Aproveite milhões de eBooks, audiolivros, revistas e muito mais

Apenas $11.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

O Padê De Exu

O Padê De Exu

Ler a amostra

O Padê De Exu

notas:
2/5 (1 nota)
Duração:
333 páginas
50 minutos
Lançados:
3 de jun. de 2022
Formato:
Livro

Descrição

Exu ainda é a entidade e/ou força mais complexa de ser entendida, mesmo sendo a mais próxima do ser humano. Podemos classificar para melhor compreensão do seguinte modo: O Exu orixá, também chamado de Bara, Legbara, Eleguá e outros. Este é a divindade, deus mesangeiro, senhor da comunicação. Em algumas nações se divide em qualidades, ou caminhos
Lançados:
3 de jun. de 2022
Formato:
Livro

Sobre o autor


Relacionado a O Padê De Exu

Leia mais de Magno Constantino

Livros relacionados

Amostra do livro

O Padê De Exu - Magno Constantino

Ritual de Ipadê por Magno Constantino.

[ 2 ]

Ritual de Ipadê por Magno Constantino.

Ritual Ipadê de Exu

1ª Edição

2022

Luziânia - GO

Por

Magno Constantino

[ 3 ]

Ritual de Ipadê por Magno Constantino.

[ 4 ]

Ritual de Ipadê por Magno Constantino.

Ritual de Ipadê

Magno Constantino

Conteúdo

DEDICATÓRIA ...................................................................... 7

APRESENTAÇÃO................................................................... 9

INTRODUÇÃO .................................................................... 11

AFROMAGIA ....................................................................... 13

O IPADE ............................................................................... 13

O PADE / APADÊ ................................................................ 13

AS FARINHAS ...................................................................... 13

AS EPOGINAS ...................................................................... 14

O MEL ................................................................................... 15

A ÁGUA / OMIM ................................................................. 15

O MARAFO / OTIN ............................................................. 15

OS PÓS MÁGICOS .............................................................. 17

TIPOS DOS EFUN. .............................................................. 19

[ 5 ]

Ritual de Ipadê por Magno Constantino.

ESTAS CORES DESTES PÓS REPRESENTAM: ................ 19

OS GRÃOS ............................................................................ 21

AS FRUTAS E POUCO DA MAGIA CIGANA .................... 25

OS LEGUMES E VERDURAS .............................................. 29

AS PIMENTAS ...................................................................... 31

A TRADIÇÃO DAS FLORES ............................................... 33

AS VELAS E SUAS CORES................................................... 61

ADURAS / ORINS / EFOS .................................................. 63

NA PRATICA ........................................................................ 65

ORÍKÌ FÚN ÈSÙ .................................................................. 65

REZA DO DENDÊ:............................................................... 66

BIOGRAFIA.......................................................................... 67

BIBLIOGRAFIA ................................................................... 69

[ 6 ]

Ritual de Ipadê por Magno Constantino.

DEDICATÓRIA:

A todos os místicos colaboradores, associados e consulentes da Ordem Mística do rei Salomão.

[ 7 ]

Ritual de Ipadê por Magno Constantino.

[ 8 ]

Ritual de Ipadê por Magno Constantino.

APRESENTAÇÃO:

Exu come tudo e ganha o privilégio de comer primeiro Exu era filho caçula de Iemanjá e Orunmilá,irmão de Ogum, Xangô e Oxóssi.

Exu comia de tudo e sua fome era incrontrolável.

Comeu todos os animais da aldeia em que vivia.

Comeu os de quatro pés e comeu os de pena.

Comeu os cereais, as frutas, os inhames, as pimentas.

Bebeu toda a cerveja, toda a aguardente, todo o vinho.

Ingeriu todo o azeite de dendê e todos os obis.

Quanto mais comia, mais fome Exu sentia.

Primeiro comeu tudo de que mais gostava, depois começou a devorar as árvores, os pastos e já ameaçava engolir o mar.

Furioso, Orunmilá compreendeu que Exu não pararia e acabaria por comer até mesmo o Céu.

Orunmilá pediu a Ogum que detivesse o irmão a todo custo.

Para preservar a Terra e s seres humanos e os próprios orixás, Ogum teve que matar o próprio irmão.

A morte, entretanto, não aplacou a fome de Exu.

[ 9 ]

Você chegou ao final dessa amostra. para ler mais!
Página 1 de 1

Análises

O que as pessoas acham de O Padê De Exu

2.0
1 notas / 0 Análises
O que você achou?
Nota: 0 de 5 estrelas

Avaliações do leitor