Aproveite milhões de e-books, audiolivros, revistas e muito mais, com uma avaliação gratuita

Apenas $11.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

Florais De Bach
Florais De Bach
Florais De Bach
E-book362 páginas2 horas

Florais De Bach

Nota: 0 de 5 estrelas

()

Ler a amostra

Sobre este e-book

A terapia floral incorpora uma visão mais ampla dos cuidados com a alma. Seu princípio fundamental é o de que o nosso bem-estar pessoal e nosso sentido de inteireza dependem muitíssimo do bem-estar geral do mundo em que vivemos. O processo mais profundo, e que define o cerne da terapia floral – “É que um diálogo ou relacionamento é gerado entre a alma humana e a alma da natureza”. Podemos definir a terapia floral como uma forma extraordinária de comunhão, na qual recebemos não só a nutrição física das substâncias da terra, mas permitimos a nós mesmos absorver conscientemente as qualidades anímicas do ser vivo terra. A terapia nos concede a oportunidade não apenas de sermos “curados” num sentido pessoal, mas de podermos vivenciar e aprender com a natureza, unir a percepção consciente microcósmica e macrocósmica. A medida que as pessoas utilizarem as essências florais, perceberão que elas levam ao perfeito equilíbrio da alma, buscando a força e o significado interior, construindo uma sensibilidade compassiva pelos outros, ampliando a consciência e aprendendo a focá-la na atividade prática, estando consciente dos mundos mais elevados e sutis.
IdiomaPortuguês
Data de lançamento9 de mai. de 2016
Florais De Bach
Ler a amostra

Leia mais títulos de Maria De Lourdes Rigo Madeira

Relacionado a Florais De Bach

Ebooks relacionados

Avaliações de Florais De Bach

Nota: 0 de 5 estrelas
0 notas

0 avaliação0 avaliação

O que você achou?

Toque para dar uma nota

A avaliação deve ter pelo menos 10 palavras

    Pré-visualização do livro

    Florais De Bach - Maria De Lourdes Rigo Madeira

    Florais de Bach, por Maria de Lourdes Rigo Madeira

    Introdução

    A pesquisa das essências florais é um processo que

    envolve o estudo das plantas usadas no preparo das

    essências, e o estudo das experiências das pessoas que

    utilizam as essências.

    Ambas as áreas são de vital importância, mas o estudo

    das plantas apresenta o maior desafio para quem for

    sintonizar um sistema de cura com as flores.

    Nossa função como terapeutas, será criar uma alquimia

    moderna, uma nova ciência da natureza que nos ajude a

    compreender as plantas que são usadas para fabricação

    das essências florais e os resultados que apresentam

    quando as pessoas as utilizam.

    Nas palavras de Paracelso ele diz, "Se queres conhecer

    o Livro da Natureza, deves trilhar suas páginas com teus

    pés’.

    A terapia floral incorpora uma visão mais ampla dos

    cuidados com a alma. Seu princípio fundamental é o de

    que o nosso bem-estar pessoal e nosso sentido de

    inteireza dependem muitíssimo do bem-estar geral do

    mundo em que vivemos.

    O processo mais profundo, e que define o cerne da

    terapia floral – "É que um diálogo ou relacionamento é

    gerado entre a alma humana e a alma da natureza".

    Podemos definir a terapia floral como uma forma

    extraordinária de comunhão, na qual recebemos não só a

    nutrição física das substâncias da terra, mas permitimos a

    [ 9 ]

    Florais de Bach, por Maria de Lourdes Rigo Madeira

    nós mesmos absorver conscientemente as qualidades

    anímicas do ser vivo terra.

    A terapia nos concede a oportunidade não apenas de

    sermos curados num sentido pessoal, mas de podermos

    vivenciar e aprender com a natureza, unir a percepção

    consciente microcósmica e macrocósmica.

    A medida que as pessoas utilizarem as essências florais,

    perceberão que elas levam ao perfeito equilíbrio da alma,

    buscando a força e o significado interior, construindo uma

    sensibilidade compassiva pelos outros, ampliando a

    consciência e aprendendo a focá-la na atividade prática,

    estando consciente dos mundos mais elevados e sutis.

    "A cura das partes não deve ser tentada sem o

    tratamento do todo".

    Nenhuma tentativa de curar o corpo deve ser feita sem

    levar a alma em consideração.

    "E se a cabeça e o corpo devem estar saudáveis é

    necessário começar pela mente, pois o grande erro dos

    nossos dias ao tratar o corpo humano é que nossos

    médicos separam a alma do corpo".

    Platão – 427 AC.

    "O emprego bem-sucedido dos remédios do Dr. Bach

    não exige treinamento em medicina nem em psicologia,

    mas apenas perceptividade, capacidade de pensar e

    apreciar, e, acima de tudo, sensibilidade e sentimentos

    naturais para com a outra pessoa"

    (Metchthild Scheffer)

    [ 10 ]

    Florais de Bach, por Maria de Lourdes Rigo Madeira

    Atuação das essências Florais

    As essências florais de Bach atuam através de

    vibrações sutis, transformando os sofrimentos em

    estados de felicidade e plenitude.

    Ao tomarmos as essências florais, suas vibrações de

    energia positiva vão preenchendo a alma. Não haverá

    lugar então para os sofrimentos. É um tratamento

    natural, suave, gentil e amoroso.

    Uma alma em Estado de graça, em seu estado de

    pureza original, é uma alma saudável, não havendo

    lugar para a doença.

    A ação das essências é a de elevar nossas vibrações e

    abrir nossos canais sutis para a percepção de nosso ser

    espiritual. Inundar nossas naturezas com a virtude

    específica da qual precisamos ter e retirar de nós

    qualquer falha que nos esteja fazendo mal.

    Elas têm a mesma capacidade de uma bela música ou

    qualquer outro fato que aconteça de maneira gloriosa e

    que nos dá inspiração, que eleva nossas almas e por

    meio desse mesmo ato nos traz paz e alívio dos nossos

    sofrimentos.

    Elas curam, não atacando a doença, mas inundando os

    nossos corpos com lindas vibrações da nossa natureza

    superior, na qual, a doença se dissolve assim como a

    neve na luz do sol.

    [ 11 ]

    Florais de Bach, por Maria de Lourdes Rigo Madeira

    Características da terapia floral

     É uma terapia natural.

     Trata dos estados mentais e emocionais.

     Não trata doenças físicas.

     Trata a origem da doença.

     É uma terapia complementar.

     Simples de usar, diferente da alopatia e

    Homeopatia.

     Não interfere nos tratamentos.

     Não tem efeito placebo.

     Não existe superdosagem.

     Não tem efeitos colaterais.

     Pode ser usada com segurança por toda a família.

     Podem ser tomadas por crianças, adolescentes,

    adultos e idosos.

     Servem também para plantas e animais.

    Importante: Não dispensar tratamento médico,

    psicológico ou outro tipo de tratamento quando

    necessário. É uma terapia complementar.

    [ 12 ]

    Florais de Bach, por Maria de Lourdes Rigo Madeira

    Terapia Floral X Energia

    Toda matéria vibra

    A matéria, por ser constituída de energia, vibra em

    determinadas frequências.

    Quanto mais baixa for a frequência da vibração mais

    densa será a matéria e mais acostumados estarão

    nossos cinco sentidos em lidar com ela. Quando a

    frequência da vibração é mais elevada a matéria

    será mais sutil e mais difícil será de ser percebida

    pelos cinco sentidos.

    Toda matéria é organizada

    No processo de cristalização da energia encontramos

    uma organização e uma estruturação, com

    diferentes graus de complexidade.

    Das partículas subatômicas a uma pedra e da pedra

    a um ser vivo, há uma complexidade crescente.

    Este processo de organização obedece a leis da

    natureza que em sua grande parte ainda nos são

    desconhecidas.

    As essências florais vibram

    As essências florais possuem padrões vibratórios

    característicos, que uma vez absorvidas pelo corpo

    físico do indivíduo irão influenciar a própria

    vibração dos corpos que compõem este ser.

    [ 13 ]

    Florais de Bach, por Maria de Lourdes Rigo Madeira

    O pensamento e as emoções transformam a

    energia

    O pensamento e as emoções atuam como veículos

    de transformação da energia. Uma emoção é capaz

    de abrir o ser para o meio exterior facilitando a

    troca energética ou, ao contrário, fechá-lo. É capaz

    de tornar a energia desta pessoa mais positiva ou

    negativa.

    É capaz de dar à energia da pessoa características

    mais ou menos densas. Podemos concluir que a

    energia, quando processada pelo ser humano, tem

    qualidades e que o pensamento e as emoções são

    as maiores forças que direcionam o processamento

    desta energia.

    As qualidades da energia e a evolução

    O caminho da evolução espiritual corresponde à

    capacidade do ser humano em processar cada vez

    mais energia menos densa.

    Os maus pensamentos e as emoções menos nobres

    geram energia de caráter denso. Os bons

    pensamentos e os sentimentos mais nobres geram

    energias de caráter menos denso.

    A energia de um shopping center

    Este é um dos lugares onde encontramos uma

    maior quantidade de energia de caráter denso. É

    por este motivo que a maioria das pessoas sentem-

    se cansadas depois de ir a um lugar como este (se

    você acha que é pelo tanto que você anda

    [ 14 ]

    Florais de Bach, por Maria de Lourdes Rigo Madeira

    experimente andar o mesmo tanto em um parque e

    veja a diferença).

    O que gera esta energia densa (negativa para o ser

    humano) é que neste ambiente as pessoas estão

    ligadas a pensamentos e emoções consumistas, à

    vaidade, exibicionismo, e a toda uma gama de

    sentimentos materialistas e egoístas. Portanto ter

    prazer, estar feliz e curtindo a vida não são

    condições básicas para a pessoa emanar energia

    mais sutil.

    A energia de um hospital

    Hospital é lugar de sofrimento. Lugar de doença e

    de preocupação. Mas é um dos lugares onde

    encontramos uma energia muito sutil. Contradição?

    Lógico que não, num hospital estamos abertos para

    os sentimentos mais sublimes de solidariedade,

    caridade, amor, respeito ao próximo, doação,

    benevolência, perdão.

    Dentro de um hospital nos sintonizamos com

    sentimentos nobres e experenciamos a vida sob

    uma

    perspectiva

    mais

    espiritual.

    Consequentemente metabolizamos e trocamos com

    o ambiente uma quantidade grande de energia

    sutil.

    Tudo é energia, tudo vibra. Inclusive o conjunto de

    corpos (de caráter subi ou denso) que compõem o

    ser humano. Estes corpos estão em relação de

    troca com o ambiente e podem metabolizar e trocar

    energias de caráter mais denso ou menos denso.

    [ 15 ]

    Florais de Bach, por Maria de Lourdes Rigo Madeira

    Edward Bach

    Ele nasceu numa das regiões da Grã-Bretanha que

    abrigou, em passado longínquo, a antiga cultura celta,

    guardiã de tradições religiosas ligadas à natureza.

    Os celtas se relacionavam com as forças sutis ou

    espirituais dos fenômenos da natureza e com os seres

    elementais em seu cotidiano. Podemos imaginar que a

    alma do Dr Bach escolheu a dedo o lugar onde

    encarnar!

    Edward Bach teve como seus contemporâneos outras

    almas de deixaram marcas importantes no mundo

    como Gandhi, Rudolf Steiner, Albert Einstein, Sigmund

    Freud, Tolstoi, Pessoa, Chaplin, Monteiro Lobato, Vil a

    Lobos, Hitler...

    A Dra. Carmen Monari, grande estudiosa, médica,

    terapeuta e educadora dos Florais de Bach incluiu em

    um de seus livros o significado do nome do Dr Bach:

     Edward de origem teutônica significa "aquele

    que precisa ser o guardião alerta de seus

    sentidos".

    [ 16 ]

    Florais de Bach, por Maria de Lourdes Rigo Madeira

     Bach em sua origem alemã significa "fonte de

    água e em sua origem persa significa jardim".

    Filho primogênito de família descendente do País de

    Gales, Edward foi um bebê de saúde delicada. Mas

    passados seus primeiros meses de vida ele foi se

    tornando uma criança cheia de vitalidade.

    Desde pequeno se sobressaia por sua capacidade de

    concentração e por sua grande determinação. Era

    independente e tinha um imenso desejo de saber.

    Era bem-humorado e alegre, mas já desde menino

    tinha o hábito de sair sozinho pelos campos e se

    sentar para observar detalhes da natureza.

    Desde criança também já tinha o ímpeto de ajudar a

    qualquer ser que estivesse passando por uma aflição,

    fosse um animalzinho ou uma pessoa.

    Ainda menino já falava em ser médico!

    Aos 16 anos concluiu os estudos e foi trabalhar na

    empresa de seu pai - uma usina de fundição de cobre,

    porque sabia que cursar a escola de medicina seria

    muito caro.

    Ainda nessa época, trabalhando nas Usinas Bach,

    Edward observava os problemas de saúde dos

    operários de seu pai e a pobreza de recursos e de

    tratamentos, levando ao uso quase que sempre

    apenas de paliativos para atender as queixas.

    O jovem Edward, tocado por essas questões dos

    operários tomou então nesse período a decisão de

    [ 17 ]

    Florais de Bach, por Maria de Lourdes Rigo Madeira

    que como médico encontraria um método simples de

    cura verdadeira que tranquilizaria as mentes e os

    corpos.

    Esse episódio certamente o ajudou a fazer sua

    escolha final, pondo fim ao seu questionamento

    interior a respeito de se deveria vir a ser médico ou

    teólogo.

    Não aguentando mais o confinamento imposto pelo

    trabalho na usina de seu pai, Edward alistou-se no

    Corpo de Cavalaria e nesse período pôde voltar a se

    deleitar por estar novamente em contato com a

    natureza.

    Até que finalmente teve uma conversa decisiva com

    seu pai que se ofereceu para pagar sua Universidade

    para que ele pudesse cursar medicina.

    Durante o período em que cursou medicina e por

    vários anos depois evitava ir aos parques de Londres

    ou estar em meio a natureza, porque sabia que a

    força do chamado da mãe natureza para ele seria

    forte demais para suportar.

    No mesmo ano em que formou-se médico, Edward,

    agora sim o DR Bach, casou-se com sua primeira

    mulher.

    Começou sua carreira médica como alopata, num

    Pronto Socorro de Londres (Casualty House Surgeon).

    Logo, passou a trabalhar como bacteriologista, numa

    época em que a medicina avançava em grandes

    estudos sobre imunologia.

    [ 18 ]

    Florais de Bach, por

    Está gostando da amostra?
    Página 1 de 1