 Histórias para se Inspirar”. Relatando além de seus momentos como jornalista, como a entrevista que em menos d
Lançados:
9 de mai. de 2022
Formato:
Livro

Sobre o autor


Categorias relacionadas

Amostra do livro

300 Histórias Para Se Inspirar - Luca Moreira

INTRODUÇÃO

Durante os últimos três anos que decidi pular de cabeça nomundodasentrevistasefamosos,eusemprelhesperguntava Como foi o seu começo?, quase sempre nasprimeiras perguntas, e finalizava sempre com um Deixeuma mensagem. Para mim, essa era a hora da lição, porqueaprendia com a caminhada de cada um deles e com aquiloqueosmotivava,oqueserviademotivaçãoparamimtambém.Então,dessavez,quemvairesponderessasperguntasemeapresentara vocêssoueu.

NasciemNiterói–RJ,nodia14demaiode1998.Descendentedefamíliamineiraporpartedemãe,soufilho da funcionária pública Lucia Maria Rocha da Silva e dodesigner gráfico Luiz Carlos Falcão Moreira (1945 – 2012) etenhocomopadastroomédicoveterinárioVladimirFernandesdaSilva.Possuoquatroirmãos,sendoeles:AlexandreTristão,CamilaRocha,EduardoRochaeLeonardoTristão.Estudeiainfânciatodaemredeparticulardeensinoe,duranteoensinomédio,curseiintegração com técnico em engenharia naval pela EscolaTécnica Estadual Henrique Lage, unidade componente daFundação de Apoio à Escola Técnica do Estado do Rio deJaneiro, onde participei de diversos protestos relacionadosao grêmio estudantil.

Enquantoestavacursandoaescola,iniciei umcursodeinterpretação teatral na Oficina Social de Teatro, onde tivemeuprimeirocontatocomasartescênicaserecebiaulas

doator e professor AlécioAbdon,porémme retirei docurso quando descobri que não era minha praia. Ainda nosegundograu,monteiumapáginanoFacebook,ondecomecei a falar de múltiplos assuntos, entre eles esportes,nutrição e cultura. Em março de 2016, fui procurado poruma produtora teatral e recebi meu primeiro convite paraseraprendizdecomunicaçãodacompanhia,aindaquecom17 anos.

Meuinteressepelojornalismoteveinícioalgunsmesesapós sair da produtora, quando comecei a publicar artigosno Almanaque Mídia, na época comandado por EsdrasRibeiro.Algumassemanasdepoisdofechamentodoportal,fuiabordadopelojornalistabrasilianoDanielNeblina,quemeconvocouparaintegrarotimedecolunistasdoRegistroPop,ondedesponteicomoentrevistador do veículo. Foi aí que iniciou minha carreiracomojornalista.

Fundado em dezembro de 2017 e lançado em janeiro de2018,apósoanonovo,ositeLucaMoreira,estilizadoapenas como LM, foi o ponto alto e também onde tudopassou a se desenrolar, além de ter sido o primeiro projetooriginalecriadoporcontaprópria.Noinício,elefoipensadoapenasparaserumformatodesitesdeentrevistas, seguindo o conceito do blog CJ Martim em SãoPaulo.Mas para manter opúblicocrescendo,oprojetoteve de se expandir e buscar parcerias. Hoje em dia, ositetambém tem a função pessoal de poder aplicar as técnicasquevoudesenvolvendo nafaculdade.

Em março de 2018, ingressei na Universidade Estácio de SánocursodePublicidadeePropaganda,trocandoposteriormenteporJornalismo.PasseiaredigirparaoNúcleodeComunicaçãodaunidade,integrandoumaequipe de nove estudantes na redação da versão impressadojornalEstaciente,sendoorientadopelosmestresGutenbergBarbosa,AlineNovaeseMarco AurélioReis.

Em agosto de 2019, criei a Moreira Comunicação, marcaquepassouaassinarmeusserviçosdeproduçãoedistribuiçãodeconteúdo,incluindoaassessoriadeimprensa de Giulliana Succine, Ana Eliza Bussolo e MaidyLacerda.Aagênciaatualmenteatingiuamarcade400matériasoriginais.

ÍNDICE

MinhaHistória

EntrevistasBônus

DEDICATÓRIA

Dedicoessaobraatodosaquelesquedesejamsesuperar,atodosquebuscamumsonho,mas,assimcomoeu,procuram explorar e se autoconhecerem em prol dos seusobjetivos. Esse livro contará um pouco do início. De uminícioqueaindaestá acontecendo.

AgradecimentosEspeciais:

Para o meu pai Carlos Falcão, que decolou em sua asadelta e deu ao céu uma de suas mais lindas estrelas; minhaavó Rosa que hoje vive nos campos mais belos de Deus; eparaVladimirFernandesquememostroudesdepequenoa verdadeira beleza domundo.

CARTAAOLEITOR

Curiosamente escrita enquanto eu esperava o meuprofessor na aula de Ética e Legislação Jornalística no 4ºperíododa faculdade.

Quantasvezesvocê,adultooujovem,jásonhououconheceualguémquejátivessedesejadosetornarumatleta, um ator ou atriz danovela das 7h, ou quemsabeatémesmoum jornalista?

Infelizmente,muitosexemplosdosquaisjáconheciepresenciei desistem por dois motivos principais:idade eperfil. O medo de estar começando muito cedo, muitasvezescriticadooutemidopelafamíliaouseusamigos,principalmente pela exposição que inevitavelmente todasas profissões possuem, umas mais que as outras, ou atépelaquestão daidadeestudantil.

O segundo motivo é a questão do perfil profissional, quemuitos passam. Naquele momento em que está prestes aescolher a sua faculdade, que você espera que finalmenteseja a trajetória que o leve direto à profissão da sua vida(ounão,né?),quesempresonhou.E,muitasvezes,écriticado e pressionado fortemente para que não siga aárea que você quer seguir, muitas vezes pela família nãoacreditar que você seja compatível ou porque dizem quevocê temqueseguiroramodeles.Vocêtemcomosuperar

essescasoseeuvoutemostrarcomonessepróximoparágrafo!

RefletindoSituações:

O primeiro lugar, o caso da fase estudantil, também possuiuma explicação para a exposição. O importante mesmo - aexplicação que parece a mais clichê da vida- é estudar.Essaquestãoérealmenteamaisimportantequetem,eeu, como qualquer adolescente do mundo, tomei muitasocaatécolocarissonaminhacabeça,paramelevarfinalmente a achar o equilíbrio da minha vida e conseguirnos meus dias sincronizar o meu trabalho com os meusestudos. E que ano perfeito para testar essa técnica se nãoem2018,oanodomeuvestibular?Jádiziaomeuprofessordeciênciasdononoano,RodrigoLopes:adolescenteétudoameba!.

A respeito da exposição, eu lembro de uma mensagem queminhamãe,Lucia,meescreveunoWhatsAppquandocompletei dois anos de trabalho, no dia 30 de março de2019, data que eu considero o meu segundo aniversário noano. Ela descreveu muito bem o meu processo inicial, aembreagemquemepermitiudarapartidanaminhatrajetória,quefoiestudar,pesquisar,correratráse,principalmente, ser cara de pau. Eu poderia levar quantassurrasfossemnecessárias(com21anos,voulevarmuitas ainda), por aquele projeto que era o meu sonho,que fazia parte de mim e havia se tornado uma outra vidadentrodaminha.

Finalizandoessapartedeimpedimentosesonhos,esseacontecimento todo aí, que eu citei, só me levou a ficarmaisentusiasmadocomaminhafaculdadeemeusestudos, além de ter me garantido ajudar meus pais umpouco nas contas e despesas da casa. Além disso, puderealizarumgrandesonho,comprarminhaprimeiraviagem. Fui para São Paulo visitar a CCXP, a maior feira decultura pop da América Latina. Quem conhece alguém decomunicação,sabequerealmentesomoscarasdepau.

Espero que essa parte aqui tenha o ajudado a olhar umpouco mais além do panorama que nos apresentam. Emrelação ao perfil profissional, acredito que essa seja umaparte construtiva e transformadora na vida das pessoas.Assim como Constatin Stanislavski, que ensinou teatro avários atores através do seu livro A Preparação do Ator,de 1936, pôde mudar a percepção desses artistas, o seuperfiltambém pode ser construídoeevoluído.

OCOMEÇODETUDO

Eu tive a ideia de transformar o meu trabalho em livro nomêsdeagostode2019,quandoestavapróximodefinalmente bater a marca de 300 entrevistas. Imagina você,com 21 anos e em dois anos de carreira, ter 300 histórias ecomeços diferentes para compartilhar? Muita gente achaqueaminhaprimeiraentrevistafoicomaatrizMaluFalangolaque,naépocaemqueeucomecei,jáhaviafeitoa novela Totalmente Demais e estava na ascensão emMalhação: Pro Dia Nascer Feliz na Rede Globo; porém, aminhaprimeiraentrevistasurgiudeumcontatoaindanada profissional que eu tinha feito por WhatsApp com oatoredubladorportuguêsPedroCarvalho,naépocafazendoanovelaEscravaMãenaRecordTVedubladordo personagem Pedro Pevensiena franquia As CrônicasdeNarnia,daDisney.Lembrocomosefossehoje,euestava fazendo as perguntas dele com um bloquinho namãoe,aomesmotempo,jápreparandoadaMaluFalangola, que havia sido apresentada a mim por minhahojeamiga,ChiaraMartelota,naquelemomentoaestagiária da CERCON Comunicação. Na ocasião, o Pedronãohaviaconseguidomedarasrespostasdaentrevistapor causa das gravações e Malu, sim. Então, a primeiraentrevista e a que marcou o início de tudo foi creditada aela;e asegundaaoseu colegade elencoMatheusDias,quehojeficofelizemdizerquepossochamá-losdeparceiros.

Umaboaentrevista,quandofeitacomdedicaçãoeécarregada de persistência, pode demandar até meses paraficarpronta.AmaiorquefizatéhojefoicomaMaitêPadilha, durante seu sucesso em Gaby Estrella. Demoreicerca de oito meses para concluir só a parte das respostasdela, o que me deu o trabalho de ter que traçar o círculofamíliaemedirigirdiretamenteaosparentes.

Eu digo que como jornalista, desde que esteja dentro daética e legislação da minha profissão, sou capaz de usartodososrecursosqueeupuderparafazerumaboaapuraçãoouiratrásdeuma matéria.

LembroqueaprimeiravezquandoentrevisteiMaluFalangola por e-mail, eu não sabia nem o que escrever oucomo pedir para a agência dela aquela oportunidade defazeraentrevista,entãoasoluçãofoimecadastrarnomailingde algumas assessorias de imprensa e começar acopiaroformato demensagem queelesmandavam.

Um dos exemplos de que eu considero o ápice desse meuiníciofoiomomentoemquecomeceiasermaisprocuradodoqueeumesmoprocurar.Fãs-clubesdeartistas,principalmenteosdeadolescentes,começavamnoInstagramaficarmemarcandoecogitandoquemseriam meus próximos entrevistados, muitos já querendosolicitarepedirmatériascomartistasqueestavamemproduçõesdaGlobo, doSBTedaRecord.

Exemplos que me lembro desses casos foram os da DanielaPaschoal e da Isabella Koppel, que na época (2017) haviamdublado o filme Logan nos cinemas. Curioso é que, umdia depois da entrevista, eu fui com o meu amigo ver ofilme nos cinemas, ele queria ver legendado e eu torciaparanãoterlugarnassalas,sóparapoderveraversãoque tinha a voz da Isabella, ou seja, ainda nem conhecia otrabalhodamenina,masterfeitoaentrevistamemotivou.

Essafoiaprimeiramatériaquehaviafeitocomumadubladora,depoisdelaveioaAnaElenaBittencourt,conhecida por ter feito a Boo de Monstros S/A. Tambémnesse meio tempo conheci a Lina Mendes, a Violeta de OsIncríveis,também daPixar.

Sempre ressalto minha admiração por esses dois tipos deartistas, os dubladores e os comediantes de Stand-up. Nocaso dos humoristas, quando entrevistei Raphael GhanemdeA LeidoAmor,queestavacomapeçaNoite daComédia Improvisada no Rio de Janeiro, percebi o quantoessas atividades exigiam do raciocínio rápido do intérprete,e a dublagem, um esforço completo do vocal para criarpersonalidadesdiferentessó coma voz.

Então, concluo essa parte do livro, pensando que cada umadas 300 Histórias para Inspirar nos deixa um e nos marcacomumaprendizado,quemeserviudeguiaparacontinuar crescendo e buscando o amor no meu trabalho.Afinal,seforparatrabalharde30a60anosatéseaposentar,quesejacomalgoquetedêprazereofaça

bem. Ser feliz e aproveitar a vida, tantonos momentosbonsquantonosruins,éumaopção,evocêtemtotalliberdade para escolher o seu dia de hoje. Aproveite essetempoevásedescobrir,encontrarosseuspontospositivos e aprenda a usá-los a seu favor, são eles quemmoldarão o seu caráter, eles é que formarão o cimentoqueconcretaráerevelaráoseuperfilbaseadoemseupotencial.

A mensagem que tenho para deixar aqui é que a sua idadenãolimitaosucessoquevocêpodeter,bastavocêestudar,batalhar,acreditaremsimesmoe,principalmente, saber estrategiar. Na mesa de bar, em umjantar ou entre colegas, ditar os seus planos, ter um passo-a-passo especificado é fáci; mas, assim como eu aprendicomparandootrabalhocomafaculdade,oteóricoésemprediferentedoprático,eissopodeseaplicaremtodososconceitosdasuavida.

REGISTROSERECORDES

No ano de 2017, quando aindaestava como colaboradorno RegistroPOP - que na época, entre as assessorias eagências de artistas, era um portal bastante conhecido -, omeutrabalhojáestavacomeçandoadecolar.DanielNeblina,estudantedejornalismodaUniversidadedeBrasília, era proprietário do projeto e, desde que eu haviasaído do Almanaque Mídia, já estava de olho em mim,ainda que em uma questão de dias após o fechamento doAlmanaque. Lembro que estava saindo do banho quandomeu telefone tocou, e lá estava uma pessoa que eu nuncatinha ouvido falar ainda, mas que, a partir daquele dia, euiria passar um ano nositedele com um grupo de noveredatores.

Algunsmesesdepois,comeceiachamaratençãopelavelocidade que estava conseguindo agendar as matériaspara ositee fui chamado pelo Daniel para que, dentro dogrupo, ficasse no posto de entrevistador dosite, onde omeutrabalhoeralançarpelomenoscincomatériasaomês.

Vieramdessarelaçãomuitoscasesdesucesso,mastambémmuitasintrigasentreaequipe.Umoutrojornalistalá de dentro,maispróximodoseditores,mefazia

acreditar nas orientações que me dava, até que surgiu umapublicação falando de uma suposta "afair" de um ator quena época realmente não existia. Eu, por ser próximo e tertidocontatopessoaldessefamoso,sabiadaverdadenaquele momento e fui questionar as fontes. Era a linhafinal! Tivemos algumas discussões e cheguei a bloquear oscontatosnasredessociais.Acabeiessafasedomesmojeito que comecei: uma situação cotidiana com uma notíciainusitada. Em 11 de maio de 2018, poucos dias antes domeu aniversário, estou sentado no sofá assistindo Netflix,meu telefone vibra,e a mesma pessoa queháum anoatráshaviamefeitooconvite,estavaoficialmentemeretirandodaequipe.Curiosamente,uns mesesdepois ositeveio a fechar, não sei se era eu que estava dando esseazar.

Depois dessa passagem, minha próxima parada viria a sernoN10Entretenimento,ondetiveaminhaprimeiraexplosão em um artigo. A minha entrevista com a atrizMharessa Fernanda bateu 13 mil acessos em menos de 15horas no ar. Nessa altura, toda a confusão do antigo portaljá havia ficado no esquecimento. A minha felicidade eraigualadeumacriançadecincoanosno natal.

Após um período de tempo nesse portal, já era a hora: oLMnasceu!Apóseuterestudado,vistocentenasdevídeosetutoriasdeWordPresseteraproveitadoumpouco a experiência que já havia sido acumulada nessesúltimosportais.Emumanoepoucosmesesositealcançouamarcade100milacessos!Paraaminha

surpresa, uma entrevista com um casal de youtubers, queeu achei que não iria dar em nada, deu 28 mil acessos emapenastrêshorasdepublicação,emjaneirode2019,oque fez ositesair do ar três vezes devido aos servidoresque estavam suportando quase 300 acessos simultâneos.Issofezcomqueositepassassedaposiçãode80milacessos totais para finalmente alcançar sua marca de 100milacessosnanoitedodia23 dejaneiro.

Esse casal chamado Abner e Ste foi apresentado a mimatravésdeumaclientedeassessoriaqueeutinhanaépoca.Euhaviaacabadodecomeçaroprojetodedivulgação da tambémyoutuberMaidy Lacerda, a maioryoutuberfeminina no segmento de assuntos da Disney noBrasil. Foi elaquem me apresentou a VOX+, uma agênciade criação de conteúdo localizada emSão Paulo, e queintermediouacriaçãodamatéria.

Essa história da assessoria é basicamente igual aos meusprimeirose-mails,queconteisobreaentrevistacomaMalunoinício.Semprecatavaemsiteseveículosconceituados como a Caras ou a Quem e me inspiravaem outros artigos que diziam exatamente o que eu queriadizer. Hoje em dia, com o jornalismo e já tendo aprendidoalgumastécnicasnafaculdade,todaminhaproduçãoeapuraçãosãooriginais.

INTERNACIONAL

Nos últimos dois anos (2017 e 2018), eu percebi como aprática e a evolução surgiram. O primeiro ano havia sidoum sucesso, o segundo deu uma quedinha na quantidade,porémteveseupontoalto:foiemsetembroaminhaprimeiraentrevistainternacional,queveiodaintermediação da agência STATUS-PR, localizada em LosAngeles. Pelo que pude observar nos vários e-mails quetrocamos na época, e que estão arquivados até hoje, elesficaramcontentesemtrazeracantoraMeganNicoleparaopúblicobrasileiro.Eueramuitofãdeladesde2011quando ainda estava no ensino fundamental, pois assistia atodosseuscoversnainternet.

Alguns

Você chegou ao final dessa amostra. Cadastre-se para ler mais!
Página 1 de 1

Análises

O que as pessoas acham de 300 Histórias Para Se Inspirar

0
0 notas / 0 Análises
O que você achou?
Nota: 0 de 5 estrelas

Avaliações do leitor