Aproveite milhões de e-books, audiolivros, revistas e muito mais, com uma avaliação gratuita

Apenas $11.99 por mês após o período de teste gratuito. Cancele quando quiser.

Torusthá Novo Símbolo Ensinado Por Jesus
Torusthá Novo Símbolo Ensinado Por Jesus
Torusthá Novo Símbolo Ensinado Por Jesus
E-book240 páginas2 horas

Torusthá Novo Símbolo Ensinado Por Jesus

Nota: 0 de 5 estrelas

()

Ler a amostra

Sobre este e-book

O Mestre de Reiki, Moacir Sader, apresenta neste livro os caminhos para a evolução espiritual através do Reiki, uma visão inédita e aprofundada do Reiki e sua importância para além do que se conhecia sobre esta terapia alternativa. Com este prisma, será visto o efeito benéfico do Reiki na vida dos reikianos, ligado ao processo de cura, mas, como parte do caminho, já que a missão mais importante do reikiano está centrada no processo evolutivo espiritual, pessoal e coletivo, a partir do toque reikiano, quando ocorre a emissão amorosa e transformadora da energia do Reiki, agregada agora ao novo e poderoso símbolo ensinado por Jesus durante uma iniciação de Reikiem 2015. Assim, virão à tona importantes revelações sobre novo símbolo, o Torusthá, para o progresso espiritual das pessoas; símbolo, aliás, que o próprio Jesus utilizou quando viveu na Terra, daí o seu inegável e profundo poder. Estarão sendo mostradas ainda novidades relevantes sobre a interligação do Reiki com a medicina tradicional, tanto no Brasil quanto em outros países, e muito mais sobre esta fascinante terapia holística presente e disponível em quase todo o Planeta. A quem se destina este livro: Considerando que o processo espiritual evolutivo é uma busca feita por cada pessoa, este livro se destina a todos e não somente aos reikianos, até porque as mensagens recebidas por seres espirituais, durante as sintonizações de Reiki, apresentam conhecimentos dirigidos às pessoas de modo geral e, além disso, o símbolo Torusthá pode ser utilizado por todos, mesmo por quem não é reikiano, daí a urgência de serem partilhados esses novos conhecimentos oriundos de elevadas dimensões, ainda mais nesse tempo de grandes modificações planetárias e de necessidade espiritual mais profunda. É tempo, portanto, de optar pela luz e nascer de novo, evoluir espiritualmente, porque está chegando o momento da grande transformação planetária. Para tanto, conta-se, além de todos os símbolos energéticos do Reiki, com mais uma milagrosa ferramenta: o símbolo Torusthá, disponível para todos, singular presente de Jesus para a humanidade
IdiomaPortuguês
Data de lançamento8 de abr. de 2016
Torusthá Novo Símbolo Ensinado Por Jesus
Ler a amostra

Leia mais títulos de Moacir Sader

Relacionado a Torusthá Novo Símbolo Ensinado Por Jesus

Ebooks relacionados

Avaliações de Torusthá Novo Símbolo Ensinado Por Jesus

Nota: 0 de 5 estrelas
0 notas

0 avaliação0 avaliação

O que você achou?

Toque para dar uma nota

A avaliação deve ter pelo menos 10 palavras

    Pré-visualização do livro

    Torusthá Novo Símbolo Ensinado Por Jesus - Moacir Sader

    Importância da frequência energética

    Sob a ótica espiritualista, é comum ouvirmos e lermos sobre frequência energética ou vibracional. O que isto significa? Qual é sua importância?

    Quando a vibração energética está elevada, ela está acontecendo nos Chakras superiores, tais como Cardíaco, Laríngeo, Frontal e Coronário. Quando baixa, ela está ocorrendo nos Chakras Umbilical e Base.

    Sob o prisma espiritualista, certamente, cabem outros enfoques concernentes ao tema e até teorias mais específicas. Neste livro, quero deter-me nos efeitos da mutação das frequências e do porquê da atenção e dos cuidados com a nossa frequência vibracional.

    Começo minha análise chamando à atenção para um fato que se verifica com todas as pessoas. Já notaram o quanto ficamos alegres, vibrantes, quando algum fato positivo acontece em nossa vida? Quando isso se verifica, elevamos a frequência energética a patamares saudáveis dos corpos físico e sutil. Esta frequência positiva, em consequência, leva a um enorme bem-estar. 

    Em sentido contrário, quando algo nos aborrece, jogando-nos em preocupações, tensões e sentimentos negativos, tais como medo, raiva, etc., a frequência vibracional cai consideravelmente, proporcionando, como resultado, sensações ruins.

    Além desse contexto perceptível, de cunho terreno, outras ocorrências mais sutis elevam ou baixam a frequência vibracional, por influência de acontecimentos ou presenças de outras dimensões.

    Como circunstância positiva, exemplifico as sintonizações do Reiki, momento em que o Mestre e o Iniciado são envolvidos por energias de elevadas dimensões e com presenças espirituais sublimes. As sensações experimentadas pelos iniciados são tão intensas que podem ser comparadas, algumas vezes, ao êxtase espiritual acontecido em experiências místicas.

    Por outro lado, ataques espirituais de outras dimensões - do mundo inferior ou até superior em tecnologia, mas, em atraso espiritual (como revelado nos livros Conspiração Interdimensional 1 e 2 - romances canalizados, sobre seres espirituais que ajudam e outros que escravizam as pessoas terrenas) - podem gerar péssimas sensações. Lamentavelmente, tais sensações são muito comuns na população terrena, proporcionando infelicidade às pessoas e doenças psicológicas e psiquiátricas, como síndrome do pânico, depressão, entre outras.

    Consequências:

    A par dos sintomas bons ou maus gerados pelo nível da frequência, tem-se a postura comportamental de dentro para fora, tudo de acordo com a vibração da energia pessoal: se boa, gera disposição, criatividade, otimismo, amor e tantos outros sentimentos positivos, resultando em boa saúde. Se baixa, a pessoa fica triste, negativista, desmotivada e doente.

    Importância astral:

    Neste particular, eis outro aspecto relevante que se apresenta e precisa ser colocado sobre as frequências energéticas. No astral, seja em desdobramento, seja ao desencarnar, o espírito é atraído para locais (colônias dimensionais) compatíveis com a sua frequência vibracional, situação mais determinante que o próprio nível de conhecimento espiritual.

    Daí a importância de manter-se elevado o nível vibracional: tanto é plenamente útil para a vida terrena, quanto determinante para os caminhos a serem seguidos no astral, após o desencarne.

    Manter a frequência no mais elevado padrão irá ajudar, também, nos contatos astrais, quando são vivenciadas experiências de vidas paralelas em outras dimensões, indo-se ao encontro daqueles locais e seres positivos de alta vibração.

    O que se deve fazer?

    Sei bem que não dá para ser utopista e dizer que os problemas terrenos não afetam diariamente a vibração de nossa energia. Eles afetam, certamente, e isso acontece com todas as pessoas, deixando a vibração, por vezes, negativa.

    Esta constatação não nos pode levar a entregar os pontos, desistir. Pelo contrário, entendendo essas forças contrárias, é preciso, ainda, com mais determinação, exercitar a mente, os pensamentos, para que sejam eles os mais positivos possíveis, para afastar aqueles negativos que teimam em se impor (no Reiki tem o símbolo Chokurei que é ótimo para transmutar pensamentos).

    É preciso usar todos os recursos possíveis e disponíveis sob várias perspectivas para manter-se a frequência elevada, tais como: meditação, orações, músicas relaxantes e de harmoniosas composições e diversas terapias alternativas, entre as quais indico o Reiki, por sentir e conhecer a sua importante capacidade na elevação do nível vibracional.

    No tocante à música, cabe aqui destacar o cuidado que se deve ter, tal como revelado no livro Libertação, sobre a vibração das músicas e sua influência em nós: A vibração das músicas em elevadas dimensões é feita em 432 hertz, vibração adequada ao ritmo cósmico, vibração esta que, naturalmente, propicia a cura em razão de conter o tom matemático do universo, afinação diferente das músicas terrenas que são, em regra, produzidas em 440 hertz. A vibração em 440 hertz foi introduzida no Planeta por orientação dos seres astrais dominadores, tudo com a finalidade de gerar controle da mente para o negativo, doenças e pensamentos antissociais, proporcionando conflitos entre as pessoas.

    Talvez por isso, muitos alunos contam sobre estranha e repentina parada de músicas durante as sintonizações do Reiki, embora sejam melodias belas e bem relaxantes. Só posso entender como sendo interferência do Reiki, uma vez que a frequência dessas músicas, quase sempre velada, não se constitui positivamente para ser tocada durante o processo de iniciação Reikiana.

     Quando iniciava os cursos do Reiki em 2009, escolhi um lindo CD do Reiki para ser o fundo musical das iniciações. De madrugada, acordei assustado com o barulho de queda de algum objeto. Vi que outro CD do Reiki caíra sobre a lista dos alunos que seriam sintonizados logo pela manhã. Concluí, sorrindo, que a espiritualidade estava me dizendo que, energeticamente, este outro CD se apresentava mais adequado às sintonizações Reikianas. Desde então, utilizo as músicas do CD indicado, energeticamente perfeitas para este momento sublime que é a iniciação do Reiki.

    Após esta observação sobre as músicas e suas frequências, retorno dizendo que o Reiki, a cada nova sintonização ou iniciação, eleva a frequência vibracional aos Chakras superiores. Com a sua prática e autoaplicação diária mantém-se a frequência em bom nível. Com esta rotina, o padrão energético é restabelecido, mesmo se reduzido por fatores anteriormente mencionados, em consequência de problemas terrenos e ataques espirituais.

    Neste contexto, alerto o quanto os meios de comunicação estão ajudando a baixar a nossa frequência com toneladas de informações diárias de cunho basicamente negativo. É preciso escolher, selecionar e depurar o que assistir, ouvir ou ler, ainda que não seja correto alienar-se aos acontecimentos, mas, sim, manter-se em alerta e com visão crítica a tudo que nos chega de informações.

    Portanto, é necessário ter em mente que o nível da frequência vibracional é que gera o nosso estado interior. Frequência positiva traduz-se em estados saudáveis, felizes, de paz, física e espiritual. Pelo contrário, frequência negativa origina perturbações de ordem física e espiritual, levando ao desequilíbrio, desânimo, falta de saúde, entre outras.

    A busca da vibração mais elevada precisa ser feita constantemente e com prioridade porque é a frequência vital para a nossa vida terrena, tal como se apresenta o ar que respiramos, sendo, ainda, importantíssima para as nossas existências astrais.

    Veremos neste livro os caminhos possibilitados pelo Reiki, não somente para elevar o nível vibracional, mas, para ir além, ajudar no progresso espiritual, progressivo e seguro, para a iluminação.

    Primeiro passo para elevação espiritual através do Reiki: Conhecer a terapia

    Jesus disse:

    Muitos foram chamados e poucos os escolhidos para entrar no reino de Deus.

    Em todo o planeta Terra, muitas, milhares de pessoas estão sendo chamadas a despertar, chamamento ocorrendo por diversos meios.

    Porém, todos, de uma forma ou de outra, foram igualmente escolhidos para a ascensão espiritual, desde que aceitem o convite, esse especial chamado estelar, porque realmente muitos estão sendo chamados e o que se espera que todos sejam escolhidos.

    A opção é pessoal. Cada pessoa, exclusivamente, pode realizar esta escolha.

    De onde se origina a energia Reikiana?

    Esta é uma pergunta que, comumente, quase todos se fazem ao começar os estudos sobre o Reiki. Há quem fique até preocupado de a origem não ser positiva, pelo medo de ser o Reiki algo negativo.

    Este medo não procede, como será visto a seguir e como logo as pessoas percebem, ao completar os estudos e se tornarem Reikianas. O medo é tão-somente fruto do desconhecimento da origem do Reiki e das ligações espirituais importantes que ele congrega.

    Ao ler este livro, certamente, nenhuma pessoa terá mais medo do Reiki porque saberá que ele está interligado a seres iluminados, entre os quais Jesus, a quem eu atribuo o efetivo início do Reiki no Planeta Terra, sistematizado depois por Mikao Usui.

    A energia do Reiki origina-se de altas esferas dimensionais. É energia divina que se interliga à energia pessoal do Reikiano, fluindo de suas mãos e gerando benefícios incríveis, tornando possíveis realizações que, para muitos, poderiam ser tidas como verdadeiros milagres.

    Quando se torna Reikiano e se pratica o Reiki em suas múltiplas formas, interliga-se a uma espiritualidade dimensional, divina, ao Deus Cósmico, aqui e agora.

    Isso não interfere na religião de cada um, porque uma coisa é o lado espiritual das religiões, outro aspecto é a espiritualidade do Reiki, a qual se encontra em todos os locais, de modo suave.

    A espiritualidade praticada pelos Reikianos não melindra as suas crenças nem as crenças das pessoas, porque o Reiki não é religioso, mas, terapia holística.

    A espiritualidade do Reiki é, pela lógica, a ligação da pessoa com a divindade de forma tangível, sem atrapalhar as atividades terrenas, sejam profissionais ou religiosas.

    Reiki é amor, amor incondicional e, portanto, a sua origem só poderia ser divina, perfeita.

    Chakras

    A palavra Chakra é sânscrita e significa roda. No Oriente, onde se conhecem os Chakras desde a antiguidade, dão-lhe nomes exóticos. Pode ser encontrada vasta literatura a respeito de teorias orientais que são, na verdade, a base do trabalho científico de investigadores ocidentais e terapeutas. Como o Reiki trabalha, principalmente, no corpo energético, é muito importante conhecer alguns desses trabalhos.

    Chakras são centros energéticos coloridos e redondos, responsáveis pelo fluxo energético no corpo. Eles têm como função principal absorver a energia universal, metabolizá-la, alimentar nossa aura e, finalmente, emitir energia ao exterior. No ocidente, os Chakras são vistos como redemoinhos de energia, pequenos cones (tipo funis) de energia giratória que funcionam como veículos de energia ou regiões de conexão de energia que ligam o corpo físico aos corpos sutis, funcionando como uma espécie de aparelho de captação e expulsão de energias, cujos vórtices giratórios ficam em constante movimento.

    Os Chakras são responsáveis por inúmeras e complexas funções no corpo humano. É através deles que perdemos energia quando estamos em sofrimento físico e emocional. Cada Chakra é um ponto coletor de uma determinada área de conflito e desenvolvimento.

    Os escritos antigos mencionam aproximadamente oitenta e oito mil Chakras. Isto significa que no corpo humano, praticamente, não existe um ponto que não seja sensível energeticamente. A maior parte deles desempenha papeis secundários. Os Chakras trabalhados no Reiki (os principais) são sete e estão localizados da base da coluna ao topo da cabeça.

    Dos sete Chakras principais, dois são simples, ou seja, possuem apenas um vórtice (acesso): o primeiro Chakra (Base) e o sétimo (Coronário); enquanto os outros são duplos, apresentando vórtices anteriores e posteriores (frente e costas). A aura humana está ligada a estes sete principais Chakras.

    O perfeito funcionamento dos Chakras significa perfeita saúde. A abertura de todos os níveis é sinônimo de evolução, é o que os Mestres chamam de iluminação. Existem inúmeras técnicas de abertura dos Chakras. Entre estas, destaco o Reiki, cuja vantagem em relação a outros métodos está no fato de a abertura deles acontecer suavemente.

    O tamanho dos Chakras depende do desenvolvimento espiritual e das vibrações que emitimos. Eles são amplos, brilhantes e translúcidos, atingindo vinte centímetros de diâmetro nas pessoas espiritualmente desenvolvidas. Nas pessoas mais materializadas, de vibrações mais baixas ou primitivas, apresentam-se em cores mais escuras, opacas e com diâmetro reduzido. No primeiro caso, canalizam maior quantidade de energia vital, facilitando o desenvolvimento das faculdades psíquicas.

    Os Chakras giram para direita ou para esquerda. O sentido da rotação muda de um Chakra para o outro e de um sexo para outro. Assim, o Chakra Base do homem gira para a direita, expressando um modo mais ativo e dominador no âmbito material e sexual. O Chakra Base da mulher gira para a esquerda, expressando maior receptividade à força criadora da Terra e a força na expressão das emoções. Não há, porém, rigidez nisso, o Chakra de uma mesma pessoa pode girar para um lado e para o outro, dependendo da situação.

    Na aplicação do Reiki, quando o Reikiano sente fluir intensa energia, este Chakra tem um defeito na função e precisa de energia. Conhecendo as funções de cada Chakra e os órgãos correlatos, o que se aprende nos cursos do Reiki, poderá compreender o estado do cliente e saber como atuar para ajudá-lo.

    Os nomes dos Chakras são de origem Oriental e, no Ocidente, referimo-nos a eles pelos nomes do seu centro físico de localização no corpo humano. Cada Chakra tem uma cor relacionada com sua aura correspondente que deriva da frequência de vibração do mesmo Chakra. Na representação oriental, os Chakras são vistos com um número variável de pétalas como se fossem flores em função da complexidade de cada um.

    Resumindo, cada Chakra tem função e significado próprios, atuando em todos os corpos (físico, etéreo, mental, emocional e espiritual). No corpo físico, os Chakras estão ligados ao funcionamento dos órgãos.

    O que é Reiki?

    Antes de avançarmos e começarmos, no próximo capítulo, tratar do processo evolutivo mais perceptível com a ajuda do Reiki, é preciso falar um pouco sobre esta terapia alternativa, até porque o primeiro passo está em conhecer, se bem que muitos aprendem ao fazerem os cursos e serem sintonizados, o que acontece concomitantemente.

    Reiki é uma palavra oriental japonesa que significa energia vital universal. Rei significa universal e refere-se à essência energética cósmica, que permeia todas as coisas e circunda todos os lugares. Ki é a energia vital individual que está presente nos corpos de todos os seres, mantendo-os vivos.

    A energia vital individual recebe nomes diferentes em várias culturas: Os nomes mais conhecidos são: Prana na Índia; Chi na China; energia Bioplasmática na Rússia e Ki no Japão, daí o nome desta terapia, uma vez que o Reiki foi divulgado para o mundo a partir do Japão.

    O Reiki é um processo de encontro das duas energias, universal e individual, após a pessoa ser submetida a um processo de sintonização feita por um Mestre habilitado do Reiki.

    Reiki é energia miraculosa e, como onda radiofônica, propaga-se a longas distâncias, até para outras

    Está gostando da amostra?
    Página 1 de 1