Aproveite milhões de e-books, audiolivros, revistas e muito mais, com uma avaliação gratuita

Apenas $11.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

Livro De Receitas Power Sem Carne Para Atletas Veganos: 100 Receitas Veganas Altas Em Proteína Para Desenvolver Músculos  Programa De Dieta Para Iniciantes
Livro De Receitas Power Sem Carne Para Atletas Veganos: 100 Receitas Veganas Altas Em Proteína Para Desenvolver Músculos  Programa De Dieta Para Iniciantes
Livro De Receitas Power Sem Carne Para Atletas Veganos: 100 Receitas Veganas Altas Em Proteína Para Desenvolver Músculos  Programa De Dieta Para Iniciantes
E-book289 páginas2 horas

Livro De Receitas Power Sem Carne Para Atletas Veganos: 100 Receitas Veganas Altas Em Proteína Para Desenvolver Músculos Programa De Dieta Para Iniciantes

Nota: 0 de 5 estrelas

()

Sobre este e-book

Há vida sem carne?
Uma dieta nutritiva é uma varinha mágica que pode tornar uma pessoa fraca e frágil em saudável e forte.

Existe uma opinião de que os fisiculturistas não podem viver sem carne, caso contrário, onde pode obter proteína para construir massa muscular?

Na verdade, a dieta certa baseada em vegetais é capaz criar um fisiculturista bem sucedido, e há muitos exemplos disso.
Como um fisiculturista vegano consegue manter uma boa forma física e alcançar resultados sólidos?
Qual é o segredo?

O Livro de Receitas Sem Carne para Atletas fornecerá todas as respostas, dicas e segredos sobre como construir o plano perfeito de dieta e refeições base em vegetais para melhorar a saúde, melhorar a perda de peso e mais ganhos musculares.
Além disso, você obterá 100 receitas com base vegetais com uma variedade de pratos deliciosos e nutritivos para todos os dias, o que lhe dará saúde, energia e muito humor.
Para aqueles que se importam com a comida certa, o autor compilou uma coleção de receitas para saladas saborosas e saudáveis, sopas e bebidas, que será um verdadeiro prazer gastronômico para toda a família! Cada receita vegana tem uma imagem, para que você saiba o que pode conseguir cozinhando.

Com a ajuda deste livro, você obterá não apenas 100 deliciosas receitas veganas altas em proteína, mas também aprenderá:
- o básico da dieta vegetariana (calorias, proteína, carboidratos, gordura, vitaminas e minerais) e como pode beneficiar não somente seu corpo e mente mas também o mundo em torno de nós
- Como ajustar sua dieta apropriada vegana que é perfeita para suas necessidades e estilo de vida
- Como desenvolver músculos e perder a gordura em sua baseada em vegetais otimizando seu plano de refeições
- quanta proteína você precisa e as principais fontes de proteínas veganas
- Dicas para a transição para o veganismo
- Simples receitas de café da manhã veganos altas em proteína
- pratos principais altos em proteína vegetariana
- Como fazer incríveis barras de proteínas veganas e muito mais…

Para quem é este livro de receitas veganas:
- Qualquer um que queira aprender a verdade sobre dieta vegana e planejamento de refeições
- Qualquer um que queira desenvolver músculos com uma dieta vegana
- Qualquer um que deseje aprender a cozinhar deliciosas refeições veganas altas em proteína
- atletas veganos
- os entusiastas da boa forma e da saúde vegana.
Comecemos o sucesso juntos!
IdiomaPortuguês
EditoraTektime
Data de lançamento28 de jul. de 2020
ISBN9788835409571
Livro De Receitas Power Sem Carne Para Atletas Veganos: 100 Receitas Veganas Altas Em Proteína Para Desenvolver Músculos  Programa De Dieta Para Iniciantes
Ler a amostra

Leia mais de Joseph P. Turner

Relacionado a Livro De Receitas Power Sem Carne Para Atletas Veganos

Livros relacionados

Artigos relacionados

Categorias relacionadas

Avaliações de Livro De Receitas Power Sem Carne Para Atletas Veganos

Nota: 0 de 5 estrelas
0 notas

0 avaliação0 avaliação

O que você achou?

Toque para dar uma nota

    Pré-visualização do livro

    Livro De Receitas Power Sem Carne Para Atletas Veganos - Joseph P. Turner

    Dieta Vegana e Atletas

    T

    er um corpo em forma requer descobrir o tipo de dieta que você pode seguir indefinidamente. Deveria ser uma dieta que acessível, de leve digestão, em linha com suas crenças pessoais e estilo de vida.

    Related imageRelated image

    Quando você adiciona o requisito de alcançar resultados atléticos com uma dieta vegana, entra em um paradigma completamente novo, que é ter uma dieta baseada na ciência e competitiva que lhe permita alcançar seu potencial ao máximo.

    Veganismo. Nós escutamos em todo lugar, e muitas e muitas pessoas gostam de falar sobre isso, que, naturalmente, leva a uma fonte de informação completamente confiável, não é? Não seria fantástico se fosse assim? Mas, à medida que as pessoas se intrometem, você começa a perceber que muitas dessas fontes são nada confiáveis.

    Agora, à medida que mais e mais pessoas falam sobre isso e mais e mais opiniões são lançadas, misturadas com algumas falácias e julgamentos, combinadas com um pouco de paranoia, você recebe um agradável e saboroso Ensopado de Ignorância com apenas uma pitada de verdade no fundo, mas nem sequer consegue vê-la por causa de todo o material que flutua na superfície. Não tome o Ensopado de Ignorância! Em vez disso, procure fontes reais que estão do lado das evidências (como eu). Nestes capítulos, vou tirar várias coisas do Ensopado de Ignorância até chegarmos à raiz do assunto.

    O primeiro ingrediente que forma o Ensopado de Ignorância são os mitos. Mitos, mitos, mitos. Há cerca de um zilhão deles relacionados ao veganismo. Vamos derrubar cada um, um de cada vez, bom e ruim, e dar-lhe uma imagem real do que é o veganismo. Jogue fora esse Ensopado de Ignorância!

    Mito Número 1: O maior é que o veganismo não pode realmente sustentar você. Você provavelmente já ouviu esse argumento antes, talvez até mesmo com um nós não somos coelhos, você sabe. Engraçado? Sim. Mas também completamente falso. Agora, há algum mérito neste argumento, e aqui está: se você não o faz direito, cortar a carne e os produtos lácteos pode levar a algumas deficiências (como vitamina B, deficiências de cálcio, etc.). Tudo se resume a: se você não planejar, nenhuma dieta vai realmente funcionar. Antes de começar tal dieta, certifique-se de saber sobre as desvantagens potenciais e se preparar, destruindo assim Mito número 1.

    Mito Número 2: O veganismo faz com que você seja mais saudável do que as dietas normais! É exatamente o oposto do Mito Número 1, e também é apenas… bem, não totalmente correto. Sim, vários estudos mostram que os veganos tendem a ter taxas mais baixas de doença cardíaca e câncer e, na verdade, se sentem melhor em geral. Viva! O veganismo corrige tudo! A verdade é um pouco mais complicada: a maioria das pessoas que são veganas também tem estilos de vida muito saudáveis e, uma vez removidos da equação os comedores de carne que distorcem os dados com uma saúde terrível (fumantes, compulsivos, etc.), há aproximadamente a mesma taxa baixa entre veganos e não-veganos. Então, sim, se você é uma pessoa saudável e se cuida, estará melhor tanto no curto como no longo prazo.

    Mito Número 3: O veganismo leva a deficiências de proteínas. Os aminoácidos essenciais, que, você adivinhou, são essenciais, servem como os blocos de construção que compõem a proteína. O corpo não pode fazer tudo, então você tem que comê-los. Sim, muitas proteínas vegetais têm um número muito baixo de aminoácidos essenciais (que é proteína, basicamente), o que seria terrível se você só comesse esses alimentos. No entanto, isto pode ser facilmente contornado através do uso de outras proteínas vegetais, como arroz e feijão, frutas secas, sementes, leguminosas, etc. em outras palavras, certifique-se de que não está comendo apenas um tipo de alimento e observe o que come, e você não deve ter problemas com deficiências de proteínas. Há muitos mitos sobre o veganismo deixar as pessoas cansadas, fracas, etc., mas tudo é a mesma coisa: combinar alimentos para esquivar-se adequadamente disso. Vamos incluir alguns planos de refeição no final.

    Mito Número 4: Você não pode desenvolver músculo com uma dieta vegana. Na realidade, a afirmação correta é que você pode absolutamente ganhar músculo com uma dieta vegana, mas você tem que se esforçar mais. Uma pessoa em média necessita 0.8 a 1 grama da proteína por quilo do peso corporal para a saúde geral, mas se você estiver tentando ganhar músculo, pense mais perto de 1 a 2 gramas por quilo por dia. Pode conseguir isso com uma dieta vegana? Claro, mas vai ter que comer um monte de leguminosas, nozes, sementes, e pode até mesmo tomar um suplemento de proteína vegana.

    Mito Número 5: A dieta vegana sempre faz emagrecer. Não é verdade, porque há uma fórmula fundamental: A menos que você gaste mais calorias do que você come, você não perderá peso. A diferença aqui é que, com muitas dietas, é muito, muito fácil acumular calorias. Com uma dieta vegana, muitos alimentos são completamente baixos em calorias, assim que você tem que comer muito para compensar a diferença da densidade calórica. É por isso que a maioria das pessoas que começa dietas veganas, acaba perdendo peso: um monte de leguminosas do tamanho de uma fatia de cheesecake vai ter muito menos calorias que um cheesecake de verdade (e, claro, essa é uma dramatização muito grande, mas você entende o que quero dizer).

    O que é a dieta vegana?

    Uma dieta vegana é uma forma mais rigorosa da dieta vegetariana que determina a ingestão apenas de produtos não animais. Embora os vegetarianos possam se dar ao luxo de comer algo que não seja vegetariano uma vez por vez, os veganos normalmente não usam nenhum produto que contenha ingredientes originários ou testados em animais.

    Um vegano normalmente escolherá essa dieta por motivos de saúde, ética ou ambientais. Se a pessoa tiver problemas de saúde devido a uma dieta rica em proteína animal ou se opuser ao tratamento antiético de animais na indústria alimentar ou lhe incomodar a exploração humana do ambiente, então a dieta vegana é a solução mais adequada.

    Image result for Vegan Diet

    A dieta vegana é mais frequentemente acompanhada pela ─ mas não inclui necessariamente ─ ideia de diminuir o consumismo. Em outras palavras, o vegano é um amante dos animais que se rebela contra a cultura do consumo e traça seu próprio caminho pelo mundo. Em outras palavras, o vegano é um vegetariano radical.

    Teste de conhecimento! Quem (veganos ou vegetariano) não pode ter um casaco de pele? Resposta: Veganos! Os veganos tendem a ser muito mais rigorosos em relação às suas escolhas. E agora você sabe... Ambas dietas, nutricionalmente falando, são frequentemente baixas em gordura saturada e em colesterol ao serem elevadas em minerais, vitaminas, e fibras. Ambas dietas requerem um planeamento cuidadoso das refeições ou suplementos para evitar deficiências potenciais.

    Tipos De Dieta Vegetariana

    Assim, o aspirante a vegano opta por evitar produtos à base de animais, mas essa é a grande maioria dos alimentos no mercado. E agora? Dependendo do orçamento da pessoa e das circunstâncias de vida, um subtipo de veganismo pode ser mais adequado do que o outro. Todos eles normalmente proibirão carne, laticínios e ovos, mas alguns têm um conjunto de regras não rígida que os faz parecer mais como uma dieta vegetariana.

    Alimentos crus

    O processamento térmico de alimentos torna-os adequados para consumo humano, mas também destrói nutrientes valiosos; pelo menos é isso que a dieta vegana de alimentos crus alega.

    Related image

    Cozinhando alimentos vegetais a 48o C ou menos e comendo apenas frutas cruas, legumes, sementes e frutas secas, os adeptos do Crudivorismo evitam produtos animais e se mantêm saudáveis.

    Alimentos integrais

    Assim como no crudivorismo, os adeptos da alimentação integral consomem frutas, vegetais, sementes, e nozes mas são menos restritivos quanto a que produtos industrializados podem ser consumidos. Por exemplo, a dieta crua requererá exclusivamente produtos frescos, mas a dieta integral permitirá a alimentação com produtos embalados com menos de cinco ingredientes. Mantenha-se afastado do açúcar adicionado e cuidado com os aditivos.

    80-10-10

    Em vez de permitir todas as frutas secas e sementes, o 80-10-10 limita a ingestão de gordura e determina a quantidade de folhas verdes mais frutas cruas. Este tipo de dieta vegana é mais comumente chamado de frutívoro. O nome vem da ideia que 80% das calorias devem ser carboidratos, 10% proteína, e 10% gorduras. A teoria é que os seres humanos não são omnívoros, mas subsistimos por milhões de anos com folhas verdes e frutas, o que fez com que a nossa digestão se adaptasse a esses alimentos.

    Cru até as 4

    Um derivado da dieta 80-10-10, cru até 4 permite uma refeição cozida para o jantar. Esta dieta é principalmente uma solução transicional para aqueles que tentaram mudar para uma dieta crua ou 80-10-10 e falharam repetidamente. Há algum mérito à ideia de cronometrar refeições, mas a pesquisa é inconclusiva e sugere uma combinação de jejum e refeições grandes.

    A Dieta do Amido

    Outra dieta elevada em carboidratos como 80-10-10, a dieta do amido focaliza em alimentos tais como batatas, leguminosas, milho, e arroz em vez de frutas. Também conhecido como Programa McDougall, esta dieta também permite tofu, levedura, caldo de aves, substituto de ovos e substitutos. O objetivo da dieta do amido é tornar a noção de dieta palatável através de amidos altamente apetecíveis.

    DICA:  Sempre leia a etiqueta e a embalagem do produto. Procure produtos que tenham o logotipo Aprovado SVB Vegano. Se o produto for simplesmente rotulado vegano ou não contém ingredientes animais, não o tome como garantia, leia a lista completa de ingredientes e descubra por si mesmo.

    A dieta do THRIVE

    O atleta profissional Brendan Brazier formulou a dieta THRIVE. Seu livro do mesmo nome sugere alimentos tais como vinagre de cidra de maçã, arroz integral, feijão, frutas, arroz, e outros alimentos veganos. Além disso, a dieta é mais reminiscente da dieta crua e requer alimentos minimamente processados (cozidos).

    Comida Rápida

    Quando tudo mais falhar, é hora da dieta de comida rápida vegana. A ideia é comer alimentos falsos livres de produtos animais, como carnes falsas, queijos e assim por diante. Apesar do que pode parecer, ainda há algum valor na dieta da comida rápida; ajuda os viciados em comida rápida comum a começar a deixá-la.

    Fundamentos de uma Dieta Vegana Saudável

    Antes mesmo de começarmos aqui, gostaria

    Está gostando da amostra?
    Página 1 de 1