Aproveite milhões de eBooks, audiolivros, revistas e muito mais

Apenas $11.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

Transmissão automática com controle eletrônico

Transmissão automática com controle eletrônico

Ler a amostra

Transmissão automática com controle eletrônico

Duração:
132 páginas
59 minutos
Lançados:
16 de jan. de 2018
ISBN:
9788583935728
Formato:
Livro

Descrição

O objetivo desta publicação é destacar o sistema de transmissão automática dos veículos com controle eletrônico. Ela aborda as principais situações e formas de controle, funcionamento dos sensores e atuadores, os componentes do corpo de válvulas, as vantagens do módulo de controle eletrônico, utilização de diagramas elétricos, procedimentos de diagnóstico e os principais equipamentos e ferramentas especiais.
Lançados:
16 de jan. de 2018
ISBN:
9788583935728
Formato:
Livro

Sobre o autor


Relacionado a Transmissão automática com controle eletrônico

Livros relacionados

Artigos relacionados

Amostra do livro

Transmissão automática com controle eletrônico - SENAI-SP Editora

1. Funcionamento do sistema de controle eletrônico

Estratégias de funcionamento eletrônico

Tipos de marchas

Nos diversos modelos de transmissão automática, existe um ajuste específico para atender aos requisitos de cada veículo. A seguir, são explicadas as principais situações e formas de controle.

Estratégias de funcionamento eletrônico

As estratégias de funcionamento eletrônico têm como objetivo promover o melhor desempenho do conjunto motor-transmissão nas mais diversas situações às quais o veículo pode estar submetido, além de se ajustarem automaticamente aos diversos estilos de condução de cada motorista.

Os veículos atendem a diferentes propósitos, por exemplo:

•veículos de passeio;

•veículos de alto desempenho;

•veículos para transporte de cargas;

•empilhadeiras, tratores e equipamentos de transporte curto de cargas.

Requisitos para mudança de marcha

Para cada modelo de transmissão automática, existem requisitos específicos de cálculo para o melhor momento da mudança da marcha.

As condições básicas para a maioria dos fabricantes são:

•velocidade do motor;

•carga do motor;

•temperaturas do motor e da transmissão;

•intenção do motorista (percebida pelo pedal do acelerador);

•velocidade do veículo;

•temperatura do fluido.

O fato de uma mesma transmissão automática equipar diversos modelos de veículos de diferentes montadoras não garante que a estratégia de funcionamento seja a mesma, o que dificulta o diagnóstico por parte do mecânico.

O Quadro 1 descreve os principais componentes responsáveis por possibilitar a troca de marcha.

Quadro 1 – Exemplos de sinais necessários para a mudança da marcha

ECM: módulo de controle do motor (do inglês engine control module); A/C: ar-condicionado; MIL: lâmpada indicadora de mau funcionamento (do inglês malfunction indicator lamp); TCM: módulo de controle da transmissão (do inglês, transmission control module); ATF: óleo utilizado na transmissão automática; ABS: sistema de freio antitravamento (do inglês anti-lock braking system); TCC: conversor de torque (do inglês torque converter clutch).

Fonte: SUZUKI, [s.d.] a, p. 14.

Tipos de marchas

Conforme a situação e a conveniência do motorista, é possível escolher a marcha mais adequada, como indicado a seguir:

•modo normal;

•modo esportivo;

•modo inverno ou antipatinação;

•modo mudança manual;

•modo emergência;

•modo overdrive (O/D off ).

Modo normal

O modo normal é utilizado na maior parte do tempo de condução do veículo. A posição da alavanca seletora de marchas é a posição D (conduzir, do inglês drive). Ao dar a partida ao motor, esse é o modo que geralmente está em funcionamento. O módulo de controle pode determinar o momento mais viável para a mudança da marcha e tem como objetivo a melhor relação entre conforto, economia e desempenho.

Em situações específicas, como em saídas de garagens ou subidas íngremes em baixa velocidade, o motorista pode utilizar outras posições da alavanca seletora para aumentar a pressão hidráulica do sistema e acionando mais um componente (varia a cada modelo de transmissão, mas geralmente é acionado mais um sistema de freio), o que diminui o esforço da embreagem unidirecional, permitindo o aumento da vida útil da transmissão.

Modo esportivo

O modo esportivo é acionado quando o motorista pressiona uma tecla que envia um sinal

Você chegou ao final dessa amostra. Cadastre-se para ler mais!
Página 1 de 1

Análises

O que as pessoas acham de Transmissão automática com controle eletrônico

0
0 notas / 0 Análises
O que você achou?
Nota: 0 de 5 estrelas

Avaliações do leitor